sábado, 23 de julho de 2016

[CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE D 2016] - Princesa do Solimões/AM goleia fora de casa e volta a enfrentar o Palmas/TO

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Já classificado, o Princesa do Solimões/AM encerrou sua participação na Primeira Fase do Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão, a Série D, goleando o Baré/RR, fora de casa, na tarde deste domingo (17/07), na Vila Olímpica Roberto Marinho, em Boa Vista/RR. Poupando alguns jogadores(como Dênis dos Santos e Michell), o Tubarão do Norte abriu o placar no primeiro tempo, com Guilherme voltando a marcar de pênalti. Na etapa complementar, Leonardo finalmente deixou sua marca, logo depois de entrar no lugar de Edinho Canutama, com André Lima e o goleador Jefferson completando a goleada.

Na Segunda Fase, o Princesa do Solimões/AM volta a enfrentar o Palmas/TO, contra quem obteve duas vitórias, a primeira, fora de casa, marcou a arrancada para a inédita classificação. O Jogo de Ida vai ser no próximo dia 30 de julho, um domingo, no Estádio Nilton Santos, em Palmas/TO. A Volta será no domingo subsequente, dia 7 de agosto, no Estádio Olímpico Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM.

Ficha Técnica:
Baré/RR 0-4 Princesa do Solimões/AM
Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão - Série D
Sexta e última Rodada da Primeira Fase - Grupo A2
Domingo, 17 de julho de 2016, às 17 horas (de Manaus/AM)
Vila Olímpica Roberto Marinho, em Boa Vista/RR
Árbitro: Edina Alves Batista/PR
Assistente 1: Francisco Nurisman Machado Gaspar/PI
Assistente 2: Rogério de Oliveira Braga/PI
4º Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Renda: R$ 670,00
Público pagante: 67
Gols: Guilherme (pênalti) 29 minutos do primeiro tempo. Leonardo 15, André Lima 27 e Jefferson 37 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Thyago Brandão 28, Júnior Baé 39 e Nilsão 46 minutos do primeiro tempo. Charles 25, Deurick 34 e Clayton He Man 42 minutos do segundo tempo.

Baré/RR: Delone; Djair (Túlio 19/2º), Thyago Brandão, Clayton He Man e Darligson; Nilsão, Júnior Baé, Thiago Vinícius e Cacau; Charles e Claudinei (Rian 22/2º). Treinador: Fábio Luiz.
Suplentes: Willian, Sapulha, Rian e Túlio.
Princesa do Solimões/AM: Rascifran; João Rodrigo (Hítalo 19/1º), Danilo (Pastor 28/1º), Deurick e Gelvane; Amaralzinho, Adonias, Guilherme e André Lima; Jefferson e Edinho Canutama (Leonardo 14/2º). Treinador: Zé Marco.
Suplentes: Victor, Pastor, Hítalo, Gelvane, Dênis dos Santos, Michell, Leonardo e Matenay.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 22 de julho de 2016

[CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE D 2016] - Nacional/AM vence mas está eliminado da competição

Site Oficial do Nacional/AM
http://www.nacionalfc.com.br
Ficha Técnica: Teófilo Benarrós de Mesquita


Manaus/AM - Diante aos mais de 3 mil torcedores que compareceram ao Estádio Ismael Benigno, a Colina, Nacional/AM e Genus/RO se enfrentaram neste domingo (17/), às 17 horas (de Manaus/AM), pela sexta e última rodada da Primeira Fase do Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão, a Série D. A partida era decisiva para o Nacional/AM seguir na competição. No entanto, mesmo com a vitória, o Leão da Vila Municipal, que dependia de outros resultados foi eliminado por saldo de gols.

O jogo começou pegado e com apenas 2 minutos já se registravam três faltas em campo. Aos 3 minutos, Osvaldir fez falta tentando conter o ataque do Genus/RO e acaba tomando cartão amarelo. Em seguida Alex do Genus/RO, cobrou a falta, mas zaga nacionalina tirou o perigo. Aos 15 minutos, um lance polêmico: Tiago Ulisses chutou para o gol e claramente a bola pegou nas mãos de Vitão, com o árbitro mandando o jogo seguir normalmente apesar da reclamação dos jogadores e da torcida nacionalina. No minuto seguinte, em bela jogada, Leandro Chaves cruzou rasteiro para Malaquias, que fez o corta luz, com Jones chegando chutando por cima gol, com perigo.

O Nacional/AM teve a primeira substituição forçada, em razão da contusão de Leandro Chaves, aos 24 minutos, entrando em campo Rafael Bastos. Aos 41 minutos Jones cruzou para Esquerdinha que chutou fraco, com o goleiro Tiago segurando firme. Um minuto depois o Genus/RO ameaçou quando Júlio Cesar cruzou na área azulina e Tom voou para buscar a bola, fazendo grande defesa. O Nacional/AM ainda tentou abrir o placar no último lance do primeiro tempo, com Osvaldir roubando a bola próximo à área e cruzando para Jones chutar por cima do gol.

A segunda etapa começou com uma polêmica. Aos 2 minutos, o árbitro expulsou o goleiro do Genus/RO, Tiago, após agressão ao zagueiro Édson Rocha, que levou cartão amarelo. E no time rondoniense, saiu Pemaza e entrou o goleiro reserva, Allysson. Logo aos 7 minutos Allysson é obrigado a trabalhar. Jones toca para Rafael Bastos que manda uma bomba cruzada para gol, com o goleiro do Genus/RO espalmando para escanteio. Benazzi faz a segundo alteração aos 13 minutos, tirando Esquerdinha para a entrada de Hayllan.

Aos 15 minutos, Osvaldir cruzou a bola na área, sobrando para Malaquias que tocou para trás com Tiago Ulisses chutando no canto direito, sem chances para goleiro do Genus/RO, abrindo o placar para o Nacional/AM. O Nacional/AM cresceu no jogo e aos 24 minutos, Jones cruzou para Hayllan que chutou firme para a meta do goleiro Allysson, que atento defendeu. Aos 27 minutos, Hayllan insistiu numa jogada pelo meio e apesar da forte marcação adversária ampliou para o Nacional/AM. Na comemoração, Hayllan levou cartão amarelo.

Aos 30 minutos, com o Nacional/AM dominando, Radar cruzou e na sobra Jones chutou em cima do goleiro, com a zaga completando o corte. Um minuto depois, Radar cobrou falta na área e Édson Rocha chutou forte para o gol, com Allyson espalmando para fora. O Leão crescia na partida, até que aos 35 minutos, Alex cobrou falta para o Genus/RO, a bola desvia na barreira e enganou o goleiro Tom. O adversário diminuiu o prejuízo.

Aos 39 minutos Hayllan fez linda jogada pela direita, tocou para Rafael Bastos que sozinho, debaixo do gol, isolou a bola muito acima das traves. Com o fim da partida se aproximando, Benazzi decidiu tirar Hércules, entrando Cal. No Genus/RO saiu Júlio César e entrou Sandrinho. Apesar do placar a frente, o Nacional/AM precisava vencer com uma boa diferença. Aos 45 minutos Osvaldir cruza e Rafael Bastos cabeceou para fora. Em seguida é Rafael que arranca pela esquerda e chuta forte por cima do gol. Foi a última tentativa do Leão da Vila.

O Nacional/AM saiu de campo com a vitória por 2-1, mas a apreensão tomou conta do elenco e torcida, pois o time dependia de outros resultados para continuar na Série D. Minutos depois veio a confirmação. O Nacional foi eliminado por saldo de gols, perdendo a vaga para o Espírito Santo/ES.

Ficha Técnica:
Nacional/AM 2-1 Genus/RO
Campeonato Brasileiro da Quarta Divisão - Série D
Sexta e última rodada da Primeira Fase
Domingo, 17 de julho de 2016, às 17 horas (de Manaus/AM)
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Árbitro: Salim Fende Chavez/SP
Assistente 1: Alberto Polleto Masseira/SP
Assistente 2: Luiz Alberto Andrini Nogueira/SP
4º Árbitro: Edmar Campos da Encarnação/AM
Assessor: Vladimir Pessoa Bastos/AM
Renda: R$ 2.300,00
Público pagante: 230 (3.369 presentes)
Cartões amarelos: Osvaldir 2, Charles (Genus) 10 e Luiz Fernando 31 minutos do primeiro tempo. Édson Rocha 4, Tiago Ulisses 15, Roberto Dias 27 e Hayllan 27 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Tiago (cartão vermelho direto) 4 minutos do segundo tempo.
Gols: Tiago Ulisses 15, Hayllan 27 e Alex 35 minutos do segundo tempo.

Nacional/AM: Tom; Osvaldir, Roberto Dias, Édson Rocha e Radar; Hércules (Cal 40/2º), Tiago Ulisses, Leandro Chaves (Rafael Bastos 26/1º) e Esquerdinha (Hayllan 13/2º); Jones e Malaquias. Treinador: Vagner Benazzi.
Suplentes: Jonathan, Tiago Bernardi, Nêgo, Cal, Álvaro, Charles, Rafael Bastos, Cazumba, Nonato, Hayllan e Willian Fazendinha.
Genus/RO: Tiago; Charles (Gabriel 22/2º), Vitão, Luiz Fernando e Júlio César (Sandrinho 40/2º); Vágner Leonardelli, Alex, Souza e Luciano Mourão; Pemaza (Allyson 5/2º) e Dodô. Treinador: Guido Filho.
Suplentes: Allyson, Sandrinho, Gabriel e Murilo.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 17 de julho de 2016

[BOXE] - Amazonense Sandra Ramos é Bicampeã Brasileira em Cuiabá/MT

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - De Santo Antonio do Içá/AM, distante a 881 quilômetros de Manaus/AM, para encantar e dominar o Brasil com os jabs, diretos, cruzados e ganchos. Assim pode ser descrita a trajetória da lutadora Sandra Ramos, de 28 anos, que sem baixar a guardar, orgulhou mais uma vez o Amazonas e sagrou-se Bicampeã do Campeonato Brasileiro de Boxe, na categoria mosca ligeiro, na tarde deste sábado (16/07), em Cuiabá/AM. A atleta recebe apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Dona do cinturão conquistado em 2015, após o Vice-Campeonato em 2014, a número 1 da categoria teve uma semana de muitas provas, mas conseguiu atropelar todas as adversárias, superando a baiana Fabiana dos Santos, a catarinense Jane Silveira, e por último, a paraense Swammy Santos, por 2-1, consolidando o nome do Amazonas no topo mais alto da mais importante competição nacional de boxe feminino.

“Foi uma luta dividida. Foi 2-1 e ainda consegui abrir a contagem para ela, quando acertei um direto que somou mais pontos para mim, e sai todo tempo na frente. Ela é uma atleta bem dura, já vem de vários Campeonatos Brasileiros e graças a Deus consegui me superar. Estou muito feliz por esta conquista. Dei o meu melhor todo tempo”, comemorou a atleta, que desembarca em Manaus/AM na madrugada de segunda-feira (18/07). A próxima missão será a preparação para os Jogos Abertos, no mês de setembro.

Para o Presidente da Federação Amazonense de Boxe (FAB), Luís Rocha, a conquista de Sandra coloca Manaus/AM, novamente, em evidência, mostrando a garra do atleta local. “A felicidade é muito grande, a Federação está muito feliz por ela ser Campeã pela segunda vez consecutiva e estamos todos orgulhosos, pois ela é muita batalhadora e todos nós sabemos da vontade dela em vencer na vida. A Sandra é a primeira do ranking e merece muito esse título por tanto persistir”, comemorou.

Essa foi a quarta vez que Sandra Ramos disputou o Campeonato Brasileiro. Na primeira participação, em 2013, a pugilista ficou em terceiro lugar. Em 2014 conquistou a Medalha de Prata na competição nacional. Em 2015, ela realizou o sonho da Medalha de Ouro e, desta vez, conseguiu repetir o feito da dourada.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita