domingo, 20 de janeiro de 2019

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2019] - Bicampeão, Manaus FC/AM foi o primeiro clube a se apresentar

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Janailton Falcão/Manaus FC/AM

Manaus/AM - Mal começou 2019 e o Manaus FC/AM, Bicampeão Amazonense 2017/2018, começou seus trabalhos visando a conquista do terceiro Estadual. O clube foi o primeiro a fazer a apresentação do elenco, com 26 jogadores, logo no dia 3 de janeiro. Além do Campeonato Amazonas, o Gavião do Norte também vai disputar a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão, a Série D.

No dia seguinte a apresentação, 4 de janeiro, o grupo realizou a primeira atividade, trabalho físico. No dia 13 de janeiro, os jogadores treinaram pela primeira vez no Estádio Ismael Benigno, a Colina, onde vai estrear no Campeonato Amazonense e na Copa do Brasil.

Onze jogadores são remanescentes da temporada passada: Jonathan, Milton, Bruno Saul, Igor Martins, Negueba, Derlan, Clayton He Man, Jean Carlos, Hamilton, Rivelino e Rossini e tiveram preferência na escolha da numeração fixa para camisas, para o ano de 2019. O treinador será João Carlos Cavalo.

Os goleiros serão Jonathan (camisa 1), Milton (12), Victor (22), Bruno Saul (23) e Almeida (34). Os laterais direitos serão Igor Carvalho (2) e Lê Santos (32). Na esquerda, Cavalo terá Negueba (6) e Vandinho (5). Para a zaga, Thiago Spice (3), Martony (4) e Patrick Borges (44).

Os volantes serão os remanescentes e polivalentes Derlan (13), Clayton He Man (88), Jean Carlos (14), além do estreante Ezequiel (8). Na criação, Hamilton (25), Rivelino (20), João Lucas (16), Evair (30) e Diogo Dolem (7). Na linha de frente, os atacantes Jefferson Araújo (9), Rossini (10), Assissinho (11), Vitinhho (33) e Matheus Oliveira (99).

O clube estreia no Campeonato Amazonense no dia 2 de fevereiro, diante do Sul América, às 18 horas, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, na abertura do Campeonato Amazonense 2019. Pela Copa do Brasil, o Manaus FC/AM encara o Vila Nova/GO, no dia 13 de fevereiro, também na Colina.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

[BOM DIA MUSICAL] - Tempos Modernos, com Lulu Santos

Teófilo Benarrós de Mesquita
Arte: Domínio Público/Internet

Manaus/AM - Chegamos na metade do primeiro mês de 2019. Seguindo a proposta do Blog do Teófilo, que está em seu décimo ano de Vida, o Bom Dia Musical com músicas de letras para cima, com alto astral, apresenta Tempos Modernos, com Lulu Santos.

Que 2019, seja, de verdade, um novo começo de Era!!!

Copie esse link para escutar Tempos Modernos - https://www.youtube.com/watch?v=ZloBT9eonm4

Eu quero crer no amor numa boa... Que isso valha pra qualquer pessoa


Eu vejo a vida melhor no futuro
Eu vejo isso por cima de um muro
De hipocrisia que insiste em nos rodear

Eu vejo a vida mais clara e farta
Repleta de toda satisfação
Que se tem direito do firmamento ao chão

Eu quero crer no amor numa boa
Que isso valha pra qualquer pessoa
Que realizar a força que tem uma paixão

Eu vejo um novo começo de era
De gente fina, elegante e sincera
Com habilidade
Pra dizer mais sim do que não, não, não

Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir

Eu quero crer no amor numa boa
Que isso valha pra qualquer pessoa
Que realizar a força que tem uma paixão

Eu vejo um novo começo de era
De gente fina, elegante e sincera
Com habilidade
Pra dizer mais sim do que não, não, não

Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir

E não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo que há pra viver
Vamos nos permitir


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

[COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR 2019] - Na despedida, Holanda/AM é derrotado de novo

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Mais uma derrota. Na despedida de sua participação na 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Holanda/AM sofreu sua terceira derrota, permanecendo sem pontuar ou vencer na competição. Diante do Serra/ES, com os dois times já eliminados, o representante amazonense perdeu por 0-3.

Mesmo com um time mais ofensivo, em relação aos dois jogos anterior, o representante do Amazonas não conseguiu melhorar seus resultados. Levou o primeiro gol aos 4 minutos, em cobrança de escanteio pela esquerda em que o zagueiro Thallyssom surgiu como uma flecha e marcou, de cabeça. Nos acréscimos do primeiro tempo, Márcio Vitor fez boa jogada pela direita e cruzou para o complemento de Daniel, que ampliou o placar.

No segundo tempo, aos 4 minutos, em cobrança de falta pelo lado direito, o volante Glauco raspou na bola de cabeça, tirando as chances de defesa de Ramilson Almeida, definindo o marcador a favor do Serra/ES.

Foi a segunda pior campanha de um clube amazonense em Copas São Paulo de Juniores, desde 1991, quando o Nacional/AM participou da competição, pela primeira vez. O péssimo desempenho em campo e em números é do São Raimundo/AM, na edição de 2000, quando perdeu os 3 jogos, sofrendo 17 gols e não marcando, sendo que 12 foram anotados na goelada diante do Juventus/SP. O São Raimundo/AM perdeu também para o ECUS/SP (0-4) e Internacional/RS (0-1).

No Grupo 7, disputado em Araraquara/SP, a anfitrião Ferroviária/SP classificou-se em primeiro lugar, com o São Paulo/SP conquistando a segunda vaga. A vitória assegurou ao Serra/ES a terceira posição no Grupo, com o Holanda/AM terminando na lanterna.

Ficha Técnica:
Holanda/AM 0-3 Serra/ES
Quarta feira, 11 de janeiro de 2019, às 14h45min (de Manaus/AM)
Estádio Municipal Dr. Ademar Pereira de Barros, em Araraquara/SP
Copa São Paulo de Juniores 2019
3ª e última Rodada da Primeira Fase - Grupo 07
Árbitro: Clodoaldo Chaves da Silva/SP
Assistente 1: Fabrício Porfírio de Moura/SP
Assistente 2: Fábio Rogério Baesteiro/SP
4º Árbitro: Maicon Osvaldo da Silva/SP
Gols: Thallyssom 4 e Daniel 49 minutos do primeiro tempo. Glauco (contra) 4 minutos do segundo tempo.

Holanda/AM: Ramilson Almeida; Jesus, Miza, Cléber (Fernandinho, no intervalo) e Lipe (Dadinho 19/1º, depois Juninho 8/2º); Glauco, Vitinho (Bruno 36/2º), Max Nóbrega (Rodinha, no intervalo), Romarinho e Bruno; Espiga (Caio Jhon 8/2º). Treinador: Sérgio Duarte.
Suplentes: Lucas Santos, Fernandinho, Juninho, Rodinha, Rodinha, João Lucas e Caio John.
Serra/ES: Felício (Huan Pablo 26/2º); Lucas (Emerson 26/2º), Tallyssom, Hernane e Alexander; Gustavo, Brayan (Yuri, no intervalo), Márcio Vitor e Thales (Lazaresque, no intervalo); Daniel (Wagner 7/2º) e Wesley (Weverson 7/2º). Treinador: Josevaldo Conceição.
Suplentes: Huan Pablo, Weverson, Lucas, Emerson, Lazaresque, Wagner e Yuri.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

[BOM DIA MUSICAL] - Feito Para Durar, com Rádio Táxi

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Facebook Oficial da Banda Rádio Táxi
https://www.facebook.com/bandaradiotaxi

Manaus/AM - No Décimo Dia do Ano Novo, o Bom Dia Musical do Blog do Teófilo com motivação positiva e alta astral vem com viés levemente romântico, apresentando nesta quinta-feira (10/01), Feito Para Durar, com a Banda Rádio Táxi.

Que em 2019, tudo mude!!!

Copie esse link para escutar Feito Para Durar - https://www.youtube.com/watch?v=d7Cx7vwZftA

Eu quero viver meu sonho e dentro dele tudo o que eu tiver direito


Eu quero um amor tranquilo
Que me dê um filho, que me dê a mão
Eu quero um amor no cio
Pra encher o vazio do meu coração
Eu quero viver meu sonho
E dentro dele tudo o que eu tiver direito
Eu quero um amor sem tamanho
De um jeito que caiba dentro do meu peito
Eu quero um amor que venha
Me trazer o vento quente do verão
O fogo pra queimar a lenha
Que me pegue em cheio como um furacão
Eu quero viver meu sonho
E dentro dele tudo o que eu tiver direito
Eu quero um amor sem tamanho
De um jeito que caiba dentro do meu peito
Eu sei que tudo vai mudar quando você vier
Pra ser o que eu vivo a esperar
Pra ser minha mulher
Eu sei vai ser tudo de bom mas esse alguem tem que acreditar
Amor foi feito pra durar


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2019] - Clubes já iniciaram preparativos para o Barezão

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/FAF

Manaus/AM - Faltando 23 dias para o início do Campeonato Amazonense da Primeira Divisão 2019, seis clubes já anunciaram seus elencos ou estão em preparativos para a disputa: Manaus FC/AM, atual Bicampeão, Fast Clube/AM, Nacional/AM, Rio Negro/AM, Princesa do Solimões/AM e Penarol/AM já mostraram suas armas. Iranduba/AM e Sul América/AM, que conquistaram o Acesso para o Barezão 2019, são os dois clubes com maior mistério até o presente momento.

A primeira rodada do Barezão 2019 será disputada nos dias 2 e 3 de fevereiro. Fast Clube/AM e Iranduba/AM abrem o certame oficial, num sábado (02/02), no Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM, a partir das 15h30min. Um pouco mais tarde, às 18 horas, o Bicampeão Manaus FC/AM encara o Sul América/AM, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, também em Manaus/AM.

A rodada será concluída no domingo (03/02), Nacional/AM - Penarol/AM, com início previsto para as 15h30min, no Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM. O único jogo programado para o interior fecha a primeira rodada, com o Princesa do Solimões/AM recebendo o Rio Negro/AM, em Manacapuru/AM, no Estádio Gilberto Mestrinho, a partir das 18 horas.

O Campeonato Amazonense 2019 será disputado em dois Turnos. No Primeiro Turno, jogam todos contra todos. Ao final de 28 jogos, que constituirá a Fase Classificatória (ou Primeira Fase), os quatro melhores estão classificados para a Fase Semifinal (ou Segunda Fase), em cruzamento olímpico: primeiro colocado contra o quarto colocado e segundo contra terceiro, em partida única, com mando de campo e vantagem do empate aos dois melhores clubes da Fase Classificatória. A Decisão do Primeiro Turno será entre os vencedores das Semifinais, com mando de campo e vantagem do empate para o clube de melhor Índice Técnico, considerando a pontuação da Fase Classificatória.

No Segundo Turno, a fórmula se repete, com a inversão do mando de campo, ou seja, como se fossem os Jogos de Volta. A Decisão do Campeonato, entre os vencedores de Turno, será em sistema de Ida e Volta. O primeiro jogo da Decisão terá como mandante o finalista que tiver a segunda melhor campanha, considerando apenas a pontuação das Fases Classificatórias dos dois Turnos. Porém, em caso da Decisão ser entre um clube da Capital contra um clube do interior, o primeiro jogo será no interior e o segundo jogo na Arena Vivaldo Lima, independente do Índice Técnico obtido pelos finalistas.

Se um único clube for Campeão dos dois Turnos, será o Campeão Amazonense de 2019, sem necessidade de uma Decisão. O Campeão Amazonense de 2019 representará o Estado na Copa do Brasil 2020, no Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão 2020 e na Copa Verde 2020. O Vice-Campeão ficará no aguardo de disponibilidade de vagas, conforme definições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os dois últimos colocados, somadas as pontuações das Fases Classificatórias dos dois Turnos, estarão rebaixados para a Segunda Divisão Amazonense de 2020.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

[COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR 2019] - Holanda/AM é goleado de novo e eliminado da competição

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação/Thiago Carvalho/Ferroviária

Manaus/AM - Em sua segunda partida na 50ª Edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Holanda/AM foi novamente goleado e se despediu precocemente da competição. O revés, desta vez, foi diante da anfitriã, Ferroviária/SP, na tarde/noite deste domingo (06/01), no Estádio Dr. Ademar de Barros, a Arena Fonte Luminosa, em Araraquara/SP, sede do Grupo 7. A Ferroviária/SP, com a vitória, garantiu vaga para a Segunda Fase e decide o primeiro lugar do Grupo contra o São Paulo/SP. A Laranja Mecânica se despede da competição contra o Serra/ES. Os dois jogos serão disputados na quarta-feira (09/01).

O treinador Sérgio Duarte mudou o time amazonense, até no esquema tático, optando por começar a partida com três zagueiros, colocando Dadinho de ala e dando maior liberdade para Romarinho. Foram sacados, com relação ao primeiro jogo, o lateral esquerdo Lipe, além de Ramón Robert e Max Nóbrega no meio, para as entradas de Dadinho, Frank e do terceiro zagueiro, Cléber.

Novamente destaque do time amazonense na partida, Romarinho cobrou falta na área, aos 4 minutos de jogo, e o zagueiro Miza levou perigo, de carrinho, com a bola beijando o travessão. Cinco minutos depois, Romarinho arriscou com perigo, assustando o goleiro adversário, Guilherme. Porém, bastou uma chegada da Ferroviária/SP para que o marcador fosse aberto, aos 12 minutos, quando Claudinho cobrou escanteio pela direita e Gustavo tocou levemente de cabeça, deslocando Ramilson Almeida.

A partir daí, foi domínio total e completo da Ferroviária/SP, sem que o Holanda/AM apresentasse poder de reação. Aos 24 minutos, Richard rolou para Claudinho, que bateu com perigo, à direita. Dois minutos após, em boa trama do ataque, tabela entre Marquinhos e Pedro Guerreiro, que bateu à esquerda, quase ampliando.

O Holanda/AM assustou e quase empata aos 27 minutos, quando Romarinho bateu falta na área, pela esquerda, a zaga tirou parcialmente e, no rebote, Vitinho pegou de primeira, com Guilherme encaixando com firmeza, no meio do gol. Logo a Ferroviária/SP voltou a martelar a defensiva adversária. Aos 28 minutos Felipe Estrella recebeu na área, pela direita, e bateu cruzado, com a bola raspando o travessão.

No minuto seguinte, Marquinhos desceu pela esquerda e cruzou, com Dadinho cortando com a mão. Pênalti que o próprio Marquinhos converteu, acertando o ângulo superior esquerdo, deslocando Ramilson Almeida para o lado direito, ampliando para 2-0, aos 31 minutos.

Felipe Estrella recebeu pela esquerda, aos 35 minutos, e bateu forte, para defesa de Ramilson Almeida. A primeira substituição no Holanda/AM ocorreu por contusão, aos 35 minutos, com Carlos entrando no lugar de Frank.

Ainda no primeiro tempo a Ferroviária/SP chegou ao terceiro gol, aos 38 minutos com Richard aproveitando, de cabeça, cruzamento da direita. A primeira etapa terminou em ritmo de treino, com o time da casa criando e desperdiçando sucessivas chances: aos 40 minutos com Pedro Guerreiro batendo com perigo, à esquerda; aos 41 com Pedro Guerreiro driblando dois adversários e batendo por cima do gol; e aos 44 minutos com o zagueiro Gustavo Santos se aventurando ao ataque e fazendo fila, até ser desarmado no momento do arremate final.

No intervalo, Sérgio Duarte sacou Caio Jhon, colocando Rodinha em seu lugar. E o Holanda/AM voltou um pouco melhor, mais ousado. Aos 4 minutos, depois de boa trama pela esquerda, Cléber bateu forte com Guilherme espalmando a escanteio. A Ferroviária/SP respondeu aos 6 minutos, com Felipe Estrella tocando para Richard, que cortou bem Cléber mas foi desarmado por Miza na Hora H.

Com o regulamento permitindo seis substituições para cada equipe, os treinadores mexeram bastante nos times, no decorrer do segundo tempo. Enquanto Leonardo Mendes, com a classificação já assegurada, poupava seus principais titulares, Sérgio Duarte, tentando reverter o resultado, buscava novas opções de reação.

O goleador Felipe Estrella, que ainda estava em branco na partida, finalmente deixou sua marca, aos 23 minutos do segundo tempo, marcando o quarto gol. Aos 40 minutos, Rafael costurou pela direita e cruzou rasteiro, com Lauro marcando o quinto gol, sem maiores dificuldades. Pedro do Rio puxou contra ataque pela esquerda, aos 44 minutos, e inverteu para Rafael, que marcou o sexto, dando números finais ao placar.

Ficha Técnica:
Ferroviária/SP 6-0 Holanda/AM
Domingo, 7 de janeiro de 2019, às 17 horas (de Manaus/AM)
Estádio Municipal Dr. Ademar Pereira de Barros, em Araraquara/SP
Copa São Paulo de Juniores 2019
2ª Rodada da Primeira Fase - Grupo 07
Árbitro: Jefferson Silvestrini/SP
Assistente 1: Thiago Henrique Almeida Alboghetti/SP
Assistente 2: William Trufelli Malaquias/SP
4º Árbitro: Paulo Alessandro Gonçalves Teodoro/SP
Cartões amarelos: Claudinho 17 e Miza 33 minutos do primeiro tempo. Carlos 11, Jhonatan 21 e Luan 25 minutos do segundo tempo.
Gols: Gustavo 12, Marquinhos (pênalti) 31 e Richard 38 minutos do primeiro tempo. Felipe Estrella 23, Lauro 40 e Rafael 44 minutos do segundo tempo.

Ferroviária/SP: Guilherme; Luan, Gustavo, Gustavo Santos (William 30/2º) e Marquinhos (Victor Hugo 30/2º); Juliano (Gabriel 24/2º), Pedro Guerreiro (Rafael 13/2º), Pedro do Rio e Claudinho (Jhonatan 13/2º); Felipe Estrella e Richard (Lauro 24/2º). Treinador: Leonardo Mendes.
Suplentes: Bruno, Gabriel, Victor Hugo, Rafael, Lauro, William e Jhonatan.
Holanda/AM: Ramilson Almeida; Romarinho (Fernandinho 30/2º), Luan, Miza, Cléber e Dadinho (Jesus 30/2º); Glauco, Frank (Carlos 35/1º), Vitinho (João Lucas 30/2º) e Caio Jhon (Rodinha, no intervalo); Espiga (Bruno 17/2º). Treinador: Sérgio Duarte.
Suplentes: Lucas Santos, Jesus, Fernandinho, Carlos, Bruno, Rodinha e João Lucas.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

[COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR 2019] - Na estreia, Holanda/AM é goleado pelo São Paulo/SP

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação/Federação Paulista de Futebol

Manaus/AM - No papel, todos tinham certeza da superioridade do São Paulo/SP. E, quando a bola começou a rolar, a certeza se confirmou. Na estreia em sua segunda participação em Copas São Paulo de Futebol Junior, o Holanda/AM foi dominado e goleado pelo Tricolor Paulista, por 2-7.

A primeira chance de gol sãopaulina aconteceu aos 8 minutos, após cruzamento do lado direito que Diego desperdiçou, subindo com liberdade mas cabeceando por cima do gol de Ramilson Almeida. No minuto seguinte, de novo em bola parada pela direita centrada na área, novo lance de perigo.

O Holanda/AM assustou aos 11 minutos, em inversão de bola da esquerda para a direita, onde Vitinho dominou e cruzou, com Romarinho pegando de primeira, sem pulo, raspando o travessão de Thiago Couto.

Porém, no minuto seguinte, o São Paulo/SP abriu o marcador. Depois de cruzamento da direita, Fabinho escorou com estilo, Ramilson Almeida deu rebote nos pés de Gabriel Sara, que não teve trabalho para inaugurar o placar.

Mais quatro minutos e veio o segundo gol, em cruzamento de Gabriel Sara da esquerda que Gabriel Novaes ajeito com classe para Fabinho bater de primeira, de forma inapelável.

Apesar da desvantagem precoce, e em razão do predomínio adversário, o goleiro Ramilson Almeida não se intimidou a passou a se constituir na principal figura da partida, fazendo dezenas de defesas difíceis, evitando um placar mais elástico. Aos 19 minutos, depois de bola centrada da direita, Gabriel Novaes cabeceia para a primeira da série de grandes defesas do goleiro amazonense.

Aos 22 minutos, num rebote, foi a vez de Antony exigir intervenção providencial de Ramilson Almeida. Três minutos depois, Antony de novo, em chute forte de fora da área, viu o goleiro adversário fazer nova grande defesa.

Com direito a seis substituições, Sérgio Duarte queimou duas logo aos 27 minutos, tirando Lipe e Ramon Robert, trocando-os por Jesus e Frank. Logo veio o terceiro gol, no minuto seguinte, com Gabriel Sara lançando da esquerda para Gabriel Novaes, livre de marcação, deslocar levemente Ramilson Almeida.

O São Paulo/SP, que já dominava, passou a passear em campo. Aos 32 minutos, em boa jogada, na base de troca de passes envolventes, Fabinho limpou o marcador e bateu para mais uma espetacular defesa de Ramilson Almeida.

No final do primeiro tempo, aos 45 minutos, surgiu o quarto gol. Antony foi lançando em profundidade pela esquerda e cruzou na medida para Gabriel Novaes, de chapa de pé, marcar de novo.

No intervalo, Max Nóbrega deu lugar a Dadinho. Com um natural relaxamento do São Paulo/SP, o Holanda/AM se mostrou mais para o jogo no segundo tempo, ainda que a diferença técnica permanecesse muito superior em favor dos paulistas.

Aos seis minutos, Rodrigo Nestor e Gabriel Sara tramaram boa jogada, com o meia batendo forte de dentro da área para mais uma defesa de Ramilson Almeida. O goleiro voltou a brilhar aos 9 minutos, executando difícil defesa no canto direito rasteiro, jogando a bola a escanteio.

O quinto gol ocorreu aos 12 minutos, com os jogadores tabelando e entrando na área, até Fabinho cruzar para Gabriel Sara marcar, de cabeça, livre, na pequena área. Aos 20 minutos, Ramilson Almeida fez duas defesa, em jogadas diferentes. Primeiro em chute de Antony, depois em conclusão de Wellington.

O primeiro gol do time amazonense veio aos 23 minutos, quando Caio John recebeu lançamento de Dadinho, saindo na cara de Thiago Couto, batendo com categoria para diminuir. Com a vitória assegurada, o São Paulo/SP mexeu três peças de uma só vez, aos 27 minutos, saindo Antony, Gabriel Novaes e Fabinho para as entradas de Ed Carlos, Paulinho e Vitinho.

O Holanda/AM deu uma animada e marcou mais um gol, aos 35 minutos, quando Romarinho foi lançando em contra-ataque, driblou Thiago Couto e bateu para o gol vazio. O time amazonense ainda fez o terceiro gol, aos 39 minutos, com Romarinho lançando Rodinha, que marcou, mas em posição de impedimento, bem anotada pela equipe de arbitragem.

A empolgação adversária acendeu a luz de alerta do São Paulo/SP, que voltou a marcar. Aos 45 minutos Vitinho fez o sexto, batendo colocado, de fora da área, no canto direito. E nos descontos, aos 47 minutos, Gabriel Sara recebeu, girou o corpo, avançou com liberdade e bateu forte e rasteiro, no canto esquerdo, sem chances para Ramilson Almeida.

O Holanda/AM volta a jogar domingo (06/01), contra a Ferroviária/SP, que venceu na estreia, por 3-0, ao Serra/ES. Por sua vez, o São Paulo/SP terá pela frente o time do Espírito Santo.

Ficha Técnica:
São Paulo/SP 7-2 Holanda/AM
Quinta-feira, 3 de janeiro de 2019, às 19 horas (de Manaus/AM)
Estádio Municipal Dr. Ademar Pereira de Barros, em Araraquara/SP
Copa São Paulo de Juniores 2019
1ª Rodada da Primeira Fase - Grupo 07
Árbitro: Renan Carvalho de Faria/SP
Assistente 1: Samuel Augusto Vieira Pailão/SP
Assistente 2: Gilberto Aparecido Romachelli/SP
4º Árbitro: Fabiano Monteiro dos Santos/SP
Cartões amarelos: Tuta 22 minutos do primeiro tempo. Luan 15, Frank 16, Wellington 18, Morato 27, Dadinho 42 e Danilo 47 minutos do segundo tempo.
Gols: Gabriel Sara 16, Fabinho 16, Gabriel Novaes 28 e Gabriel Novaes 45 minutos do primeiro tempo. Gabriel Sara 12, Caio John 23, Romarinho 25, Vitinho 90 e Gabriel Sara 47 minutos do segundo tempo.

São Paulo/SP: Thiago Couto; Caio (Marcos Júnior 24/2º), Tuta (Danilo 17/2º), Morato e Welligton; Rodrigo Nestor, Diego, Antony (Ed Carlos 27/2º), Fabinho (Vitinho 27/2º) e Gabriel Sara; Gabriel Novaes (Paulinho 27/2º). Treinador: Orlando Ribeiro.
Suplentes: Arthur Gazze, Marcos Júnior, Vitinho, Paulinho, Danilo, Lucas Fasson e Ed Carlos.
Holanda/AM: Ramilson Almeida; Romarinho, Luan (Cleber 24/2º), Miza e Lipe (Jesus 27/1º); Glauco, Ramon Robert (Frank 27/1º), Vitinho, Max Nóbrega (Dadinho, no intervalo) e Caio John (Rodinha 27/2º); Espiga (Bruno 24/2º). Treinador: Sérgio Duarte.
Suplentes: Lucas Santos, Jesus, Cleber, Frank, Bruno, Dadinho e Rodinha.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita