sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

[CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO] - Iranduba/AM fica em segundo lugar e vai para o Grupo da Morte da Segunda Fase

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Classificado por antecipação para a Segunda Fase do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o Iranduba/AM assistiu de camarote a briga entre Ferroviária/SP e Santos/SP, na tarde desta quarta-feira (17/02), pela quinta e última rodada da Primeiro Fase da competição. Até os 44 minutos do segundo tempo, o Santos/SP ia conquistando a vaga e o Iranduba/AM permanecia em primeiro lugar no Grupo 1. Entretanto, um gol da lateral Daiana, cobrando pênalti, mudou tudo. A vaga passou a ser da Ferroviária/SP, como líder da Grupo, enquanto o Iranduba/AM passou para a segunda colocação. Como consequência, o time amazonense caiu no Grupo mais difícil da Segunda Fase, o Grupo 6, ao lado de Corinthians/SP, Flamengo/RJ e São José/SP. Dos quatro integrantes do Grupo, apenas o São José/SP não está mais invicto na competição.

O Iranduba/AM terminou a Fase Classificatória com 8 pontos, fruto de 2 vitórias e 2 empates, marcando oito gols e sofrendo dois. Primeiro colocado do Grupo 2, o Corinthians/SP venceu 3 jogos e empatou 1, marcando dez gols e sofrendo dois. O time paulista tem muitas jogadoras com passagens pela Seleção Brasileira, a maioria oriundas da Ferroviária/SP. O Flamengo/RJ foi o primeiro colocado do Grupo 4, com 10 pontos, fruto de 3 vitórias e 1 empate, tendo marcado nove gols e sofrido um. As cariocas desfrutam de uma boa estrutura, fruto de uma parceria com a Marinha, que tem um time permanente de futebol feminino. Apesar de ser o único participante do Grupo 6 da Segunda Fase que já perdeu, o São José/SP foi o último Campeão Mundial da categoria em 2014. O Mundial de Clube Feminino teve apenas três edições, de 2012 a 2014, sendo que a do ano passado foi cancelada. O time chega à Segunda Fase como segundo colocado do Grupo 3, com 3 vitórias e 1 derrota, com o melhor ataque da competição, 17 gols marcados, e sete gols sofridos.

A Segunda Fase do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino começa no dia 23 de março. No outro Grupo da Segunda Fase, Grupo 5, duelarão Ferroviária/SP, Rio Preto/SP, Foz Cataratas/PR e São Francisco/BA. Iranduba/BA e São Francisco/BA foram considerados as surpresas da competição, eliminando, respectivamente, Santos/SP e Vitória de Santo Antão/PE, clubes com maior tradição no futebol feminino.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

[GINÁSTICA RÍTMICA] - Amazonenses estão em intercâmbio em Florianópolis/SC

Texto e Fotos: Emanuel Sports
Manaus/AM - Aprendizado em altíssimo nível. É isso que as ginastas amazonenses Pollyanna Brito Ramos, 15 anos, e Anne Monteiro, 13 anos, vão atrás em Florianópolis/SC nesta semana. As atletas do Centro Esportivo e Cultural do Amazonas (Cecam) farão um curso avançado de Ginástica Rítmica na Associação Desportiva Instituto Estadual de Educação (ADIEE), em Florianópolis/SC, sob a orientação de Camila Ferezin - técnica da Seleção Brasileira de conjuntos.

A dupla viajou na última terça-feira (16/02), acompanhada da técnica e Presidente do Cecam, professora Alessandra Balbi. A qualificação começa nesta quarta-feira (17/02) e vai até sábado (20/02). O ADIEE é o mesmo clube onde a ginasta amazonense Bianca Maia Mendonça desenvolveu seu potencial antes de virar Medalhista Pan-Americana com a Seleção nos Jogos de Guadalajara 2011.

Segundo Alessandra Balbi, o conteúdo terá os seguintes tópicos: o balé aplicado à ginástica rítmica, preparação física geral e específica, manejo de aparelhos, elementos corporais obrigatórios na modalidade, elementos de ligação e elaboração coreográfica. “Além de ser ministrado pela técnica da Seleção Brasileira, Camila Ferezin, trata-se de um curso completo, pois são quatro dias de intensivão. Espero aprender bastante como treinadora e aplicar posteriormente com o restante da equipe aqui em Manaus/AM”, enfatiza a professora Alessandra.
Moradora da Cidade Nova V e estudante do 1º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Júlio César Passos, Pollyanna sempre foi apaixonada por balé. Iniciou no esporte no Centro de Excelência Caixa e hoje começa a despontar na equipe adulta do Cecam. O desejo da jovem ginasta é crescer na modalidade. “O curso será uma experiência muito boa. Vamos procurar melhorar o manejo dos aparelhos, o nosso movimento corporal, a nossa mentalidade como atleta. Enfim, um grande aprendizado”, comentou Pollyanna.

Anne Monteiro, moradora do Parque 10 de Novembro e estudante do 9º ano no Colégio Palas Atena, começou a praticar a Ginástica em 2013 na turma de Novos Talentos do Centro de Excelência Caixa e atualmente integra a equipe juvenil do Cecam. A menina acompanhava as competições de ginástica na TV e no Youtube e agora busca subir mais uns degraus na promissora carreira. “Meu objetivo é melhorar meus movimentos, ficar bem mais leve e aplicar tudo que eu aprender nas competições. Também estou motivada pela oportunidade de fazer um curso com a técnica da seleção brasileira”, conclui Anne.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

[HOMENAGEM] - De AS nos Esportes aos dias atuais, o tardio reconhecimento ao Mito Arnaldo

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Rádio Difusora/Arquivo

Manaus/AM - Lembro dos Campeonatos Brasileiros dos Anos 70. Dezoito horas era o momento de acender as luzes da casa para Nossa Senhora passar, benzer-se e... parar na frente da televisão, girar o seletor barulhento (tec, tec, tec), procurar o Canal 20 UHF e assistir o AS nos Esportes na TV Ajuricaba. Se um dia Pelé já parou uma guerra na África, para que o Santos/SP pudesse jogar, eu lhes garanto: vários dias de minha infância, Arnaldo Santos parou a pelada da Rua 3 do Conjunto BEA-ICA para reunir uma cambada de curumins que eram bons filhos, bons alunos e bons de bola, na frente do sagrado aparelho, luxo para a maioria das famílias da época, onde com um giz branco rabiscava o resumo do Campeonato Brasileiro, complementado com comentários sobre as chances de Nacional/AM, Rio Negro/AM e Fast Clube/AM.

Fico imaginando, a cena hipotética. "O Villa Nova/MG vai cumprir dois compromissos em Manaus/AM. Primeiro pega o Rio Negro/AM e logo na sequência o Fast Clube/AM...". Ou então, "para avançar posições e manter suas chances de classificação, o Nacional/AM precisa vencer o Goiás/GO, torcer para o Fortaleza/CE perder para o Bahia/BA e para que Dom Bosco/MT e Mixto/MT empatem o clássico mato-grossense". Se não foi assim, foi algo perto disso. Essa outra foi verdadeira, em alguma Série B dos Anos 2000 disputada pelo São Raimundo/AM. "Vamos Guara, pega logo essa bola e bate o lateral, que é nosso..."

Mas Arnaldo é muito mais que futebol. Arnaldo Santos também é sinônimo de Basquetebol, Boxe, Fórmula Um, com seus multicampeões Vlamir, Algodão, Rosa Branca, Ubiratan e Kanela; Éder Jofre e Emerson Fittipaldi. Alguma personalidade local contemporânea já decretou que homenagem boa é a que se presta quando em vida. Ainda que tardiamente, Arnaldo Santos será (FINALMENTE) condecorado com a Medalha do Mérito Ruy Araújo, graças a iniciativa do Deputado Estadual Serafim Corrêa, autor do Projeto de Lei nº 027/15. A Solenidade será nesta quarta-feira (17/02), às 11 horas, no Plenário Ruy Araújo da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

[CLUBES DO AMAZONAS] - Com 22 jogadores, Princesa do Solimões/AM inicia temporada 2016

Texto e Foto: Paulo Rogério Veiga/Assessoria
Manaus/AM - Com vinte e dois jogadores, o Princesa do Solimões/AM iniciou sua preparação na temporada, na tarde deste domingo (14/02), no Estádio Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, em Manacapuru/AM (a 68 quilômetros de Manaus/AM). Na oportunidade foi realizado um trabalho físico visando o primeiro compromisso do Tubarão do Norte, diante da Chapecoense/SC, pela Copa do Brasil.

Na primeira semana, a prioridade é a condição física do elenco, em tempo integral, até o próximo sábado (20/02). A exceção será na sexta-feira (19/02), com trabalho pela manhã. As atividades acontecerão no Gilbertão e no Centro de Treinamento Raimundo Leite, pela manhã, a partir das 8h15 e a tarde, sempre com início às 15h15.

De acordo com treinador Zé Marco, foi importante ter mantido a base. Segundo ele, se leva uma vantagem na realização do trabalho, principalmente pela qualidade do adversário da Copa do Brasil. "Sim, é uma vantagem, pelo fato dos atletas já saberem como eu trabalho e como gosto do time taticamente em campo. Também facilita a questão do profissionalismo no cotidiano, como devem ser durante os trabalhos e também nas folgas. Tudo isso facilita, já que a grande maioria esteve comigo ano passado, e o entrosamento acaba acontecendo mais rápido dentro do campo".

Sobre o atual elenco, Zé Marco ficou satisfeito com a nova composição do Princesa do Solimões/AM. Para ele, sempre é bom ter um material humano com variação técnica e tática em campo. "Analiso com muita confiança, porque vejo um grupo mais forte que de 2015, ou seja, com mais opções nos setores, o que me permite mais variações durante as partidas. Até mesmo sem substituir, a gente consegue mudar o esquema durante a partida, isso pra mim como treinador é muito bom, me deixa feliz e muito confiante. Vamos ter um ano muito proveitoso", explicou e ainda citou: "sabemos que o tempo é curto, mas não podemos pular etapas. Temos que primeiro nos condicionarmos bem, para depois trabalhar com a definição da equipe, por isso, mantivemos uma base pra gente ter uma equipe em que todos se conheçam. Precisamos ganhar tempo, na questão do entrosamento".

De acordo com Zé Marco, o trabalho físico acontece até sábado (20/02) pela manhã. No período da tarde, ele realiza o primeiro trabalho com bola num campo reduzido.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[AMISTOSO INTERESTADUAL] - Após empate com Clube do Remo/PA, Nacional/AM vence nos pênaltis e conquista Taça Leão Forte da Amazônia

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Ennas Barreto/Assessoria
Site Oficial do Nacional/AM
http://www.nacionalfc.com.br

Manaus/AM - No quarto amistoso da temporada, o Nacional/AM perdeu a condição de 100%, empatando com o Clube do Remo/PA em 1-1, na noite deste domingo (15/02), na Arena Vivaldo Lima. Mas para a torcida a noite terminou em festa pois na decisão por pênaltis, o Leão do Amazonas superou o do Pará por 5-3, conquistando a Taça Leão Forte da Amazônia. Para completar a alegria, o título veio com a defesa do goleiro Roberto Gomes na cobrança de Léo Paraíba, ex-jogador do clube amazonense, mas execrado por boa parte da torcida azulina.

O Nacional/AM promoveu duas estreias no amistoso interestadual: Wanderley, voltando a atuar, após séria contusão sofrida em 2015 e o volante Eusébio. O zagueiro Vitor, com suspeita de dengue, foi a ausência, sendo substituído por Roberto Dias. No ataque, Rodrigo Dantas foi o escolhido para fazer dupla com Wanderley.

O jogo começou eletrizante e com 50 segundos de bola rolando o Clube do Remo/PA abriu o placar, depois de boa jogada pela direita que Ciro completou para o fundo das redes. Mas nem deu tempo de comemorar pois aos 3 minutos Wanderley tabelou com Álvaro pelo lado esquerdo e cruzou para Rodrigo Dantas empatar. Empolgado, o Nacional/AM quase virou o marcador aos 5 minutos, em outra boa jogada de Wanderley, com Rodrigo Dantas tocando para Charles bater, com a bola passando raspando a trave de Fernando Henrique. Aos 15 minutos Rodrigo Dantas fez bela jogada individual, driblando três marcadores, e sofreu falta de Eduardo Ramos, que levou cartão amarelo.

Charles arriscou com perigo, aos 17 minutos, à esquerda de Fernando Henrique. Por reclamação ostensiva, Marco Goiano levou o segundo cartão amarelo da partida, aos 24 minutos. O Nacional/AM teve outra boa oportunidade aos 30 minutos, quando Radar passou por dois adversários, entrou na área e bateu nas mãos do goleiro remista, quando tinha Rodrigo Dantas livre na área, esperando o passe. No minuto seguinte Álvaro fez boa jogada e cruzou para Rodrigo Dantas, com Fernando Henrique realizando grande defesa e mandando a escanteio. Na cobrança, aos 32 minutos, bate rebate na área do Clube do Remo/PA com a zaga aliviando o perigo.

Em quatro minutos o Nacional/AM perdeu duas boas chances em razão dos seus jogadores terem tentando cavar pênalti ao invés de dar sequência às jogadas. Aos 38 minutos Charles lançou Álvaro no meio da zaga adversária, mas o meia caiu tentando confundir a arbitragem, em lance legal. Quatro minutos depois Charles tabelou com Wanderley, entrou na área, mas caiu cavando o pênalti inexistente, com a bola saindo pela linha de fundo. Na última chance do primeiro tempo, aos 45 minutos, Osvaldir cobrou falta com força, com Fernando Henrique fazendo excelente defesa, no ângulo esquerdo, mandando a escanteio.

Na volta do intervalo, o Clube do Remo/PA veio com quatro alterações: Edicleber no lugar de Eduardo Ramos, Michel na vaga de Chicão, Welthon substituindo Ciro e Alisson na vaga de Marco Goiano. Heriberto da Cunha tirou Wanderley, que voltava a atuar após quase um ano de inatividade, em recuperação de contusão, e colocou Sandrinho. As alterações do Clube do Remo/PA foram mais produtivas, e o time paraense subiu de produção no segundo tempo.

Aos 9 minutos Roberto Gomes fez boa defesa. O Nacional/AM respondeu três minutos depois, com Sandrinho batendo para fora. Levy foi a quinta mudança no Clube do Remo/PA entrando aos 14 minutos na vaga de João Victor. Dois minutos depois Edicleber desceu com perigo, sendo parado com falta por Osvaldir, que levou cartão amarelo. Melhor em campo, o Leão Paraense quase marcou aos 19 com Levy batendo por cima, mas com perigo. Aos 23 minutos foi a vez de Léo Paraíba, com a bola passando à direita. Henrique entrou no lugar de Ítalo aos 23 minutos, com todos os jogadores reservas, de linha, do Clube do Remo/PA, sendo aproveitados. No minuto seguinte Alisson bateu com perigo. Em seguida, Hugo entrou no lugar de Osmar, no Nacional/AM. Cinco minutos depois Eusébio estreou no time, no lugar de Álvaro.

Em saída errada na zaga remista, aos 29 minutos, Hugo avançou e tocou para Rodrigo Dantas que perdeu, com Fernando Henrique operando verdadeiro milagre. O Clube do Remo/PA respondeu aos 31 minutos, com Levy avançando pela esquerda e tocando para Edicleber, que bateu na rede pelo lado de fora. Sandrinho pisou em falso no gramado, torcendo o tornozelo, sendo substituído por Thiaguinho. Rafael Silva e Rodrigo Fernandes também entraram no jogo, nos lugares de Rodrigo Dantas e Radar, respectivamente.

Osvaldir cobrou falta cheia de efeito, aos 35 minutos, com Fernando Henrique mandando a escanteio, em espetacular defesa. O lance praticamente se repetiu aos 41 minutos. Aos 45 minutos cravados, João Batista Cunha de Brito encerrou a partida, deixando de observar a recomendação de descontar 30 segundos por cada paralisação para substituição, além do atendimento ao atacante Sandrinho.

Com o empate, a disputa do título de Leão Forte da Amazônia foi para os pênaltis. Osvaldir marcou para o Nacional/AM e Whelton empatou par o Clube do Remo/PA. Na segunda cobrança, Hugo converteu e Léo Paraíba perdeu, com Roberto Gomes defendendo, para delírio da torcida nacionalina. Thiaguinho e Yuri acertaram suas cobranças. Rafael Silva e Murilo também acertaram seus pênaltis, estabelecendo o placar de 4-3 para o Nacional/AM. Charles, o quinto cobrador nacionalino, fez o gol do título, o segundo do Nacional/AM na Arena Vivaldo Lima.

Ficha Técnica:
Nacional/AM 1-1 Clube do Remo/PA [5-3 nos pênaltis]
Domingo, 14 de fevereiro de 2016
Amistoso Interestadual - Taça Leão Forte da Amazônia
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM, às 18 horas
Árbitro: João Batista Cunha de Brito/AM
Assistente 1: Jander Rodrigues Lopes/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
4º Árbitro: Maks Jean Alves/AM
Assessor: Lázaro D'Ângelo Pinheiro
Renda: R$ 49.440,00
Público presente: 3.757
Cartões amarelos: Eduardo Ramos 15 e Marco Goiano 24 minutos do primeiro tempo. Osvaldir 16,
Gols: Ciro 50 segundos e Rodrigo Dantas 3 minutos do primeiro tempo.

Nacional/AM: Roberto Gomes; Osvaldir, Fabiano, Roberto Dias e Radar (Rodrigo Fernandes 34/2º); Cal, Osmar (Hugo 24/2º), Charles e Álvaro (Eusébio 29/2º); Rodrigo Dantas (Rafael Silva 34/2º)e Wanderley (Sandrinho, no intervalo, depois Thiaguinho 34/2º). Treinador: Heriberto da Cunha.
Suplentes: Thiago Régis, Édson Rocha, Rodrigo Fernandes, Eusébio, Max Willian, Raílson, Hugo, Thiaguinho, Sandrinho, Rafael Silva e Thiago Verçosa.

Clube do Remo/PA: Fernando Henrique; Murilo, Ítalo (Henrique 23/2º), Max e João Victor (Levy 12/2º); Yuri, Chicão (Michel, no intervalo), Marco Goiano (Alisson, no intervalo) e Eduardo Ramos (Edicleber, no intervalo); Léo Paraíba e Ciro (Welthon, no intervalo). Treinador: Léston Júnior.
Suplentes: André, Levy, Henrique, Alisson, Michel, Edicleber e Welthon.
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita