sexta-feira, 25 de novembro de 2016

[CORRIDA] - Willy Sandra e Leandro Costa vencem 4ª Edição da NEMA

Da Agência Maxi Mídia
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Nem mesmo o forte calor manauara conseguiu tirar a alegria dos mais de 1,5 mil atletas profissionais e amadores que participaram da 4ª Edição da Corrida Pedestre Nossa Energia Move a Amazônia. A prova ocorreu neste sábado (19/11), durante a realização do Festival NEMA, no Complexo Turístico da Ponta Negra.

Em meio a nomes consagrados no cenário regional, a amazonense Willy Sandra Nascimento foi o destaque da categoria Elite Feminino na prova de cinco quilômetros. A atleta, que participou pela segunda vez da corrida, finalizou o percurso em 19 minutos e 16 segundos, deixando as adversárias Ciranilde Santos e Juliana Gusmão para a segunda e terceira colocação, respectivamente. “A corrida foi bem quente. O calor estava muito forte, mas deu tudo certo. Ano passado acabei não fazendo uma boa prova e terminei na segunda colocação, mas nesse ano, graças ao auxílio dos meus técnicos, pude melhorar minha marca e sair Campeã”, disse.

Também no circuito de cinco quilômetros, porém na categoria Masculino, o destaque da prova foi o atleta radicado no Amazonas, Leandro Costa, que terminou a prova em 15 minutos e 24 segundos. O corredor, assim como Willy Sandra, veio de uma segunda colocação na edição anterior da prova.
“Ano passado participei dos 10 quilômetros e fiquei em segundo. Como nos últimos meses venho de algumas competições bem pesadas, optei por participar da prova mais curta e o resultado acabou sendo o melhor. A prova foi um teste muito bom pro meu objetivo que é a São Silvestre. Agora é descansar e seguir forte nos treinamentos para representar bem o Amazonas lá fora”, afirmou.

Para um dos organizadores do evento, David Freidzon, o forte nível desempenhado pelos atletas demonstra a relevância que a prova tem no cenário local. “A 4ª Edição foi um sucesso. Tivemos um bom número de participantes e proporcionamos um grande momento de confraternização. Esperamos todos na próxima edição da Corrida NEMA”, concluiu.

RESULTADOS:

Elite Feminino Cinco Quilômetros
Willy Sandra Nascimento - 19min16seg
Ciranilde Santos - 19min23seg
Juliana Gusmão - 19min40seg

Elite Masculino Cinco Quilômetros
Leandro Costa - 15min24seg
Jean Pereira - 16min04seg
Dionísio Cardoso - 16min28seg

Elite Feminino Dez Quilômetros
Franciane Moura - 40min15seg
Márcia Magalhães - 41min14seg
Irene Aranha - 44min07seg

Elite Masculino Dez Quilômetros
Valdir de Oliveira - 31min43seg
Juarez Rosa - 31min52seg
Elesson Moraes - 34min02seg

Cadeirante Masculino Dez Quilômetros
Francisco Pimenta - 36min20seg
Denilson Barbosa - 44min18seg
Cosme Nunes - 57min07seg

Deficiente Visual Feminino
Josimara Andrade - 54min27seg
Daniela Serrão - 1h20min42seg

Deficiente Visual Masculino
Nelson Peres - 44min29seg
Antônio Honório - 46min06seg
Rodrigo Silva - 47min45seg

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Feito Para Durar, com Rádio Táxi

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM
BOM DIA AMIGOS, BOM DIA AMIGAS !!!
HOJE É SEXTA-FEIRA !!!

Eu quero um amor tranquilo
Que me dê um filho, que me dê a mão
Eu quero um amor no cio
Pra encher o vazio do meu coração

Eu quero viver meu sonho
E dentro dele tudo o que eu tiver direito
Eu quero um amor sem tamanho
De um jeito que caiba dentro do meu peito

Eu quero um amor que venha
Me trazer o vento quente do verão
O fogo pra queimar a lenha
Que me pegue em cheio como um furacão

Eu quero viver meu sonho
E dentro dele tudo o que eu tiver direito
Eu quero um amor sem tamanho
De um jeito que caiba dentro do meu peito

Eu sei que tudo vai mudar
Quando você vier
Pra ser o que eu vivo a esperar
Pra ser minha mulher
Eu sei vai ser tudo de bom
Mas esse alguém tem que acreditar
Amor foi feito pra durar

Eu quero viver meu sonho
E dentro dele tudo o que eu tiver direito
Eu quero um amor sem tamanho
De um jeito que caiba dentro do meu peito

Eu sei que tudo vai mudar
Quando você vier
Pra ser o que eu vivo a esperar
Pra ser minha mulher
Eu sei vai ser tudo de bom
Mas esse alguém tem que acreditar
Amor foi feito pra durar.


Escute a música em: https://www.youtube.com/watch?v=d7Cx7vwZftA

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

[JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE] - Amazonas encerra participação conquistando 16 Medalhas no Juvenil e 14 no Infantil

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O maior evento esportivo estudantil do Brasil, os Jogos Escolares da Juventude (JEJ), encerrou sábado (19/11), em João Pessoa/PB, após dez dias de competições. Durante quase essas duas semanas, os estudantes-atletas do Amazonas conquistaram um total de 14 medalhas pela etapa Juvenil, de 15 a 17 anos, tanto pelas modalidades coletivas quanto individuais. Atletismo, Judô, Luta Olímpica, Tênis de Mesa, Natação, Futsal, Vôlei e Basquete foram os esportes que subiram ao Pódio. A delegação local recebeu apoio do Governo do Amazonas, através através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Ao todo, foram seis Medalhas de Ouro, três de Prata e cinco de Bronze. Nesta última etapa, pela disputa das modalidades coletivas, a terrinha baré conquistou a segunda colocação com o Futsal Feminino (Escola Estadual José Mota, de Manacapuru/AM), que viu o placar de 6-0 consagrar o Paraná; com o Vôlei Feminino (Colégio La Salle, Manaus/AM), que disputou o Ouro com o Mato Grosso e ficou com a Prata após 3 sets a 2 para o adversário; e com o Basquete Masculino (Adalberto Valle, Manaus/AM), que deu adeus a primeira colocação depois de Rondônia marcar 62-60.

Com o resultado das modalidades coletivas, o Amazonas comemora o acesso do Futsal Feminino a Primeira Divisão do JEJ, algo inédito para o Estado, e a Segunda Divisão para o Vôlei Feminino e Basquete Masculino. “É gratificante poder representar o nosso Amazonas e ser destaque numa competição nacional tão importante, pois foi a primeira vez que uma equipe do nosso Estado conseguiu a classificação, ganhou um título e subiu de divisão. A equipe de Manacapuru/AM é treinada por Fredson Leite e eu tive o prazer de acompanhá-las e elas foram guerreiras. Estamos muito felizes”, destacou o responsável pelo time no JEJ, professor Magela.

Para o técnico da equipe de Vôlei do La Salle, Alexandre Chaves, a conquista inédita da segunda colocação possibilita mais visibilidade ao time, como proporciona também mais experiência às jogadoras. A campanha do time amazonense iniciou com vitória sob a Bahia, por 2-0, depois enfrentaram o Espirito Santo e venceram também por 2-0. Na Semifinal, as amazonenses passaram pelo Maranhão por 3-0 e perderam a final para o Mato Grosso por 2-3.

“A gente subiu de Divisão escolar, estávamos na Terceira e agora acessamos a Segunda, e o La Salle já havia sido campeão da Segunda Divisão pela categoria Infantil, 12 a 14, mas nunca pela Juvenil. Ou seja, essa foi uma conquista inédita e importante, pois isso aumenta nosso intercâmbio com equipes mais fortes e esse processo de participar de competições nacionais faz com que o vôlei escolar cresça e, consequentemente, possibilita regularidade técnica e competitiva”, destacou Chaves.

O Amazonas se destacou na fase individual dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) e conquistou 11 Medalhas. Essa etapa encerrou dia 14 de novembro. De acordo com o oficial responsável pela delegação amazonense na Paraíba, Joel Soldera, os alunos-atletas estão no caminho certo e os resultados merecem comemoração. “Essa quantidade de Medalhas, tanto da individual quanto da coletiva, refletem bem o trabalho que tem sido feito, principalmente o trabalho da Luta Olímpica. O Futsal também nos surpreendeu e estamos muito felizes. Se essa semente continuar a ser plantada e regada, como está sendo feita, ano que vem iremos mais forte e depois mais ainda”, analisou.

CONFIRA AS CONQUISTAS NAS MODALIDADES INDIVIDUAIS
OURO
Amanda Cruz (Atletismo/Lançamento de Dardo)
Maria Taba (Judô)
Diana Alves, Greyce Kelly, Felipe Araujo (Luta Olímpica)
Paulo Artur, Lauro Bezerra e Sabrina Gama (Luta Olímpica/Por Equipe)

BRONZE
Jade Campos e Brenda Macena (Tênis de Mesa Individual/Por Equipe)
Paulo Artur (Luta Olímpica)
Stephany Rodrigues (Natação)
Iavan Fonseca, Wandreson Souza, Filipe Filho, Davi Oliveira, Jhonatan Ribeiro, João Moura, Marcelo Campbell e Francisco Lima (Judô/Por Equipe).

NO INFANTIL
Os Jogos Escolares da Juventude (JEJ) são divididos por faixa etária. A fase Infantil aconteceu em setembro e a Juvenil no presente mês. Para a primeira fase, de 12 a 14 anos, a delegação amazonense era formada por 163 estudantes-atletas, e a categoria de 15 a 17 anos contou com 142. Todos contaram com o apoio do Governo do Amazonas para a competição nacional.

Somando a conquista do JEJ nas duas categorias, o Amazonas faturou em 2016 um total de 30 medalhas, registrando uma das suas participações mais expressivas. A meta, agora, é fazer de 2017 um ano de mais conquistas. “Entendemos que a base é o desfecho do alto rendimento e nosso trabalho vai ser incentivar ainda mais esses atletas para a temporada do ano que vem. O Amazonas foi muito bem este ano, conseguimos levar um numero considerável de atletas, e todos eles deram muito orgulho ao nosso Estado. O trabalho, no entanto, não se resume ao JEJ e, por isso, vamos incentivar mais competições locais para disseminar a experiência entre esses jovens”, afirmou o titular da Sejel, Fabricio Lima.

Quadro de medalhas – Infantil
Badminton
OURO - Vitor Nascimento/Individual
PRATA - Barbara Rodrigues de Sousa/Individual
PRATA - Kailane Leticia e Samara dos Santos/Dupla Feminino
BRONZE – Vitor Nascimento e Barbara Rodrigues/Dupla Mista
BRONZE - Lucas Emanuel/Individual
BRONZE - Victor Nascimento e Lucas Emanuel/Dupla Masculina
BRONZE - Rebeca Vitória/Individual

Judô
OURO - Samanta Santos
BRONZE - Heloysa Oliveira

Luta Olímpica
OURO - Layane Miranda
OURO - Helisson Bresson
PRATA - Ryan Souza
PRATA - Por equipes (Layane, Helisson, Ryan Souza, Lucas Guimarães, Ana Karolina)

Futsal Feminino
OURO - CMPM IV Áurea Pinheiro Braga, da Zona Leste

Basquete Masculino
PRATA - Basquete masculino do La Salle

Handebol Masculino
BRONZE - Estadual São José Operário de Parintins/AM.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 22 de novembro de 2016

[FUTEBOL AMAZONENSE] - Fast Clube/AM e Holanda/AM saem na frente no Juvenil e Infantil

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - O Fast Clube/AM voltou a superar o Rio Negro/AM, desta vez no primeiro jogo da Final do Campeonato Amazonense Juvenil, neste sábado (19/11), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM. O placar de 3-1 deixou o Tricolor de Aço com o caminho mais tranquilo para a conquista do Bicampeonato da categoria. Na grande Final, na Arena Vivaldo Lima, no próximo sábado (26/11), uma derrota por 0-1 garante o caneco para o Rolo Compressor. Na categoria Infantil, o Holanda/AM saiu com a vantagem ao vencer o Sul América por 2-1. A temporada do futebol amazonense recebe o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A garotada do Fast Clube/AM não perdeu a oportunidade para desbancar o rival já no primeiro jogo. Sem dificuldades, o atacante Maxsuel balançou a rede do Galo: 1-0. Em desvantagem no marcador, restou ao Rio Negro/AM correr atrás do empate. Com a defesa bem postada o Tricolor passou a explorar os contra-ataques. E aos 36, Vitinho caprichou no escanteio para a área e Caio aumentou o placar para 2-0.

Se a torcida rionegrina esperava ver a reação da equipe, acabou vendo um time esforçado na segunda etapa. Apesar da luta dentro de campo, o time barriga-preta pouco assustou a meta tricolor, e teve que assistir o Fast Clube/AM ampliar com Matute, aos 29 minutos. O Galo da Praça da Saudade ainda marcou, aos 33, com Patrick. O atacante, aproveitou a falha da zaga e chutou da entrada da área: 3-1.

“O campeonato não acabou. O Rio Negro/AM é uma equipe forte, temos que respeitar e agora temos uma boa vantagem. O jogo só vai terminar quando o árbitro apitar e, se Deus quiser, que nós estejamos com título”, afirmou o técnico do Fast, David Filho.

A nova derrota para o atual Campeão da categoria serviu para acender um alerta na equipe da Praça da Saudade. “Nos últimos jogos a gente não vinha jogando bem, temos falhas individuais. Creio que vamos focar, trabalhar e tem como tirar. Temos uma boa equipe e temos que corrigir as falhas individuais”, apontou o treinador do Galo.

HOLANDA LARGA NA FRENTE NO INFANTIL

No primeiro jogo da Final da categoria Infantil, o Holanda/AM venceu o Sul América/AM por 2-1. Os gols da partida foram marcados por Thierry e Max. Andrell Rodinha descontou para o Trem da Colina. No jogo da Finalíssima, a Laranja pode até empatar que ergue a Taça.

“A equipe mais uma vez foi aguerrida. Pegamos uma equipe bem montada, mas sabemos que tem muita coisa para acontecer. Agora é manter esse trabalho e saber administrar essa vantagem. O tempo todo havia pessoas nos criticando, dizendo que só iriamos ser derrotados. A garotada tem se empenhado e estão provando que o nosso time tem qualidade”, desabafou o técnico do Holanda/AM, Antonio Silva.

Destaque da partida ao defender um pênalti e fechar o gol do Holanda/AM, o goleiro Lucas Gabriel, 15 anos, saiu de alma lavada. “Só tenho a agradecer a Deus e aos meus companheiros. Isso tudo só me motiva a trabalhar mais e melhorar”, ressaltou.

Os Campeões das categorias Juvenil e Infantil serão conhecidos no próximo sábado (26/11), na Arena Vivaldo Lima. A partir das 15 horas inicia a Decisão do Juvenil e às 17 horas entram em campo Holanda/AM e Sul América/AM pela final do infantil.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

[JIU-JÍTSU] - Fábio Trindade volta dos Estados Unidos com Medalha de Ouro e novo Patrocínio

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Nathalia Silveira/Sejel

Manaus/AM - Dando a volta por cima. É assim que o lutador Fábio Trindade prefere definir a sua atual fase, após retornar de uma temporada de quase três meses consecutivos nos Estados Unidos. Há quatro dias em Manaus/AM, ele chegou na terrinha baré com bastante saudade da família, mas também com boas notícias. O casca grossa faturou Ouro e Bronze, sem e com kimono respectivamente, pelo SJJIF World de Jiu-Jítsu, tornando-se Bicampeão do evento e, de quebra, conquistou contrato importante para a carreira.

Com apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fábio participou e venceu o SJJIF após encarar na final Lance Glyn, da Califórnia, e marcar 9-0 sob o adversário. Antes, para chegar a decisão, ele ainda enfrentou Marco Cruzate, do Peru, que acabou ficando na terceira colocação.

“Essa não foi a primeira vez que participei do SJJIF. Ano passado também lutei e fiquei com dois Ouros na com e sem kimono. Porém a competição desta temporada teve um gostinho especial, pois passei por um momento muito angustiante nos Estados Unidos e estava entrando em depressão e pensei até em desistir da carreira. Logo, o evento significa para mim um retorno”, comentou.

Os dias tristes de Fábio em solo americano foi devido ao fato dele ter levado uma multa da Comissão Atlética de MMA do Texas. Isso porque, a entidade considerou que em sua luta pelo Fury FC, em junho deste ano, o atleta pisou de propósito na cabeça de seu adversário, o americano Charles Onteveros.

“Eu nunca tive a intenção de pisar na cabeça dele, isso nem aconteceu na verdade. Foi um leve esbarrão e pedi desculpas logo em seguida. Não o machuquei. Porém, a Comissão não entendeu assim, me multaram em mais de dez mil reais e ameaçaram de eu não poder mais lutar nos Estados Unidos. Porém, depois de um tempo, consegui negociar a dívida e começar a pagar em 2017 e tive permissão para continuar a carreira lá. E o primeiro desafio depois desse furacão todo foi o SJJIF”, contou ele.

Como depois da tempestade vem o sol, Fábio não somente conquistou o segundo título consecutivo num dos principais eventos de luta dos EUA, como também chamou atenção da marca Stars, uma empresa de roupas esportivas e kimonos, que fechou um contrato para patrocinar o lutador e também para ele ser o garoto propaganda da empresa. Dos tatames para as poses, num piscar de olhos.

“Depois dos meus trinta anos eu vou ter que aprender a fotografar e ainda sair bonito na foto”, brinca Fábio, ao continuar. “Mas eu não poderia estar mais feliz, acho que nunca estive tão empolgado com a minha carreira, pois esse contrato é uma porta que se escancara e através da marca ainda fui convidado para morar nos Estados Unidos ano que vem, com todo o suporte da Stars. É maravilhoso”, disse.

E com a porta escancarada para a sorte, Fábio já começa a receber convites para participar de eventos de MMA em Los Angeles. Porém, enquanto o ano não vira, ele se concentra agora na ação social que realiza todos os anos através do Instituto Diego Trindade, nome em homenagem ao irmão de Fábio, que faleceu 2011, vítima de um assalto.

“O Instituto é o meu xodó e todo ano a gente se prepara para confraternizar com as crianças que fazem parte dele. É um projeto que representa o meu irmão e que merece toda a atenção e carinho da minha família. A gente recebe o bem e o retribuiu espalhando alegria numa data tão significativa que é o mês natalino. O meu presente, por exemplo, eu já ganhei antecipado este ano”, destacou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita