sábado, 28 de novembro de 2015

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2016] - Nacional/AM confirma Heriberto da Cunha como treinador

Texto e Foto: Site Oficial do Nacional/AM
http://www.nacionalfc.com.br

Manaus/AM - Assim que acabou a participação do Nacional/AM na temporada 2015, a Diretoria contratou o treinador Heriberto da Cunha para a temporada 2016, quando o clube vai jogar o Amazonense, Copa Verde, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro.

Heriberto Longuinho da Cunha nasceu em 07 de abril de 1960 (55 anos), em Santa Rita do Sapucaí/MG. Como jogador fez história no São Paulo/SP, no início da década de 1980, e formava um trio de meio campistas ao lado de Almir e Renato. O time conquistou o Bicampeonato Paulista 1980/1981.

Heriberto iniciou a carreira de treinador em 1996, nas divisões de base do São Paulo/SP, onde também trabalhou como auxiliar técnico. Na mesma função também trabalhou no Atlético/MG e Guarani/SP. Como treinador dirigiu Inter de Limeira/SP, CSA/AL, Sport Recife/PE, Atlético/PR, Náutico/PE, Portuguesa de Desportos/SP, novamente Sport Recife/PE, Gama/DF, América/RN, Figueirense/SC, América/SP, Ceará/CE, Fortaleza/CE, Grêmio Barueri/SP, mais uma vez o Fortaleza/CE, ABC/RN, Brasiliense/DF, Anapolina/GO, Itumbiara/GO, Gama/DF pela segunda vez, ASA/AL, CRB/AL e Vila Nova/GO.

Desde o início do mês de setembro o treinador vem trabalhando na montagem do elenco do Nacional/AM para a temporada 2016. Heriberto e demais integrantes da Comissão Técnica assistiram jogos das séries B, C e D do Brasileiro e num trabalho minucioso em conjunto com a Diretoria, pode formar um elenco à altura de disputar as competições vindouras.

Alem de Heriberto, o Nacional/AM contratou dois auxiliares – Ramon Guimarães de Carvalho e Alan George Alencar Teixeira. O preparador físico do Nacional/AM na temporada 2016 vai ser Hudson Alex Barros. Na preparação de goleiros continua Iuna, que trabalhou em 2015. O massagista vem do Rio Grande do Sul – Paulo Cesar Rodrigues Cunha, o Paulinho, que trabalhou em 2015 na Luverdense/MT.

A Comissão Técnica será apresentada no dia 01 de dezembro. Com calendário cheio, o Nacional/AM vai disputar o Amazonense, a Copa do Brasil, a Copa Verde e a Série D.

Lima está de volta ao clube

O amazonense Lima encerrou a carreira como jogador e agora encara novo desafio: vai ser o elo entre equipe e Diretoria de Futebol.

Lima começou a carreira no São Raimundo/AM em 1991 e depois passou por vários clubes no Brasil e exterior. Lima trabalhou com os melhores treinadores do mundo, entre ele, Telê Santana e Fábio Capello.

A experiência como jogador fez com que o Nacional/AM o contratasse para a função de Gerente de Futebol. Lima vai ser o elo entre a Diretoria de Futebol, o elenco e a Comissão Técnica.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

[FUTEBOL - HISTÓRIA] - Arena é apresentada à quarta geração de Vivaldo Lima

Texto e fotos: Isaac Júnior
Assessoria de Comunicação
Fundação Vila Olímpica
http://www.fvo.am.gov.br

Manaus/AM - Num clima de muita emoção, o bisneto do saudoso médico Vivaldo Lima, cujo nome foi dado à maior praça esportiva do Amazonas, visitou pela primeira vez a Arena Vivaldo Lima, nesta sexta-feira (27/11). Felipe Lima esteve acompanhado da avó, Nice Ferreira Lima (nora de Vivaldo Lima), e foi recebido pelo Diretor Presidente da Fundação Vila Olímpica, Aly Almeida.

A visita durou pouco mais de meia hora, tempo suficiente para que os dois – que moram em Brasília/DF e ficam até a próxima segunda-feira (30/11) em Manaus – conhecessem a nova estrutura do complexo. “É maravilhosa, estou encantada”, suspirou dona Nice, viúva do ex-senador da República Vivaldo Lima Filho, um dos nove filhos (oito homens e uma mulher) do Patriarca da família.

Apesar de viver fora do Estado, a aposentada é amazonense e disse que tem um acervo completo da história de Vivaldo Lima para compartilhar com os conterrâneos, a partir do ano que vem. “A Arena da Amazônia está aberta para mais essa contribuição”, disse Aly Almeida. Do anel inferior da arquibancada, os visitantes tiveram um panorama de como ficou o antigo Colosso do Norte.

Em meio às lembranças e a explanação feita pelo Diretor Técnico da FVO, Igor Menezes, os dois puderam conferir o que de novo foi erguido no local: uma Arena multiuso, que recebeu quatro jogos da Copa do Mundo em 2014 e que irá sediar seis partidas dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no ano que vem, entre outros grandes eventos.

Felipe Lima representa a quarta geração de Vivaldo Lima e ouviu falar muito do antigo Estádio, por meio das histórias contadas pelos parentes. Já a avó, guarda boas lembranças do início, na década de 1960, da primeira inauguração, além de outros episódios registrados bem antes disso. “Meu sogro era um homem muito capaz, teve o reconhecimento que merecia. Ele fundou o Fast Clube/AM, foi Médico, Advogado, Professor de Física e Química, Deputado Federal, e também é lembrado como Orador Perpétuo do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas”, disse, orgulhosa, dona Nice (foto abaixo).

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

[COPA SÃO PAULO 2016] - Fast Clube/AM está no Grupo 18, em Taboão da Serra/SP

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Estreante na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Fast Clube/AM já sabe a cidade onde vai se hospedar, o Estádio em que vai jogar e os adversários que enfrentará. A Federação Paulista de Futebol divulgou, na tarde desta quinta-feira (26/11), os 28 Grupos da competição e o representante amazonense está no Grupo 18, com sede em Taboão da Serra/SP, município localizado na Região Metropolitana de São Paulo/SP, também conhecida como Grande São Paulo e está a Oeste da capital paulista, na Microrregião de Itapecerica da Serra/SP.

Os jogos serão no Estádio Vereador José Ferez. Os adversários do Fast Clube/AM serão XV de Novembro de Piracicaba/SP, Figueirense/SC e Taboão da Serra/SP. A 47ª Edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior terá a participação de 112 clubes, sendo um do Haiti, o Pérolas Negras, que vai jogar em São Paulo/SP, no Grupo 28. Uma mudança significativa no Regulamento é que na Edição 2016 dois clubes se classificarão por Grupo, para a Segunda Fase da Competição.

Confira a composição dos 28 Grupos da 47ª Copa São Paulo de Futebol Júnior:

Grupo 18 - Taboão da Serra/SP
Taboão da Serra/SP
Figueirense/SC
Fast Clube/AM
XV de Piracicaba/SP


Grupo 1 - Tanabi/SP
Tanabi/SP
Chapecoense/SC
Juventude/RS
América/SP

Grupo 2 - São José do Rio Preto/SP
Rio Preto/SP
Atlético/PR
Sport Recife/PE
União ABC/MS

Grupo 3 - Penapólis/SP
Penapolense/SP
Santa Cruz/PE
Vila Nova/GO
Mirassol/SP

Grupo 4 - Lins/SP
Linense/SP
Botafogo/RJ
São Bento/SP
Sobradinho/DF

Grupo 5 - Marília/SP
Marília/SP
Cruzeiro/MG
Comercial/SP
Vitória da Conquista/BA

Grupo 6 - Bauru/SP
Noroeste/SP
Coritiba/PR
União Barbarense/SP
Palmas/TO

Grupo 7 - Araraquara/SP
Ferroviária/SP
Santos/SP
AD Confiança/SE
América/PE

Grupo 8 - Porto Ferreira/SP
Guaratinguetá/SP
Ceará/CE
Joinville/SC
CS Paraibano/PB

Grupo 9 - São Carlos/SP
São Carlos/SP
Internacional/RS
Botafogo/SP
Serrano/BA

Grupo 10 - Leme/SP
Lemense/SP
Atlético/GO
Criciúma/SC
Rio Claro/SP

Grupo 11 - Limeira/SP
Internacional de Limeira/SP
Corinthians/SP
Bragantino/SP
Botafogo/PB

Grupo 12 - Águas de Lindóia/SP
Náutico/PE
Paysandu/PA
Guarani/SP
Mogi Mirim/SP

Grupo 13 - Capivari/SP
Capivariano/SP
Fluminense/RJ
Real Noroeste/ES
Água Santa/SP

Grupo 14 - Indaiatuba/SP
Primavera/SP
Avaí/SC
Paraná Clube/PR
Boca Júnior/SE

Grupo 15 - Porto Feliz/SP
Desportivo Brasil/SP
Porto/PE
Ponte Preta/SP
Espigão/RO

Grupo 16 - Itu/SP
Ituano/SP
Grêmio/RS
Desportiva Ferroviária/ES
Santos/AP

Grupo 17 - Barueri/SP
Audax/SP
São Paulo/SP
Paulista/SP
Tiradentes/CE

Grupo 19 - Osasco/SP
Grêmio Osasco/SP
Vitória/BA
Rondonópolis/MT
Altos/PI

Grupo 20 - São Bernardo do Campo/SP
São Bernardo/SP
Goiás/GO
ABC/RN
Galvez/AC

Grupo 21 - Taubaté/SP
Taubaté/SP
Bahia/BA
Desportiva Aliança/AL
Sabiá/MA

Grupo 22 - Ilhabela/SP
Atlético/MG
Desportiva Paraense/PA
Araxá/MG
Ríver/PI

Grupo 23 - Atibaia/SP
Atibaia/SP
Goiânia/GO
Portuguesa de Desportos/SP
Brasília/DF

Grupo 24 - Mogi das Cruzes/SP
União Mogi/SP
Flamengo/RJ
Red Bull Brasil/SP
Palmeira/RN

Grupo 25 - São José dos Campos/SP
São José/SP
Palmeiras/SP
Sampaio Corrêa/MA
Estanciano/SE

Grupo 26 - Guarulhos/SP
Flamengo/SP
Fortaleza/CE
Luverdense/MT
Santo André/SP

Grupo 27 - São Paulo/SP
Nacional/SP
Vasco da Gama/RJ
Guaicurus/MS
São Raimundo/RR

Grupo 28 - São Paulo/SP
Juventus/SP
América/MG
São Caetano/SP
Pérolas Negras/Haiti

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2016] - Barezão de 2016 será mesmo no segundo semestre

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/FAF

Manaus/AM - A primeira reunião do Conselho Arbitral do Campeonato Amazonense 2016 definiu a tese defendida pela Associação dos Clubes Profissionais do Amazonas (ACPEA) e o Barezão do ano que vem será disputado no segundo semestre, após as Olimpíadas, que terá a realização na seis jogos dos Torneios de Futebol na cidade. Dos quinze clubes aptos a disputar a competição, 14 compareceram no Arbitral, com 9 votos pela realização do Estadual no segundo semestre, contra 5 votos pelo início da competição em maio de 2016.

Após duas horas de deliberação, foi definida a disputa para o segundo semestre e na próxima terça-feira (01/12) os representantes dos clubes voltam a reunir para definir Regulamento e data de início e término da competição. Apesar do indicativo para iniciar o Barezão 2016 em 1º de agosto, a cessão dos Estádios (Arena Vivaldo Lima, Ismael Benigno e Carlos Zamith) para a Fifa realizar os jogos das Olimpíadas 2016 inviabiliza a intenção. Os jogos na Arena Vivaldo Lima serão disputados nos dias 4 e 7 de agosto (pelo Torneio Masculino) e 9 de agosto, com a presença da Seleção Brasileira Feminina.

Outra questão controversa envolve o término da competição pois de acordo com norma recente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os representantes estaduais para a Série D 2017 devem ser indicados até o prazo máximo de 30 de outubro de 2016. O presidente da FAF, Dissica Valério Thomaz, foi contundente ao sinalizar que, caso até o data limite o Campeonato não esteja concluído, vai indicar o atual Campeão Amazonense, no caso o Nacional/AM, como representante do Estado na Série D 2017.

"Seria uma monstruosidade indicar o campeão de turno, ou o líder até aquele momento, como defenderam os clubes. Se não houver campeão até 30 de outubro, o indicado é o Nacional/AM", sentenciou Dissica. Questionado sobre a possibilidade de, no ato da indicação, o Nacional/AM ser, por exemplo, o lanterna da competição, Dissica foi taxativo. "Não será nem o Raimundo, nem o José. Se não houver Campeão até 30 de outubro, o indicado da FAF para a Série D 2017 será o Campeão do ano anterior, no caso o Nacional/AM, Campeão de 2015".

Apesar de não ter direito a voto e ter atuado como mediador no Arbitral, o presidente da FAF revelou ter sido contrariado em sua opinião. "Eu gostaria que o Campeonato começasse em maio. Mas escutamos os clubes democraticamente e a maioria decidiu pelo segundo semestre, então...", disse o mandatário, lembrando logo em seguida que nos seus tempos de jogador de futebol, o Campeonato Amazonense era disputado no segundo semestre, no período do verão amazonense.

Em resposta ao Blog do Teófilo, Dissica reconheceu que o Profut também influenciou na decisão de jogar o Regional para o segundo semestre. "Quem não tiver as certidões não tem como participar. É uma Lei Federal meu amigo. Tem que ser cumprida.
Quem não tiver as certidões, não poderá participar, a não ser que entre na Justiça, através de Liminar". Perguntado se os 14 clubes do Amazonas estão em condições de cumprir as exigências do Profut, Dissica argumentou não saber responder, mas traçou um paralelo. "A maioria dos clubes vão ter que se ajustar. Na Primeira Divisão, se não estou enganado, tem apenas 10 clubes regularizados. Assim, com a competição no segundo semestre, os clubes do Amazonas vão ganhar mais tempo para buscar cumprir as exigências", ponderou.

Apenas o CDC Manicoré/AM não participou da primeira reunião do Conselho Arbitral. Os nove clubes que votaram pela realização do Estadual no segundo semestre de 2016 foram Cliper/AM, Fast Clube/AM, Manaus FC/AM, Nacional Borbense/AM, Operário/AM, Penarol/AM, São Raimundo/AM, Sul América/AM e Tarumã/AM. Foram votos vencidos Holanda/AM, Iranduba/AM, Nacional/AM, Princesa do Solimões/AM e Rio Negro/AM.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

[COTIDIANO] - Substância que cura câncer é tema de manifestação inédita em Manaus/AM neste domingo

Texto: Emanuel Mendes Siqueira
Fotos: Divulgação

Manaus/AM - A Capital amazonenses está na rota da Passeata nacional pela produção e distribuição da Fosfoetanolamina para o tratamento do câncer no Brasil pelo SUS. A atividade, que é organizada no Estado pela Associação Fosfoetanolamina na Amazônia, acontece no próximo domingo (29/11), a partir das 9h, na Praça da Polícia, no Centro. Segundo a organizadora da passeata em Manaus/AM, Gisele de Souza Claudino, o objetivo é trazer o assunto para conhecimento da sociedade amazonense. “É um tema novo e Manaus/AM também vai aderir ao movimento nacional que defende o uso da fosfoetanolamina no tratamento do câncer”, explica.

A fosfoetanolamina é uma substância produzida pelo corpo humano e pode ter como função ser antitumoral, possuindo ação antiproliferativa, ou seja, impede que o câncer se espalhe e produz a morte de suas células. Os estudos com esta substância foram iniciados no começo dos anos 90 pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice, no Instituto de Química de São Carlos/SP (USP), e o mesmo descreve a ação da substância como uma espécie de marcador, sinalizando para o corpo sobre a célula cancerosa, deixando as mesmas mais visíveis para que o sistema imunológico a possa combater.

A pesquisa vem sendo realizada há 20 anos e conta com dissertações de Mestrado apontando resultados positivos na contenção e redução de tumores, através da utilização da droga em animais. Atualmente mais de 800 pessoas se tratam com o remédio, apresentando resultados positivos em seus tratamentos.

Acontece que a fosfoetanolamina sintética é uma substância experimental e, apesar de usuários e familiares descreverem melhora significativa no combate à doença utilizando o medicamento, o mesmo não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e assim, consequentemente, não pode ser distribuído livremente para a população. O medicamento chegou a ser distribuído no passado, porém a Portaria 1389/2014 proibiu o fornecimento do medicamento.

O problema se encontra no Artigo 12 da Lei 6360/76, que regula sobre a Vigilância Sanitária a que ficam submetidos os medicamentos. Este artigo expressa que nenhum dos produtos, a que se refere a Lei, inclusive os importados, poderiam ser industrializados, expostos à venda ou entregues ao consumo antes de registrado no Ministério da Saúde.

A solução se apresenta no corpo da mesma Lei, em seu artigo 24, onde está previsto expressamente que estão isentos de registro os medicamentos novos, destinados exclusivamente a uso experimental, sob controle médico, podendo, inclusive, ser importados mediante expressa autorização do Ministério da Saúde. Ou seja, por ser uma substância experimental, a mesma está isenta de registro.

Assim por mais que pareça descabido o fornecimento de medicamentos que não possuem registro na Anvisa, há de se levar em conta a situação em que se encontra o indivíduo. Situações excepcionais como é o caso do câncer, uma doença grave, deve ter em seus casos uma relativização para garantir os direitos fundamentais do cidadão, como o direito à vida.

No campo jurídico, os artigos 196 e 197 da Constituição Federal, garantem que é dever do Estado fornecer o tratamento adequado aos cidadãos, protegendo o indivíduo e garantindo o direito a saúde e a vida.

A lei 8080/90, que regula o Sistema Único de Saúde (SUS), garante que o cidadão tem o direito à universalidade de acesso ao serviços de saúde, em todos os níveis de assistência, bem como à integralidade de assistência, o que pode ser entendido como conjunto articulado e contínuos de ações e serviços, em todos os níveis de complexidade do sistema, e também à preservação da autonomia das pessoas na defesa de sua integridade física.

Assim é inconcebível negar o tratamento ao indivíduo, que, para o combate à sua doença, muitas vezes, tem como sua última esperança de viver a utilização deste medicamento.

A ausência do registro do medicamento na Anvisa não afasta a responsabilidade do Estado, de garantir ao indivíduo o custear do tratamento adequado para garantir a sua dignidade.

Isso se comprova com o resultado das ações ingressadas frente ao Estado e a USP. Ao ingressar com uma ação para o fornecimento deste medicamento, o Judiciário tem se posicionado de forma a obrigar o Estado e a USP para a disponibilização do medicamento ao cidadão. Tal posicionamento, se reproduz tanto em caráter liminar, fazendo com que a pessoa tenha acesso ao medicamento em poucos dias, quanto em caráter definitivo, o que traz grande alívio para os que sofrem com esta terrível doença.
Diante desses fatos, a Associação Fosfoetanolamina na Amazônia dá mais um passo na luta pela distribuição do medicamento aos pacientes oncológicos. A Passeata nacional pela produção e distribuição da Fosfoetanolamina para o tratamento do câncer no Brasil pelo SUS será o primeiro evento público em defesa da produção e distribuição do medicamento a acontecer em Manaus/AM. A mobilização acontece no próximo domingo (29/11), a partir das 9h, na Praça da Polícia, no Centro de Manaus/AM.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 24 de novembro de 2015

[DIÁRIO DE VIDA (QUE SEGUE...)] - Corte solidário em lembrança ao Dia Nacional do Combate ao Câncer Infantil

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - O Salão Maison Luh teve mais um dia de Ação Solidária, nesta segunda-feira (23/11), para lembrar o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. Cada atendimento destinava 50% do valor para o Instituto ALGuem (Ana Luiza e Giulia Unidas em Missão), organização sem fins lucrativos, que promove, coordena e executa ações de apoio às famílias de crianças e adolescentes com câncer no Norte do Brasil, em especial aquelas que são do Amazonas. A primeira ação solidária ocorreu em 29 de outubro. O Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil foi instituído pela Lei nº 11.650/2008, de 4 de abril de 2008. O Salão Maison Luh está localizado na Rua Rio Madeira, 197, Vieiralves, e deve repetir a Ação no próximo mês de dezembro.

Minha filha Scarlett Syssi participou desta ação solidária e ainda doou seu cabelo cortado para que o Salão Maison Luh encaminhasse para entidades credenciadas. Curiosamente uma senhora se espantou ao vê-la entrar no Salão e dizer que queria participar da campanha corte solidário. "Mas olha..." murmurou a senhora. Ao escutar a Scarlett dizer que queria "cortar curtinho, um pouco abaixo do ombro", a dita senhora pirou de vez, dizendo espantada: "essa tá doida: eu dando tudo para ter um cabelo igual ao dela e ela vai torar bem baixinho...".

O Instituto ALGuem foi criado por Soraya Wallace e Carolina Coelho Varella, após perderem suas filhas crianças para o câncer. Giulia faleceu com 1 ano e 8 meses e Ana Luiza dias antes de completar 8 anos, ambas em São Paulo/SP, onde foram buscar tratamento especializado. Giulia se tratou no Hospital do GRAAC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer), no bairro de Vila Mariana e Ana Luiza fez seu tratamento no Hospital A. C. Camargo (Hospital do Câncer), no bairro da Liberdade.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[FUTSAL] - Com show de Kassia Lima, Estrela do Norte/AM goleia no Amazonense Feminino Sub-17

Texto e foto: Emanuel Sports
Manaus/AM - O Estrela do Norte/AM manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Amazonense de Futsal Feminino Sub-17. Na noite desta segunda-feira (23/11), no ginásio Renné Monteiro, a equipe da Zona Leste de Manaus/AM goleou o São Raimundo/AM por 5-2, em duelo válido pela segunda rodada da competição.

Apesar do placar elástico, foi um jogo duro. No primeiro tempo, Kassia Lima colocou o Estrela do Norte/AM em vantagem logo nos primeiros minutos de bola rolando. Mas o que parecia fácil acabou complicando quando Thaianny marcou duas vezes para o Tufão da Colina. O clássico foi para o intervalo com igualdade no placar.

Na segunda etapa, o São Raimundo/AM tinha domínio no reinício da partida, mas foi novamente Kassia Lima que fez a diferença para o Estrela do Norte/AM. A camisa 10 marcou três vezes e decretou a vitória do Gigante da Zona Leste.

Com o resultado, o time da técnica Andrea Passos chegou aos seis pontos em duas rodadas e garantiu a classificação antecipada para as Semifinais. Além disso, Kassia Lima manteve a artilharia isolada do torneio, agora com oito gols.

No jogo da abertura da segunda rodada, o Ninho de Águias/AM venceu o Sesi Salcomp/AM por 1-0. Foi a primeira vitória da equipe do técnico Graciliano Vilaça, enquanto o Sesi Salcomp/AM acumula duas derrotas em dois jogos.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita