quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

[LUTA OLÍMPÍCA] - Diana Alves fecha 2017 conquistando título na Argentina

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - A rica história da Luta Olímpica amazonense terminou o ano com o primeiro lugar no Torneio Internacional, realizado na Argentina. A competição no país dos hermanos contou com a manauara Diana Alves, 15 anos, que venceu a categoria até 60 quilos. A atleta que recebe apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), eliminou adversárias chilenas e argentinas nas disputas realizadas em La Rioja.

De volta a Manaus/AM nesta semana, com a primeira conquista fora do país, Diana agora pensa num 2017 de ainda mais excelência, focando nas Olimpíadas de 2020, em Tokyo. “Depois dessa conquista na Argentina, agora estou focada nas competições do próximo ano. Quero participar da seletiva Nacional Cadete e obter a vaga no Sul-Americano e no Pan-Americano. Quero ganhar essas competições para poder subir no ranking e ir às Olimpíadas”, disse a atleta.

Ainda segundo Diana, o caminho percorrido para a inédita conquista internacional foi difícil, mas a persistência da lutadora fez toda a diferença. “Foram cinco lutas e tive mais dificuldade na Final e Semifinal. Na Final, enfrentei uma lutadora da Argentina, que era muito forte e experiente. Puxei, ataquei e enfim consegui derrubar ela com um double leg. Estou muito feliz por esta conquista. Melhor presente de Natal e de Ano Novo, com certeza”, comemorou a atleta.

Com apenas dois anos na modalidade, Diana conheceu o esporte por meio da Academia de Luta próxima da escola em que estuda. A dedicação de quase três horas diárias de treinamento na Academia Clube da Luta, na Zona Norte, já garantiram vários Ouros nas principais competições escolares do Brasil. Antes do Torneio Internacional, na Argentina, ela já havia faturado a Copa Natal, que ocorreu na capital do Rio Grande do Norte, em novembro.
“Minha primeira Medalha foi ano passado, fiquei em terceiro no JEAs (Jogos Escolares do Amazonas). Já neste ano consegui um Bronze na categoria 56 quilos no Amazonense e conquistei a vaga para o Brasileiro. Ganhei o JEAs, este ano, e fui para os Jogos Escolares da Juventude, onde e fui primeiro lugar no individual e primeiro lugar por equipes. Em seguida, fui para a Copa Natal e fiquei em primeiro lugar e o outro foi o Torneio da Juventude, que serviu de classificatório para a Argentina”, destacou.

O ano de 2016 para a Luta Olímpica vai ficar eternizado pela boa temporada. Despontando entre os melhores na modalidade, os amazonenses subiram ao pódio inúmeras vezes, conquistando até feitos inéditos. “Foi um ano muito bom. O Amazonas é muito forte no estilo Livre Masculino e no Feminino também. Como temos mais homens que mulheres, conseguimos conquistar tudo esse ano. Escolar, Cadete, Brasileiro, por equipes, fomos Campeões pela primeira vez com a equipe Sênior e para 2017 queremos manter os resultados. Nossa ambição é aumentar as Medalhas internacionais. Se temos uma, duas Medalhas internacionais, queremos ter quatro. Nosso objetivo principal é ser Campeão Brasileiro por equipes e colocar o maior número de atletas na Seleção Brasileira”, garantiu o lutador e professor, Waldeci Silva.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[ATLETAS AMAZONENSES] - Vencedores do Projeto Nema formalizam contrato com a Equador

Da Agência Maxi Mídia
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Em clima de Confraternização de Fim de Ano, os destaques do esporte amazonense, Lukas Matheus e Michel Sassarito Silva - que foram os vencedores na categoria esporte, da 5ª edição do Projeto Nossa Energia Move a Amazônia (NEMA) - oficializaram os contratos de um ano de Patrocínio com a Empresa Dislub Equador Petróleo, durante almoço informal.

Quase 20 mil votos foram contabilizados na disputa que envolvia nove atletas da região Norte. Os vencedores garantiram mais de 50% do total dos votos e se juntarão, a partir do ano que vem, aos demais atletas apoiados pelo Projeto. A lista contém cinco nomes entre eles o lutador peso-leve do UFC, Adriano Martins, Héricles Sccott (remador de Santarém/PA) e Mário Israel (lutador amazonense de MMA).

“Desde a primeira edição do Projeto NEMA até hoje, a Equador patrocinou dez atletas. Alguns como o lutador Adriano Silva permanecem, outros já se aposentaram. É sempre um momento muito feliz pra gente apoiar novos atletas. O Lukas que é uma promessa do Jiu-Jítsu e tem só 17 anos. O Michel já conquistou uma projeção maior e luta fora do Brasil. Estamos muito felizes com esse time de atletas patrocinados pela Equador Petróleo", comemorou o Gestor de Marketing da Empresa, David Freidzon.

Promessa do Jiu-Jítsu, Lukas Matheus, de 17 anos, é Faixa-Azul e luta pela categoria dos Médios. Entre suas principais conquistas estão o Mundial de 2015, o Europeu de 2015 e deste ano, além do Pan-Americano Gi e No Gi. O atleta já se prepara para voltar aos tatames no mês de fevereiro onde encara o Brazil National Pro, que vale vaga para o Mundial em Abu Dhabi. "Assim como eu muitos atletas precisam de patrocínios que sirvam de incentivo para a prática do esporte e a realização de conquistas. Esse patrocínio é uma conquista pessoal. Vou lutar bastante para representar esse time de campeões", afirmou.

Referência do MMA local, Michel Sassarito acumula no cartel 17 vitórias. Natural de Manaus/AM, o lutador Peso-Leve (até 70 kg) é ex-Campeão do Rei da Selva e, já passou pelo evento internacional XFC. Atualmente Sassarito luta no maior evento da América Latina, o Jungle Fight e, é considerado pelo site MMA Premium, o melhor lutador de sua categoria no país. “Fico muito feliz com o apoio do projeto NEMA. Poderei focar mais nos treinamentos e conseguir grandes resultados para o Amazonas”, ressaltou.

Na foto da postagem, os gestores André Borges e David Freidzon, da Equador Petróleo confraternizam com os lutadores Lukas Matheus e Michel Sassarito, durante formalização do contrato com a Empresa.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[TÊNIS DE MESA/BOXE] - Instalações da Vila Olímpica serão modernizadas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - A Vila Olímpica de Manaus/AM foi inaugurada no dia 28 de março de 1990 e, com ela, foi entregue aos atletas uma Quadra de Tênis de Mesa. Após 26 anos, o templo dos mesatenistas começa a tomar uma nova cara com a reforma e modernização do espaço, que deve ser entregue no início de março de 2017. O recurso do contrato é provido do Fundo Estadual de Esporte e Lazer (Feel), no valor de R$259.708,01.

A reforma e modernização da Quadra de Tênis de Mesa contempla uma nova instalação elétrica, prevendo iluminação de LED, demolição do piso anterior e colocação de um novo adequado para a prática do esporte, reforma no vestiário masculino e feminino, construção de um banheiro para Pessoas com Deficiência (PCDs), ampliação da arquibancada, climatização do ambiente com 10 aparelhos de ar-condicionado splits de 10 mil BTUs, reforma da sala de administração da Federação, pintura, e ainda a colocação de forro.

De acordo com o titular da Sejel, Fabricio Lima, antes do início do Projeto Básico, foi feito um levantamento para apurar com atletas e representantes da Federação de Tênis de Mesa do Amazonas (FTMA) as principais necessidades e as mudanças mais significativas, que iriam colaborar com a prática do esporte. “Antes mesmo de assumir o cargo de Secretário, sempre tive o sonho de colaborar com os atletas de Tênis de Mesa, pois este espaço sempre foi muito criticado, principalmente pelo calor em que os atletas ficavam expostos por horas, comprometendo o rendimento. Acredito que com a reforma, vamos atrair ainda mais praticantes através da Escolinha de Iniciação Esportiva, assim como o rendimento nos treinos e competições dos atletas vão ser ainda melhores”, destacou Lima.

Ainda segundo o Secretário, o espaço também receberá materiais novos, sendo 10 mesas e 20 rolos de pisos, que foram usados nos Jogos Olímpicos Rio 2016. A doação é uma parceria da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), Ministério do Esporte e Governo do Amazonas, via Sejel. “Conversei com o presidente da CBTM e conseguimos conquistar este legado para o Amazonas, algo que vai somar com a modalidade e, com certeza, vai ajudar nas conquista de mais resultados”, salientou.

Fabricio Lima ainda frisou que a reforma e modernização conta com o incentivo do Feel, fundo de arrecadação de eventos e aluguéis provenientes de espaços pertencentes a Sejel, como Arena da Amazônia, Arena Amadeu Teixeira e outros. “Todos os jogos de clubes de fora do Estado, os aluguéis dos espaços para realização de festas, bazar, aniversários, todo o rendimento vai para o Feel, que também está nos proporcionando avançar. Ano que vem, a ideia é utilizar ainda mais recurso e fazer o Fundo crescer”, afirmou.

Para um dos mesatenistas mais vitoriosos do Amazonas, Mário Costa, a reforma e modernização vai contribuir para o crescimento do esporte local e vai viabilizar intercâmbios. Dono de 13 Medalhas de Ouro do Campeonato Brasileiro, 13 Medalhas de Ouro pela Copa Brasil, oito títulos do Amazonense, campeão Universitário e Campeão Sul-Americano, o atleta pode falar com propriedade do local que há 25 anos também é palco de sua carreira.

“Eu comecei no Tênis de Mesa em 1991 e sempre estive aqui na Vila Olímpica. Desde lá, nunca houve uma reforma geral, essa é a primeira vez que uma obra assim vai ser feita e isto vai marcar a história da nossa modalidade, viabilizando mais condições de treinos e ainda vai proporcionar mais eventos locais, nacionais e até internacionais e com o espaço teremos condições de receber atletas também do interior e de outros estados. Este momento é um verdadeiro presente de Natal e Ano Novo para quem ama o esporte”, disse Costa, que também é o primeiro secretário da FTMA.

CENTRO DE TREINAMENTO DE BOXE
O contrato de reforma da Quadra de Tênis de Mesa também contempla a modernização do Centro de Treinamento de Boxe. De acordo com o Chefe de Departamento de Engenharia da Sejel, Agilson Leonel, a sala de boxe é localizada próximo ao espaço da Quadra de Tênis de Mesa e, por isto, também recebe modificações. “Os dois espaços são vizinhos e para uma reforma do tamanho que estamos fazendo na Quadra de Tênis de Mesa, precisaríamos mexer também na sala de boxe, pois as áreas são em conjunto e, assim, não há comprometimento de ambiente. Os dois serão entregue no início de março”, comentou Leonel.

O Centro de Treinamento de Boxe vai receber pintura, elevação do forro em 1m30, reforma do banheiros e troca de espelhos.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

[COTIDIANO] - Papai Noel, Amizade, Reencontros, Churrasco e Cerveja (de novo !!!)

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Para mim, 2017 começou em outubro, logo após a Eleição Municipal. Desde lá estou vivendo bem demais, apesar dos momentos de tristeza e às vezes até inconformismo. Faz parte né? Se a gente for feliz permanentemente, não tiramos lições das dificuldades... Agora é sim: quero fazer, faço mesmo. Nada mais fica para amanhã. Como diria a Pitty, "não deixe nada prá depois, não deixe o tempo passar". Raul Seixas corrobora, com "coragem se o que você quer é aquilo que pensa e faz...". E assim vamos vivendo 2017, que eu já elegi como o MEU ANO...

Assim que, sem planejamento prévio, decidi fazer o teste de vida de mochileiro que em breve pretendo adotar com o Raul Carlos, juntando umas peças de roupa, suficientes para encher uma bolsa pequena, chinelos de dedos, mais o essencial para higiene pessoal e resolvemos passar uns dias na Cidade Nova, instalados onde nos recebessem. Dia 22/12 chegamos na rua Buriti, onde vivi de 1981 a 1993, dos 12 anos aos 24 anos.

Na manhã de sexta-feira (23/12) passamos o dia no Bazar da Rua Flórida, na Cidade Nova I. No sábado (24/12), os primos Luis Filipe e Luis Henrique se esbaldaram de brincar com o Raul Carlos... Sem que eu tivesse ideia de fazer o registro fotográfico, um dos primeiros passeios foi de bicicleta - eu, Tércio Mesquita e Raul Carlos - pelas ruas Buriti, Graviola e Biribá e avenida Bacuri; ficou faltando a Cajarana e a Cupuaçu. No final do Pedal, um encontro inesperado - Marlon Xavier e Marcelo Lins, que junto aos irmãos Tércio, Tales e Teófilo Benarrós de Mesquita, dominaram a rua Buriti desde o início dos Anos 80, todos moradores originários, a partir de junho de 1981.

Depois, Amigo Oculto, com as participações especiais da Scarlett Syssi e da Maria Cecília, dos tios Raimundo e Selma Benarrós e do primo Ciro Benarrós. Pela manhã de domingo (25/12), a descoberta do presente solicitado, via carta, ao Papai Noel, no pé da Árvore de Natal da Ledice Mesquita. O guri entrou em estado de transe, de êxtase hipnótica. Passou o dia brincando, dando asas à sua imaginação e criatividade, nas pizzas e tortas que o Play Doh proporciona fabricar. Pude até me dedicar ao novo hobby - umas geladas, na companhia da Mamãe e da vizinha Luizete Polari.
Mas, no meio do caminho havia um convite e assim, antes do final da tarde, desembarcamos de mochila, cuia, uma caixa de Crystal e quatro litrões de Antarctica na Rua Peruíbe, onde Karlos Kleber e Taty se reuniam com familiares e convidados em torno de uma churrasqueia e um isopor até o tucupi de cerveja. Foi a vez dos primos Kaycky, Kauahn e Wendel compartilharem as brincadeiras com o Raul Carlos, assistidos pela Karla Karolina.
Sozinho, vi novamente o dia nascer, ao som do Rock Nacional dos Anos 80, época de ouro na minha Geração. Cedo já estava de pé, pois as crianças dormiram cedo, acordaram cedo, e aí ficou impossível continuar dormindo. Na segunda-feira, o dia foi dedicado para a gurizada, com direito a dominó. A Dupla Teófilo/Raul Carlos (Fast Clube/AM) deu uma surra em Kauahn/Wendel (Barcelona) - 265-105, quase um capote.
Era para voltarmos na segunda-feira (26/12) mas a alegria do Raul Carlos era tanta e incontida, que não tive coragem de quebrar o clima. Criança precisa da companhia de criança. Pode parecer óbvio, mas muitas vezes esquecemos disso. Criança precisa de programação voltada para criança [hoje em dia muitos adultos impõe seus cotidianos para os filhos, como regra e/ou obrigação a ser cumprida, querendo que as crianças se adaptem aos seus eventos...]. Criança tem o direito de sujar de vez em quando. De transgredir de vez em quando. De sair da rotina de disciplina, de vez em quando. Claro, tudo dentro de uma vigilância e um limite tolerável.

Assim, sem planejamento prévio mas com muita alegria, dedicando umas horas para o guri e podendo usufruir também de alguns momentos, já estou vivendo 2017. A todos e a todas, meu desejo é de um FELIZ 2017, TAMBÉM !!!

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Ritmo da Chuva, com Demétrius

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM

BOM DIA AMIGOS, BOM DIA AMIGAS !!!
E haja chuva...

Olho para chuva que não quer cessar
Nela vejo o meu amor
Esta chuva ingrata que não vai parar
Pra aliviar a minha dor

Eu sei que meu amor pra muito longe foi
Numa chuva que caiu
Oh! Gente por favor pra ela vá contar
Que o meu coração se partiu

Chuva traga o meu benzinho
Pois preciso de carinho
Diga a ela pra não me deixar triste assim

O ritmo dos pingos ao cair no chão
Só me deixa relembrar
Tomara que eu não fique a esperar em vão
Por ela que me faz chorar

Oh! Chuva traga o meu amor
Chuva, chuva traga o meu amor
Add a playlist


Escute a música em: http://mais.uol.com.br/view/a57v9z42blp1/demetrius-ritmo-da-chuva-04020C9B3164C8994326?types=A&
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 25 de dezembro de 2016

[VÔLEI SENTADO] - Laiana Rodrigues fecha o ano com chave de ouro

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Divulgação

Manaus/AM - A paratleta Laiana Rodrigues não precisava mais provar nada este ano. Em setembro, a amazonense já havia orgulhado todo o País com a conquista do Bronze nas Paralimpíadas pelo Vôlei Sentado. Porém, para fechar 2016 em grande estilo, ela queria mais. E conseguiu. Em São Paulo/SP, ela conquistou a 1ª Liga Nacional Feminina de Paravôlei 2016, com a equipe do Sesi/SP, antes de retornar a Manaus/AM para uma um justo período de férias. A paratleta recebeu o apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A equipe de Laiana disputou a final contra o ADP/GO e venceu após marcar 3-0, com parciais de 25-7, 25-23 e 25-17. “O melhor de tudo é retornar do Bronze das Paralimpíadas e ser acolhida por uma equipe tão grande como é o Sesi/SP, que é onze vezes Campeã de uma competição nacional. Então eu já estava me sentindo uma vitoriosa por isso e quando cheguei em São Paulo/SP fui super bem recebida pelo time, com muito carinho, foi muito legal”, disse.

Laiana participou da competição nacional como titular, a convite da comissão técnica do Sesi/SP. Os planos, agora, é de descansar nos próximos meses e recarregar as baterias para a temporada 2017, que promete muitas pontes aéreas Manaus/São Paulo. Além disso, a missão da paratleta para o novo ano será continuar na Seleção Brasileira e ir construindo um caminho sólido até as próximas Paralimpíadas. “A minha Comissão Técnica do Sesi/SP, Ronaldo Oliveira e o professor Célio, disseram que estavam confiando em mim e que eu iria ser a titular da equipe, e eu fiquei muito honrada, feliz ao extremo mesmo. Fui lá e não decepcionei, graças a Deus. Agora, chegando em Manaus/AM, o momento será de férias. Retorno para São Paulo/SP dia 6 de fevereiro e dia 15 venho para o Sesi/SP, treinar. Vou começar um novo ciclo, de campeonatos nacionais, internacionais e a busca sempre é por melhores resultados. Mas uma coisa é certeza, eu vou continuar a minha missão de me manter na Seleção Brasileira e é cedo para falar de Tokyo 2020, mas estarei empenhada sempre”, destacou.

Laiana é uma das poucas da Seleção Brasileira que tem experiência em atuar no desporto e paradesporto. Isso porque, ainda sem o comprometimento do membro inferior, ela iniciou no vôlei aos 14 anos e quatro anos mais tarde já fazia parte da Seleção Amazonense. Aos 18 anos, porém, a carreira foi interrompida quando foi diagnosticada com dengue hemorrágica e, na sequência, sofreu com Síndrome de Guillain-Barré. A doença causou uma sequela na perna direita e depois um período de revolta e muito sofrimento, Laiana foi morar com a Chefe de Departamento da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Lilian Valente, que convenceu a jovem a abandonar o curso técnico em Enfermagem e ingressar na Faculdade de Educação Física.

Depois de formada, Laiana passou a trabalhar com pessoas com deficiência (PCDs), primeiro na Secretaria Municipal de Esportes de Manaus/AM, e depois na Secretaria de Estado dos Direitos de Pessoas com Deficiência (Seped), por meio do projeto Viver Melhor – Atividades Motoras, até chegar ao Colégio da Policia Militar. “Após algum tempo atuando como professora, fui surpreendida com o convite do presidente da Associação Brasileiro de Vôlei Sentado (ABVP), Amauri Ribeiro, para fazer um teste para a Seleção Brasileira de Vôlei, depois dele me observar num evento esportivo. Me destaquei e muitas portas se abriram”, lembrou a paratleta.

Somando dois anos na Seleção Brasileira e títulos importantes, como o Mundial da Holanda e o Parapan-Americano de Toronto 2015, no Canadá, quando faturou Medalha de Prata, Laiana também é dona de uma Medalha de Bronze pelas Paralimpíadas e de Ouro pela 1ª Liga Nacional Feminina de Paravôlei 2016.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

[TÊNIS DE MESA] - Copa Cidade de Manaus encerra temporada 2016 e revela destaques

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Anderson Silva/Sejel


Manaus/AM - O último torneio da Temporada do Tênis de Mesa reuniu mais de 100 participantes desde a última sexta-feira (16/12) até domingo (18/12), no Ginásio Renné Monteiro, localizado na Constantino Nery. A Copa Cidade de Manaus de Tênis de Mesa contou com atletas que já estão de olho em 2017 e jogadores que voltaram a utilizar a bolinha e a raquete. A competição recebeu apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel)

Nas seis mesas montadas na Quadra do Ginásio, competidores de várias idades e de nove categorias se revezavam nas disputas acirradas. Uma das promessas do esporte no Amazonas, Elifa Soares, de 12 anos, tem no currículo a conquista do Brasileiro por equipes em 2015. Na Copa, o jovem atleta não teve dificuldades para vencer conquistar o primeiro lugar de forma invicta. “Venci todos os meus cinco jogos na categoria Mirim. Tive adversários difíceis, mas deu para passar e vencer sem perder nenhuma partida”, comemorou o atleta.
Campeã da categoria Infantil e segundo lugar no Absoluto Feminino, Brenda Macena, se tornou mesatenista em 2010. Despontando com um dos principais nomes do esporte no naipe Feminino, a atleta que já conquistou o Brasileiro por Equipes no ano passado visa um 2017 de muitas disputas nacionais e até fora do país. “É um Campeonato para encerrar a Temporada e sempre é bom ganhar. Estou focada em 2017 para participar do Brasileiro, Copa do Brasil e até mesmo competições internacionais”, declarou a jovem de apenas 15 anos, que defende o Adalberto Valle.
Depois dois anos afastado da raquete e da bolinha, a volta ao esporte do autônomo Rosley Gomes, 35 anos, não rendeu um bom resultado. A eliminação no segundo jogo da Primeira Fase não desanimou o mesatenista que agora pretende treinar mais para as disputas da Temporada do ano que vem. “Foram dois anos afastados por conta dos trabalhos. Como não tinha tempo não dava para treinar ou participar. Como não estou mais no Distrito (Industrial) voltei a participar. Fui eliminado logo no segundo jogo, o físico não ajudou. Vou treinar mais e me preparar para 2017”, comentou.

Para o coordenador do evento, a Copa Cidade de Manaus de Tênis de Mesa fechou com chave de ouro a Temporada 2017. “Essa é a principal competição do ano para a gente e não poderíamos fechar de outra maneira este ano. Este esporte tem crescido muito na Capital e tem formado grandes atletas na modalidade. Acreditamos que ano que vem teremos ainda mais excelência na modalidade e conseguiremos extrair resultados ainda melhores nacionalmente. A Copa já mostra estes sinais e agradeço todos os atletas pelo empenho”, disse Barreto.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

[GINÁSTICA] - Galagym encerra temporada 2016 no Amazonas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Em ritmo de muita festa, a Ginástica Rítmica e Artística fecharam a Temporada 2016 com o Galagym. O evento, baseado em apresentações, ocorreu neste final de semana e reuniu mais de 100 atletas no Centro de Ginástica do Amazonas Bianca Maia Mendonça, localizado na Vila Olímpica de Manaus/AM, Dom Pedro. A festa da modalidade foi marcada pela presença do governador José Melo, que anunciou a climatização do Ginásio em 2017. O evento recebeu apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

“Ano que vem, vamos avançar, e começar a climatizar o Centro de Ginástica do Amazonas Bianca Maia Mendonça. Será um processo em parceria com o Fundo de Promoção Social, através da Edilene Gomes, e isso vai dar mais condições de treino e melhorar o desempenho das atletas. Estou muito feliz de estar aqui e ver essas crianças empenhadas”, destacou o Governador Melo, que acompanhado pelo titular da Sejel, Fabricio Lima, visitou toda a instalação do Ginásio.

A presidente da Federação Amazonense de Ginástica (FAG), Artemis Soares, ressaltou o compromisso firmado pelo Governador do Amazonas com o esporte. "Recebemos o governador José Melo e isto foi uma bela surpresa para nós. Ele assumiu o compromisso com a climatização do ginásio e que bom que as equipes terão um lugar de alto rendimento com um padrão adequado para o treinamento. Isso já revela como 2017 será ótimo e é excelente ter um governante que olha pelo esporte”, afirmou.

Apesar de não valer pontuação, as equipes do Adalberto Valle desenvolveram coreografias com critérios pelas normas da modalidade. Se despedindo de 2016, a equipe faz planos para o ano novo e destaca as conquistas deste. "Acho que foi um dos anos mais maravilhosos, pois conseguimos conquistar muitas coisas boas. Praticamente, o primeiro lugar de quase todos os campeonatos que a gente teve aqui em Manaus/AM, e em especial o Campeonato Sul-Americano, onde as meninas conquistaram o Ouro. Foi um ano abençoado, fruto de muito trabalho. Hoje foi o dia delas se divertirem e extrapolarem tudo o que foi vivido, treinamentos, choros, cansaço. Elas adoram fazer o Galagym e ano que vem vai ser muito melhor. Estaremos mais experientes e ainda mais focadas", disse a treinadora do Adalberto Valle, Fabricia Viana.
Aos 11 anos de idade, Iasmim Kevelyn já coleciona 32 Medalhas. E a menina não pretende parar tão cedo essa soma. Disputando a Ginástica Rítmica Juvenil, ela conta que ainda há um caminho longo para percorrer no esporte. "Aprendi muito durante o ano, e não quero largar a Ginástica, pois amo de paixão. Sou Vice Campeã Brasileira e quero continuar focando nos treinamentos", frisou Kevelyn, que faz parte da equipe dourada do Adalberto Valle.

Nathalia Mariane iniciou na Ginástica este ano, através da Escolinha de Iniciação Esportiva, que viabiliza aulas gratuitas de Ginástica Rítmica e Ginástica Artística para mais de 200 crianças, no Centro de Ginástica Bianca Maia. A jovem afirma que o esporte foi amor à primeira vista e que este ano foi de adquirir experiência e no próximo ano ela vai mergulhar no mundo das competições pela categoria Infantil. "Sempre amei Ginástica Rítmica, vou continuar treinando na escolinha do Projeto, onde aprendi muito esse ano. É um sonho poder fazer este esporte, consegui evoluir muito tecnicamente em apenas meses e ano que vem vou poder me inscrever nas competições locais e nacionais. Quero ter muitas conquistas e ser como aquelas ginasticas que aparecem na televisão e quero ter muitas conquistas", ressaltou Mariane.

Para a coordenadora do evento, Alessandra Balbi, a Ginástica amazonense este ano evoluiu, as sementes começaram a dar frutos, e a tendência é de mais conquistas e vitórias pela frente. "Hoje foi um dia muito especial para gente, por estar comemorando todo o contentamento com a Ginástica neste ano, que teve conquistas memoráveis, principalmente pela construção e inauguração do Centro de Ginástica Bianca Maia. Todas as crianças que praticam Ginástica dentro desse Ginásio comemoraram nessa grande festa e este foi o momento das equipe confraternizarem junto com suas técnicas e assim nos despedimos do calendário 2016", comentou a organizadora do evento Alessandra Balbi.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[NATAÇÃO] - Vitor Gadelha entra para a história da Travessia Do Leme ao Pontal

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Divulgação

Manaus/AM - O nadador Vitor Gadelha, de 19 anos, entrou para a história na manhã desta segunda-feira (19/12), após completar 35 quilômetros da Travessia Do Leme ao Pontal, no Rio de Janeiro/RJ. Com o feito, o atleta torna-se o primeiro nadador do Norte-Nordeste e o mais novo a realizar a prova. A saga do amazonense iniciou às 3h30 e ele passou por famosos pontos turísticos da Capital, como Copacabana, Ipanema e Leblon. Para a competição, o jovem recebeu apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Ao todo, a prova teve duração de 8h43m45seg e foi disputada na categoria solo. Para encarar a dura missão, Vitor não economizou nos treinos. Ele se dedicava de duas a três horas diariamente dentro d’água, completando 60 quilômetros de natação por semana. Além disso, fez treinos noturnos uma vez por semana, para simular o horário do desafio no Rio. “Cair na água 3h30 da manhã não é algo fácil, fiquei nauseado, mas fui melhorando durante a prova e no finalzinho comecei a sentir bastante dor e aí tive que diminuir o ritmo para eu me recuperar. Depois, voltei ao ritmo que estava antes e fui até mais forte", contou o nadador.

Se a parte técnica e física foram importantes, a psicológica não ficou para trás. Aliás, foi essencial para o amazonense obter o feito. “Tive que trabalhar muito o psicológico, pois é uma prova super longa e tive que pensar em coisas boas, como fechar prova, não pensar nos 35 quilômetros, mas sim na hidratação de 25 em 25 minutos. Esse prêmio é muito gratificante para mim, pois sou o primeiro amazonense a terminar o percurso e o mais jovem que já encarou o desafio, então eu não poderia estar mais feliz”, comentou o nadador.

Para o desafio, o atleta contou com todo o apoio do pai, Pierre Gadelha. Parceria essa que fez o garoto centralizar suas forças nas provas de águas abertas desde 2014. Forte incentivador, o chefe da família lembra que apesar da pouca idade do filho e do pouco tempo na modalidade, Vitor já acumula provas importantes de longa distância, como a Travessia 14 Bis de 24 quiilômetros, a Ultramaratona Aquática da Ilha do Mel de 20 km, Travessias no Rio Negro e o vice-campeonato da Copa Brasil na categoria júnior de 2015 e 2016.

“Estou muito orgulhoso do meu filho, não poderia estar mais. É um presente de Natal antecipado e isso é fruto de muita dedicação dele. Ele é um atleta responsável, que se programa, que vive para o esporte. Então, não tenho dúvidas que ele ainda tem um caminho muito bonito no esporte. Ele começou nas piscina e agora ganha o mar de ponta a ponta”, destacou Pierre, ao avisar que o filhão desembarca em Manaus na sexta-feira (23/12) à noite.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 2017] - Tarumã/AM apresenta elenco dia 5 de janeiro

Da Assessoria de Comunicação

Manaus/AM - Após participar de competições das Categorias de Base na atual temporada, a Diretoria do Esporte Clube Tarumã/AM já começa a traçar os planos para o ano de 2017, onde o time rubro-negro terá em seu calendário a disputa da Série B do Campeonato Amazonense de Futebol. Ainda no primeiro semestre, o Lobo do Norte disputará também o certame da categoria juniores.

A Segundona do Barezão contará com as participações de Tarumã/AM, Holanda/AM, CDC Manicoré/AM e Penarol/AM. O elenco rubro-negro realizará exames médicos no dia 3 de janeiro, com a apresentação do elenco marcada para o dia 5.

Na primeira rodada da Série B, o Tarumã/AM enfrentará o Penarol/AM, partida que será disputada no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM. O Campeão e o Vice da competição garantem vaga na Primeira Divisão do futebol amazonense.

A diretoria do Tarumã/AM vem definindo o plantel para a competição, mas o anúncio somente será feito após os exames médicos. Alguns nomes já estão confirmados para a Comissão Técnica: o português Fernando Lage será o treinador; Diego Maquiné será o preparador físico; Ivanilson terá a função de preparador de goleiros; e Gleydson será o mordomo.

Confira abaixo os jogos do Tarumã/AM na Série B do Campeonato Amazonense 2017:

PRIMEIRA FASE
28/01 - Penarol/AM - Tarumã/AM
Local: Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM

04/02 - Tarumã/AM - Holanda/AM
Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM

11/02 - CDC Manicoré - Tarumã/AM
Local: Estádio Gerdilson Bentes, em Manicoré/AM

SEGUNDA FASE
18/02 - Tarumã/AM x Penarol/AM
Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM

25/02 - Holanda/AM x Tarumã/AM
Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM

04/03 - Tarumã/AM x CDC Manicoré/AM
Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[COTIDIANO] - Férias, Ônibus, Companheirismo, Bazar e Vendas (Capítulo Final)

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Que final de semana maravilhoso. Obrigado meu Bom Deus... Com o Raul Carlos de férias, vivemos intensamente nosso Sábado e Domingo. Após uma superaventura no ônibus 623 na noite anterior, acordamos cedinho no Domingo (18/12), para levarmos o carro para a Oficina e depois participarmos do Bazar Natalino. No meio do caminho, mudei de ideia e decidi ir direto para o Bazar, deixando a Oficina para segunda-feira (19/12). Tudo assim, de veneta, desplanejadamente (termo que nem existe, rs).

Tomamos nosso café na Panificadora Cintia, na Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha. Apesar do vasto buffet, que pesou na minha escolha, o Raul Carlos não saiu de seu tradicional café com leite (foto abaixo). De lá Bazar, onde o Guri ajudou em cada detalhe da arrumação das mesas e ajudou nas vendas. O Raul Carlos se empolga nos Bazares. Não é o primeiro que ele participa comigo. Gosta de arrumar tudo, vibra quando compram alguma coisa que foi dele (brinquedo, roupa ou sapato), participa das negociações e sempre pergunta quanto (em reais) já vendemos !!!
E por falar em negociação, esse negócio de Bazar é muito prazeroso, além de reforçar a renda familiar. Deixa a gente até de coração mole. Teve duas sandálias da Maria Cecília, que acho que ela nem usou de tão pequenas que são, que eu praticamente dei para a compradora. De cinco, cada uma, vendi a seis reais as duas. A mãezinha estava com a criancinha no colo e experimentou, pacientemente, as sadalhinhas. Olhou, olhou, olhou e, quando ia devolver, sem que ela pedisse, eu fiz a proposta: "faço para você três reais, cada uma". A mãe abriu o sorriso de orelha a orelha e aceitou a oferta.

Outra venda tocante foi de uma senhora e um sapato branco da Scarlett, de cinco reais. A compradora passou e experimentou nos pés o sapato pelo menos quatro vezes, que eu me lembre. Nunca levava... Eu decidi: vou vender para ela. Ela voltou, sentou, experimentou o sapato, senti que ela ia devolver e eu arrisquei: "quanto a senhora pode dar para levar o sapato?". A senhora devolveu: "o senhor pode fazer um desconto?". Retruquei: "faço sim, dê o seu preço". Ela, educadamente, respondeu: "o senhor é quem dá o preço. O senhor é o vendedor". Isso me desmontou, mais ainda. Receoso eu arrisquei de novo: "me pague quatro reais. É vinte por cento de desconto. Em tempos de crise, ninguém está por aí dando vinte por cento de desconto...". Célere ela puxou duas notas de dois reais da bolsa e levou o tão paquerado sapato... Me senti o próprio Rick Harrison.

Para completar a felicidade, quando eu comecei a recolher nossos produtos, às 14h50min (o Bazar termina às 15 horas), caiu um aguaceiro do céu. Nem tive dúvida. Depois de colocar tudo no carro, puxei o Raulzito para mais um banho de chuva (que a avó Suely Caldas não leia essa postagem, rs). Foi a senha para ele falar duas frases que exprimem o estado de felicidade e êxtase dele. "Pai Eu Te Amo", seguida sempre do "Pai, o senhor é o Melhor Pai do Mundo". Aconteceu também quando entramos no gramado da Arena para comemorarmos quando o Fast Clube/AM foi Campeão Amazonense de 2016, no último dia 22 de outubro. Acontece sempre que fazemos uma programação que ele curte muito - por exemplo, andar de ônibus.

Ainda tentamos pegar uma chuva quando chegamos em casa, mas o aguaceiro já tinha sido reduzido para um simples chuvisco. Banho quente e mergulhamos debaixo das cobertas, na cama, para ver TV. Com duas horas de fuso horário, já pegamos o Silvio Santos... Dentre as coisas que o Raul Carlos adora, está também as leseiras do Silvio Santos. Só tenho o cuidado de mudar de canal quando tem alguma coisa inconveniente para a idade dele. Ele dormiu, pois acordara muito cedo, às 5h40min. Quando acordou, fiz um chocolate quente.

Ele parecia estar realmente vivendo um sonho, embora consciente que teria prazo de validade. "Pai, o senhor vai trabalhar amanhã??" foi uma das últimas frases que lembro ter escutado dele, antes de eu pegar no sono ferrado, deixando para ele o reinado do controle remoto.

Obrigado meu Deus !!!
Que Final de Semana Sensacional !!!

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

[FUTEBOL AMERICANO] - Decisão da Temporada 2016 vai ser na Arena Vivaldo Lima

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Quem for a Arena Vivaldo Lima na próxima quinta-feira (22/12) vai se surpreender com as atrações que estarão disponíveis. Isso porque, neste dia, o Estádio vai receber dois eventos distintos, mas que prometem agradar a população. Trata-se da Feira Gastronômica dos Bois Garantido e Caprichoso, que inicia às 16 horas, e a Decisão do Campeonato Amazonense de Futebol Americano, o Manaus Bowl, que começa às 20 horas. O primeiro será realizado no Setor Pódio e o segundo no campo e ambos encerram meia-noite.

Com apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o acesso para os dois eventos será feito por duas entradas, Portão C (Constantino Nery) e D (Flaviano Limongi), e é pedido 1 quilo de alimento ou brinquedo à população, para que posteriormente seja feita uma doação às entidades carentes.

Segundo o organizador da Feira, Sergio Vieira, será oferecido ao público diversos tipos de comidas típicas de Festas Natalinas e muitas atrações musicais. As iguarias terão valores variados e acessíveis, entre R$5 a R$20. São previstos a variedade de 30 estabelecimentos. “Estamos ansiosos para este dia, preparamos uma coreografia especial que mistura os passos do Boi com um toque natalino, entre outras atrações musicais. Creio que essa mistura da cultura amazonense com esse evento de Futebol Americano vai ser bem interessante, pois nós que não conhecemos a modalidade teremos a oportunidade de conhecer, e eles também poderão se contagiar com a alegria que o Garantido e o Caprichoso trazem”, comentou Vieira.

MANAUS BOWL

Se a galera do dois pra lá e dois pra cá está animada, imagina as equipes do Futebol Americano, Manaus Broncos e North Lions, que vão disputar pela primeira vez uma Decisão nos gramados da Arena Vivaldo Lima. A decisão, denominada Manaus Bowl, comemora o surgimento de 10 anos da modalidade no Amazonas e a expectativa das equipe é recrutar o maior número de pessoas para prestigiar o evento.

“Essa vai ser uma oportunidade única do público ter contato com o Futebol Americano num espaço que chama bastante atenção. Vamos trabalhar para que tudo possa sair perfeito e estamos preparando algumas surpresas para a torcida, como sorteio de brindes. Será um dia inesquecível”, disse o presidente do Manaus Broncos, Renner Silva, que na próxima segunda-feira (19/12), às 10 horas, se prepara com outros integrantes para realizar a demarcação do campo.

“A demarcação vai ficar perfeita, o campo de futebol americano possui 100 jardas de comprimento e vai de uma zona à outra e ele é divido de 10 em 10 jardas, pois cada ataque tem quatro tentativas. Vamos fazer os marcadores de jardas e as linhas de restrição e tenho certeza que o visual vai ficar muito bonito e surpreender”, afirmou o presidente do North Lions, Lucas Alencar, ao comentar que a equipe também prepara novidades para a torcida, como sorteios de seis bolsas de uma academia da Cidade, suplementos e outros mais.
O Manaus Bowl é organizado pela Federação Amazonense de Futebol Americano (FEAMFA). A competição é dividida em dois turnos, a melhor equipe vai direto para a Final, 2º lugar vai para Semi-Final, 3º lugar e 4º lugar vão para o Wild Card e o vencedor joga com o Semifinalista, de onde sai o outro finalista para disputar o título.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 18 de dezembro de 2016

[COTIDIANO] - Férias, Ônibus, Companheirismo, Bazar e Vendas (Capítulo Inicial)

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Que final de semana maravilhoso. Obrigado meu Bom Deus... Com o Raul Carlos de férias, vivemos intensamente nosso Sábado e Domingo. Nem mesmo o carro no prego atrapalhou; pelo contrário, do limão foi feita a limonada, pois uma das coisas que o Raul Carlos mais gosta de fazer nessa vida é ANDAR DE ÔNIBUS. Já são quase 48 horas de grude, que começou, pasmem, na Confraria do Geri e está terminando (sim, ainda não terminou) com nossa tradicional programação de final de Domingo - rindo das leseiras do Silvio Santos e de suas Colegas de Auditório do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão).

No Sábado (17/12), na terceira tentativa de contratar um serviço de mecânico, graças à ajuda da Tânia Cavalcante, finalmente deu certo. Só não deu para ele completar o serviço - mas resolveu 95%. Os outros dois não estavam precisando de grana, pelo jeito, pois me enrolaram e não vieram fazer o serviço... Enquanto seu "Pedrinho" trabalhava no carro, minha Mãe Ledice Benarrós me convocava e intimava a dar meu jeito, pois eu não poderia faltar à Confraria, visto ser a sua última neste ano - ela viaja dia 28/12, para seu tour anual ao Rio de Janeiro/RJ e Aparecida do Norte/SP. Cheguei aos 45 minutos do segundo tempo e, pelas circunstâncias, tive que levar o Raul, que devorou quase sozinho uma porção de batata frita, acompanhado de um regional Guaraná Baré.

Na volta, paguei uma dívida pendente deste sexta-feira passada (09/12), quando prometi voltar da Cidade Nova para o Japiim de ônibus mas o tio Tércio Mesquita fez questão de nos deixar em casa. Quando soltamos do carro ele me disse: "Pai, eu não falei nada no carro para não te chatear, mas estou muito triste contigo, pois tu prometeu que a gente ia voltar de ônibus". Assim, andamos da Ayrão até o Boulevard onde combinamos pegar o primeiro ônibus que passasse mais próximo de casa.

Depois de alguns minutos analisando as linhas disponíveis, optamos por tomar o 623/Petrópolis, até um ponto mais perto do Japiim. Geeeenteeeee, que comédia. O motorista era novato na linha e errava o trajeto constantemente... A cobradora, coitada, vivia pedindo desculpas e se justificando: "ele é novo nessa rota". Eu e o Raul Carlos ríamos a valer... "Direeeeiiiiiiiiiitaaaaa", gritavam os passageiros, quando o motora já ia passando da curva... "Esqueeeerdaaaaa", já dentro do bairro de Petropólis, num entroncamento. É claro que alguns, mais cansados, num Sábado à noite, doidos para chegar em casa depois de uma dura jornada semanal de trabalho, não viam graça nenhuma nessa presepada. Mas eu e o Raul ríamos de doer nossas barrigas.

Soltamos no 3º Distrito Policial e andamos até a Tefé, esquina com a Atlântica, para pegarmos o 614/Japiim. Isso depois dele recusar veementemente fazer a segunda parte do trajeto de táxi. Ele quase mudou de ideia, depois de uma espera de quase 30 minutos na parada de ônibus. Quando finalmente soltamos na Penetração II, ainda deu tempo de assistir a Cantata de Natal, na Igreja Sagrada Família, onde assistimos ao Ronninho cantando. Incrível: no escuro ele me via chegar e pulou de sua cadeira para me dar um abraço gostosão. E repetiu o gesto com o Raul Carlos.

Fechamos o sábado com uma pizza de calabresa, escolha do Raulzito. Fechamos é maneira de dizer... Eu dormi. Ele, de férias, entrou pela madrugada vendo TV, no Canal Gloob. Ufa... Sábado intenso. Pena que eu esqueci de tirar fotos do passeio de ônibus, da Cantata de Natal e da pizza. E o que dizer do Domingo, que foi ainda melhor e mais maravilhoso. Vou contar tudo amanhã, em outro Capítulo. Aguardem !!!

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

[TÊNIS DE MESA] - Copa Cidade de Manaus/AM reune mais de 100 atletas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Mais de 100 atletas disputarão a Copa Cidade de Manaus/AM de Tênis de Mesa, a partir desta sexta-feira (16/12) até domingo (18/12), no Ginásio René Monteiro, localizado na Avenida Constantino Nery. O torneio é uma das principais competições do calendário da modalidade e promete reunir as feras do esporte. O evento conta com o apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Ao todo, a Copa vai envolver nove categorias, sendo Iniciantes A, Iniciantes B, Mirim, Infantil, Juvenil, Absoluto A, Absoluto B, Veterano e Livre. Além da modalidade reunir os principais mesatenistas da capital amazonense, ainda vai receber atletas de Manacapuru/AM e Parintins/AM. De acordo com o organizador da competição, Israel Barreto, a ideia da Copa é também avaliar os competidores para formar equipes que disputarão a temporada 2017.

“Temos um objetivo, que é de massificar o esporte e dar oportunidade aos jovens do interior, para que assim possamos descobrir novos talentos. Desta forma, acreditamos montar uma equipe amazonense sólida e capaz de se destacar nos eventos nacionais. Até o momento, temos mais de 100 inscritos, incluindo sete atletas do município de Manacapuru/AM e cinco de Parintins/AM. Esperamos que a Copa seja um sucesso e todos os competidores vão com sede de vitória, pois este é um evento que para muitos fecha o ciclo de 2016”, afirmou Barreto, ao citar nomes favoritos ao título.

"Vamos ter grandes nomes participando e que são geralmente aqueles atletas que sobem ao Pódio, como Natanael Queiroz, Brenda Macena, Anderson Cunha, Elifas Soares e Alexandre Goutier Rodrigues. Nesta lista, estão os campeões do Pré Mirim e Adulto Estadual e alguns que ainda medalharam no Brasileiro de 2016, em Santa Catarina", destacou Barreto.

Ainda de acordo com Israel, a premiação da Copa será de Troféus e Medalhas para os primeiros colocados de cada categoria, e Medalha para os vice-campeões e aos terceiros colocados. Na sexta-feira (16/12), o evento inicia às 17 horas, no sábado (17/12) a partir das 8 horas e segue até o meio-dia, e no domingo (18/12)a competição começa às 8 horas.

PROGRAMAÇÃO
Sexta-feira (16/12) - a partir das 17 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Iniciantes A (até 8 anos)
Iniciantes B (9 a 12 anos)
Mirim Masculino (12 a 13 anos)

Sábado (17/12) - das 8 horas às 12 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Duplas Absoluto A e B

Sábado (17/12) - a partir das 13h30min
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Absoluto Masculino
Infantil Masculino
Juvenil Masculino
Veterano.

Domingo (18/12) - a partir das 8 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Absoluto A Masculino e Feminino

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[COTIDIANO] - Plante uma árvore, escreva um livro e crie um filho

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Plante uma árvore, escreva um livro e crie um filho. Aí então, terás vivido plenamente. Ou algo mais ou menos assim. Lembro do sentido exato da frase, embora não lembre da frase exata. E não quero pesquisar no Google somente para escrever certinho, ser politicamente correto. Comecei a cumprir esse propósito de vida em 1980, exatamente no Ano do Centenário do Instituto de Educação do Amazonas (IEA), numa excelente Disciplina chamada Práticas Agrícolas. Filhos, tive dois - Scarlett Syssi, 23 anos, já criada (e bem, é claro) e Raul Carlos, 7 anos, ainda em criação. Faltam os livros. Estou escrevendo três. Tenho um completinho na cabeça, sem nenhuma letra ainda digitada. E o desejo (e roteiro definido) de fazer pelo menos outros dois - seis no total, ufa!!! Mas quero viver pelo menos mais 40 anos. Até me aposentar com as regras atuais...

No último dia 31 de julho participei de um encontro com antigos e verdadeiros amigos, dos tempos do JUSB (Juventude Unida de São Bento), onde militei, na Cidade Nova, entre 1985 e 1990. Lá se vão, então, 31 anos - ou 65% do tempo que já vivi. Foram traçadas metas para um projeto que convencionou-se chamar Revitalização da Praça Padre Pedro Vignólia. Os amigos, tendo à frente principalmente o casal César e Mercy, começaram tudo do zero, com muita garra e remando contra muito banzeiro. Já foram quatro intervenções comunitárias, incluindo limpeza e revitalização. Nas duas últimas, foram plantadas mudas de Ipê, cada um simbolizando um Membro importante de São Bento que já nos deixou, incluindo minha saudosa esposa Carla Alessandra, conhecida na Cidade Nova carinhosamente como Carlinha.

Infelizmente, não pude estar presente em qualquer iniciativa. Mas, na última sexta-feira (09/12), debaixo de uma fina chuva, fui lá na Praça Padre Pedro Vignólia, fazer minha primeira visita ao Ipê Carla Mesquita. Nem precisa dizer a emoção que me invadiu e, de cócoras e silenciosamente, chorei e conversei com a mudinha, que está crescendo, bem cuidada. Foi sem dúvida uma homenagem tocante e só tenho a agradecer a todos os envolvidos e envolvidas - César, Mercy, Olavo, Inaldo, Huberlon, Amanda, Seo Augusto, Dona Dionea, e os casais Lilian e Franklin e Andreza e Alexandre.

Entre os saudosos homenageados, além da Carlinha e, naturalmente do nosso Capitão Padre Pedro, estão dona Adelina, Maria do John, Wendell e Irineu.

Muito orgulho de ter esses amigos, a quem minha Mãe sempre se refere como A Geração de Ouro da Cidade Nova.
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

[ATLETAS AMAZONENSES] - Diego Davella vence luta em sua estreia na Rússia

Da Agência Maxi Mídia
Foto: Divulgação

Manaus/AM - O amazonense Diego Davella fez bonito na sua estréia pelo o renomado evento russo M1-Global. O Peso-Galo (até 61 kg) protagonizou a luta principal do Card e finalizou o lutador da casa, Zalimbek Omarov, com um mata-leão. A luta ocorreu na cidade de Nazran, na última sexta-feira (09/12).

Oriundo do Jiu-Jítsu, Davella, que é apoiado pela Equador Petróleo, já está em negociação para lutar novamente em fevereiro de 2017, mas por enquanto ainda não possui nada fechado com o evento.

Com a trocação afiada e o jogo de esquivas em dia, Davella conseguiu impor seu ritmo de luta nos primeiros minutos e deu trabalho para o russo Omarov até que conseguiu levar o duelo para o chão. Porém o faixa-preta amazonense neutralizou todas as investidas adversárias.

No segundo round com a distância bem dosada, Davella encaixou uma sequência de uppercut’s que abriu espaço para levar a luta ao chão e apagar o lutador russo com um mata-leão justíssimo. “Estou realizando um sonho de poder conhecer, treinar e lutar em eventos de grande porte. Fico feliz em ter vencido dessa forma ainda mais em um evento de tanta expressão”, ressaltou Davella.

O lutador está em excursão no Bahrein e ficará treinando por um período de seis meses na academia The Pride MMA e também aproveitará o tempo para participar de torneios Gi e No Gi em Abu Dhabi.

A luta completa do lutador Diego Davella pode ser assistida no link: www.youtube.com/watch?v=- XEScm3Im10

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[VÔLEI SENTADO] - Medalhista Paralímpica segue para São Paulo/SP para disputar Campeonato Brasileiro

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - Passada a missão muito bem cumprida nas Paralimpíadas Rio 2016, a amazonense Laiana Rodrigues se prepara para mais um desafio. Desta vez, a Paratleta terá pela frente o Campeonato Brasileiro de Vôlei Sentado, que acontece de 18 a 21 de dezembro, em São Paulo/SP. Para ir à competição, a jogadora recebe apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Na capital paulista, Laiana vai se juntar a equipe do Sesi/SP, considerada uma das mais fortes do circuito. E o período antes do início do Brasileiro, vai servir para a Paratleta se entrosar ao time e participar de amistosos. Sendo a primeira competição após as Paralimpíadas, ‘Lala’ confessa que ansiedade é o que não falta. “Confesso que estou numa expectativa muito grande, um pouco ansiosa, pois geralmente o Sesi/SP faz alguns amistosos com times masculinos e a tendência é de conhecer novos jogadores para que possamos ter o máximo de experiência possível e, sinceramente, preciso muito me antecipar e participar deste intercâmbio e deste grupo. Assim, acredito eu, poderei contribuir com a equipe e fazer junto com elas a melhor campanha possível”, afirmou.

Uma das principais adversárias da equipe de Laiana, segundo a amazonense, são de Goiânia. Mesmo assim, as oponentes não assustam a Paratleta. O foco agora é trazer medalha e somar pontos no ranking nacional, garantido assim a permanência na Seleção Brasileira. Esta será a última competição do ano da atleta Paralímpica. “Estou muito otimista quanto aos resultados, mas temos adversárias muito fortes, que são de Goiânia, como os times Adfego/GO e o Ada/GO. Estas equipes são grandes e geralmente estão entre as disputas das Finais. Entretanto, geralmente o Sesi/SP leva a melhor, e eu quero mesmo é poder participar bem e contribuir com este grupo que me adotou, que me contratou e me confiou esta responsabilidade. Fora que meu desejo é trazer mais uma conquista para o Amazonas e vou muito focada para isso”, destacou.

Para o Brasileiro, além de muito treino e dedicação, Laiana Roduigues tem outra arma poderosa para entrar bem em Quadra. Trata-se de um Terço dado por sua mãe, considerado o amuleto da Paratleta. “Eu tenho meu amuleto, que é um Terço que minha mãe me presenteou antes de eu ir para a Holanda em 2015. Toda nossa fé é depositada dia a dia em orações e, assim, vou lá com muita positividade e aguardo uma torcida calorosa do povo do meu Estado”, frisou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

[KARATÊ] - Campeonato Amazonense reuniu mais de 250 atletas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O Campeonato Amazonense de Karatê - Copa Antônio Lima Pinto - mostrou mais uma vez o potencial dos atletas da região. A competição iniciou na sexta-feira (09/11) e encerrou no domingo (11/12), no Ginásio do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), localizado na Sete de Setembro, Centro. O evento é uma realização da Federação Amazonense de Karatê (FAK), com apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

De acordo com o Presidente da Federação Amazonense de Karatê, Washigton Melo, a competição veio para fechar com chave de ouro a temporada de competições e de grandes conquistas da modalidade em 2016. “Este ano tivemos conquistas relevantes, e só temos que agradecer a Deus, pois muitos atletas alcançaram títulos grandiosos e já estão se preparando arduamente para a temporada do ano que vem, e posso dizer que em 2017 vai vir bastante coisa boa”, destacou Melo.

Possuindo um longo histórico de conquistas importantes para o Estado, Nathalia Christine, de 12 anos, brilhou mais uma vez pela modalidade. A atleta da equipe Cassam ganhou de sua adversária por dois pontos a zero e venceu a categoria Infantil. Este ano, inclusive, a atleta ingressou com mais dois caratecas amazonenses na Seleção Brasileira.

“Agradeço primeiramente a Deus por mais uma conquista importante. Este ano foi abençoado, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas para chegar aonde cheguei, mas também foi um ano de muito aprendizado e 2017 será melhor ainda, pois já estou me preparando bastante para as seletivas e competições nacionais que vem pela frente”, disse Cristine.

Atleta do Instituto Bushidô, Anna Julia Ximenes conquistou a primeira colocação da categoria Junior. Para obter a melhor colocação do Pódio, a jovem de 16 anos afirmou que treinou intensivamente durante os últimos quatros meses. “Antes de começar o Amazonense eu estava muito nervosa e muito ansiosa, mas depois que fiz minha primeira luta consegui me sentir mais confiante, pois coloquei em prática muitas coisas que treinei. Assim, conquistei o primeiro lugar e estou muito feliz em terminar o ano bem”, comentou a atleta, que também faturou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro, em outubro, na cidade de São Paulo/SP.

O faixa Marrom Carlos Eduardo Almeida, de 13 anos, veio diretamente do município de Borba/AM (215 km da Capital) para disputar o Amazonense. A viagem de dezoito horas de barco valeu a pena, pois o atleta conquistou o lugar mais alto do Pódio pela Categoria Sub-14 e cumpriu com êxito a previsão do presidente da FAK, Washigton Melo, que apostava no garoto para a conquista da primeira colocação. Este ano, o jovem já havia surpreendido, quando foi Bronze pelo Brasileiro. “Não foi nada fácil chegar aqui, mas creio que tudo que colocamos esforço somos bem recompensados. Vou continuar treinando para as competições do ano que vem e focar nas seletivas nacionais” comentou Eduardo.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

[COTIDIANO] - Café Familiar Regional, "Causos", Prosas e Despedidas

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Fazia tempo eu queria visitar meu Amado tio Isaac Benarrós, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus/AM. Acontece que toda vez que vou na minha Mãe, acabo esticando bastante o tempo e depois fico com peso na consciência: "se eu for no Tio Isaac vai ser rapidinho, igual visita de médico. Aí não vale. E se eu demorar vou me enrolar...". Então, veio o Feriado e o Ponto Facultativo e deu para cumprir as duas agendas, sem atropelo. O Dia de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira do Amazonas, foi de visitar Mamãe Ledice, os manos Tales e Tércio e os sobrinhos Thiago, Luis Filipe e Luis Henrique (nunca lembro se o Luis dos gêmeos é com "s" ou com "z", rs).

Eu e Raul Carlos aproveitamos bastante o dia e, estilo mochileiros, com duas peças de roupa, pijamas e escovas de dente, dormimos na velha e aconchegante residência da Buriti, onde moramos desde 06 de junho de 1981. A chuvosa manhã de sexta-feira (09/12) foi dedicada a visitação à Praça Padre Pedro Vignólia, onde a turma boa de São Bento está a desenvolver um belíssimo trabalho de revitalização, com homenagem à nossa Querida, Amada e Inesquecível Carlinha (que vai ser tema de outra postagem, em breve). Logo após o almoço, seguimos para a Rua Puranga, para o tão esperado e meio improvisado Café Verspertino.

As reuniões familiares, especialmente as que envolvem tios, são sempre muito deliciosas. Causos que já foram contados 12.593 vezes arrancam sempre novas e espontâneas risadas, parecendo aos nossos ouvidos. A Scarlett Syssi, quando era pequena, se divertia escutando os relatos. Atualmente, o Raul Carlos se esbalda de rir das leseiras familiares, principalmente da intitulada Picolé de Besteira.

E por falar em Picolé de Besteira, esse deve ser o nome de um Livro que meu tio Isaac Benarrós está preparando. Dentre tantos assuntos tratados e paralelos, a Literatura foi uma constante. Tem também a expectativa de alguém organizar uma Obra com todos os Causos da Família, que já montam quatro gerações. É provável que nem caiba tudo num volume.

A mesa está repleta, recheada. E o Café Vespertino foi sem pressa, sem relógio... Teve de tudo.

Café
Conversa
Causos
Risos
Leseiras
Família
Regionalidade
Pupunha (amo)
Pamonha
Café com leite
Magistral
Pé de Moleque
Pãozinho quente com manteiga
Bolo
Tucumã
Cuscuz
Mingau de Banana (Que Delícia !!!)
Bolacha Creme Craker
Preciso deixar claro que os membros de nossa Família tem muitas capacidades singulares:
(1) Apurado gosto gastronômico.
(2) Apetites (quase todos) de Tiranossauros Rexs.
(3) Boa Memória.
(4) Excelente narrativa para contar os Causos, que nunca são relatados da mesma forma, apesar de contados sempre com as mesmas palavras, vírgulas e entonações e todos já conhecerem a Estória de cor e salteado.
(4) Todos tagarelas. Todos falam pelos cotovelos.
(5) Acuada percepção para entender as conversas paralelas.
(6) Inacreditável capacidade de manter as conversas paralelas, participando de quase todas, simultaneamente.
(7) Uma forma de despedida que nunca existe, existiu ou existirá em qualquer outro lugar do mundo.

Lembram da primeira aspas do texto ["se eu for no Tio Isaac vai ser rapidinho, igual visita de médico. Aí não vale. E se eu demorar vou me enrolar...]. Como bem comentou a prima Cinthia, na minha postagem do Facebook, na nossa Família são "45 minutos de despedidas dentro da casa, mais 45 minutos no pátio interno. Depois, 30 minutos na calçada já fora da casa e, para finalizar, despedida de 15 minutos dentro do carro com direito a troca de presentes... Família tudo de bom !!!".

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 4 de dezembro de 2016

[NATAÇÃO] - Ylse Sasai e Flávio Monteiro conquistam Travessia Almirante Tamandaré

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O mais extenso rio de água negra do mundo foi palco na manhã deste domingo (04/12) do Rio Negro Challenge, que reuniu a tradicional Travessia Almirante Tamandaré (8,5 Km), o Circuito Mirim (400m), e a Maratona Aquática (1,5Km e 3Km). Ao todo, 210 atletas encararam a competição, disputada ainda por nadadores de 11 Estados do País. O evento foi uma realização da Aquática Amazonas, com apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A grande expectativa do dia ficou por conta da Travessia Almirante Tamandaré, que desde 2007 não era realizada. Pela categoria feminina, a representante do Amazonas, Ylse Sasai, foi a grande Campeã. O Título veio após 01h57min de prova e aos 46 anos ela se torna a pessoa com a maior idade a vencer a Travessia. A atleta, natural do Rio de Janeiro, é federada pela terrinha baré e treinada pelo professor Márcio Soares.

“Já participei de provas em águas abertas, mas nunca de uma Travessia com um percurso tão longo. No meio da prova tinha um ponto de banzeiro e esta foi a minha maior dificuldade, mas o restante foi perfeito e eu consegui me sair bem. Eu não treinei específico para a Travessia, pois faço Triathlon e estou em constante preparação. Essa conquista me traz uma felicidade muito grande, pois este é um evento muito importante para o Estado e encarei um percurso que jamais havia feito”, disse Ylse.

Pela categoria Masculina, o grande vencedor foi Flávio Monteiro, 23 anos, que atravessou a linha de chegada após 01h44min. O atleta é de Roraima e pela primeira vez disputou uma prova na capital amazonense. Apesar o desgaste físico, o atleta vibrou pela conquista da Medalha de Ouro e afirmou que quer voltar outros anos para obter o Bicampeonato.

“Eu nado desde meus 11 anos e há sete comecei a me dedicar às águas abertas. Fiquei muito feliz em poder me destacar e não foi fácil, pois o desgaste é grande, mas meu foco agora será vir outras vezes e superar este resultado. A surpresa da vitória foi maravilhosa, pois eu não esperava ganhar. Mas agora que ganhei, quero outros títulos”, disse Flávio.

Na disputa pelos 3Km da Maratona Aquática, o lugar mais alto do pódio foi ocupado pelo atleta olímpico Allan do Carmo, que cravou 31min43seg, seguido de Gustavo Roberto (39min54seg) e Felipe Augusto (41min13seg). De volta a Manaus/AM após 10 anos, o medalhista de Bronze pelos Jogos Pan-Americanos 2007, afirma que a `visita` não poderia ter sido melhor.

“Esta foi a minha primeira prova após as férias, que eu tirei em outubro, e é uma Maratona muito gostosa de fazer. Logo, voltei ao período de competição já com o friozinho na barriga e tive a alegria de vencer. Fiz o percurso sem problemas, e estou saindo daqui feliz com o meu resultado”, disse o atleta, que na semana que vem disputa o Rei e a Rainha do Mar, no Rio de Janeiro/RJ.

Nos 1,5Km da Maratona, quem se deu melhor foi o recordista Sul-Americano Luis Rogério, que fechou a prova em 15min04seg. O segundo lugar foi ocupado pelo amazonense Matheus Andrade, com o tempo de 15min59seg e, em terceiro, ficou Anderson Colares, com 20min08seg.

“Foi a primeira vez que participei de uma prova em Manaus/AM, o mais próximo do Norte que cheguei foi em Belém/PA e para mim foi algo maravilhoso. Manaus/AM com certeza me deu sorte e agora quero ter a oportunidade de voltar e competir outras vezes. Conheci um pouco da cidade e realmente preciso voltar aqui”, destacou Luís.

O Medalhista de Prata e representante do Estado, Matheus Andrade, afirmou que o segundo lugar teve um gostinho especial. “Eu nadei junto com um ídolo do esporte e consegui ficar ao lado dele no Pódio e isso já representa muito para mim. A água estava muito pesada e eu tive certa dificuldade na hora de chegar, pois tenho miopia e não estava enxergando tão bem. Mas no final deu certo e estou contente com o resultado”, destacou Andrade.

Representando toda a coragem dos pequenos, Sofia Costa encarou o Circuito Mirim e venceu a categoria Petiz após deixar as pequenas Natalia Calibri e Caritas de Souza para trás, com o tempo de 13min01seg. Estreando em percursos mais longos, a adolescente de 12 anos contou que amanhã é dia dela levar a Medalha de Ouro para passear no Colégio La Salle.

“Eu estava um pouco ansiosa e nervosa, pois é a primeira prova longa que faço, mas graças a Deus deu tudo certo, foi além das minhas expectativas e eu gosto muito de superar desafios. Agradeço minhas amigas pelo apoio, minha família e amanhã vou levar minha medalha para o colégio e mostrar a minha conquista”, destacou.

O Coordenador do Rio Negro Challenge, Pierre Gadelha, considerou um sucesso o evento e afirmou que a competição bateu o recorde de inscritos, comparando a outras edições. Além disso, fez questão de ressaltar que a volta da Almirante Tamandaré marcou um novo ciclo do esporte.

“Não tive nenhum incidente e tudo ocorreu dentro do programado. Foi um evento muito bonito, que mostrou a superação e dedicação dos atletas. A partir de agora, com a volta da Tamandaré, novos recordes serão batidos e mais atletas vão se interessar pelas provas de águas de abertas, algo que é muito bom para o fomento do esporte. Estou muito feliz e contente com o resultado do evento”, disse.

RESULTADOS
Travessia Almirante Tamandaré
1) Ylse Sasai – 01h57min
2) Flavia Takada - 02h04min
3) Renata Rauen - 02h06min

1) Flavio Monteiro
2) Rodrigo Marson
3) Caio Souza

Maratona Aquática – 3Km
1) Allan do Carmo – 31min43seg
2) Gustavo Roberto -39min54seg
3) Felipe Augusto -41min13seg

1) Fernanda Delboux – 33min05seg
2) Natasha Paulino - 52min27seg
3) Luciane Feiten – 54min27seg

Maratona Aquática - 1,5km
1) Luis Rogério - 15min04seg
2) Matheus Andrade - 15min59seg
3) Andreson Colares – 20min08seg

1) Stefany Afonso - 20min48seg
2) Maria de Nazaré - 27min06seg
3) Fernanda Reis – 31min15seg

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

[LUTA OLÍMPICA] - Mulheres fecham 2016 com excelente desempenho

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - A força feminina no esporte amazonense vem sendo demostrada a cada dia que passa e conquistando espaço, e isso pode ser comprovado através da Luta Olímpica. Prestes a fechar 2016, duas atletas comemoram as conquistas obtidas neste ano pela modalidade. Recheadas das mais variadas e importantes medalhas, Brenda Ariane, 21 anos, e Diana Alves, 15 anos, formam as duas faces do esporte de chão que visam o futuro e que já são referência na modalidade.

Apoiadas pelo Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), a revelação e a futura promessa, até então, traçam planos diferentes. Enquanto uma inicia a carreira conquistando as principais competições escolares, a outra está perto de substituir a primeira medalhista de Ouro feminina na Seleção Brasileira de Luta Olímpica.

“Acho que os técnicos da Seleção já estão de olho em mim, pois a titular da categoria 58 quilos, Joice Silva, está se aposentando e eu passei a ser Sênior. Isso abre chances para mim, e mesmo se ela continuar, vamos lutar e fazer a Seletiva. Esse ciclo Olímpico vai ser meu, estou focada e até já baixei de peso”, revelou Brenda, que voltou da Colômbia no início desta semana com uma Medalha de Prata, pela categoria até 58kgs, e o terceiro lugar por equipe do Sul-Americano de Wrestling.

“Desde 2010 estou na Luta Olímpica, era Faixa Marrom de Jiu-Jítsu quando passei para a Luta Olímpica. Comecei a treinar apenas para ajudar no meu Jiu-Jítsu e no meu primeiro Brasileiro de Luta Olímpica, em 2010, fui Vice-Campeã. Em 2012 procurei o Valdeci (Silva, professor e atleta) e voltei a lutar o Brasileiro Cadete, sendo Campeã. Fui convocada para a Argentina, fiquei lá dez dias e fui Campeã novamente, foi quando passei a focar na Luta Olímpica de vez”, ressaltou a atleta, explicando a ascensão meteórica no esporte.

“Passei para a categoria Junior e consegui ganhar o Brasileiro. Aí fui para o Pan-americano Junior Chile, mas não fiquei no Pódio. Depois ganhei novamente o Brasileiro em 2014 e em 2015 fui Vice-Campeã do Pan em Cuba. Esse ano fui Campeã Brasileira principal e fui para o Sul-Americano na Colômbia, onde fui Vice-Campeã”.

Sobre a Prata conquistada na Colômbia, Brenda confessa que não concordou com o resultado. Mesmo assim, se diz feliz por ter representado o Brasil e conquistado uma boa colocação. Em janeiro de 2017, Brenda terá outra missão pela frente. Desta vez, ela encara a disputa da Seletiva Nacional para integrar a Seleção Brasileira de Luta Olímpica.

“Fiz três lutas, ganhei duas e perdi a Final para a atleta colombiana. Foi meio que injusto, pois fiz uma queda de quatro pontos e deram só dois, e em seguida ela fez dois em mim. E quem faz os dois últimos pontos ganha, e ela ganhou. Mas a Prata significa muito, já garante o Bolsa-Atleta e medalhar fora do país é tudo. Amei subir no Pódio”, completou a atleta.

SEGUINDO O EXEMPLO
O nome da jovem de 15 anos, Diana Alves, começa ser escrito na Luta Olímpica do Amazonas e do Brasil. Com apenas dois anos na modalidade, a lutadora já desponta como a mais nova promessa. Moradora da Cidade Nova, Diana conheceu o Esporte por meio da academia de luta próximo da escola em que estuda.

A dedicação às três horas diárias de treinamento na Academia Clube da Luta, na Zona Norte, já garantiram vários ouros nas principais competições escolares do Brasil. A conquista mais recente foi pela Copa Natal, que ocorreu na capital do Rio Grande do Norte no último final de semana, onde a jovem faturou o lugar mais alto do Pódio.

“Minha primeira Medalha foi ano passado, fiquei em terceiro no JEAs (Jogos Escolares do Amazonas). Já neste ano consegui um Bronze na categoria 56kgs no Amazonense e conquistei a vaga para o Brasileiro. Ganhei o JEAs, este ano, e fui para os Jogos Escolares da Juventude, onde e fui primeiro lugar no individual e primeiro lugar por equipes. Em seguida fui para a Copa Natal e fiquei em primeiro lugar e o outro foi o Torneio da Juventude, que serviu de classificatório para a Argentina”, destacou.

Perto do embarque para o país dos hermanos, Diana comemora as conquistas e mentaliza mais vitórias, entre elas uma disputa que todo atleta deseja participar. Isso porque, pelo Torneio da Juventude, o Brasil vai enfrentar a Argentina.

“Estou muito feliz com essas conquistas, em menos de um mês foram quatro Medalhas. Treinei muito para isso. Agora o foco está no embarque do dia 11 de dezembro para a Argentina. Lá vamos ter um treinamento e o desafio Brasil e Argentina. Depois disso, penso em treinar mais ainda, vencer as competições, e ir para as Olimpíadas”, frisou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

[ATLETISMO] - Técnico Olímpico ministra curso de treinamento em Manaus/AM

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Manaus/AM recebe nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, o curso de Atualização em Treinamento de Corridas de Velocidade Prolongada e Meio Fundo, que será ministrado pelo Técnico Olímpico Dr. Luiz Alberto de Oliveira. O evento acontecerá na Vila Olímpica de Manaus/AM, Dom Pedro, e é uma realização da Federação Desportiva de Atletismo do Amazonas (Fedaeam), em parceria com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBat), e apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Com sete participações em Olimpíadas e três Medalhas como treinador, Luiz viaja pelo Brasil em busca de formar treinadores para que mais talentos possam ser detectados. Ele orientou muitos atletas de sucesso pela modalidade em anos anteriores, entre eles o brasileiro Joaquim Cruz, que foi Ouro nas Olimpíadas de Los Angeles em 1984 e Prata nos Jogos de Seul, em 1988, todos pelos 800 metros.

De acordo com a presidente da Fedaeam, Marleide Borges, o curso visa reciclar e passar mais conhecimento aos profissionais do Amazonas. “O curso está aberto ao público em geral, e é uma grande oportunidade também para os coordenadores de corridas de rua, profissionais de Educação Física, atletas e acadêmicos que se interessam pelo esporte. Uma chance única e que vai agregar bastante aos profissionais daqui”, considerou.

Luiz é Pós-Doutor em Fisiologia do Esporte, já foi treinador em diversas faculdades norte-americanas e até ano passado coordenou o Centro Nacional de Treinamento Caixa – Sesi, em Uberlândia (MG).

Para o Curso, de acordo com a Fedaeam, são esperados mais de 30 participantes. As aulas serão realizadas no Auditório e na Pista de Atletismo da Vila Olímpica de Manaus/AM, localizada no Dom Pedro.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE INFANTIL 2016] - Sul América/AM conquista título ao vencer Holanda/AM nos pênaltis

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - O Sul América/AM fez história nos gramados da Arena Vivaldo Lima na noite de sábado (27/11), ao conquistar o título do Campeonato Amazonense Infantil 2016. A conquista veio após vencer o Holanda/AM de virada, por 2-1 no tempo normal, e nos pênaltis abater o rival por 4-2. A temporada recebeu apoio do Governo do Amazonas, através Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Derrotado no primeiro jogo da final, o Sul América/AM precisava vencer por dois gols de diferença para ficar com a Taça. A motivação de jogar a Final no Estádio construído para a Copa do Mundo de 2014 e a possibilidade de escrever o nome do clube no gramado da Arena, como primeiro campeão da categoria, fez a garotada do Sul América/AM dominar a partida do início ao fim.

Gabriel fez os dois gols para o time da Glória no tempo normal, após Thierry marcar para o Holanda/AM. “Foi a primeira vez que marquei na Arena. É muito emocionante e não tenho nem palavras. Agradeço à torcida que sempre vem nos apoiando e conseguimos sair com a vitória. Foi um jogo muito difícil, o Holanda/AM é um time muito bom, mas soubemos trabalhar e conseguimos o título”, comemorou o meio-campista, improvisado como atacante na partida.

Feliz com o primeiro título na carreira, o treinador do Sul América/AM, Paulão, enalteceu o trabalho dos garotos que superaram as dificuldades e conquistaram a taça após meses de muito trabalho. “Ser campeão dentro da Arena emociona. É meu primeiro título, o Sul América/AM é um time considerado pequeno, treinávamos duas vezes na semana e só. Os meninos são obedientes e tudo isso mostra o quanto foi suado. Os meninos estão de parabéns”, comemorou o treinador, bastante emocionado.

Dono da artilharia do Estadual com 17 gols, o atacante do Holanda/AM, Thierry, lamentou a perda do título. “Todo mundo jogou bem, mas foi mérito do Sul América/AM. Agora é trabalhar para levantar a Taça ano que vem”, disse o atacante que mandou a bola por cima do gol na disputa dos pênaltis.
O JOGO
A pressão do Sul América/AM em busca de reverter o placar de 2-1 da primeira partida da Final foi intensa. Com ataques bem elaborados que ora ficavam na zaga, nas mãos do goleiro e mesmo na trave do Holanda/AM, não foram suficientes para balançar a rede até os 30 minutos iniciais.

O amplo domínio sul-americano só foi quebrado aos 32 minutos. Thierry aproveitou o rebote do goleiro Lucas e de perna esquerda abriu o placar. O gol de empate do Trem da Colina não demorou a sair. Aos 34 minutos, Gabriel recebeu na entrada da grande área, a bola passou por três zagueiros e morreu no fundo do gol.

O gol de empate motivou o Trem da Colina que novamente foi para o ataque. No rápido toque de bola, aos 47 minutos, Warlen achou Gabriel na entrada da pequena área, o meia se livrou da marcação e fez o segundo gol dele na partida e o segundo do Sul América/AM.

Assim como na etapa inicial, o Trem da Colina dominou a partida e conseguiu levar a Decisão para a disputa de pênaltis, onde também manteve o domínio e errou menos. Lucas, Lúcio, Chris e Iran marcaram, enquanto Gabriel perdeu para o Trem. Matheus e Fernando balançaram a rede do Sul América/AM, mas Thierry e Carlos desperdiçaram para o Holanda/AM.

Para o titular da Sejel, Fabricio Lima, mais que um dia para ser lembrado por tantos amazonenses, o momento será inesquecível para os jogadores e seus familiares. “Quando que esses meninos poderiam imaginar, logo quando iniciou a competição, que iriam decidir o título neste Estádio. Toda essa festa aqui e o apoio dado ao Estadual é uma forma de incentivar a Base, eles que são responsáveis pelo futuro do nosso Esporte. Mais do que o Título, a lembrança de jogar aqui será eterna. Parabéns ao Campeão e todos aqueles que se esforçaram para fazer deste Amazonense uma bela temporada”, destacou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[MUAY THAI] - Campeonato Amazonense será realizado neste domingo

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Mais de 60 lutadores vão encarar o XI Campeonato Amazonense de Muay Thai, que será realizado neste domingo (04/11), a partir das 9 horas, na Escola Estadual Ruy Araújo, localizada na Avendia Carvalho Leal (em frente ao T2, Cachoeirinha). A competição é uma realização da Federação Amazonense de Boxe Tailandês (Fabt) e conta com o apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

As disputas vão envolver seis categorias -Juvenil, Infantil, Adulto, Iniciantes, Amador e Profissionais, nos naipes Masculino e Feminino. De acordo com o presidente da Fabt, Rômulo Bonates, a intenção do campeonato é revelar talentos da terra e realizar intercâmbio entre os participantes.

“A procura é muito grande por esta modalidade e tenho certeza que o evento vai apresentar a boa técnica dos lutadores amazonenses e surpreender muitos. O sistema de disputa é de lutas casadas e aguardamos o público para prestigiar este evento”, disse Bonates, ao salientar que muitas carinhas novas do esporte estarão participando do evento.

“No último mês, muita gente se graduou e isso fez alguns subirem de categoria e levou outros a entrar no mundo das competições. Por isso, os adversários para muitos vão ser uma grande surpresa, o que vai garantir muita competitividade. Além disso, as mulheres prometem dar um show”, comentou Bonates.

A entrada do público será de R$ 5,00 (meia entrada) e R$ 10,00 (inteira), mais um quilo de alimento, que posteriormente será doado às instituições carentes.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita