quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

[COPA SÃO PAULO 2016] - Fast Clube/AM vence e vai decidir classificação contra o lanterna do Grupo 18

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Facebook do zagueiro Thiago
Taboão da Serra/SP - Em seu segundo jogo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Fast Clube/AM conseguiu sua primeira vitória na competição. Recuperando-se do revés de domingo, o Tricolor de Aço superou o anfitrião na tarde desta terça-feira (05/01), no  Estádio Municipal Vereador José Ferez, em Taboão da Serra/SP vencendo por 2-1, assumindo a vice-liderança do Grupo 18. No outro jogo da rodada, o Figueirense/SC goleou o XV de Novembro, de Piracicaba/SP por 4-0 e passou a liderar, com 6 pontos.

O jogo teve dois enredos distintos. No primeiro tempo, o Fast Clube/AM dominou por completo, abriu o marcador e ainda perdeu um pênalti, com Jackie Chan. No segundo tempo, o time amazonense não se encontrou, sofreu o empate mas reagiu logo, marcando o segundo gol em cobrança de pênalti, desta feita com Lucas Bueno. No final da partida, segurou bem a pressão do time da casa e garantiu a vitória.

A primeira jogada ofensiva do Fast Clube/AM aconteceu aos 6 minutos, com o volante Renan Santos chegando pela direita. Dois minutos depois, Jackie Chan foi lançado na velocidade e no mano a mano contra seu marcador. Na velocidade, o amazonense deixou Erick para trás e quando ia entrar na área foi parado com falta, frontal. Ficou barato para o zagueiro taboense, que merecia ter levado cartão amarelo. Matheus Iton e Renan Santos se posicionaram para a cobrança , mas o volante fastiano desperdiçou, batendo para fora.

O Taboão da Serra/SP chegou com perigo aos 10 minutos, com o habilidoso Felipe sobrando no mano a mano contra Ricardo, mas o lateral fastiano conseguiu aliviar o perigo. O primeiro gol da partida quase surgiu aos 12 minutos, quando Matheus Iton cobrou lateral direto na área e Werley desviou de cabeça levemente, com a bola raspando a trave esquerdo do goleiro Hudson.

O domínio do Fast Clube/AM se traduziu em gol aos 15 minutos, quando Ricardo dominou uma bola na intermediária, limpou dois marcadores em curto espaço, estilo futebol de salão, e bateu sem chance para Hudson, que viu a bola entrar no canto direito de sua meta - um golaço !!!

Aos 21 minutos o Tricolor de Aço quase ampliou com Werley, o melhor no primeiro tempo, que bateu com estilo da intermediária, para defesa de Hudson; no rebote, Matheusinho quase marca, mas estava em posição de impedimento. O Fast Clube/AM passou por um grande susto aos 25 minutos, quando Giba cruzou da direita, Bruno Saul não conseguiu dar o tapinha para escanteio e a bola explodiu na trave direita, com Thiago tirando em cima da linha para escanteio.

Eli deu um chutão para frente aos 26 minutos e o lateral esquerdo Gabriel escorregou, deixando Jackie Chan no mano a mano contra Erick, com o atacante fastiano fraco para o gol, mesmo tendo Matheusinho aberto na esquerda. Everton tentou arremate forte aos 27 minutos, com Bruno Saul defendendo com firmeza.

Dois minutos depois o Taboão da Serra/SP perdeu incrível chance para empatar, com a bola ficando pedindo para entrar e Isaque perdendo ao tentar enfeitar a jogada, com um voleio, que passou muito por cima do gol. Renan Santos apareceu bem na área adversária, aos 37 minutos, mas adiantou a bola e acabou batendo prensado, com a bola saindo em tiro de meta.

Nos acréscimos, aos 47 minutos, Renê lançou Jackie Chan, que engatou uma quinta marcha e chegou na bola milionésimo de segundo antes do goleiro Hudson, que acabou fazendo pênalti. Na cobrança de Jackie Chan, Hudson defendeu no canto esquerdo, se esticando todo e completou a defesa no rebote, em conclusão do próprio Jackie Chan.

Para o segundo tempo, Isaque deu lugar ao atacante Bruno Luiz, que entrou no decorrer do jogo anterior do Taboão da Serra/SP e marcou o gol da vitória. O time da casa voltou melhor e manteve a posse de bola durante praticamente 13 minutos, até chegar ao empate, em cobrança de escanteio de Felipe pela direita que Erick aproveitou, de cabeça. Pouco antes de levar o gol de empate, o Fast Clube/AM fez sua primeira alteração, com Lucas Peteca entrando na vaga de Renan Santos, novamente com cãibra.

O Fast Clube/AM sentiu o golpe e quase levou a virada, logo no minuto seguinte. Caio desceu em velocidade pela esquerda e cruzou rasante, na frente do gol, com Bruno Luiz chegando atrasado. Mas aos 17 minutos Erick cometeu pênalti em Matheusinho, com Lucas Bueno convertendo. Ao se preparar para a cobrança, o atacante amazonense foi estridentemente vaiado e, na comemoração, provocou a torcida adversária, passando a ser hostilizado toda vez que tocava na bola, até o final da partida.

A sorte estava realmente ao lado do  Fast Clube/AM, pois aos 20 minutos o Taboão da Serra/SP perdeu mais um gol incrível, com Bruno Luiz cabeceando para fora, de dentro da pequena área. O treinador Fábio Cunha usou suas duas últimas substituições, trocando Everton por Lucas Casão aos 22 minutos e Willian por Leozinho aos 27 minutos. No Fast Clube/AM, Bebê entrou no lugar de Matheusinho aos 29 minutos.

Felipe, o melhor jogador do Taboão da Serra/SP, quase fez um golaço, aos 30 minutos, batendo com estilo da intermediária, para espetacular defesa de Bruno Saul que, de mão trocada, jogou para escanteio. Aos 37 minutos, Felipe fez grande jogada individual e deixou para Lucas Casão, que adiantou muito e acabou facilitando a defesa de Bruno Saul, com quem trombou no lance.

A partida terminou com o time da casa jogando na base do abafa, com sucessivos escanteios. Aos 43 minutos, Bruno Luiz testou com perigo, à esquerda de Bruno Saul. Aos 50 minutos, no último lance da partida, Felipe cobrou escanteio pelo lado direito e o camisa 3 adversário, Marcão, subiu livre de cabeça, mas testou muito alto, sem perigo. Alívio para o Fast Clube/AM, que em seu segundo compromisso na Copa São Paulo de Futebol Júnior conseguiu vencer uma partida. Até então, desde 1991, na primeira participação de um clube amazonense na maior competição de base do futebol brasileiro, só o Nacional/AM havia vencido na Copinha, em nove oportunidades.

Ficha Técnica:
Taboão da Serra/SP 1-2 Fast Clube/AM
Terça-feira, 5 de janeiro de 2016
Copa São Paulo de Futebol Júnior 2016
Grupo 18 - Primeira Rodada da Primeira Fase
Estádio Municipal Vereador José Ferez, em Taboão da Serra SP, às 17 horas.
Cartões amarelos: Ricardo 29 e Giba 32 minutos do segundo tempo. Iran 16, Lucas Bueno 24, Renê 35 e Bruno Saul 45 minutos do segundo tempo.
Gols: Ricardo 15 minutos do primeiro tempo. Erick 13 e Lucas Bueno (pênalti) 17 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Alex Lopes Loula/SP
Assistente 1: Luiz Felipe Prado Silva/SP
Assistente 2: Veridiana Contilani Bisco/SP
4º Árbitro: Lucas Martins Mola e Dias/SP

Taboão da Serra/SP: Hudson; Iran, Marcão, Erick e Gabriel; Giba, Willian (Leozinho 27/2º) e Isaque (Bruno Luiz, no intervalo); Caio, Felipe e Everton (Lucas Casão 22/2º). Treinador: Fábio Cunha.
Suplentes: Matheus, Pedro, Leozinho, Bruno Luiz, Lucas Casão, Caeté e Wanderson.
Fast Clube/AM: Bruno Saul; Ricardo, Guigui, Thiago e Matheus Iton; Renê, Eli (Rafael Lobato 39/2º), Renan Santos (Lucas Bueno 13/2º), Werley e Matheusinho (Bebê 29/2º); Jackie Chan. Treinador: Darlan Barroso.
Suplentes: Guanair Júnior, Rafael Lobato, Manteiguinha, Juninho, Françoar, Bebê e Lucas Bueno.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

[COPA SÃO PAULO 2016] - Fast Clube/AM leva gol no último minuto e perde na estreia

Teófilo Benarrós de Mesquita

Taboão da Serra/SP - Um gol no último lance da partida garantiu a vitória do Figueirense/SC sobre o Fast Clube/AM na estreia dos times na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2016, em partida realizada na noite deste domingo (03/01), no Estádio Municipal Vereador José Ferez, em Taboão da Serra/SP, localizado a 17 quilômetros de São Paulo/SP e sede do Grupo 18.

O Tricolor de Aço começou a partida com muita personalidade, marcando sob  pressão a saída de bola de seu adversário, no campo de grama sintética. Nos primeiros quinze minutos de jogo, o Figueirense/SC não conseguia jogar. Com o passar do tempo, a partida ficou mais equilibrada, com o time catarinense explorando o lado esquerdo, com Matheusinho, Igor e Índio, dando muito trabalho ao lateral fastiano Ricardo, que acabou sendo sacrificado ofensivamente.

Após uma cobrança errada de lateral, o Figueirense/SC se aproveitou na dessarumação da zaga fastiana e Índio bateu forte, para defesa parcial de Bruno Saul; no rebote, Igor teve tempo de dominar, olhar o posicionamento do goleiro adversário e fuzilar de forma inapelável, abrindo o placar aos 22 minutos.

No lance seguinte, o Fast Clube/AM chegou pela primeira vez com perigo, com Jackie Chan recebendo pela esquerda, entrando na área em velocidade, superando seu marcador na corrida, e batendo cruzado, à esquerda de Gianluca, que ficou rezando para a bola não entrar.

O jogo seguia equilibrado, mas com poucas chances reais de gols. Até que aos 43 minutos Jackie Chan foi lançado novamente pela esquerda, mas desta vez acabou desarmado por Pereira, que jogou para escanteio. Na cobrança fechado, no primeiro pau, Werley desviou para o fundo das redes, empatando o jogo, dando maior tranquilidade ao time amazonense no final do primeiro  tempo.

O segundo tempo começou com o panorama invertido: a estratégia usada pelo Fast Clube/AM no primeiro tempo foi imitada pelo adversário e o Figueirense/SC foi quem passou a exercer marcação cerrada na saída de bola. O treinador Márcio Luis Lyra Coelho partiu para o tudo ou nada logo aos nove minutos do segundo tempo, ao queimar duas alterações, tirando Índio e Matheus Henrique e colocando em seus lugares Daniel e Léo.

Igualmente ao primeiro tempo, a partida tornou-se equilibrada, com o Fast Clube/AM explorando os contra-ataques, confiando na habilidade e velocidade de Jackie Chan. Renê Santos sentiu cãibra e acabou substituído por Françoar, aos 14 minutos. A melhor chance foi do Figueirense/SC, em bola que explodiu no travessão do goleiro Bruno Saul.

Quando o empate parecia certo, aos 49 minutos, no último lance da partida, em cobrança de escanteio pelo lado direito, feita por João Pedro, o zagueiro Pereira subiu mais que a zaga fastiana e desviou de cabeça, decretando a dramática vitória do Campeão da Copa São Paulo de 2008.

Ficha Técnica:
Figueirense SC 2-1 Fast Clube AM
Copa São Paulo de Futebol Júnior 2016
Grupo 18 - Primeira Rodada da Primeira Fase
Estádio Municipal Vereador José Ferez, em Taboão da Serra SP, às 18 horas.
Cartões amarelos: Henrique 31 minutos do primeiro tempo. Matheus Iton 18, Pereira 25, Kauê 30, Daniel 43 e Thiago 43 minutos do segundo tempo.
Gols: Igor 22 e Werley 43 minutos do primeiro tempo. Pereira 49 minutos do segundo tempo.

Figueirense/ SC: Gianluca; Paulo, Pereira, Henrique e Brendo; Kauê, João Pedro, Igor (Matheus Oliveira 30/2º) e Matheus Henrique (9/2º); Índio (Daniel 9/2º) e Matheuszinho. Treinador: Márcio Luis Lyra Coelho.
Suplentes: Luiz Felipe, Baldissera, Léo, Patrick, Luis Eduardo, Matheus Oliveira e Daniel.

Fast Clube/AM: Bruno Saul; Ricardo, Guigui, Thiago e Matheus Iton; Renê, Eli, Renan Santos (Françoar 14/2º, depois Manteiguinha 31/2º), Werley e Matheusinho (Bebê 38/2º); Jackie Chan. Treinador: Darlan Barroso.
Suplentes: Guanair Júnior, Rafael Lobato, Manteiguinha, Juninho, Françoar, Bebê e Lucas Bueno.