sábado, 30 de janeiro de 2016

[CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO] - Iranduba/AM joga bem, sai na frente, mas cede empate ao Santos/SP

Teófilo Benarrós de Mesquita
Fotos: Antonio Assis/FAF

Rio de Janeiro/RJ - Parecia até que tinha passado um Furacão antes da partida. Em um jogo eletrizante do início ao fim, o Iranduba/AM empatou com o Santos/SP em 1-1, na noite desta quarta-feira (27/01), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, em partida válida pela segunda rodada do Grupo 1 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Provavelmente, inspiração do pontapé inicial, dado pelo Tricampeão Mundial Jairzinho, que foi a Manaus/AM receber homenagem do Fast Clube/AM, clube que defendeu no Campeonato Amazonense de 1979.

O Iranduba/AM começou a partida querendo logo decidir a parada. Aos dois minutos Djeni quase abriu o placar, exigindo boa defesa de Dani. No minuto seguinte, foi a vez de Sorriso assustar a meta santista. Mais um minuto e Djeni, de novo, no vacilo da zaga adversária, quase fez, mas a bola passou por cima do travessão. O Santos/SP chegou pela primeira vez aos 10 minutos, com Karen arriscando de longe, de perna esquerda, com Maike executando grande defesa, no canto esquerdo, mandando a escanteio.

O jogo diminuiu de ritmo e somente aos 25 minutos voltou a registrar lance de perigo, em descida do Santos/SP pelo lado esquerdo que terminou em escanteio. Na cobrança, a zaga irandubense tirou o perigo e a equipe verde iniciou bom contra-ataque com Nathane, que avançou com a bola dominada mas acabou desarmada já próximo à área adversária.

Premiando a superioridade do Iranduba/AM, Kelen abriu o marcador aos 32 minutos, depois de roubar a bola pela direita, avançar rumo ao gol e bater na saída de Dani. Atrás no marcador, o time do Santos/SP acordou para o jogo. Aos 35 minutos, Dani Silva bateu falta com perigo, mas para fora. No minuto seguinte a goleira Maike operou verdadeiro milagre na Colina, ao jogar para escanteio perigosa conclusão de Karen. Aos 38 minutos o Santos/SP chegou de novo, novamente com Karen. O bom momento santista foi traduzido em gol aos 42 minutos, quando a pequenina Ketlen, de cabeça, empatou o jogo, aproveitando cruzamento de Sole pela direita (foto abaixo).
O Iranduba/AM começou o segundo tempo também pressionando, a exemplo do primeiro tempo. Com um minuto de jogo, Mayana e depois Djani tentaram vencer a meta da goleira Dani. O Santos/SP respondeu rapidamente e aos três minutos Ketlen recebeu passe de Maria pela direita, passou por Sorriso e ficou frente a frente com a goleira Maike, que fez defesa milagrosa, jogando para escanteio. Na cobrança de escanteio de Dani Silva, Ketlen cabeceou com muita liberdade, mas para fora.

Nathane fez boa jogada ofensiva aos 6 minutos, após receber passe de Djani, e foi parada com falta na entrada da área, praticamente em cima da risca. A partir dos 11 minutos, os treinadores começaram a pensar em outras soluções para vencer a partida, efetuando substituições em seus times. No Santos/SP, Lira entrou no lugar de Karen e aos 15 minutos Índia entrou na vaga de Calan. A primeira mudança de Olavo Dantas ocorreu aos 22 minutos, com Deise entrando no lugar de Kelen. A última de Caio Couto foi processada aos 27 minutos, com a entrada em campo de Erikinha, no lugar de Caros Arruda.

Aos 28 minutos Mayara teve a chance de marcar o segundo gol do Iranduba/AM, mas desperdiçou. A partir dos 31 minutos, com a entrada de Paulinha na vaga de Nilda, o time amazonense passou a criar mais chances ofensivas. Sâmia quase marcou aos 33 minutos, em chute de perna direita que assustou a goleira Dani. Quatro minutos depois, em ataque envolvente do Iranduba/AM, Sâmia bateu com estilo e perigo, mas por cima do gol. A última mudança na partida ocorreu aos 38 minutos, com Ju entrando no lugar de Bruna. Aos 40 minutos, em cobrança de falta de Lira, a bola foi desviada no caminho e bateu nas redes, pelo lado de fora, por cima do gol, assustando muito torcedor na Colina.

Nos últimos instantes da partida, incluindo os quatro minutos de acréscimos, o Iranduba/AM pressionou em busca do gol da vitória. Aos 44 minutos Paulinha tentou de voleio, para delírio da torcida, apesar da imperfeição na execução do lance. Nova chance para o Iranduba/AM veio aos 48 minutos, apos tabela entre Paulinha a Nathane, com Nathane batendo por cima do gol. No lance seguinte, Djani se livra da marcadora na entrada da área e bate com perigo, raspando a trave da goleira Dani.

Com o empate em 1-1, Iranduba/AM e Santos/SP ficaram empatados na liderança do Grupo 1, com quatro pontos conquistados, mas o Santos/SP vence no critério de desempate, artigo 8º do Regulamento, por ter menor número de cartões vermelhos recebidos, o quarto critério.

Ficha Técnica:
Iranduba/AM 1-1 Santos/SP
Quarta-feira, 27 de janeiro de 2016
Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Grupo 1 - Segunda Rodada da Primeira Fase
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM, às 20 horas (de Manaus/AM).
Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
Assistente 2: Marcos Santos Vieira/AM
4º Árbitro: Edmar Campos da Encarnação/AM
Assessor: Raimundo Nonato da Silva/AM
Cartões amarelos: Sandrinha 11 e Roberta 35 minutos do primeiro tempo. Arruda 5 e Sâmia 37 minutos do segundo tempo.
Gols: Kellen 32 e Ketlen 42 minutos do primeiro tempo.
Renda: R$ 7.490,00
Público pagante: 849 (1.624 presentes)

Iranduba/AM: Maike; Roberta, Karen, Sorriso e Bruna (Ju 38/2º); Nilda (Paulinha 31/2º), Djeni, Nathane e Mayara; Kellen (Deise 22/2º) e Sâmia. Treinador: Olavo Dantas.
Suplentes: Wilce, Bruna, Nilce, Deise, Sinara, Laura, Elisa Lopes, Monalisa, Paulinha, Ariana, Taty e Gisele.

Santos/SP: Dani; Giovana, Carol Arruda (Erikinha 27/2º), Calan (Índia 15/2º) e Dani Silva; Maria, Sandrinha e Karen (Lira 11/2º); Ketlen, Sole e Moretti. Treinador: Caio Couto
Suplentes: Michele, Natane, Índia, Erikinha, Kelly, Raquel, Thessa, Lira e Cida.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

[REDE BALL CUP] - Tarumã/AM termina competicão internacional em terceiro lugar no Torneio Prata

A partir de informações de Willian D'Ângelo
Foto: Willian D'Ângelo

Lauro de Freitas/BA - Após o não comparecimento da equipe do Salvador/BA, o Tarumã/AM conquistou a Medalha de Bronze da Copa Internacional Rede Ball, Torneio Prata, realizada na Bahia. A partida estava programada para o Estádio Itinga, em Lauro de Freitas/BA, Região Metropolitana de Salvador/BA. Bahia/BA, Vitória/BA, Comercial/MA e Colo-Colo/Chile foram outros destaques da competição internacional.

Além de Lauro de Freitas/BA, os jogos da Rede Ball Cup ocorreram também nas cidades de Salvador/BA, Camaçari/BA, Madre de Deus/AM, São Francisco do Conde/BA e Simões Filho/BA. O evento é uma realização da BB Soccer, reunindo mais de 100 clubes divididos em categorias, com jovens entre 7 e 17 anos de idade. A iniciativa contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas/BA, que forneceu toda a logística de alojamento, alimentação e demais serviços de suporte aos atletas.

A campanha do Lobo do Norte teve duas derrotas (na estreia e na Semifinal), um empate e 3 vitórias, marcando 4 gols e sofrendo 4. Pelé fez dois gols e Denilson Capetinha e Alan Gabriel fizeram um, cada jogador. O Torneio Prata envolveu as equipes eliminadas na Primeira Fase.

A Campanha do Tarumã/AM:
20/01/2016 - Tarumã/AM 0-1 Campo Grande/CE
21/01/2016 - Tarumã/AM 1-0 Araucania/Chile - Gol de Pelé
22/01/2016 - Tarumã/AM 1-0 FSA/BA - Gol de Denilson Capetinha
23/01/2016 - Tarumã/AM 0-0 Ribeirao/MA
24/01/2016 - Tarumã/AM 2-0 CEFAB/BA - Gols de Alan Gabriel e Pelé
24/01/2016 - Tarumã/AM 0-2 Real Sports/AL (Semifinal)
25/01/2016 - Tarumã/AM WO Salvador EC/BA

Após a boa participação do Tarumã/AM na Rede Ball Cup, o time recebeu convite para participar, em fevereiro, de um Quadrangular na cidade de Caracaraí/RR. A Copa das Estrelas contara também com as participações de Estrela do Norte/RR, GAS/RR e Sul America/AM, acontecendo de 25 a 28 de fevereiro.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

[AMISTOSO] - Nacional/AM vence Penarol/AM em Itacoatiara/AM

Texto: Site Oficial do Nacional/AM
www.nacionalfc.com.br
Fotos: Marcos Mendonca
Site Oficial do Penarol/AM
www.penarol.com.br

Itacoatiara/AM - Foi o segundo teste da equipe do Nacional/AM em 2016. Desta vez, o adversário foi o Penarol/AM, na casa do Leão da Velha Serpa. E nem o apoio da torcida itacoatiarense impediu a vitória do Nacional/AM por 2-0. Os gols foram marcados por Charles, no primeiro tempo e Max Willian, no segundo.

O Nacional/AM começou a partida pressionando o Penarol/AM. Aos dois minutos, Charles sofre falta. Osvaldir vai para a cobrança, o goleiro espalma e no rebote Charles pega de primeira e a bola passou raspando a trave direita de Rai. O jogo começou a ficar faltoso. Aos sete minutos, Charles havia sofrido três faltas, das cinco do Nacional/AM. As equipes passaram a se estudar, com o Penarol/AM mais recuado. Em uma saída de bola, Cal, vê a oportunidade e chuta de fora da área, a bola mais uma vez assusta o goleiro Rai.

Aos 15 minutos foi a vez de Railson ameaçar o Penarol/AM, batendo com a canhota e a bola novamente passou ao lado da trave. Em seguida, uma troca de passes entre Railson e Charles acabou com um forte chute, o goleiro Rai espalmou, Osvaldir pegou o rebote e, desta vez, o arqueiro do Penarol/AM segurou.

Cinco minutos após o lance anterior, Osvaldir cruza da direita e Charles não perdoa, abre o placar para o Nacional/AM. Aos 24 minutos, foi a vez de Álvaro e Osvaldir trocarem passes, mas a zaga interceptou o lance.

O Nacional/AM dominava o jogo e o Penarol/AM armava algumas jogadas, mas parava na muralha Vitor. O zagueiro do Nacional não deixava passar nada. Destaque também para Cal, que no primeiro tempo foi responsável pela maioria das bolas roubadas para o Leão da Vila. As trocas de passes entre Railson, Charles, Álvaro e Osvaldir envolviam o adversário, mas o primeiro tempo terminou em 1-0 para o Nacional/AM.

Na volta do intervalo, o técnico Heriberto da Cunha decidiu mexer. Sai Railson entra Hugo. Sai Hércules e entra Max Willian. Aos dois minutos de jogo, foi o Penarol/AM que fez o goleiro Roberto Gomes trabalhar. Um chute de fora da área assustou o arqueiro azulino que espalmou.

O Naça decide manter a posse de bola. As tabelas continuam e mais uma vez Heriberto muda os jogadores, desta vez sai Fabiano e entra Roberto Dias. Sai Rafael Silva entra Thiago Verçosa. Sai Radar e entra Rodrigo Fernandes.

Aos seis minutos, Charles enfia uma bola na diagonal e ela encontrou Max Willian bem posicionado que ampliou para o Nacional/AM. Em seguida, Thiago Verçosa, sai driblando os jogadores do Penarol/AM. Passou por três, mas He Man o parou. E mais substituições, sai Vitor e entra Edson Rocha. Sai Álvaro e entra Hayllan.

Osvaldir também arriscou de fora da área e o goleiro Rai atento defendeu. Aos 30 minutos, Max e Osvaldir tabelaram. Osvaldir bate para fora. O Penarol/AM ainda tenta ameaçar, mas Roberto pega de primeira. Hayllan também vai para cima. Entre os dribles, ele sofre falta aos 35 minutos e Rodrigo Fernandes vai para a cobrança. A bola foi colocada e o goleiro bem posicionado, defendeu.
No lance seguinte, Hayllan chuta após tabelar com Thiago Verçosa e Max, mas a bola raspa a trave de Rai. A próxima ameaça veio dos pés de Thiago Verçosa que resolveu arriscar de fora da área. O goleiro mais uma vez impediu o terceiro gol azulino. Aos 41 minutos, Hayllan desceu pelo meio, driblou três jogadores e chutou, a bola raspou a trave do Penarol/AM. Ao final da partida, o Leão da Velha Serpa deu um grande susto. Em uma arrancada em velocidade, a bola bate na trave do Naça.

Ficha Técnica:
Penarol/AM 0-2 Nacional/AM
Domingo, 24 de janeiro de 2016
Amistoso Estadual
Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM, às 16 horas (de Manaus/AM).
Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Jander Rodrigues Lopes/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
Cartões amarelos: Edilson Belém 30 segundos, Nêgo 6 e Ramón 46 minutos do primeiro tempo. Hércules 33, Álvaro 38 minutos do segundo tempo.
Gols: Charles 20 minutos do primeiro tempo. Max William 6 minutos do segundo tempo.

Nacional/AM: Roberto Gomes; Osvaldir, Vitor, Fabiano e Radar; Cal, Hércules, Álvaro e Charles; Hugo e Rafael Silva. Treinador: Heriberto da Cunha.
Suplentes: Thiago Régis, Roberto Dias, Edson Rocha, Rodrigo Fernandes, Hayllan, Max William, Thiago Verçosa e Railson.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

[AMISTOSO INTERESTADUAL] - Em jogo nada amistoso, Nacional/AM vence São Raimundo/PA

Teófilo Benarrós de Mesquita

Rio de Janeiro/RJ - O primeiro jogo do ano de 2016, pelo futebol masculino, foi amistoso, mas marcado pela vontade, que muitas vezes descambou para a violência. O Nacional/AM, que estreia na Copa Verde 2016 somente no dia 9 de março, contra o Santos/AP, quando fará seu primeiro jogo oficial, bancou as passagens aéreas e despesas do São Raimundo/PA, que em campo não refrescou e jogou como se a partida valesse três pontos.

Na primeira disputa de bola, com 30 segundos de jogo, Edilson Belém fez falta em Nêgo e levou o primeiro cartão amarelo da partida. Já o primeiro lance real de perigo demorou um pouco mais para acontecer, somente aos 15 minutos, em cobrança de falta do meia Charles, que passou com perigo por cima do gol de Carlão. O São Raimundo/PA quase abriu o marcador aos 21 minutos, quando Edilson Belém recebeu na área e chutou, com a bola explodindo na trave e, no rebote, Carlinho perdeu, com a zaga nacionalina jogando para escanteio.

Aos 32 minutos Jéferson avançou em velocidade, driblou dois marcadores com um balãozinho e sofreu falta de Nêgo. Cinco minutos depois, Thiaguinho arriscou de fora da área, com muito perigo, após tabelar com Rodrigo Dantas, quase abrindo o placar no Carlos Zamith. No minuto seguinte, o Pantera do Tapajós assustou de novo, quando Jéferson foi lançado e a defesa nacionalina parou na jogada, pedindo impedimento, com Radar salvando e tirando o perigo.

E o primeiro tempo terminou como começou: com falta violenta e cartão amarelo; Ramón foi advertido após parar a jogada de Thiaguinho de forma brusca, o que ocasionou um princípio de confusão. No intervalo muitas alterações foram realizadas: duas no São Raimundo/PA e quatro no Nacional/AM. Mesmo com as mudanças, o jogo melhorou com relação ao primeiro tempo. E o Nacional/AM também.

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Nêgo invadiu a área e bateu à esquerda de Carlão, com muito perigo. No minuto seguinte Rafael Silva invadiu a área e bateu para defesa parcial de Carlão, com Derlan desviando para escanteio. Aos 5 minutos, o lateral-direito Nêgo foi substituído por Osvaldir, que bateu falta na área, aos 12 minutos, com a bola desviando em Sandro, enganando Carlão e entrando direto para o gol.

O Nacional/AM melhorou e, empolgado, chegava mais à vontade ao ataque. Aos 15 minutos Carlão saiu do gol e cortou lançamento perigoso para Radar. Em três minutos, mais quatro alterações foram processadas - duas de cada lado. Aos 19 minutos Osvaldir cobrou falta com violência e Carlão rebateu, com Sandro terminando de tirar o perigo.

Em razão da fumaça de sinalizadores, a partida foi suspensa aos 25 minutos. Durante a paralisação, um foguete foi jogado em direção ao gramado, próximo ao assistente Jander Rodrigues Lopes. Aos 35 minutos o Nacional/AM fez sua décima-primeira e última alteração, com Raílson entrando no lugar de Charles. Curiosamente, Raílson entrou em campo com a camisa 11, usada por Thiaguinho no primeiro tempo.

Álvaro sofreu pênalti aos 41 minutos, cobrado e convertido por Hugo no minuto seguinte, definindo o placar do jogo amistoso mais disputado dos últimos tempos.

Ficha Técnica:
Nacional/AM 2-0 São Raimundo/PA
Quinta-feira, 21 de janeiro de 2016
Amistoso Interestadual
Estádio Carlos Zamith, em Manaus/AM, às 20 horas (de Manaus/AM).
Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Jander Rodrigues Lopes/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
Cartões amarelos: Edilson Belém 30 segundos, Nêgo 6 e Ramón 46 minutos do primeiro tempo. Hércules 33, Álvaro 38 minutos do segundo tempo.
Gols: Osvaldir 12 e Hugo (pênalti) 42 minutos do segundo tempo.
Renda: R$ 13.800,00
Público pagante: 1.025

Nacional/AM: Roberto Gomes (Thiago Régis 31/2º); Nêgo (Osvaldir 5/2º), Vitor (Édson Rocha 18/2º), Fabiano (Roberto Dias no intervalo) e Radar (Rodrigo Fernandes 19/2º); Cal (Hugo 32/2º), Sandrinho (Max William 23/2º), Osmar (Hércules no intervalo) e Charles (Raílson 35/2º); Thiaguinho (Álvaro no intervalo) e Rodrigo Dantas (Rafael Silva no intervalo). Treinador: Heriberto da Cunha.
Suplentes: Thiago Régis, Osvaldir, Édson Rocha, Roberto Dias, Roberto Fernandes, Hércules, Hugo, Max Wilson, Álvaro, Rafael Silva e Raílson.
São Raimundo/PA: Carlão; Marcos Vinícius (Henrique 21/2º), Edilson Belém, Derlan e Renato (Negueba no intervalo); Sandro, Vinícius (Manoel no intervalo), Ramón e Jéferson ; Carlinho (Caçula 16/2º) e Di Maria (Matheus 18/2º). Treinador: Samuel Candido.
Suplentes: Evandro, Henrique, Matheus, Aldair, Negueba, Paulo Vitor, Caçula e Manoel.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 24 de janeiro de 2016

[CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO] - Iranduba/AM vence fora de casa

Teófilo Benarrós de Mesquita
Fotos: Benonias Cardoso/ALLSPORTS

Rio de Janeiro/RJ - A nova equipe de Futebol Feminino do Iranduba/AM entrou em campo e correspondeu às expectativas, na estreia do clube no Campeonato Brasileiro, vencendo fora de casa a equipe do Tiradentes/PI no Estádio Alberto Silva, em Teresina/PI, na noite desta quinta-feira (21/01). O Iranduba/AM teve um torcedor ilustre, o goleiro amazonense Naylson, ex-Fast Clube/AM e ex-Nacional/AM, que atualmente defende o River/PI. E tão logo começou a partida, começou também a chuva em Teresina/PI.

O Tiradentes/PI, que entrou na competição aos 48 minutos do segundo tempo, em substituição ao Náutico/PE, teve a primeira chance da partida, logo no primeiro minuto, quando Isabela buscou Taciana Saana, pela direita, mas a zaga do time amazonense afastou o perigo. Cinco minutos depois o Iranduba/AM teve cobrança de escanteio e a goleira Silvia quase foi atrapalhada pela chuva, largando uma bola fácil. Aos 15 minutos, Sâmia foi lançada, mas estava em posição de impedimento.

A estreante goleira Maike salvou o Iranduba/AM aos 19 minutos, quando Ana Maria arrancou desde o campo de defesa e bateu no canto, com a goleira desviando com a ponta dos dedos para escanteio. No ataque seguinte, aos 25 minutos, surgiu o gol do jogo, em cobrança de falta pela esquerda, que a defesa e a goleira do Tiradentes/PI ficaram olhando, com Kellen tocando de cabeça no canto direito de Silvia (foto abaixo).
Maike voltou a realizar grande defesa aos 30 minutos, evitando novamente o gol do Tiradentes/PI, operando verdadeiro milagre em conclusão de Taciana Saana de dentro da pequena área que a goleira espalmou para escanteio. O time piauiense passou a pressionar e aos 34 minutos quase empatou, com Daniela batendo da intermediária com a zaga irandubense afastando o perigo. Três minutos depois, Ana Maria pega o rebote livre, dentro da pequena área e buscou o canto esquerdo, com a bola passando raspando a trave de Maike. Aos 43 minutos, Nina cobrou falta da intermediária com efeito mas Maike faz outra boa defesa.

Na volta do intervalo, o Iranduba/AM teve um gol anulado logo aos 2 minutos, quando Sâmia concluiu para o gol uma boa jogada de ataque, mas em posição de impedimento. Eliene, que entrou no intervalo, bateu falta para o Tiradentes/PI aos 8 minutos, com a bola saindo pela linha de fundo. Cinco minutos depois a meia Vilma desceu pela direita e tocou para Taciana Saana, que cruzou rasteiro buscando Rayssa, com Maike defendendo e cortando bom ataque da equipe piauiense.

No minuto seguinte foi a vez de Silvia evitar mais um gol na partida, o que seria o segundo do Iranduba/AM, ao sair fechando bem o ângulo em cima de Kelen, que acabou se atrapalhando na conclusão. Aos 19 minutos, Silvia fez outra boa defesa, à queima roupa e no rebote a bola foi na trave, com a zaga aliviando o perigo em seguida. O Iranduba/AM engatou uma blitz ofensiva, com Silvia fazendo mais duas importantes defesas, aos 21 e aos 22 minutos.

O talento da meia Vilma quase resultou no empate do Tiradentes/PI aos 32 minutos, quando a jogadora se livrou de quatro adversárias e bateu para boa defesa de Maike. Do outro lado, Silvia fez mais um milagre, aos 35 minutos, em conclusão de Nilda da marca do pênalti. O fantasma do empate surgiu vivo novamente aos 41 minutos, quando Taciana Saana desceu pela esquerda e tocou na saída de Maike, que tirou com os olhos, com a bola raspando a trave. Aos 44 minutos foi a vez de Vilma assustar Maike.

Mas no final da partida o Iranduba/AM saiu vitorioso, sendo a única equipe a triunfar fora de casa na primeira rodada do Campeonato Brasileiro Feminino. Na outra partida do Grupo 1, o Santos/SP venceu a Portuguesa de Desportos/SP por 1-0. Na segunda rodada, o Iranduba/AM recebe o Santos/SP, na próxima quarta-feira (27/01), às 20h (horário de Manaus/AM), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM. O Tiradentes/PI folga, voltando a jogar apenas no dia 3 de fevereiro.

Ficha Técnica:
Tiradentes/PI 0-1 Iranduba/AM
Quinta-feira, 21 de janeiro de 2016
Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Grupo 1 - Primeira Rodada da Primeira Fase
Estádio Alberto Silva, em Teresina/PI, às 18 horas (de Manaus/AM).
Árbitro: Antonio Santos Nunes/PI
Assistente 1: Francisco Nurisman Machado Gaspar/PI
Assistente 2: Thyago Costa Leitão/PI
4º Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa/PI
Assessor: Carlos Lustosa Filho/PI
Cartões amarelos: Itararé 24 minutos do primeiro tempo. Djeni 4, Ju 6, Mayara 7, Mari 8 e Ceará 47 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Mari 37 minutos do segundo tempo, pelo segundo cartão amarelo.
Gol: Kellen 25 minutos do primeiro tempo.
Renda: R$ 680,00
Público pagante: 68

Tiradentes/PI: Silvia; Isabela, Testa, Maria Paula e Itararé (Luza, no intervalo); Nina, Andréia, Daniela (Eliene, no intervalo) e Vilma; Ana Maria (Rayssa 9/2º) e Ceará. Treinadora: Fabiana Guedes.
Suplentes: Kátia, Rayssa, Eliene, Luza, Nasinha e Alice.

Iranduba/AM: Maike; Roberta, Karen, Sorriso e Ju (Bruna 27/2º); Nilda (Larissa Amaral 36/2º), Djeni, Mari e Mayara; Kellen (Elisa Lopes 20/2º) e Sâmia. Treinador: Olavo Dantas.
Suplentes: Wilce, Bruna, Nilce, Larissa Amaral, Sinara, Laura, Elisa Lopes, Nathane e Paula.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita