domingo, 20 de julho de 2014

[SÉRIE D 2014] - Princesa do Solimões/AM perde de virada, sofrendo gol nos acréscimos

Teófilo Benarrós de Mesquita

Macapá/AP - Depois de desperdiçar muitas chances no primeiro tempo, quando marcou seu gol e saiu com a vitória parcial, o Princesa do Solimões/AM sofreu castigo no segundo tempo, quando caiu vertiginosamente de produção, e acabou derrotado na sua estreia no Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão, a Série D. O gol da vitória do Santos/AP foi marcado pelo veterano Jean Marabaixo, aos 45 minutos e meio do segundo tempo, sacramentando a virada no placar e garantindo os primeiros pontos do bicampeão amapaense. Após desperdiçar a oportunidade de estrear com um bom resultado fora de casa, o Princesa do Solimões/AM volta a campo no próximo domingo (27/07), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, contra o Rio Branco/AC.

O Princesa do Solimões/AM começou arrasador, querendo logo decidir a partida. Com um minuto e meio de jogo, Somália recebeu de Flamel e bateu de fora da área, com Diego espalmando com dificuldade. Aos quatro minutos, Somália tentou o passe para Branco, mas a bola saiu muito longa e Diego saiu do gol e defendeu, tirando o perigo da jogada. Nova oportunidade para o time amazonense surgiu aos seis minutos, em cobrança de falta na área que Branco quase marcou. Aos 8 minutos Michell arrancou em contra-ataque mas erra o último passe, o cruzamento para Somália. Na sequência da jogada, a bola chegou ao atacante, que desperdiçou.

Somente aos 12 minutos o Santos/AP deu o ar de sua graça, com um chute inofensivo de Cavalo, sem perigo para Paulo Wanzeler. A resposta foi imediata, com Michell limpando o lance no minuto seguinte e batendo para defesa de Diego. A melhor chance do Peixe aconteceu aos 16 minutos, com o habilidoso Fabinho cobrando falta na área princesina e o atacante André Cabeça quase marcando, de cabeça.

Sem criação no meio de campo, o Santos/AP tinha a maioria de seus lances pelo lado direito ofensivo, com Everton e Fabinho na articulação e nos chutes de fora da área, quase todos sem perigo. Assim foi aos 19 minutos, com Carlinhos Maraú arriscando de longe, sem sustos para Paulo Wanzeler. A partir da metade do primeiro tempo, o ímpeto do Tubarão do Norte diminuiu. Aos 24 minutos, Amaralzinho arrancou desde o meio de campo e bateu para o gol, desperdiçando contra-ataque tendo companheiros bem posicionados.

Aos 29 minutos, Michell recebeu pela direita e foi travado na hora do chute pelo defensor adversário, depois de ter driblado o goleiro Diego. Na cobrança de escanteio, Branco testou consciente, no canto esquerdo de Diego, abrindo o marcador para o Princesa do Solimões/AM. Cinco minutos depois Somália avançou e serviu a Michell, que não conseguiu o domínio da bola.

Paulo Wanzeler fez boa defesa aos 36 minutos, quando Fabinho arrancou pela direita, fez a diagonal e bateu de esquerda. Aos 39 minutos Michell pegou de frente, depois de boa jogada pelo meio da zaga adversária, mas bateu mal, à direita de Diego. Aos 43 minutos foi a vez de Somália pegar de frente, mas também jogou para fora, à direita do gol.

Na volta para o segundo tempo, o treinador Minga arriscou, tirando o meia Vando e colocando em campo o veterano atacante Jean Marabaixo. Mas o primeiro lance de perigo foi do Princesa do Solimões/AM, em cobrança de falta de Lídio da intermediária, com força e potencia, por cima do gol mas com muito perigo.

Depois desse lance, o Tubarão do Norte esfriou e o Santos/AP passou a ter mais posse de bola, até que chegou ao empate aos 14 minutos, quando Carlinhos Maraú cruzou na área, Clayto He Man, Lídio e Bruno Oliveira falharam no lance e Everton não desperdiçou, empatando a partida.

O Princesa do Solimões/AM voltou a criar perigo aos 18 minutos, com Michell, que acabou batendo por cima. Cinco minutos depois, Charles Guerreiro sacou Branco e efetivou Marinélson, tentando dar mais vigor e velocidade ao time princesino. Mas quase o Princesa do Solimões/AM levou o segundo gol, quando Fabinho avançou desde a intermediária, entrou na área com liberdade e perigo e bateu para fora.

Uma sequência de substituições foi feita pelos dois treinadores, na tentativa de melhorar seus times. Aos 30 minutos, Charles Guerreiro trocou Flamel por Lourinho. Dois minutos depois, Minga tirou o lateral-esquerdo Carlinhos Maraú e colocou em campo Remeson. Aos 34 minutos, Magno deu lugar a Delciney, na última alteração no time amazonense.

Aos 39 minutos, Lourinho recebeu de Deurick mas acabou errando o último passe, visando Michell. A última substituição da partida veio logo depois, com o veterano Acosta entrando no lugar de Everton. Deurick foi desarmado no meio de campo, aos 43 minutos, e o Santos/AP desperdiçou contra-ataque, na tentativa de passe errado para Acosta.

O castigo para o time amazonense veio aos 45 minutos e meio do segundo tempo. Cavalo cruzou da direita e o miolo de zaga princesino assistiu a Jean Marabaixo subir com estilo e testar com firmeza, no ângulo de Paulo Wanzeler, virando o marcador. A próxima partida do Princesa do Solimões/AM será no próximo domingo (27/07), contra o Rio Branco/AC, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM.

Ficha Técnica:
Santos/AP 2-1 Princesa do Solimões/AM
Domingo, 20 de julho de 2014
Estádio Milton de Souza Corrêa, em Macapá/AP
Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão - Série D
Primeira Rodada da Primeira Fase - Grupo A1
Árbitro: Djonaltan Costa de Araújo/PA
Assistente 1: José Ricardo Guimarães Coimbra/PA
Assistente 2: Rafael Ferreira Vieira/PA
4º Árbitro: Enoque Costa Pacheco/AP
Assessor: Carlos Guilherme Oliveira de Melo/AP
Renda: R$ 2.900,00
Público pagante: 214
Gols: Branco 29 minutos do 1º tempo. Everton 14 e Jean Marabaixo 45 minutos do 2º tempo.
Cartões amarelos: Cavalo 32, Clayton He Man 35 e Magno 41 minutos do 1º tempo. Sandro 35 minutos do 2º tempo.

Santos/AP: Diego; Cavalo, Wellington, Max e Carlinhos Maraú (Remeson 32/2º); Pretão, Sandro, Vando (Jean Marabaixo, no intervalo) e Fabinho; Everton (Acosta 39/2º) e André Cabeça.
Treinador: Minga
Suplentes: Zé Maria, Edivan, Remeson, William, Acosta, Rai, Eulima, Jean Marabaixo, Eduardo, Michel e Diego Negão.

Princesa do Solimões/AM: Paulo Wanzeler; Magno (Delciney 34/2º), Lídio, Bruno Oliveira e Clayton He Man; Deurick, Amaralzinho, Flamel (Lourinho 30/2º) e Michell; Somália e Branco (Marinélson 23/2º). Treinador: Charles Guerreiro.
Suplentes: Rascifran, Lourinho, Marinélson, Rondinelle, Gelvane, Júnior Baé, Delciney e Nando.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita