sábado, 11 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - De novo no padrão: vitória sem brilho garante Nacional/AM 100% após oito jogos

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Marcos Mendonça
Site Oficial do Penarol/AM
http://www.penarol.com.br

Manaus/AM - TrÊs zagueiros, três volantes, apenas um atacante e mais uma vez improviso na lateral-esquerda. Tudo no padrão Aderbal Lana. E o Nacional/AM manteve o aproveitamento máximo no Campeonato Amazonense de Futebol 2015, com oito vitórias em oito jogos. Mais que isso: foi o primeiro time a derrotar o Penarol/AM em Itacoatira/AM na competição e conquistou, de forma simbólica, o título do primeiro turno da competição, ao abrir 10 pontos de vantagem sobre o vice-líder, o Princesa do Solimões/AM, adversário da próxima rodada. E foi um zagueiro, Maurício Leal, o autor do gol da vitória. O zagueiro também levou o terceiro cartão amarelo e vai cumprir suspensão automática na próxima rodada. O improvisado João Rodrigo também será desfalque, pois foi expulso contra o Penarol/AM.

Nos primeiros minutos de jogo, o Nacional/AM valorizava a posse de bola, mas sem criar perigo de gol contra o gol de Róbson. A primeira chance do jogo veio aos 8 minutos, com Thompson recebendo na grande área e o goleiro Rodrigo Ramos saindo para dividir com o volante penarolense, que foi o último a tocar na bola. No minuto seguinte, Bruno Potiguar recebeu falta de Celsinho quando avançava com perigo. Fininho cobrou na área mas Alex afastou o perigo. O bom e regular lateral-esquerdo Rafael Vieira bateu com perigo, exigindo defesa segura de Rodrigo Ramos, aos 11 minutos.

Isolado na frente, Hyantony teve a primeira oportunidade somente aos 19 minutos, quando recebeu lançamento de Fininho na grande área, mas foi travado por Thompson na hora do chute. Dois minutos depois, o árbitro Edmar Campos da Encarnação paralisou o jogo para hidratação dos jogadores, em razão do imenso calor. Aos 28 minutos, Felipe Manoel recebeu na entrada da grande área, mas chutou por cima do gol. Apoiando mais uma vez o ataque, Thompson cruzou na área mas Kitó não alcançou, aos 36 minutos. No lance seguinte, Fininho tentou pelo Nacional/AM, mas acabou isolando, batendo muito por cima. Bruno Potiguar recebeu de Fininho, aos 39 minutos, mas bateu à esquerda de Róbson.

Ligado na partida, Rodrigo Ramos saiu providencialmente do gol mais uma vez no lançamento que buscava Tety, aos 45 minutos. Lance idêntico ocorreu no minuto seguinte, mas a favor do Nacional/AM, com Róbson chegando antes de Fininho.

Aderbal Lana abriu mão do terceiro zagueiro, na volta para o segundo tempo, substituindo Robinho pelo veloz atacante Weverton, que quase vem sendo aproveitado na competição. Logo no primeiro minuto, o grandalhão Hyantony foi lançado, mas se atrapalhou na hora do domínio, com a zaga penarolense dominando a jogada. Com 3 minutos, Tety recebeu na entrada da área mas bateu por cima. Thompson assustou o goleiro Rodrigo Ramos aos 15 minutos, com a bola passando raspando a trave.
Em lance de bola parada, aos 24 minutos, surgiu o gol da partida (foto acima). Depois de cobrança de escanteio de Fininho, Maurício Leal marcou de cabeça, garantindo o aproveitamento total do Nacional/AM, com a oitava vitória em oito jogos. O final da partida foi marcado por expulsões: João Rodrigo aos 40 e Filipe Cristiano aos 45 minutos.

Ficha Técnica:
Penarol/AM 0-1 Nacional/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Sexta Rodada da Primeira Fase (Jogo Adiado)
Quarta feira, 8 de abril de 2015, às 16h
Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM
Árbitro: Edmar Campos da Encarnação/AM
Assistente 1: Jander Rodrigo Lopes/AM
Assistente 2: Marleudo Nunes de Lima/AM
4º Árbitro: Regnaldo Vasconcelos Noronha/AM
Delegado: Lázaro D´Ângelo Pinheiro/AM
Renda: R$ 10.100,00
Público: 1.099 pagantes (1.350 presentes)
Cartões amarelos: Pirú 16, João Rodrigo 20 e Célio 26 minutos do primeiro tempo. Felipe Manoel 6, Filipe Cristiano 12, Maurício Leal 40 minutos do segundo tempo.
Expulsões: João Rodrigo 40 e Filipe Cristiano 45 minutos do segundo tempo.
Gol: Maurício Leal 24 minutos do segundo tempo.

Penarol/AM: Róbson; Celsinho, Alex, Pirú e Rafael Vieira; Filipe Cristiano, Célio, Thompson e Adrianinho (Leozinho 20/2º) ; Kitó e Tety. Treinador: Marquinhos Piter.
Nacional/AM: Rodrigo Ramos; Peter, Maurício Leal, Robinho (Weverton, no intervalo), Kelvin e João Rodrigo; Felipe Manoel, Bruno Potiguar (Raílson 17/2º), Lídio e Fininho (André Luiz 36/2º); Hyantony Treinador: Aderbal Lana.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 9 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Princesa do Solimões/AM empata e assume vice-liderança

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Sem poder jogar no Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM, em eterna reforma, o Princesa do Solimões/AM trocou seus mandos de campo de Manaus/AM para Manaquiri/AM, numa tentativa de reduzir custos financeiros e facilitar o deslocamento de sua torcida. Em campo, foram três jogos no Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, com uma vitória (na estreia, contra o Penarol/AM), uma derrota e, agora, um empate, na tarde desta quarta-feira (08/04), em jogo adiado da sexta rodada.

O Tubarão do Norte virou o primeiro tempo perdendo por 0-1 e no retorno ao gramado o treinador Zé Marco trouxe o lateral-direito Lei e o atacante Lacraia, o que aumentou o poder ofensivo da equipe. Ainda assim, o gol foi marcado por um zagueiro, Gílson, de cabeça, após cobrança de escanteio de Léo Paraíba. Foi o terceiro gol do zagueiro na competição. Com o empate, o Princesa do Solimões/AM voltou à vice-liderança da Fase Classificatória, ultrapassando Penarol/AM e Fast Clube/AM

Ficha Técnica:
Empate do Princesa do Solimões em 1-1
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Sexta Rodada da Primeira Fase (Jogo Adiado)
Quarta feira, 8 de abril de 2015, às 16h
Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM
Renda: R$ 260,00
Público: 26 pagantes (68 presentes)

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 8 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Ramón marca dois e garante vitória do São Raimundo/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - O histórico era desfavorável: dois jogos e duas derrotas. Mas em 2013 e em 2014 não tinha o Ramón, que fez dois gols na primeira vitória do São Raimundo/AM sobre o incomodo adversário, na tarde deste domingo (05/04), no Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM, garantiu a vitória do seu time, que segue na cola do G-4, e assumiu a vice-liderança da artilharia, com 6 gols.

O São Raimundo/AM teve seis desfalques. Contudidos, o volante e capitão Adonias Lins, o goleiro Julião e o zagueiro Alex Amaro - esses dois últimos até foram relacionados no banco de reservas, mas apenas para fazer figuração. Cumprindo suspensão estavam o zagueiro Uílton, o volante Carlos da Silva e o meia Maykinho.

No primeiro tempo, o veterano Neto lançou Getúlio, que rolou para Ramón abrir o placar aos 19 minutos. No segundo tempo, a assistência para o segundo gol de Ramón, aos 7 minutos, foi de Vamberto. O São Raimundo/AM ainda sofreu um gol aos 24 minutos, mas no final prevaleceu a vitória colinense, com o time passando à quinta posição, com 13 pontos, pertinho de Princesa do Solimões/AM e Fast Clube/AM.

Ficha Técnica:
Vitória do São Raimundo/AM por 2-1
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Oitava Rodada da Primeira Fase
Domingo, 5 de abril de 2015, às 16h
Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior/AM
Gols: Ramón 19 minutos do primeiro tempo e Ramón 7 minutos do segundo tempo.

São Raimundo/AM: Leandro Naziozeno; Getúlio, Fernando Júnior, Willian e Vamberto; Gilson, Joaldo, Claílson e Neto; Thomas e Ramón (Jaiminho). Treinador: Eduardo Clara.
Suplentes: Julião (contundido), Alex Amaro (contundido) e Jaiminho.

Por Decisão Editoral do Blog do Teófilo, em razão da recusa em divulgar suas atividades de pré-temporada, o time que perdeu para o Manaus FC/AM pela quarta rodada do Campeonato Amazonense de Futebol 2015 não terá divulgação neste Blog durante a competição. Lamentamos pelos jogadores que defendem as cores do clube, mas vamos respeitar a decisão da diretoria, de não querer divulgação. Os pesquisadores de outro Estados que queiram a Ficha Técnica completa desse jogo, favor solicitar via e-mal: teofilomesquita@yahoo.com.br.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Zebra em Manaquiri/AM: Princesa do Solimões/AM perde invencibilidade "em casa"

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Era o confronto do invicto e vice-líder contra o penúltimo colocado com apenas uma vitória em sete jogos. A lógica era o Princesa do Solimões/AM passar pelo Nacional Borbense/AM e essa era a aposta da maioria. Mas, já ensina o dito popular que no futebol nem sempre prevalece a lógica e o Princesa do Solimões/AM foi surpreendido, resultado que tirou o Nacional Borbense/AM da zona de rebaixamento. Mesmo derrotado, o Tubarão do Norte permanece no G-4, grupo dos quatro clubes classificados para a Fase Semifinal, agora na quarta posição, com 13 pontos, tendo o São Raimundo/AM na cola.

Jeferson, aos 8 minutos do segundo tempo, marcou o único da partida, disputada na tarde deste domingo (05/04), no Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM, com mando de campo do Princesa do Solimões/AM, pela oitava rodada da Fase Classificatória do Campeonato Amazonense 2015. Foi o terceiro gol do atacante, agora artilheiro do Borbense/AM na competição.

Ficha Técnica:
Princesa do Solimões/AM 0-1 Nacional Borbense/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Oitava Rodada da Primeira Fase
Domingo, 5 de abril de 2015, às 16h
Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM
Gol: Jeferson 8 minutos do segundo tempo.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Pragmático, Nacional/AM vence clássico e mantém 100% de aproveitamento

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/Site do FAF
http://faf-am.com.br

Manaus/AM - Venceu o pragmatismo. Desfalcado de três titulares (o zagueiro Robinho, o volante Lídio e o atacante artilheiro Wanderley) e mesmo sem encher os olhos da torcida, o Nacional/AM venceu a sétima partida consecutiva pelo Campeonato Amazonense de Futebol 2015, manteve a invencibilidade e o aproveitamento máximo, confirmando a liderança, disparando e abrindo sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado. Com a derrota, o Fast Clube/AM caiu para a terceira posição.

O primeiro tempo foi equilibrado e truncado, com muita movimentação no meio de campo, setor onde se concentrava 9 dos 22 jogadores. O Nacional/AM manteve o esquema adotado recentemente, com três volantes (Dênis, Felipe Manoel e Bruno Potiguar) e Ney Júnior mudou a feição tática do Fast Clube/AM, colocando um terceiro meia, William Kramer, na posição do segundo atacante. Assim, os times atuaram com 9 jogadores no meio de campo: Dênis, Felipe Manoel, Bruno Potiguar e Fininho pelo Nacional/AM e Rondinelli, Roberto Dinamite, Michell, Rosembrick e William Kramer pelo Fast Clube/AM.

A primeira chance foi do Fast Clube/AM, aos seis minutos, quando Michell apareceu livre dentro da área do Nacional/AM mas bateu muito torto, com a bola quase saindo em lateral. O Nacional/AM quase marcou aos 15 minutos, em bola dentro da pequena área disputada por Ediglê e Hyantony, com a bola saindo rente à trave direita de Zé Carlos. Três minutos depois, Roberto Dinamite cruzou da direita e Charles, de costa, tentou de cabeça, mas fraco, com fácil defesa de Rodrigo Ramos. Aos 24 minutos, Thiago Marin entrou em aquecimento, entrando em campo aos 35 minutos, na vaga de Leonardo, com o jogo passando a ter 10 jogadores no meio de campo.

Caindo de novo pela direita, Roberto Dinamite cruzou na área buscando William Kramer, aos 40 minutos, mas Rodrigo Ramos saiu do gol para a defesa, se antecipando ao jogador fastiano. Aos 43 minutos, Rosembrick perdeu uma bola no ataque, proporcionando contra-ataque nacionalino com Bruno Potiguar, que errou o último passe, jogando para lateral, enervando a torcida azulina.

No intervalo, Aderbal Lana queimou a segunda substituição, tirando André Luiz, que voltava de contusão após duas semanas inativo, e colocando o lateral-direito João Rodrigo, para jogar improvisado pela esquerda.

Aos 11 minutos, a zaga fastiana assistiu as conclusões nacionalinas que culminou no gol da partida. Após cruzamento da direita, Bruno Potiguar subiu livre para cabecear sem marcação, com o goleiro Zé Carlos mergulhando e fazendo difícil defesa. Mas no rebote, também livre sem marcação, Hyantony bateu para o gol. No minuto seguinte, Lana fez a terceira e última alteração, tirando Fininho e colocando Raílson em campo.

A partir daí, até aos 51 minutos, o jogo se tornou ataque contra defesa, com o Fast Clube/AM tendo total domínio territorial, mas concluindo pouco a gol. Aos 13 minutos, Rodrigo Ítalo desceu pela esquerda e cruzou, com Rodrigo Ramos saindo para fazer a defesa se antecipando a Michell e Charles. Ney Júnior voltou ao esquema 4-4-2, com a entrada de Felipe na vaga de Rosembrick, aos 15 minutos.

O primeiro desentendimento do clássico ocorreu aos 17 minutos, após uma falta de Dênis em Charles. Cinco minutos depois, na disputa defensiva, Ediglê e Kelvin bateram cabeça, literalmente, com o zagueiro fastiano levando a pior, saindo de campo com o supercílio aberto, sendo substituído por Valney. Aos 26 minutos, Felipe recebeu de William Kramer e arrancou desde o meio de campo, sendo desarmando na hora do cruzamento por Maurício Leal. No minuto seguinte, Ney Júnior ousou e tirou o lateral-esquerdo Rodrigo Ítalo, colocando o atacante velocista Eliélton, com Roberto Dinamite passando a ocupar a lateral.

Aos 28 minutos, Roberto Dinamite iniciou ataque rápido, tocando para Felipe, que passou para William Kramer acionar Eliélton pela esquerda, com o atacante buscando o ângulo superior esquerdo de Rodrigo Ramos, raspando a trave. Em contra ataque nacionalino, aos 32 minutos, com 3 nacionalinos contra 2 fastianos, Dênis errou o último passe, na esquerda para Hyantony, tendo também Raílson na direita.

A resposta foi imediata, com Eliélton pela esquerda tabelando com William Kramer, que tocou para Charles bater com perigo, mais uma vez buscando o ângulo superior esquerdo, mais uma vez raspando a trave. Aos 35 minutos, Jamesson cruzou da direita e Peter desviou para escanteio, tirando da cabeça de Charles. Cinco minutos depois, de novo pela esquerda, Eliélton recebeu de William Kramer e tocou para Charles, livre na entrada da área, com o atacante tendo tempo para dominar, escolher o canto e bater para defesa milagrosa de Rodrigo Ramos, que espalmou para escanteio.

Ficha Técnica:
Fast Clube/AM 0-1 Nacional/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Oitava Rodada da Primeira Fase
Domingo, 5 de abril de 2015, às 16h
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Árbitro: Weden Cardoso Gomes/AM
Assistente 1: Marcos Santos Vieira/AM
Assistente 2: Alexsandro Lira de Alexandre/AM
4º Árbitro: Odson Santos da Silva/AM
Delegado: Labíbio André de Lima/AM
Renda: R$ 5.310,00
Público pagante: 341 (441 presentes)
Cartões amarelos: Michell 16 e Rondinelli 38 minutos do primeiro tempo. Maurício Leal 2, Hyantony 12, Dênis 29 e Charles 49 minutos do segundo tempo.
Gol: Hyantony 11 minutos do segundo tempo.

Fast Clube/AM: Zé Carlos; Jamesson, Ediglê (Valney 25/2º), Márcio Abrahão e Rodrigo Ítalo (Eliélton 27/2º); Rondinelli, Roberto Dinamite, Michell, William Kramer e Rosembrick (Felipe 15/2º); Charles. Treinador: Ney Júnior.
Suplentes: Labilá, Thyago Brandão, Bigú, Valney, Xavier, Fernando, Marcus Vinícius, Da Silva, Felipe, Eliélton e Deivid Macedo.
Nacional/AM: Rodrigo Ramos; Peter, Maurício Leal, Kelvin e André Luiz (João Rodrigo, no intervalo); Dênis, Felipe Manoel, Bruno Potiguar e Fininho (Raílson 12/2º); Leonardo (Thiago Marin 35/1º) e Hyantony. Treinador: Aderbal Lana.
Suplentes: Wagner, Thiago Neves, Luan, Thyago Fernandes, Railson, Thiago Marin, Weverton e Thiago Verçosa.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 5 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Penarol/AM vence Rio Negro/AM na abertura da oitava rodada

Teófilo Benarrós de Mesquita
Fotos: Paulo Rogério Veiga
Portal Paulo Repórter
http://pauloreporter.com.br


Manaus/AM - Na abertura da oitava rodada do Campeonato Amazonense de 2015, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, o Penarol/AM conseguiu sua primeira vitória fora de casa na temporada e, de quebra, acabou com um longo jejum: desde outubro de 1983 que o Rio Negro/AM, na condição de equipe mandante, não perdia para o Penarol/AM. A partida, disputada sob forte calor, teve um primeiro tempo de bom nível técnico, mas o ritmo caiu no segundo tempo, muito truncado e cheio de faltas. A vitória penarolense levou o time à vice-liderança provisória, consolidando o time no G-4, grupo dos quatro primeiros colocados, que se classificam para a Fase Semifinal.

O Penarol/AM começou melhor, dominando os primeiros momentos. Aos 6 minutos, Binho saiu da área para buscar jogo e bateu da intermediária, raspando a trave direita de Filho. Um minuto depois, Binho ajeitou de cabeça para Kitó, que matou no peito e bateu para fora. A primeira chance do Rio Negro/AM ocorreu aos 9 minutos, com Ronan recebendo de Sérgio Duarte Júnior e batendo com perigo, à esquerda de Róbson. Três minutos depois, Ronan cobrou escanteio pela esquerda, a zaga do Penarol/AM ficou olhando e Luiz Ricardo perdeu de forma incrível, de dentro da pequena área, cabeceando muito fraco, com Róbson espalmando no susto para escanteio.

O Penarol/AM perdeu Endy aos 12 minutos, por contusão, substituído por Celsinho. Aos 16 minutos, Kitó cruzou da direita e Binho mergulhou para mergulhar com estilo, com Filho defendendo a cabeçada com segurança. O Rio Negro/AM teve três chances seguidas de gol. Aos 17 minutos, após cobrança de escanteio pelo lado esquerdo de Ronan, Raul, livre, bateu para fora. Aos 20 minutos, após cruzamento da direita, a bola sobrou para Sérgio Duarte Júnior, que foi travado por Célio na hora na conclusão. Thiago Amazonense dominou na intermediária, aos 22 minutos, buscando o ângulo superior esquerdo, com a bola passando raspando o travessão.
Quando era melhor em campo, o Rio Negro/AM sofreu dois duros golpes. Aos 26 minutos, Rafael Vieira cobrou escanteio pela direita e Pirú surgiu como elemento surpresa, de cabeça, para abrir o placar (foto acima). Nem deu tempo de respirar ou reagir. Aos 30 minutos, Binho ganhou a jogada aérea, ajeitando para Kitó, que bateu para defesa de Filho. No rebote, Tety bateu com força, Filho defendeu parcialmente com o pé, mas a bola acabou entrando, devagar.

O Penarol/AM perdeu diversas chances de matar a partida ainda no primeiro tempo. Aos 32 minutos, Thompson enfiou para Tety, que encheu o pé para defesa de Filho. Dois minutos depois, Binho arrancou com Tety se deslocando pela esquerda e Thompson pela direita, com Tety demorando a passar, pegando Thompson em impedimento.

Aos 38 minutos o Rio Negro/AM reagiu. Thiago Amazonense e Ronan tabelaram e Thiago Amazonense sofreu falta no bico direito da área, bem na ponta da meia-lua. Na cobrança perfeita de Ronan, aos 39 minutos, a bola viajou até o ângulo superior direito de Róbson, com o Galo diminuindo o marcador. Aos 45 minutos, Ronan inverteu o jogo da esquerda para a direita, achando Marcelinho livre, com uma avenida pela frente, mas o lateral-direito se precipitou e bateu de primeira, para fora.

Binho foi substituído por Leozinho no intervalo e o Penarol/AM voltou com um rendimento melhor. Logo aos 2 minutos, Tety tocou para Rafael Vieira, que bateu na saída de Filho, com Raul salvando o gol em cima da linha, jogando para escanteio. Aos 4 minutos, de novo pela esquerda, Tety penetrou e cruzou para Leozinho marcar, mas o assistente Jeová Rodrigues dos Santos anulou o gol, por impedimento de Tety. A primeira chegada do Rio Negro/AM no segundo tempo só ocorreu aos 12 minutos, com Nailson limpando o lance e batendo forte, para defesa segura de Róbson.

O terceiro gol do Penarol/AM surgiu de jogada bem trabalhada, mais uma vez pela esquerda. Rafael Vieira recebeu assistência de Celsinho, invadiu a área e bateu cruzado, rasteiro e colocado, vencendo o goleiro Filho. Com 3-1 no placar, o Penarol/AM teve duas boas oportunidades de gols para transformar o escore em goleada. Aos 20 minutos, em ataque rápido pela direita, Kitó bateu com perigo, com a bola desviando na zaga e saindo em escanteio. No minuto seguinte a jogada foi pela esquerda com Rafael Vieira cruzando e a bola passando por Tety, Kitó e Leozinho.

O Rio Negro/AM descontou com um golaço, aos 24 minutos. Nailson limpou o lance na entrada da área e desferiu um balaço, no ângulo superior esquerdo de Róbson. Aos 32 minutos, Júnior, que entrou no lugar de Kitó, é lançado na área e na disputa contra o goleiro Filho e cai na área pedindo pênalti. Por reclamação contra o quarto árbitro, Luizinho de Souza Lima, o treinador Marquinhos Píter foi excluído do jogo, aos 43 minutos do segundo tempo.

Aos 45 minutos, Pirú cortou um lance de perigo do ataque rionegrino e se lançou ofensivamente, tocando para Tety, que arrancou em velocidade pela esquerda e tocou para Leozinho, mas o meia perdeu a chance do quarto gol, ao tentar mais um drible sobre o marcador, ao invés de bater direto para o gol. Final de jogo, vitória penarolense por 3-2, vice-liderança assumida e o fim de um longo tabu sem vencer o Rio Negro/AM na condição de visitante.
Ficha Técnica:
Rio Negro/AM 2-3 Penarol/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Oitava Rodada da Primeira Fase
Sábado, 4 de abril de 2015, às 15h
Estádio Ismael Benigno, em Manaus/AM
Árbitro: Reginaldo Vasconcelos Noronha/AM
Assistente 1: Abson Pantoja da Silva/AM
Assistente 2: Jeová Rodrigues dos Santos/AM
4º Árbitro: Luizinho de Souza Lima/AM
Assessor: Labíbio André de Lima/AM
Renda: R$ 1.360,00
Público pagante: 118 (244 presentes)
Cartões amarelos: Raul 25, Célio 38, Celsinho 38 e Alex 39 minutos do segundo tempo.
Gols: Pirú 26, Tety 30 e Ronan 39 minutos do primeiro tempo. Rafael Vieira 16 e Nailson 24 minutos do segundo tempo.

Rio Negro/AM: Filho; Marcelinho, Raul (Matheus Iton 27/2º), Luiz Ricardo e Rondinelli; Sérgio Duarte Júnior (Bruno Torres 37/2º), Ruan, Thiago Amazonense e Ronan; Lucas Peteca (Etoo 17/2º) e Nailson. Treinador: Roberley Assis.
Suplentes: Daniel, Victor, Werley, Etoo, Matheus Iton, Bruno Torres e Renatinho.
Penarol/AM: Róbson; Endy (Celsinho 14/1º), Pirú, Alex e Rafael Vieira; Thompson, Célio, Filipe Cristiano e Tety; Kitó (Júnior 22/2º)e Binho (Leozinho, no intervalo). Treinador: Marquinhos Piter.
Suplentes: Pablo, Sandro, Celsinho, Fernando, Leozinho, Rivelino, Júnior e Jack Chan.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita