sexta-feira, 21 de novembro de 2014

[JOGOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS 2014] - Voleibol e futsal femininos agitaram a sexta-feira

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
http://www.sejel.am.gov.br
Fotos: Mauro Neto/Sejel


Manaus/AM - Os bloqueios e saques das meninas do voleibol da Polícia Civil (PC) foram os destaques deste segundo dia da VIII Edição dos Jogos dos Servidores Públicos do Estado do Amazonas (JOSPAM), nesta sexta-feira (21/11), ao vencer a equipe do Corpo de Bombeiros por 2-0, com parciais 25/13 e 27/25. A competição é realizada pelo Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel).

Nem mesmo forte calor feito no ginásio Reneé Monteiro foi capaz de abalar a preparação técnica das jogadoras que dentro da quadra fizeram a alegria dos presentes nas arquibancadas. Segunda a camisa 10 e investigadora da PC, Ana Cristina, 32 anos, atuar em quadra não é novidade. “Não estranhamos muito, porque quando éramos mais jovens jogávamos por clube”, disse a servidora ao informar ainda que a equipe fez uma preparação de um mês antes da competição.

Quanto ao resultado positivo dentro das quatro linhas, a policial — e também atleta —, relatou a emoção de vencer o jogo. “A emoção de ganhar é sempre boa e inesquecível. Mas podemos fazer mais. Eu sei que podemos”, falou a jogadora ao citar o nervosismo da equipe em seguida. “Agora no final do set ficamos mais nervosas ainda. Elas equilibraram o jogo. Mas no final da tudo certo. É bom vencer”, explicou Ana Cristina (foto abaixo).

Ainda na equipe da Polícia Civil, a servidora Márcia Maia contou com o apoio da família nas arquibancadas. Segundo ela, o Jospam é a oportunidade de sair da rotina com a família. “É uma oportunidade de estarmos juntos e compartilhar esse momento de entretenimento. E principalmente, de poder influenciar a pratica esportiva para as meninas”, declarou a investigadora e mãe de duas filhas (foto abaixo).
Homem da casa, André Fontinelly, aprovou a atuação da esposa em quadra. “Ela foi muito bem em quadra. Principalmente para a saúde. Qualquer atividade esportiva é boa e junto com a família é melhor ainda”, ressltou.

Pelo futsal, as meninas abriram à tarde de jogos e, logo de cara, o time da Polícia Militar do Amazonas, venceu por 10-6 o time da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). O destaque foi a policial da Força Tática, Giane Pereira que é acostumada com a bola menor. “Já joguei muito futsal. Desde que me mudei para Manaus, estou parada. Tanto que cansei rápido”, disse a atleta que fez dois gols na tarde (foto abaixo).
Neste sábado (22/11), as atenções estão voltadas para os servidores que disputam o Tiro de Carabina, no stand de tiros da Rodovia AM-010, no quilometro 22 a partir das 7h. A partir das 14h, o Xadrez retoma as atividades na Sala Vip da Arena Amadeu Teixeira. Às 15h, o Atletismo acontece na pista do campo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e o Tênis de Mesa, na Vila Olímpica de Manaus encerra as atividades do dia.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[JOGOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS 2014] - Dama e Dominó já tem seus campeões

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
http://www.sejel.am.gov.br
Fotos: Mauro Neto/Sejel


Manaus/AM - Aguardada por servidores públicos praticantes do desporto durante todo o ano, a VIII Edição dos Jogos dos Servidores Públicos do Amazonas (Jospam) encerrou o primeiro dia de competição nesta quinta-feira (20/11) e já conheceu seus primeiros campeões. A disputa que envolve dois mil funcionários públicos é uma realização da Secretaria de Estado da Juventude Desporto e Lazer (Sejel).

Nesta sexta-feira (21/11), a bola começou a rolar para quem disputa o futebol society. As partidas ocorreram no campo do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), na Zona Leste de Manaus/AM, e os jogos começaram à partir das 13h45. No ginásio Reneé Monteiro, localizado na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Oeste de Manaus/AM — e no mesmo horário —, os jogos de voleibol começaram com o clássico entre as meninas do Ministério Público Estadual contra a Secretaria de Educação.

DAMA E DOMINÓ
Os primeiros campeões foram conhecidos na manhã desta quinta-feira (20/11) no auditório da arena Amadeu Teixeira, Zona Centro Oeste de Manaus/AM. Ainda pela manhã, a rodada foi complementada jogos do voleibol. Na parte da tarde, os participantes que disputaram o dominó e o futsal entraram em ação nos naipes masculinos e femininos.

Olga de Jesus Meireles Xavier da Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (SEDUC) e Matias Pereira Sena, da Fundação Vigilância Sanitária do Amazonas (FVS) conquistaram o ouro ao vencer na dama (fotos abaixo).
No dominó, em um final de muito estudo, Corpo de Bombeiros e Sefaz se enfrentaram em uma partida melhor de três durante aproximadamente quarenta em cinco minutos. Ao mesmo tempo, a dupla feminina e masculina da Seduc disputavam terceiro e quarto lugares. Os campeões foram os servidores da Secretaria de Fazenda do Amazonas (SEFAZ), Gutemberg Amorim e Bruno Ferreira que ao longo da primeira competição juntos, demonstraram verdadeiros sinais de entrosamento durante a disputa, principalmente na final, onde viraram o placar, e ainda tiveram que driblar a catimba adversária. “Eles estavam tentando nos desconcentrar. Depois, quando empatamos as partidas em 1-1, ele quis parar o jogo e se levantar. Bateu pedra na mesa. Acredito que eles perderam para eles mesmos. Fomos oportunistas e vencemos na primeira vez que jogamos juntos”, disse Gutemberg (fotos abaixo).
Além do dominó e da dama, quem ainda entrou em ação foram os servidores que disputam o voleibol no naipe feminino e masculino. No primeiro jogo da modalidade, a Secretaria de Educação (Seduc) venceu a Universidade Estadual do Amazonas (UEA) com parciais 26/25 e 25/9 pelo feminino. E no masculino, o time do Corpo de Bombeiros venceu a Seduc por 2-1 com parciais 29/7, 20/5 e 15/13.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 2014] - Cliper/Tefé/AM vence Tarumã/AM na estreia da Taça Cidade de Manaus

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Cliper/Tefé/AM e Tarumã/AM completaram a primeira rodada da Taça Cidade de Manaus, na noite desta quarta-feira (19/11), no Estádio Carlos Zamith, em Manaus/AM. Impulsionados pelo "efeito Rio Negro", os times fizeram uma das melhores partidas da competição, com a vitória do Cliper/Tefé/AM por 2-1, resultado que deixa o time da Águia Dourada na liderança da Segunda Fase, ao lado do próprio Rio Negro/AM.

Campeão da Taça Estado do Amazonas, a Primeira Fase, o Rio Negro/AM já garantiu vaga na Primeira Divisão do Futebol Amazonense para 2015. E como estreou com vitória, à tarde, em Nova Olinda, contra o CDC Manicoré/Nova Olinda/AM, transferiu a pressão para os outros clubes participantes da Segunda Divisão - o próprio CDC Manicoré/Nova Olinda/AM, Cliper/Tefé/AM, Tarumã/AM e Operário/AM - o chamado "efeito Rio Negro". Se for Campeão de forma direta, vencendo as duas fases, a segunda vaga para a Elite do futebol local de 2015 ficará com o clube que mais somar pontos. Em caso de um campeão diferente na Segunda Fase este, além de garantir a segunda vaga de Acesso, vai decidir o título contra o Galo Carijó.

O jogo foi muito equilibrando, cheio de alternâncias e chances para os dois times. O veterano Vidinha foi um dos destaques do Cliper/Tefé/AM. Aos dois minutos de jogo ele criou duas jogadas de perigo, desperdiçadas por seus companheiros. Primeiro ele colocou Nando na cara do gol, que bateu cruzado, com perigo, com Rafael desviando levemente, evitando o gol. Logo depois, ele lançou Bruno, que também bateu cruzado, mas direto para fora.

A resposta do Tarumã/AM veio no minuto seguinte, quando Miguel foi lançado em profundidade, mas Luis Paulo, atento no lance, se antecipou ao atacante, chegando antes do adversário e fazendo a defesa. Novo lance de perigo do Cliper/Tefé/AM ocorreu aos 12 minutos, de novo com Nando, que dominou livre após um rebote da zaga adversária, mas bateu em cima de Rafael, facilitando a defesa do goleiro. A resposta do Tarumã/AM veio na sequência, com Júnior fazendo grande jogada pela direita, penetrando na área e cruzando para trás, onde Miguel demorou a concluir, possibilitando que Pastor chegasse e mandasse para escanteio, aliviando o perigo. Na cobrança, de Lucas Autazes, a bola pegou em Júnior, que não conseguiu o domínio, dentro da área.

Aos 16 minutos Rogério Pedra arriscou de fora da área, com perigo. Dois minutos depois, Júnior se livrou da marcação na entrada da área e bateu forte, com Luis Paulo defendendo com firmeza. Carlos Felipe arriscou de fora da área, aos 22 minutos, com a bola passando com perigo à esquerda de Luis Paulo. Nando fez boa jogada pela direita e cruzou no pé de Carlos Felipe, que errou o chute, aos 25 minutos. Aos 30 minutos, Lucas Autazes cobrou falta na área e Júnior se abaixou para cabecear, mas para fora.

O Cliper/Tefé/AM voltou com perigo aos 34 minutos, em cobrança de escanteio pelo lado esquerdo que Nando cabeceou na trave direita, após desvio em Thiago, com a bola saindo a escanteio. Luis Paulo salvou ataque rápido do Tarumã/AM aos 36 minutos, chegando na disputa antes de Júnior. Em seguida, aos 40 minutos, o Tarumã/AM teve um gol anulado: na cobrança de falta de Tom, centrando na área, Kenedy desviou de cabeça para o fundo das redes, mas Ivo Fernando da Costa de Souza já havia indicado o impedimento.

Para o segundo tempo, Darlan Barroso sacou Miguel, colocando Renan em seu lugar. Nem deu tempo de observar se a alteração surtiria efeito, pois aos 5 minutos Carlos Felipe fez boa jogada pela direita e cruzou para trás, onde Nando chegou batendo de primeira, abrindo o marcador. Após a marcação do gol, o Cliper/Tefé/AM criou duas boas jogadas pelo lado esquerdo. Na primeira, aos 10 minutos, Neto lançou Carlinhos, que foi ao fundo e cruzou razante, com Rafael defendendo com segurança. Dois minutos depois, Carlinhos cruzou, a bola passou por Rafael e Thiago cortou, evitando o segundo gol da partida.

O Tarumã/AM teve mais um gol anulado, aos 13 minutos, agora pela assistente dois, Edivânia Trindade da Costa. Em bola lançada da direita para a esquerda, Tubarão furou e Carioca ficou livre, dominando e batendo para o gol, invalidado por impedimento. O grito de gol ficou preso novamente aos 19 minutos, quando Kenedy cobrou falta na área, o goleiro Luis Paulo saiu rebatendo de forma esquisita e Carioca cabeceando na trave.

Para aumentar a ofensividade, Darlan Barroso tirou o volante Keny trocando-o pelo atacante Lucas Yago. Porém, mais uma vez o Cliper/Tefé/AM foi quem esteve perto de aumentar o marcador. Carlinhos cruzou da esquerda, aos 28 minutos, e Nando cabeceou com convicção, mas Kenedy salvou o gol. Aos 30 minutos Lucas Yago bateu de fora da área com perigo, exigindo difícil defesa de Luis Paulo. Aos 33 minutos Nando quase aumentou mais uma vez, batendo com perigo à esquerda de Rafael.

O empate finalmente surgiu aos 34 minutos. Em cobrança de falta na intermediária, a bola foi alçada na área de Luis Paulo e estabeleceu-se a confusão, o bate-rebate, até que na terceira tentativa o zagueiro Kenedy empurrou para as redes. Aos 35 minutos, confusão na área do Tarumã e Nando quase marcou. Neto recebeu na entrada da área, aos 37 minutos, ajeitou e bateu colocado, com bola passando raspando a trave direita de Rafael.

Como o empate era ruim para as duas equipes, em razão do "efeito Rio Negro", os times continuavam buscando a vitória, alternando lances perigosos a todo momento. Aos 39 minutos, Renan recebeu de Lucas Yago e bateu com estilo, da intermediária, mas a bola pegou muito efeito, passando por cima da meta de Luis Paulo. Um minutos depois Nando recebeu livre, quase dentro da pequena área, e perdeu, finalizando na trave. Aos 42 minutos, o Tarumã/AM tentou sair em contra-ataque e foi parado três vezes com falta, sempre cobradas com rapidez, uma após outra. Na terceira cobrança curta, Júnior recebeu de Dedé, avançou e lançou magistralmente na esquerda, onde surgiu o zagueiro Thiago, livre, dentro da área, batendo cruzado mas fraco, facilitando a defesa de Luis Paulo, para desespero de Carioca, que pedia livre, na marca do pênalti, de frente para o gol.

Prevalecendo a máxima do futebol de que "quem não faz (gol), leva", o Cliper/Tefé/AM chegou ao gol da vitória logo depois, aos 45 minutos, em lance idêntico ao gol do Tarumã/AM. Neto cobrou falta na área e após bate-rebate, Rogério Pedra fuzilou para marcar o gol da vitória.

Ficha Técnica:
Cliper/Tefé/AM 2-1 Tarumã/AM
Quarta feira, 19 de novembro de 2014
Estádio Carlos Zamith, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense da Segunda Divisão
Primeira Rodada da Segunda Fase - Taça Cidade de Manaus
Árbitro: Francisney Oliveira da Silva/AM
Assistente 1: Ivo Fernando da Costa de Souza/AM
Assistente 2: Edivânia Trindade da Costa/AM
4º Árbitro: Carlos Augusto dos Santos/AM
Delegado: Lázaro D'Ângelo
Renda: R$
Público pagante:
Gols: Nando 5, Kenedy 34 e Rogério Pedra 45 minutos e do 2º tempo.
Cartões amarelos: Niashe 28, Carlinhos 29, Emerson 34, Carioca 37 e Dedé 45 minutos do 1º tempo. Pastor 8, Vidinha 29 e Thiago 44 minutos do 2º tempo.

Cliper/Tefé/AM: Luis Paulo; Emerson, Pastor, Tubarão e Carlinhos; Rogério Pedra, Bruno, Vidinha e Neto; Nando e Carlos Felipe (Élson Bala 26/2º). Treinador: Carlos Prata.
Suplentes: Nelsinho; William, Gilsão, Maicon, Rai, Élson Bala, Marinho, Severo e Janderson.

Tarumã: Rafael; Lucas Autazes, Kenedy, Thiago e Tom; Keny (Lucas Yago 26/2º), Niashe, Dedé e Carioca; Miguel (Renan, no intervalo) e Júnior. Treinador: Darlan Barroso.
Suplentes: Leno, Sorim, Bebe, Matheus, Geovani, Renan, Dener, Lucas Yago e Alex.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 2014] - Rio Negro/AM abre a Taça Cidade de Manaus com vitória

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Campeão da Primeira Fase do Campeonato Amazonense da Segunda Divisão, a Taça Estado do Amazonas, e já garantido na Primeira Divisão Baré de 2015, o Rio Negro/AM estreou na Segunda Fase, a Taça Cidade de Manaus, com vitória, mantendo a invencibilidade na competição e o objetivo que conquistá-la por antecipação, sem a necessidade da série decisiva. Jogando na tarde desta quarta-feira (19/11), no Estádio Ivanoel Nogueira, o Castanhão, em Nova Olinda, o Galo Carijó derrotou o CDC Manicoré/Nova Olinda/AM por 2-1.

O zagueiro Fábio Gomes abriu o marcador, aos 9 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, Thiago Verçosa aumentou a vantagem rionegrina, aos 18 minutos. Foi o quinto gol marcado pelo atacante na competição, da qual é o vice-artilheiro, atrás apenas de Júnior, do Tarumã, que tem um gol a mais. Kitó descontou para o CDC Manicoré/Nova Olinda/AM.

Ficha Técnica:
CDC Manicoré/Nova Olinda/AM 1-2 Rio Negro/AM
Quarta-feira, 19 de novembro de 2014
Estádio Ivanoel Nogueira, em Nova Olinda/AM
Campeonato Amazonense da Segunda Divisão
Primeira Rodada da Segunda Fase - Taça Cidade de Manaus
Gols: Fábio Gomes 9 minutos do 1º tempo. Thiago Verçosa 18 minutos do 2º tempo. Kitó para o CDC Manicoré/Nova Olinda/AM

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

[ATLESTISMO] - Convocada para Seleção, dupla está de olho nos Jogos Olímpicos de 2020, no Japão

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
http://www.sejel.am.gov.br
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Amizade feita no dia a dia, passou para o quarto e agora chega a Seleção. Assim pode ser definida a parceria entre o velocista Pedro Gil Xavier, 17 nos, e o lançador de dardos Pedro Henrique, 15. A dupla do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) embarca no próximo dia 26 de novembro para Cali, na Colômbia, onde irá disputar o Campeonato Sul Americano de Atletismo de Menores e conta com o apoio do Governo do Amazonas através da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel).

Responsável por acompanhar os dois em sua primeira competição internacional, a presidente da Federação Desportiva de Atletismo do Amazonas (Fedeam), Margareth Bahia afirma que a convocação é resultado do trabalho feito pela modalidade no Estado. “Esta convocação mostra o trabalho que é feito com seriedade. Os dois são duas jóias que vem sendo lapidadas. Agora é torcer para que consigam fazer melhores marcas”, disse a dirigente.

A sinergia entre os dois atletas existe talvez não só pela história parecida, mas também por ter Pedro nos nomes. Além disso, possuem a vontade de vencer na vida através do esporte. Se não bastasse, os dois ainda superaram a saudade da família, deixadas para trás em busca de um sonho. De quebra, a dupla ainda dividem o mesmo quarto no hotel da Vila Olímpica, onde os dois moram.

“Vim para o Amazonas porque na minha cidade não tinha nenhum apoio. Aqui, o Ctara, o Estado e a Vila Olímpica me deram tudo”, disse Pedro Gil, dono da incrível marca de 10,68 nos 100 metros rasos conquista no início do mês em João Pessoa, na Paraíba, enquanto disputava os Jogos Escolares da Juventude.

Ele disse ainda que esta oportunidade é a realização de um sonho, o que o motiva ainda mais para melhorar sua marca. “Essa era a minha meta de 2014. Ter um bom desempenho e chegar à Seleção. Agora, vivo a realização de um sonho. Vou trabalhar para pelo menos me manter na equipe”, disse o paraense de nascença e amazonense de coração.

Enquanto um comemora o feito depois de um ano e nove meses morando na capital amazonense, Pedro Henrique, 15, admite que o trabalho está só no início. “Eu ainda nem acredito. Quero aumentar a minha marca (atualmente de 61,51) e assim me manter entre os convocados”, disse o atleta que vem de um resultado negativo. “Infelizmente nos Jogos Escolares eu lancei errado e fui desclassificado. Acontece”, disse.

Até o momento, o nome mais perto de representar o Amazonas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 é apenas o atleta também do Ctara, Waldeci Silva pela Luta Olímpica. Porém, no que depender do técnico Roberto Santos Souza, em 2020 o cenário será diferente. “Hoje digo para você que é muito difícil nós do atletismo termos alguém no Rio de Janeiro em 2016. Mas digo que, com treinos, e com o apoio do Governo do Amazonas e do Ctara, com certeza o Amazonas terá um representante nos Jogos Olímpicos do Japão em 2020”, disse o treinador do velocista Pedro Gil.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita



DUPLA DO CTARA EMBARCA PARA SE INTEGRAR A SELEÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO

Os dois irão representar o Brasil na disputa do Sul Americano de Atletismo de Menores

FOTOS: Mauro Neto / SEJEL

terça-feira, 18 de novembro de 2014

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO] - Rio Negro/AM reage, empata e mantem invencibilidade

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/Federação Amazonense de Futebol

Manaus/AM - O tradicional Rio Negro/AM já havia garantido seu retorno à Elite do Futebol Amazonense. Na véspera de seu aniversário de 101 anos, mesmo sem entrar em campo, foi beneficiado com o empate em 1-1 entre Cliper e Operário, na noite da quarta-feira passada (12/11), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, resultado que lhe garantiu o título da Taça Estado do Amazonas, por antecipação, e também o direito de voltar a disputar a Primeira Divisão Baré, em 2015.

Voltou a campo neste domingo (16/11), para enfrentrar o CDC Manicoré/Nova Olinda já garantido. Assim, descompromissado, o Rio Negro/AM jogava em ritmo de "ressaca" e, apesar de ter maior posse de bola e domínio territorial, marcava frouxo, possibilitando muito espaço ao adversário, que tinha no atacante Rafael seu melhor jogador. Mesmo assim, teve a primeira chance de gol, aos 10 minutos, quando Thiago Verçosa recebeu cruzamento na área e ajeitou, de cabeça, para Weverton, no meio da área, mas o rionegrino não aproveitou bem. Rafael mostrou seu cartão de visita aos 18 minutos, quando recebeu livre, avançou em direção à área pelo lado esquerdo e bateu rasteiro e cruzado, com a bola explodindo no pé da trave esquerda de Pablo.

Em decisão confusa, a arbitragem anulou gol de Rafael, aos 23 minutos. Após cobrança de lateral pelo CDC Manicoré/Nova Olinda, prevaleceu o fair play, com a bola sendo devolvida à zaga rionegrina que, entretanto, saiu jogando errado, devolvendo nos pés de Rafael, que não titubeou e marcou. Porém, a assistente Anne Kesy não correu para o meio de campo e, após ser consultada pelo árbitro central, Wilton Souza de Souza, o jogo reiniciou com nova cobrança de lateral.

Thiago Verçosa criou jogada de perigo aos 25 minutos, quando recebeu na área, limpou bem o lance mas na hora da conclusão bateu fraco, facilitando a defesa de Naylson.

O gol inaugural ocorreu aos 33 minutos. Depois de cobrança de escanteio pelo lado esquerdo ofensivo do CDC Manicoré/Nova Olinda, Rafael cabeceou para o meio da área, com a bola passando por Petro e chegando até Lídio, que não perdoou, enchendo o pé e vencendo o goleiro Pablo. Seis minutos depois, o time interiora ampliou. Luan disputou no alto contra Rafael, falhando bisonhamente. O atacante avançou com liberdade, driblou o goleiro Pablo e tocou para o gol vazio, aumentando a vantagem.

O Rio Negro/AM perdeu Marinélson, por contusão, e o treinador Sérgio Duarte resolveu mudar o esquema tático, voltando ao 4-4-2 em substituição ao 4-3-3, com a entrada de Rafael Oliveira, meia de armação que foi titular no primeiro jogo. Na volta para o segundo tempo, o Rio Negro/AM veio com outra postura comportamental e outra substiuição, com Thiago Amazonense na vaga de Diogo, recompondo por completo o time da estreia, com Serginho, Roberto Dinamite, Thiago Amazonense e Rafael Oliveira no meio de campo, e Weverton e Thiago Verçosa no ataque.

E deu resultado. Logo aos 50 segundos, Gró cruza da direita e Thiago Verçosa, de cabeça, diminui o placar. O Rio Negro/AM continuou com posse de bola e domínio territorial, mas com outra pegada, diferente do primeiro tempo. Aos 15 minutos, na primeira substituição de Paulo Goiano, Rayner foi sacado, dando da vaga para Antonio Alex, revelação do São Raimundo/AM do time Juniores de 2005 e que está voltando ao futebol profissional.

O Rio Negro/AM quase empatou aos 26 minutos, quando Gró cobrou escanteio do lado direito e Serginho subiu livre, no meio da área, mas cabeceou fraco e em cima de Naylson. Quando tudo indicava que o Galo Carijó perderia a invencibilidade na competição, aos 42 minutos, André Luiz lançou desde o campo defensivo, na medida para Thiago Verçosa, que matou no peito e fuzilou Naylson, marcando um golaço e empatando a partida.

Ficha Técnica:
Rio Negro/AM 2-2 CDC Manicoré/Nova Olinda/AM
Domingo, 16 de novembro de 2014
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense da Segunda Divisão
Quinta e Última Rodada da Primeira Fase - Taça Estado do Amazonas
Árbitro: Wilton Souza de Souza/AM
Assistente 1: Jander Rodrigues Lopes/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
4º Árbitro: Odson dos Santos da Silva/AM
Delegado: Lázaro Pinheiro D'Ângelo
Renda: R$ 4.185,00
Público pagante: 500
Gols: Lídio 22 e Rafael 39 minutos do 1º tempo. Thiago Verçosa 50 segundos e 42 minutos do 2º tempo.
Cartões amarelos: Élton 9, Rayner 10, Serginho 34 e Felipe 35 minutos do 1º tempo. Janderson 3 e Weverton 5 minutos do 2º tempo.

Rio Negro/AM: Pablo; Gró, Luan, Fábio Gomes e André Luiz; Serginho, Diogo (Thiago Amazonense, no intervalo) e Roberto Dinamite (Renatinho 27/2º); Marinélson (Rafael Oliveira 34/1º), Thiago Verçosa e Weverton. Treinador: Sérgio Duarte.
Suplentes: Bruno, Rafael Oliveira, Thiago Amazonense, Nailson, Renatinho, Lucas Pinheiro, Ruan, Pelezinho, Raí, Alaílson e Helter.

CDC Manicoré/Nova Olinda/AM: Naylson; Guga, Lídio, Petro e Felipe; Natal, Élton, Rayner (Antonio Alex 15/2º) e Kitó; Janderson (Berlen 30/2º) e Rafael (William Carioca 37/2º). Treinador: Paulo Goiano.
Suplentes: Deivid, Berlen, Da Costa, William Carioca, Antonio Alex, Bel e Geovane.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita