quinta-feira, 23 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Penarol/AM vence Manaus/AM na luta direta pelo G-4

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Em confronto direto por uma vaga na grupo de clubes classificados para a Fase Semifinal (G-4), o Manaus FC/AM recebeu o Penarol/AM, na tarde deste sábado (18/04), no Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM pela décima rodada da Fase Classificatória do Campeonato Amazonense de 2015. O Penarol/AM atuou desfalcado do goleiro Róbson e do lateral-direito Sandro França. Em seus lugares jogaram, respectivamente, Pablo e o volante Thomposon, improvisado na vaga de Sandro França. O Manaus FC/AM teve as estreias de três jogadores: os volantes Álvaro e Thiago Mariano e o atacante Jeferson Chumbinho. A necessidade da vitória levou os dois times a buscarem o gol desde os primeiros movimentos da partida.

Com apenas 45 segundos de bola rolando, em cobrança de falta ensaiada, Rafael Vieira passou pela bola e recebeu na frente, livre, cortando o marcador e batendo em cima da zaga. O Pearol/AM voltou ao ataque com um minuto e meio, com Célio arriscando perigosamente de fora da área. Aos 3 minutos, Tety recebeu aberto na esquerda e bateu prensado com a zaga, ganhando escanteio. Na cobrança, pelo lado esquerdo, Maceió cabeceou livre, mas para fora.

A primeira investida do Manaus FC/AM ocorreu aos 7 minutos, com Célio recebendo na área em boas condições e Filipe Cristiano tirando para escanteio com o bico da chuteira. O estreante Thiago Mariano arriscou de fora da área, aos 15 minutos, com a bola desviando e saindo em escanteio. Aos 15 minutos, Thiago Mariano arriscou de fora da área, com a defensiva itacoatiarense desviando para escanteio.

O Penarol/AM tomou um susto aos 22 minutos, quando Gelvane cobrou falta e a bola quicou perigosamente antes de chegar ao goleiro Pablo, que espalmou no reflexo para escanteio. Dois minutos depois, Tety fez linda jogada de corpo sobre seu marcador mas sentiu contusão, forçando a paralisação da partida, com a equipe de arbitragem aproveitando para conceder tempo técnico visando a hidratação dos jogadores.

Diego Capela cruzou da esquerda e Pablo saiu na cabeça de Joiner, aos 30 minutos. Rafael Vieira cruzou da esquerda, aos 35 minutos, Martony falhou e Tety, livre, perdeu a chance de marcar. Aos 39 minutos o estreante Álvaro cometeu falta em Leozinho e levou cartão amarelo. No desdobramento da cobrança de falta, Rafael Vieira cruzou da esquerda, mesmo marcado por Martony, a bola passou por Fábio Gomes, que furou no lance, e sobrou para Binho, livre, que não perdoou e fuzilou o goleiro Carlos Luna. O time itacoatiarense poderia ter ampliado aos 44 minutos, quando Piúba recebeu na direita, deixou Fábio Gomes no chão mas não teve tranquilidade e categoria suficiente, batendo muito mal, por cima do gol.

No intervalo, Fábio Luiz tirou o atacante Joiner e colocou o volante Derlan, adiantando Célio para encostar em Jeferson Chumbinho. Marquinhos Píter perdeu Binho logo aos 3 minutos do segundo tempo, colocando Kitó em campo. O Manaus FC/AM pressionava em busca do empate e entre os 10 e 13 minutos teve quatro escanteios a seu favor. Tety cruzou para Kitó, aos 17 minutos, mas a zaga adversária cortou o perigo. Cinco minutos depois, Kitó puxou contra-ataque pela direita e rolou para trás, para a chegada de Thompson, livre, mas o improvisado lateral-direito isolou, batendo muito por cima.

Aos 27 minutos Tety limpou o lance e cruzou para trás, com a zaga do Manaus FC/AM afastando o perigo. Dois minutos depois Derlan ganhou a jogada de Maceió e tocou para Bilau, que cara a cara bateu em cima de Pablo, com Felipe Cristiano afastando o perigo e jogando para escanteio. Buscando o empate, o Gavião do Norte ficava e exposto aos contra-ataques do Leão da Velha Serpa. Aos 32 minutos, Leozinho tabelou com Tety, que bateu em cima de Carlos Luna.

O goleiro Carlos Luna fez outras duas grandes defesas aos 34 minutos. Tety desceu pela direita e encheu o pé, para grande intervenção do goleiro adversário, no reflexo e, no rebote, como um gato, tirou da cabeça de Tety quando o meia-atacante já ia marcar o segundo gol. No minuto seguinte, contra-ataque bem elaborado pelo time penarolense, com a bola de pé em pé até Thompson recebendo livre mas, ao invés de bater para o gol, recuou tentando o passe para Leozinho, com a zaga tirando para escanteio.

Aos 36 minutos, Derlan e Fábio Gomes bateram boca asperamente e só não chegaram às vias de fato porquê o pequenino árbitro Ivan da Silva Guimarães Júnior se colocou entre os dois, evitando o confronto, com todos os demais jogadores do Manaus FC/AM apenas olhando a desavença, sem intervir. Após o término da partida, em entrevista na beira do campo, Fábio Luiz pediu demissão, aceita pela diretoria do Manaus FC/AM, que deve efetivar Garanha como novo treinador.

Ficha Técnica:
Manaus FC/AM 0-1 Penarol/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Décima Rodada da Primeira Fase
Sábado, 18 de abril de 2015, às 16h
Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior/AM
Assistente 1: Abson Pantoja de Barros/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
Cartões amarelos: Joiner 19, Binho e Álvaro 32 minutos do primeiro tempo. Thompson 18, Célio (Penarol) 23, Martony 24, Alex 28, Maceió 30, Fábio Gomes 32, Rafael Vieira 33, Gelvane 40 e Bilau 47 minutos do segundo tempo.
Renda: R$ 260,00
Público pagante: 26
Gol: Binho 39 minutos do primeiro tempo.

Manaus FC/AM: Carlos Luna; Baiano, Martony, Fábio Gomes e Gelvane; Álvaro, Thiago Mariano (Bilau 24/2º), Célio e Diego Capela; Joiner (Derlan, no intervalo) e Jefferson Chumbinho (Purá 39/2º). Treinador: Fábio Luiz.
Penarol/AM: Pablo; Thompson, Maceió, Pirú e Rafael Vieira; Filipe Cristiano, Célio, Piúba (Alex 22/2º) e Leozinho (Júnior 41/2º); Binho (Kitó 3/2º) e Tety. Treinador: Marquinhos Píter.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 21 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - De virada, Princesa do Solimões/AM goleia no Clássico da Ciranda

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Pela segunda vez consecutiva o Clássico da Ciranda teve que ser disputado fora de Manacapuru/AM, em razão da impossibilidade de utilização do Estádio Gilberto Mestrinho. Na condição de mandante, o Princesa do Solimões/AM mais uma vez optou por jogar no Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM, pela quarta vez esse ano. E, depois de dois jogos sem vencer em casa, o time retomou o caminho do sucesso, virou o placar para cima do Operário/AM e aplicou a maior goleada da curta história do confronto profissional, na tarde deste sábado (18/04).

Lanterna absoluto da competição, o Operário/AM entrou em campo com apenas um ponto conquistado, exatamente na rodada de estreia do Barezão 2015, exatamente contra o Princesa do Solimões/AM, no empate em 2-2. Dessa vez parecia que o Sapão iria finalmente começar a reação na competição. Aos 40 minutos do primeiro tempo, Robenílson abriu o placar para o Operário/AM. O veterano Bazinho perdeu a oportunidade de ampliar, ao desperdiçar um pênalti, aos 6 minutos do segundo tempo, cobrando na trave.

No segundo tempo, tudo mudou. Douglas Ramos empatou aos 13 minutos e Edinho Canutama virou o marcador aos 15 minutos. O terceiro gol do Princesa do Solimões/AM foi marcado aos 29 minutos, por Carlinho. Allan diminuiu aos 37 minutos, reacendendo as esperanças do Operário/AM. Mas Juan ampliou para 4-2 aos 39 minutos. Edinho Canutama fez mais dois, aos 40 e 45 minutos do segundo tempo, fechando a goleada.

Foi o placar mais elástico registrado na história do confronto do Clássico da Ciranda. Em seis jogos, foi a terceira vitória do Tubarão do Norte. O confronto apresenta uma boa média de gols, 4,17 por partida, com o Princesa do Solimões/AM chegando aos 16 gols marcados, contra 9 do Operário/AM. Todos os embates entre os times da Terra da Ciranda foram:
23/02/2011 - Operário/AM 1-1 Princesa do Solimões/AM - Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM - 5ª Rodada da Taça Estado do Amazonas
24/04/2011 - Princesa do Solimões/AM 1-3 Operário/AM - Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM - 5ª Rodada da Taça Cidade de Manaus
12/02/2012 - Princesa do Solimões/AM 4-1 Operário/AM - Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM - 5ª Rodada da Taça Estado do Amazonas
04/04/2012 - Operário/AM 0-2 Princesa do Solimões/AM - Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM - 5ª Rodada da Taça Cidade de Manaus
24/02/2015 - Princesa do Solimões/AM 2-2 Operário/AM - Estádio Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM - 1ª Rodada da Fase Classificatória
18/04/2015 - Operário/AM 2-6 Princesa do Solimões/AM - Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM - 10ª Rodada da Fase Classificatória

Ficha Técnica:
Princesa do Solimões/AM 6-2 Operário/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Décima Rodada da Primeira Fase
Sábado, 18 de abril de 2015, às 16h
Estádio Valdomiro Gusmão de Aguiar, em Manaquiri/AM
Gols: Robenílson 40 minutos do primeiro tempo. Douglas Ramos 13, Edinho Canutama 15, Carlinho 29, Allan 37, Juan 39, Edinho Canutama 40 e Edinho Canutama 45 minutos do segundo tempo.
Renda: R$ 250,00
Público pagante: 25

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - São Raimundo/AM se especializa em 3-2 e se firma no G-4

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - O São Raimundo/AM está de caso sério com o G-4. Na tarde deste sábado (18/04), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, o clube chegou aos 19 pontos após dez jogos disputados, alcançando a terceira posição na classificação, a sexta vitória na competição, a quarta consecutiva, a terceira pelo placar de 3-2. E, a exemplo da rodada inaugural do turno da Fase Classificatória, a vítima na abertura do returno foi o Nacional Borbense/AM, pelo mesmo escore de 3-2.

E na vitória alviceleste, brilhou mais uma vez o talento de Neto. Foi ele quem abriu o placar da partida, aos 10 minutos, após cruzamento da direita de Carlos da Silva, que encontrou o veterano meia livre dentro da área. O Nacional Borbense/AM partiu em busca da reação e chegou ao empate aos 23 minutos, depois de cobrança de escanteio de Márcio Ribeiro pela esquerda, com Nixon marcando.

Ainda no primeiro tempo, o São Raimundo/AM perdeu o artilheiro da competição Ramón, autor de nove gols, que saiu contundido, dando lugar a Kléber, que sofreu pênalti de Adalto, que originou o segundo gol do Tufão da Colina, convertido por Neto aos 48 minutos, no canto esquerdo do goleiro Joelmir, que pulou no canto certo mas não evitou o segundo gol.

Novo empate do Nacional Borbense/AM ocorreu aos 16 minutos do segundo tempo, com Canhotinho cobrando falta. Onze minutos depois a definição do resultado. Neto cobrou falta pelo lado esquerdo e Adonias Lins, que voltava a atuar depois de quinze dias afastado por contusão, cabeceou para o fundo das redes de Joelmir.

Ficha Técnica:
São Raimundo/AM 3-2 Nacional Borbense/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Décima Rodada da Primeira Fase
Sábado, 18 de abril de 2015, às 16h
Estádio Ismael Beningo, a Colina, em Manaus/AM
Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Wendell Saraiva da Silva/AM
Assistente 2: Bonifácio Smith Rodrigues/AM
4º Árbitro: Uescléi Regison Pereira dos Santos/AM
Delegado: Labíbio André de Lima/AM
Gols: Neto 10, Nixon 23 e Neto (pênalti) 48 minutos do primeiro tempo. Canhotinho 16 e Adonias Lins 27 minutos do segundo tempo.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - No encerramento do turno, Princesa do Solimões/AM vence e assume vice-liderança

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Em jogo isolado, adiado da quarta rodada da Fase Classificatória, Fast Clube/AM e Princesa do Solimões/AM se enfrentaram na noite desta quarta-feira (15/04), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM. O Tubarão do Norte levou a melhor, venceu por 2-1 e assumiu a vice-liderança da competição, derrubando o Tricolor de Aço para o terceiro lugar. O jogo foi quente, do início ao fim, quando uma parte de torcedores fastianos trocou xingamentos com os jogadores. Teve até água arremessada de dentro do gramado contra a arquibancada.

O Princesa do Solimões/AM, com uma postura surpreendente adotada por Zé Marco, anulou o toque do bola do Fast Clube/AM. Marcando a saída de bola adversária desde os seus defensores, o Tubarão do Norte neutralizou a principal jogada fastiana. E uma inversão tática, entre Emerson (que jogou de lateral-direito) e Lei (que atuou de segundo volante, dando mais qualidade nas saídas de bola e armação de jogadas), fez o time ficar mais ofensivo.

Edinho Canutama foi dando trabalho logo aos 4 minutos, descendo pela direita, entrando na área e cruzando para o providencial corte de Ediglê. Três minutos depois Emerson tocou para Lei que inverteu da direita para a esquerda, onde Mauryan lançou Edinho Canutama na área. O veloz atacante girou sobre o marcador mas bateu muito mal, isolando.

A primeira jogada do Fast Clube/AM veio pela esquerda, aos 8 minutos, quando Romarinho recebeu na frente, em belo lançamento de Michell, e cruzou com perigo, buscando Charles ou Felipe, mas com Rascifran se antecipando aos dois e abafando o perigo. Lei estava bem à vontade jogando no meio. Aos 11 minutos ele fez uma inversão de três dedos para Mauryan, que de calcanhar tocou para Edinho Canutama bater razante e cruzado, com Emerson, de carrinho, quase marcando o primeiro gol do jogo.

Com Romarinho, o Fast Clube/AM chegou de novo, aos 13 minutos, em cruzamento rasteiro para Charles que Rascifran interceptou. Na resposta imediata, Douglas bateu rasteiro com Zé Carlos defendendo e, em seguida precisando receber atendimento médico, paralisando o jogo por três minutos, tempo que os jogadores aproveitaram para a reidratação. Aos 17 minutos William Kremer tabelou com Felipe e encheu o pé, para boa defesa de Rascifran.

O Princesa do Solimões/AM abriu o placar aos 19 minutos, com um bonito gol de Carlinho. Ele recebeu na entrada da área, girou sobre Márcio Abrahão e bateu colocado, cruzado, no canto direito de Zé Carlos. O lateral-esquerdo Romarinho se tornou a principal referência ofensiva do Tricolor de Aço, que não conseguia repetir seu toque de bola envolvente das partidas anteriores, em razão da forte marcação, em especial na saída de bola. Aos 24 minutos ele arriscou de fora da área, com perigo, à direita de Rascifran.

Edinho Canutama desceu com perigo pela esquerda, aos 27 minutos, mas bateu muito mal. Dois minutos depois, o veloz atacante tocou para Carlinho, que falhou na conclusão, errando o arremate. A pressão na marcação funcionava bem e aos 30 minutos Lei roubou uma saída de bola de Michell, com o falso segundo volante batendo com muito perigo, exigindo difícil defesa de Zé Carlos, no canto baio direito, espalmando para escanteio.

Na tentativa de equilibrar as ações, o treinador João Carlos Cavalo tirou o atacante Felipe, aos 32 minutos, substituindo-o pelo estreante Thiago Pereira. Mas a substituição não surtiu efeito, revelando-se um grande equívoco do treinador. O Princesa do Solimões/AM continuou melhor e aos 36 minutos Lei bateu falta na área, a zaga fastiana ficou olhando e Léo Paraíba quase ampliou, de carrinho. Romarinho continuou levando perigo pela esquerda, cruzando para William Kremer livre quase empatar, aos 39 minutos, mas cabeceando para fora, com Rascifran pagando geral com seus companheiros, pela moleza na marcação.

William Kremer perdeu bola no ataque, Carlinho avançou pela direita e cruzou na área. Na sobra, Edinho Canutama bateu cruzado, mas para fora. Aos 45 minutos, um dividida forte entre Rondinelli e Emerson preocupou, principalmente quanto à condição do jogador princesino. Rondinelli levou cartão amarelo após o atendimento dos dois jogadores. O primeiro tempo teve quatro minutos de acréscimos e aos 49 minutos outro choque entre jogadores assustou, desta vez entre Romarinho e Carlinho.

Cavalo queimou sua segunda alteração no intervalo, voltando com Da Silva no lugar de William Kremer. O segundo tempo começou com Charles e Emerson se estranhando, situação que perdurou por quase toda a etapa final. O Fast Clube/AM chegou ao empate aos 8 minutos, em jogada que Michell enfiou para Thiago Pereira entrar na área e, com tranquilidade, marcar o gol, na única jogada produtiva em toda a partida. Aos 12 minutos Edinho Canutama recebeu com liberdade pela esquerda e bateu colocado, mas por cima, com Zé Carlos atento ao lance, acompanhando a bola sair.

O gol que sacramentou a vitória do time de Manacapuru/AM aconteceu aos 14 minutos. Edinho Canutama cruzou da esquerda para Carlinho, que perdeu o tempo da batida e recomeçou a jogada, girando e tocando para a entrada da área onde Douglas Ramos bateu cruzado, no canto esquerdo de Zé Carlos, à meia-altura. O Fast Clube acusou o golpe e quase leva o terceiro, dois minutos depois, em falha de posicionamento de seus defensores, após cruzamento de Carlinho pela esquerda que Edinho Canutama perdeu de forma incrível, batendo de esquerda, carimbando a trave direita, com a bola saindo depois pela linha de fundo.

Aos 17 minutos, Douglas Ramos desceu pela esquerda e tocou para Mauryan, que se desequilibrou na hora da conclusão, batendo para fora. Eliélton entrou no lugar de Romarinho aos 22 minutos, na última alteração do treinador João Carlos Cavalo. A primeira mudança de Zé Marco foi aos 24 minutos, com Juan entrando no lugar de Douglas Ramos. Percebendo Zé Carlos adiantado, Carlinho tentou por cobertura do meio de campo, aos 29 minutos, com o goleiro fastiano voltando e defendendo com facilidade.

Gilson saiu jogando errado, aos 30 minutos, e Eliélton tomou e tocou para Charles que tentou entrar pelo meio da zaga adversária, fazendo fila, mas acabou adiantando e, na sobra, Thiago Pereira marcou, mas com Jander Rodrigues Lopes indicando o impedimento do atacante. Aos 35 minutos, Carlinho foi substituído por Lacraia. O Fast Clube teve outro gol bem anulado aos 35 minutos, quando Michell bateu falta na área e Charles disputou no alto com Rascifran e marcando, mas também fazendo falta no goleiro adversário.

Em ataque rápido, aos 39 minutos, Juan desce pela direita, corta a marcação, limpando o lance, mas bate na rede pelo lado de fora. Lance recheado de equívocos do árbitro Reginaldo Vasconcelos Noronha começou aos 40 minutos, quando Rascifran pegou a bola com a mão fora da área e não levou cartão amarelo. Na cobrança rápida de Thiago Pereira, ele tocou para a área, onde Eliélton caiu na disputa com Gilson, pedindo pênalti, aos 41 minutos, com Reginaldo de costas para o lance. O assistente Jander indicou apenas escanteio, para reclamação geral dos fastianos.

Ediglê foi desarmado no campo ofensivo fastiano por Lacraia, que iniciou contra-ataque princesino, aos 43 minutos. O meia-atacante avança livre pela direita e próximo à grande área, inverteu para Edinho Canutama, que entrou na área e bateu na rede pelo lado de fora, para desespero de Lacraia e Léo Paraíba, que aguardam o passe, livres de marcação. O segundo tempo teve seis minutos de acréscimos e, aos 50 minutos, Edinho Canutama foi substituído por Ítalo.

Ficha Técnica:
Fast Clube/AM 1-2 Princesa do Solimões/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Quarta Rodada da Primeira Fase (Jogo Adiado)
Quarta feira, 15 de abril de 2015, às 20h
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Árbitro: Regnaldo Vasconcelos Noronha/AM
Assistente 1: Jander Rodrigo Lopes/AM
Assistente 2: Odaly Santos da Silva/AM
4º Árbitro: Odson Santos da Silva/AM
Delegado: Lázaro D´Ângelo Pinheiro/AM
Renda: R$ 1.500,00
Público pagante: 138
Cartões amarelos: Gilson 42 e Rondinelli 47 minutos do primeiro tempo. Da Silva 14, Márcio Abrahão 19, Charles 24 e Carlinho 29 minutos do segundo tempo.
Gols: Carlinho 17 minutos do primeiro tempo. Thiago Pereira 8 e Douglas Ramos 14 minutos do segundo tempo.

Fast Clube/AM: Zé Carlos; Jamesson. Ediglê, Márcio Abrahão e Romarinho (Eliélton 22/2º); Rondinelli, Roberto Dinamite, Michell e William Kremer (Da Silva, no intervalo); Charles e Felipe (Thiago Pereira 32/1º). Treinador: João Carlos Cavalo.
Suplentes: Fernando Pompeu, Amaral, Bigú, Valney, Rodrigo Ítalo, Fernando Guilherme, Marcus Vinícius, Da Silva, Eliélton, Thiago Pereira e Deivid Macedo.
Princesa do Solimões/AM: Rascifran; Emerson, Gilson, Danilo e Mauryan; Amaralzinho, Lei, Douglas Ramos (Juan 24/2º) e Léo Paraíba; Carlinho (Lacraia 35/2º) e Edinho Canutama (Ítalo 50/2º). Treinador: Zé Marco.
Suplentes: Luis Paulo, Douglas Santos, Judá, Juan, Ítalo e Lacraia.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 19 de abril de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Do mesmo jeito: Nacional/AM com aproveitamento máximo e confusão no final da partida

Do Site Oficial do Nacional/AM
http://www.nacionalfc.com.br
Texto e Foto: Ennas Barreto
Ficha Técnica: Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - O Princesa do Solimões/AM bem que tentou parar o Nacional/AM, neste domingo (12/04), no Estádio Ismael Beningo, a Colina, em Manaus/AM, e acabou se tornando mais uma vítima devorada pelo Leão da Vila Municipal que venceu a partida válida pela nona rodada do Estadual por 1-0, gol de falta marcado pelo zagueiro, Kelvin. O Nacional/AM fechou o primeiro turno com 100% de aproveitamento, com nove jogos e nove vitórias, somando 27, onze a mais que o segundo colocado na tabela, o Fast Clube/AM.

O treindor do Nacional/AM, Aderbal Lana, não podendo contar com alguns de seus jogadores como zagueiro Maurício Leal e o lateral direito João Rodrigo e poupando outros como, por exemplo, o goleiro Rodrigo Ramos, colocou o time nacionalino para jogar na tranquilidade, buscando a vitória, porém sem pressa, visto a grande vantagem na ponta da tabela.

A partida começou morna com uma equipe não apresentando tanto perigo à outra. Aos cinco minutos uma troca de passes entre André Luiz, Hyantony e Bruno Potiguar deixou Railson aberto para chutar, mas o goleiro adversário pegou. Quatro minutos depois, Lei, do Princesa do Solimões/AM, driblou dois do Nacional/AM e assustou o goleiro Wagner, com a bola passado raspando a trave direita.

Se no primeiro chute a gol, o goleiro nacionalino apenas olhou, aos 13 minutos foi obrigado a mostrar que está pronto para defender o gol azulino. Douglas bateu cruzado e Wagner salvou. Aos 15 minutos, o Princesa do Solimões continuava a pressão, e Douglas novamente colocou a bola na trave direita de Wagner. Um minuto depois, André Luiz deixou Hyantony na cara do gol, mas o atacante chegou atrasado na jogada. Novamente André Luiz lançou para a área e Lídio de primeira não pegou bem e bateu fraco na bola. Aos 26 minutos, Fininho cobrou escanteio e Robinho de cabeça jogou a bola no gol, com Kelvin pegando a sobra, mas o juiz marcando impedimento.

Aos 38 minutos, Nando carregou a bola até a área do Nacional/AM e marcado pelo zagueiro Kelvin, se jogou na pequena área e recebeu cartão amarelo por tentar cavar um pênalti. Aos 39 minutos, Douglas roubou a bola ainda no campo defensivo e Wagner mostra todo o seu talento, defendendo mais uma vez.

Logo no início da segunda etapa, o Nacional/AM teve um gol anulado mostrando que o jogo seria diferente. Lana mexeu, tirando Railson e Lídio, colocando Felipe Manoel e Leonardo. As jogadas que no primeiro tempo saíram em sua grande maioria dos pés de André Luiz, desta vez, Peter chegava para levar a bola até o campo ofensivo.

Aos 15 minutos, Bruno Potiguar tocou para Peter que coloca a bola na cabeça de Leonardo, mas o goleiro defendeu. Um minuto depois, foi Gilson que quase marcou para o Princesa do Solimões/AM, mas Wagner mais uma vez salvou o Leão. O Nacional/AM continuava suas jogadas pela direita com Peter, tanto que aos 24 minutos, o lateral colocou Hyantony na cara do gol, mas Rascifran defendeu.

Aos 26 minutos, Wagner saiu jogando, Kelvin recebeu e tocou para Dênis que passou a bola para Thiago Marin, com o meia resolvendo arriscar de fora da área, assustando o goleiro adversário e empolgando a torcida nacionalina. Aos 33 minutos, André Luiz cruzou para Leonardo que na pequena área deixou para Hyantony, mas o atacante chegou atrasado na jogada.

Mas o desempate do duelo não estava no ataque, e sim na zaga. Aos 37 minutos, o zagueiro Kelvin de falta abriu o placar para o Leão. O zagueirão não deu chances a Rascifran, marcando um golaço. Dois minutos depois mais uma vez, Wagner, como um leão, salvou o Nacional/AM de um chute de Nando a queima roupa.

Um ataque do Nacional aos 48 minutos terminou em confusão e agressão. O meia Thiago Marin disputava uma bola com o jogador Nando, com o juiz marcando falta contra o Nacional/AM na lateral direita. Os jogadores começaram a se empurrar. O juiz e assistente Abson Pantoja de Barros tentaram apartar, até que Nando desferiu um soco no rosto de Thiago Marin. O árbitro decidiu então expulsar os dois jogadores. Neste momento, o banco de reservas azulino e torcida se revoltaram. O técnico Aderbal Lana e o goleiro Rodrigo Ramos resolvem intervir para conter os jogadores nacionalinos.

O jogador Nando se dirigiu ao vestiário, a torcida nacionalina revoltada com a atitude do jogador, visto o recente episódio com o atacante Leonardo na final do Estadual em 2014, começou a xingá-lo. O jogador descontrolado atingiu com uma garrafa em um torcedor do Nacional/AM. A agressão resultou em um corte profundo abaixo do olho esquerdo do torcedor de 68 anos de idade, conhecido como Japiim. O torcedor do Nacional e o jogador foram até a delegacia prestar depoimentos para que a polícia possa esclarecer os fatos e punir os culpados.

Ficha Técnica:
Nacional/AM 1-0 Princesa do Solimões/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Nona Rodada da Primeira Fase
Domingo, 12 de abril de 2015, às 18h
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Árbitro: Luizinho de Souza Lima/AM
Assistente 1: Abson Pantoja de Barros/AM
Assistente 2: Wendell Saraiva da Silva/AM
4º Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior/AM
Delegado: Labíbio André de Lima/AM
Renda: R$ 6.420,00
Público: 313 pagantes
Cartões amarelos: Delciney 6, Lídio 7, Hyantony 27, Amaral 35, Dênis 36 e Nando 38 minutos do primeiro tempo. Danilo 13 e Léo Paraíba 20 minutos do segundo tempo.
Expulsões: Nando 49 e Thiago Marin 49 minutos do segundo tempo.
Gol: Kelvin 37 minutos do segundo tempo.

Nacional/AM: Wagner; Peter, Kelvin, Robinho e André Luiz; Dênis, Bruno Potiguar, Lídio (Felipe Manoel, no intervalo), Raílson (Leonardo, no intervalo) e Fininho (Thiago Marin 28/2º); Hyantony. Treinador: Aderbal Lana.
Suplentes: Rodrigo Ramos, Thiago Neves, Luan, Thyago Fernandes, Felipe Manoel, Thiago Marin, Thiago Verçosa e Leonardo.
Princesa do Solimões/AM: Rascifran; Lei, Gilson, Deurick e Jaime; Amaral, Júnior Baé, Delciney e Douglas; Léo Paraíba e Nando. Treinador: Zé Marco.
Suplentes: Luis Paulo, Douglas, Emerson, Mauryan, Ítalo, Judá, Lacraia, Danilo, Edinho Canutama e Carlinho.

No total foram 14 cartões amarelos distribuídos na partida. Porém, este Editor não conseguiu identificar todos na súmula transcrita no Site da Federação Amazonense de Futebol (FAF), no link http://faf-am.com.br/borderos.html, bem como as substituições processadas no Princesa do Solimões/AM, em razão da baixa visibilidade da mesma. Toda ajuda para decifrar essas lacunas serão bem-vindas

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Penarol/AM é surpreendido e perde de novo em casa

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Marcos Mendonça
Site Oficial do Penarol/AM
http://www.penarol.com.br

Manaus/AM - Nas duas rodadas anteriores, o Penarol/AM perdeu, sucessivamente, os 100% de aproveitamento em casa (no empate em 3-3 contra o Fast Clube/AM) e a invencibilidade em Itacoatiara/AM (na derrota para o Nacional/AM por 0-1). No fechamento do turno da Fase Classificatória, o adversário era da parte de baixo da tabela, da luta contra o rebaixamento. Apesar da torcida não comparecer como nas rodadas anteriores (foram apenas 618 pagantes, o segundo menor público em jogos em casa), a confiança era grande.

No primeiro tempo a confiança aumentou, com um gol de Célio, de cabeça, livre de marcação após a cobrança de um escanteio pelo lado esquerdo do ataque, no final da etapa, abrindo o marcador para o Penarol/AM. Mas no segundo tempo as coisas mudaram por completo e deu tudo errado para o Penarol/AM, que levou a virada, perdendo por 1-2. Aos 7 minutos, o Penarol/AM teve um pênalti contra si, num lance em que o goleiro Róbson levou a pior, se machucou e precisou ser substituído por Pablo, que acabou defendendo a cobrança.

Porém, aos 13 minutos, Celsinho foi expulso. Dois minutos depois, o time levou o empate. E aos 22 minutos sofreu o golpe de misericórdia, que decretou a segunda derrota consecutiva do Penarol/AM no Caldeirão Floro de Mendonça, deixando o time fora da zona de classificação para a Fase Semifinal, em quinto lugar, com 14 pontos conquistados, atrás de Nacional/AM, Fast Clube/AM, Princesa do Solimões/AM e São Raimundo/AM.

Ficha Técnica:
Derrota do Penarol/AM por 2-1
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Nona Rodada da Primeira Fase
Domingo, 12 de abril de 2015, às 16h
Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM
Árbitro: Walter Francisco Nascimento dos Santos/AM
Assistente 1: José Luis de Oliveira Ramos/AM
Assistente 2: Paulo Alves de Souza/AM
4º Árbitro: Wilton Souza de Souza/AM
Assessor: Lázaro D'Ângelo Piheiro/AM
Renda: R$ 5.605,00
Público: 618 pagantes
Gols: Célio 43 minutos do primeiro tempo. O Penarol/AM tomou a virada no segundo tempo, sofrendo gols aos 15 e 22 minutos.
Cartões amarelos: Júnior 44 e Celsinho 45 minutos do primeiro tempo, além de três cartões amarelos para jogadores do time adversário.
Expulsão: Celsinho 13 minutos do segundo tempo.

Penarol/AM: Róbson (Pablo 8/2º); Sandro (Celsinho 21/1º), Maceió, Pirú e Rafael Vieira; Thompson, Piúba, Célio (Kitó 19/2º) e Tety; Binho e Júnior. Treinador: Marquinhos Píter.
Suplentes: Pablo, Celsinho, Alex, Irailton Júnior, Fernando, Guilherme, Rivelino, Leozinho e Kitó.

Por Decisão Editoral do Blog do Teófilo, em razão da recusa em divulgar suas atividades de pré-temporada, o time que venceu o Penarol/AM FC/AM pela nona rodada do Campeonato Amazonense de Futebol 2015 não terá divulgação neste Blog durante a competição. Lamentamos pelos jogadores que defendem as cores do clube, mas vamos respeitar a decisão da diretoria, de não querer divulgação. Os pesquisadores de outros Estados que queiram a Ficha Técnica completa desse jogo, podem consultar diretamente o Site Oficial da Federação Amazonense de Futebol (FAF), no link http://faf-am.com.br/borderos.html

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2015] - Rolo Compressor humilha Rio Negro/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita
Fotos: Lissandro Windson
Site Oficial do Fast Clube/AM
http://fastclube.com.br


Manaus/AM - Um gol logo aos 3 minutos foi um aviso prévio. Charles estava a fim de deslanchar. Artilheiro do Campeonato Amazonense de 2010, artilheiro do América/AM no Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão no mesmo ano, fato que lhe levou a ser contratado pelo Avaí/SC e artilheiro da Segunda Divisão Amazonense de 2014, o mineiro Charles chegou à nona rodada quatro gols atrás do líder da artilharia do Barezão 2015, o contundido Wanderley, do Nacional/AM, que já marcou sete. Noventa minutos depois, com os quatro gols que marcou na incrível goleada por 8-1 sobre o Rio Negro/AM, o goleador do Fast Clube/AM igualou a marca do atacante nacionalino. Só que agora os dois dividem a vice-artilharia, pois o sãoraimundense Ramón assumiu a ponta, com nove gols.

Na estreia do treinador João Carlos Cavalo, a dupla Felipe/Charles, que fez muito sucesso no Nacional/AM 2010, América/AM 2010, Penarol/AM 2011 e Nacional/AM 2012/2013, desequilibrou a partida. Enquanto Charles marcava, Felipe estava sempre presente nas assistências. No primeiro lance de perigo do jogo, Charles botou na frente, ganhou na corrida de seu marcador, driblou o goleiro Daniel e inaugurou o marcador (foto acima). Cinco minutos Felipe desceu pela direita, foi até o fundo e cruzou buscando Charles, mas o goleiro Daniel interceptou.

Na primeira descida do Rio Negro/AM, aos 10 minutos, Nailson cruzou na área mas Zé Carlos subiu bem e defendeu a bola. Três minutos depois Felipe voltou a aparecer bem pela direita, mas bateu mal, por cima do gol. O segundo gol quase veio aos 18 minutos, em cobrança de escanteio de Michell pelo lado direito que encontrou Márcio Abrahão livre cabecear com perigo, à esquerda de Daniel. A resposta veio em rápido ataque pelo meio, com Ronan batendo rasteiro no cato esquerdo de Zé Carlos, que mergulhou para fazer difícil defesa. Na reposição de bola, Charles surgiu pela direita em condições de marcar, mas preferiu tocar para Michell, com Luiz Ricardo cortando para escanteio.

Atacando finalmente pela esquerda, Rosembrick cruzou para o meio da área e Felipe se esticou todo no carrinho, mas bateu por cima da meta, aos 23 minutos. Rosembrick insistiu na jogada no minuto seguinte, agora buscando Charles, com Daniel saindo bem do gol. Jogando mais adiantado do que o habitual, Sérgio Duarte Júnior balançou na frente de seu marcador, aos 27 minutos, e cruzou para a área, onde Zé Carlos defendeu. No lance seguinte, Ronan cobrou falta na área e, após bate-rebate, Sérgio Duarte Júnior pegou o rebote e bateu certeiro, no canto esquerdo de Zé Carlos, que fez outra grande defesa.

Empolgado, o Rio Negro/AM chegou de novo aos 29 minutos, com Naílson avançando pelo meio e batendo fraco, para fora, tendo livres Sérgio Duarte Júnior pela direita e Ronan pela esquerda. O castigo veio logo. Felipe pela direita recebeu cruzamento do lado inverso, dominou e cruzou na cabeça de Charles que, sem dificuldade, ampliou para 2-0. O terceiro gol do Fast Clube/AM e de Charles aconteceu aos 35 minutos, com Felipe tocando de cabeça na frente para Charles, que ajeitou e encheu o pé, sem chances para Daniel.

Thiago Amazonense recebeu na direita, aos 40 minutos, girou sobre o marcador e cruzou com perigo na área, mas não havia qualquer companheiro, com Márcio Abrahão saindo jogando com tranquilidade. Agora pela esquerda, Felipe deu outra bela assistência, aos 42 minutos, desta vez para Michell, livre na marca do pênalti, mas o meia perdeu de forma incrível, batendo colocado, de chapa, mas para fora. No minuto seguinte, Márcio Abrahão quase surpreendeu, batendo do meio de campo, mas Daniel se recuperou, voltando da posição adiantada e defendendo.

A última jogada de perigo do primeiro tempo foi do Rio Negro/AM, em cobrança de escanteio de Ronan que encontrou Ruan livre de marcação, cabeceando com estilo, com Zé Carlos fazendo difícil defesa, no canto esquerdo, e Rodrigo Ítalo completando o corte, jogando para escanteio.

No segundo tempo, com William Kremer no lugar de Rosembrick, o baile fastiano foi ainda maior. Aos 2 minutos, Felipe desceu novamente pela direita e cruzou buscando Charles, mas Daniel saiu bem do gol. Aos 6 minutos, Thiago Amazonense saiu trombando pelo meio e tocou para Ronan marcar, mas o meia estava impedido, levando o árbitro a marcar falta sobre Thiago Amazonense.

Aos 7 minutos, Michell é lançado pela direita, ganha na corrida de Matheus Iton, dribla Daniel na entrada da área e bate para o gol vazio, marcando o quarto da goleada fastiana. O Rio Negro/AM marcou seu único gol aos 12 minutos. Lucas Peteka desceu pela esquerda e rolou para Thiago Amazonense bater da entrada da área. Rodrigo Ítalo tentou tirar e acabou desviando de Zé Carlos, tirando o goleiro da jogada. Os jovens jogadores rionegrinos se animaram e, aos 14 minutos, após toque de bola envolvente pelo lado direito, Thiago Amazonense recebeu de Ruan e cruzou na área mas, mais uma vez, não tinha qualquer jogador posicionado. Dois minutos depois, Marcelinho recebeu na direita e bateu cruzado, com perigo, à direita de Zé Carlos.

Para conter a melhoria rionegrina, João Carlos Cavalo tirou o atacante Felipe, trocando-0 pelo veloz Eliélton, aos 15 minutos. O Fast Clube/AM voltou a atacar com perigo aos 18 minutos, com Rodrigo Ítalo toca para Michell, que ajeita de chapa para Eliélton bater forte, na rede pelo lado de fora. Aos 20 minutos, João Carlos Cavalo queimou sua última substituição, promovendo a estreia do lateral-esquerdo Romarinho, que entrou no lugar de Rodrigo Ítalo. Eliélton e Jamesson tabelaram pela direita, aos 21 minutos, e Jamesson bateu forte, mas muito por cima.

A primeira alteração efetuada por Roberley Assis veio aos 22 minutos, com Werley entrando no lugar de Lucas Peteka. De nada adiantou pois no minuto seguinte William Kremer cobrou escanteio pelo lado esquerdo e Márcio Abrahão cabeceia com força, no canto direito de Daniel, marcando o quinto gol fastiano. Passados quatro minutos e o Fast Clube/AM voltou ao ataque, com Michell tabelando com Eliélton pela direita, recebendo de volta livre de marcação e batendo para o gol, com desvio da zaga rionegrina para escanteio, e Charles pedindo livre, no meio da área.

A cobrança de escanteio foi idêntica à jogada do quinto gol. William Kramer bateu pela esquerda e Márcio Abrahão surgiu como um foguete cabeceando para o gol, mas desta vez Marcelinho cortou com a mão. Michell bateu o pênalti à meia-altura, no lado direito, e mesmo com Daniel indo no canto certo, não conseguiu evitar o sexto gol fastiano. Aí não teve jeito e o treinador rionegrino, para evitar um vexame maior ainda tirou o volante Ruan e colocou o zagueiro Victor, na segunda modificação.

Ainda cabia mais e Charles iniciou ataque rápido, aos 32 minutos, e tocou para Eliélton, pelo lado direito, com o atacante se livrando do marcador, mas batendo por cima do gol. Aos 34 minutos, em descida pela direita, Michell foi lançado mas Daniel saiu do gol e abafou a tentativa do meia artilheiro. Charles podia ter marcado de novo aos 35 minutos, mas não foi egoísta e tentou o passe para Michell, com a zaga rionegrina afastando o perigo.

O sétimo gol aconteceu aos 36 minutos, quando William Kremer cobrou escanteio pela esquerda Márcio Abrahão cabeceou livre e, no meio do caminho, Charles, de peixinho e de dentro da pequena área, desviou, completando para o gol. Cinco minutos depois a goleada foi concluída, com Michell arrancando pelo meio e tocando para Eliélton marcar e fechar o placar em 8-1. Na comemoração, Eliélton mostrou a camisa da Torcida Organizada Esquadrão Tricolor (TET)

Ficha Técnica:
Fast Clube/AM 8-1 Rio Negro/AM
Campeonato Amazonense de Futebol 2015
Nona Rodada da Primeira Fase
Sábado, 11 de abril de 2015, às 15h
Estádio Ismael Benigno, em Manaus/AM
Árbitro: Uescléi Regison Pereira dos Santos/AM
Assistente 1: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
Assistente 2: Bonifácio Smith Rodrigues/AM
4º Árbitro: Francisco da Conceição Costa/AM
Assessor: Lázaro D'Ângelo Piheiro/AM
Renda: R$ 930,00
Público: 1.099 pagantes (1.350 presentes)
Gols: Charles 3, Charles 29 e Charles 35 minutos do primeiro tempo. Michell 7, Thiago Amazonense 12, Márcio Abrahão 23, Michell (pênalti) 29, Charles 36 e Eliélton 41 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Jamesson 15, Lucas Peteka 34 e Felipe 40 minutos do primeiro tempo. Roberto Dinamite 15, Marcelinho 28 e Eliélton 42 minutos do segundo tempo.

Fast Clube/AM: Zé Carlos; Jamesson, Valney, Márcio Abrahão e Rodrigo Ítalo (Romarinho 20/2º); Rondinelli, Roberto Dinamite, Michell e Rosembrick (William Kremer, no intervalo); Felipe (Eliélton 15/2º) e Charles. Treinador: João Carlos Cavalo.
Suplentes: Labilá, Thyago Brandão, Romarinho, Lê, Fernando Guilherme, Souza, William Kremer, Da Silva, Eliélton, Deivid Macedo e Tiago Pereira.
Rio Negro/AM: Daniel; Marcelinho, Luiz Ricardo, Diogo e Matheus Iton; Ruan (Victor 29/2º), Thiago Amazonense, Sérgio Duarte Júnior (Renatinho 35/2º) e Ronan; Lucas Peteka (Werley 22/2º) e Nailson. Treinador: Roberley Assis.
Suplentes: Filho, Victor, Rondinelli, Werley, Luizinho, Renatinho, Etoo e Rafael.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita