quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

[TÊNIS DE MESA] - Copa Cidade de Manaus/AM reune mais de 100 atletas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Mais de 100 atletas disputarão a Copa Cidade de Manaus/AM de Tênis de Mesa, a partir desta sexta-feira (16/12) até domingo (18/12), no Ginásio René Monteiro, localizado na Avenida Constantino Nery. O torneio é uma das principais competições do calendário da modalidade e promete reunir as feras do esporte. O evento conta com o apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Ao todo, a Copa vai envolver nove categorias, sendo Iniciantes A, Iniciantes B, Mirim, Infantil, Juvenil, Absoluto A, Absoluto B, Veterano e Livre. Além da modalidade reunir os principais mesatenistas da capital amazonense, ainda vai receber atletas de Manacapuru/AM e Parintins/AM. De acordo com o organizador da competição, Israel Barreto, a ideia da Copa é também avaliar os competidores para formar equipes que disputarão a temporada 2017.

“Temos um objetivo, que é de massificar o esporte e dar oportunidade aos jovens do interior, para que assim possamos descobrir novos talentos. Desta forma, acreditamos montar uma equipe amazonense sólida e capaz de se destacar nos eventos nacionais. Até o momento, temos mais de 100 inscritos, incluindo sete atletas do município de Manacapuru/AM e cinco de Parintins/AM. Esperamos que a Copa seja um sucesso e todos os competidores vão com sede de vitória, pois este é um evento que para muitos fecha o ciclo de 2016”, afirmou Barreto, ao citar nomes favoritos ao título.

"Vamos ter grandes nomes participando e que são geralmente aqueles atletas que sobem ao Pódio, como Natanael Queiroz, Brenda Macena, Anderson Cunha, Elifas Soares e Alexandre Goutier Rodrigues. Nesta lista, estão os campeões do Pré Mirim e Adulto Estadual e alguns que ainda medalharam no Brasileiro de 2016, em Santa Catarina", destacou Barreto.

Ainda de acordo com Israel, a premiação da Copa será de Troféus e Medalhas para os primeiros colocados de cada categoria, e Medalha para os vice-campeões e aos terceiros colocados. Na sexta-feira (16/12), o evento inicia às 17 horas, no sábado (17/12) a partir das 8 horas e segue até o meio-dia, e no domingo (18/12)a competição começa às 8 horas.

PROGRAMAÇÃO
Sexta-feira (16/12) - a partir das 17 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Iniciantes A (até 8 anos)
Iniciantes B (9 a 12 anos)
Mirim Masculino (12 a 13 anos)

Sábado (17/12) - das 8 horas às 12 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Duplas Absoluto A e B

Sábado (17/12) - a partir das 13h30min
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Absoluto Masculino
Infantil Masculino
Juvenil Masculino
Veterano.

Domingo (18/12) - a partir das 8 horas
Fase Classificatória, Eliminatória e Premiação
Categorias: Absoluto A Masculino e Feminino

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[COTIDIANO] - Plante uma árvore, escreva um livro e crie um filho

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Plante uma árvore, escreva um livro e crie um filho. Aí então, terás vivido plenamente. Ou algo mais ou menos assim. Lembro do sentido exato da frase, embora não lembre da frase exata. E não quero pesquisar no Google somente para escrever certinho, ser politicamente correto. Comecei a cumprir esse propósito de vida em 1980, exatamente no Ano do Centenário do Instituto de Educação do Amazonas (IEA), numa excelente Disciplina chamada Práticas Agrícolas. Filhos, tive dois - Scarlett Syssi, 23 anos, já criada (e bem, é claro) e Raul Carlos, 7 anos, ainda em criação. Faltam os livros. Estou escrevendo três. Tenho um completinho na cabeça, sem nenhuma letra ainda digitada. E o desejo (e roteiro definido) de fazer pelo menos outros dois - seis no total, ufa!!! Mas quero viver pelo menos mais 40 anos. Até me aposentar com as regras atuais...

No último dia 31 de julho participei de um encontro com antigos e verdadeiros amigos, dos tempos do JUSB (Juventude Unida de São Bento), onde militei, na Cidade Nova, entre 1985 e 1990. Lá se vão, então, 31 anos - ou 65% do tempo que já vivi. Foram traçadas metas para um projeto que convencionou-se chamar Revitalização da Praça Padre Pedro Vignólia. Os amigos, tendo à frente principalmente o casal César e Mercy, começaram tudo do zero, com muita garra e remando contra muito banzeiro. Já foram quatro intervenções comunitárias, incluindo limpeza e revitalização. Nas duas últimas, foram plantadas mudas de Ipê, cada um simbolizando um Membro importante de São Bento que já nos deixou, incluindo minha saudosa esposa Carla Alessandra, conhecida na Cidade Nova carinhosamente como Carlinha.

Infelizmente, não pude estar presente em qualquer iniciativa. Mas, na última sexta-feira (09/12), debaixo de uma fina chuva, fui lá na Praça Padre Pedro Vignólia, fazer minha primeira visita ao Ipê Carla Mesquita. Nem precisa dizer a emoção que me invadiu e, de cócoras e silenciosamente, chorei e conversei com a mudinha, que está crescendo, bem cuidada. Foi sem dúvida uma homenagem tocante e só tenho a agradecer a todos os envolvidos e envolvidas - César, Mercy, Olavo, Inaldo, Huberlon, Amanda, Seo Augusto, Dona Dionea, e os casais Lilian e Franklin e Andreza e Alexandre.

Entre os saudosos homenageados, além da Carlinha e, naturalmente do nosso Capitão Padre Pedro, estão dona Adelina, Maria do John, Wendell e Irineu.

Muito orgulho de ter esses amigos, a quem minha Mãe sempre se refere como A Geração de Ouro da Cidade Nova.
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

[ATLETAS AMAZONENSES] - Diego Davella vence luta em sua estreia na Rússia

Da Agência Maxi Mídia
Foto: Divulgação

Manaus/AM - O amazonense Diego Davella fez bonito na sua estréia pelo o renomado evento russo M1-Global. O Peso-Galo (até 61 kg) protagonizou a luta principal do Card e finalizou o lutador da casa, Zalimbek Omarov, com um mata-leão. A luta ocorreu na cidade de Nazran, na última sexta-feira (09/12).

Oriundo do Jiu-Jítsu, Davella, que é apoiado pela Equador Petróleo, já está em negociação para lutar novamente em fevereiro de 2017, mas por enquanto ainda não possui nada fechado com o evento.

Com a trocação afiada e o jogo de esquivas em dia, Davella conseguiu impor seu ritmo de luta nos primeiros minutos e deu trabalho para o russo Omarov até que conseguiu levar o duelo para o chão. Porém o faixa-preta amazonense neutralizou todas as investidas adversárias.

No segundo round com a distância bem dosada, Davella encaixou uma sequência de uppercut’s que abriu espaço para levar a luta ao chão e apagar o lutador russo com um mata-leão justíssimo. “Estou realizando um sonho de poder conhecer, treinar e lutar em eventos de grande porte. Fico feliz em ter vencido dessa forma ainda mais em um evento de tanta expressão”, ressaltou Davella.

O lutador está em excursão no Bahrein e ficará treinando por um período de seis meses na academia The Pride MMA e também aproveitará o tempo para participar de torneios Gi e No Gi em Abu Dhabi.

A luta completa do lutador Diego Davella pode ser assistida no link: www.youtube.com/watch?v=- XEScm3Im10

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[VÔLEI SENTADO] - Medalhista Paralímpica segue para São Paulo/SP para disputar Campeonato Brasileiro

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - Passada a missão muito bem cumprida nas Paralimpíadas Rio 2016, a amazonense Laiana Rodrigues se prepara para mais um desafio. Desta vez, a Paratleta terá pela frente o Campeonato Brasileiro de Vôlei Sentado, que acontece de 18 a 21 de dezembro, em São Paulo/SP. Para ir à competição, a jogadora recebe apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Na capital paulista, Laiana vai se juntar a equipe do Sesi/SP, considerada uma das mais fortes do circuito. E o período antes do início do Brasileiro, vai servir para a Paratleta se entrosar ao time e participar de amistosos. Sendo a primeira competição após as Paralimpíadas, ‘Lala’ confessa que ansiedade é o que não falta. “Confesso que estou numa expectativa muito grande, um pouco ansiosa, pois geralmente o Sesi/SP faz alguns amistosos com times masculinos e a tendência é de conhecer novos jogadores para que possamos ter o máximo de experiência possível e, sinceramente, preciso muito me antecipar e participar deste intercâmbio e deste grupo. Assim, acredito eu, poderei contribuir com a equipe e fazer junto com elas a melhor campanha possível”, afirmou.

Uma das principais adversárias da equipe de Laiana, segundo a amazonense, são de Goiânia. Mesmo assim, as oponentes não assustam a Paratleta. O foco agora é trazer medalha e somar pontos no ranking nacional, garantido assim a permanência na Seleção Brasileira. Esta será a última competição do ano da atleta Paralímpica. “Estou muito otimista quanto aos resultados, mas temos adversárias muito fortes, que são de Goiânia, como os times Adfego/GO e o Ada/GO. Estas equipes são grandes e geralmente estão entre as disputas das Finais. Entretanto, geralmente o Sesi/SP leva a melhor, e eu quero mesmo é poder participar bem e contribuir com este grupo que me adotou, que me contratou e me confiou esta responsabilidade. Fora que meu desejo é trazer mais uma conquista para o Amazonas e vou muito focada para isso”, destacou.

Para o Brasileiro, além de muito treino e dedicação, Laiana Roduigues tem outra arma poderosa para entrar bem em Quadra. Trata-se de um Terço dado por sua mãe, considerado o amuleto da Paratleta. “Eu tenho meu amuleto, que é um Terço que minha mãe me presenteou antes de eu ir para a Holanda em 2015. Toda nossa fé é depositada dia a dia em orações e, assim, vou lá com muita positividade e aguardo uma torcida calorosa do povo do meu Estado”, frisou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

[KARATÊ] - Campeonato Amazonense reuniu mais de 250 atletas

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O Campeonato Amazonense de Karatê - Copa Antônio Lima Pinto - mostrou mais uma vez o potencial dos atletas da região. A competição iniciou na sexta-feira (09/11) e encerrou no domingo (11/12), no Ginásio do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), localizado na Sete de Setembro, Centro. O evento é uma realização da Federação Amazonense de Karatê (FAK), com apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

De acordo com o Presidente da Federação Amazonense de Karatê, Washigton Melo, a competição veio para fechar com chave de ouro a temporada de competições e de grandes conquistas da modalidade em 2016. “Este ano tivemos conquistas relevantes, e só temos que agradecer a Deus, pois muitos atletas alcançaram títulos grandiosos e já estão se preparando arduamente para a temporada do ano que vem, e posso dizer que em 2017 vai vir bastante coisa boa”, destacou Melo.

Possuindo um longo histórico de conquistas importantes para o Estado, Nathalia Christine, de 12 anos, brilhou mais uma vez pela modalidade. A atleta da equipe Cassam ganhou de sua adversária por dois pontos a zero e venceu a categoria Infantil. Este ano, inclusive, a atleta ingressou com mais dois caratecas amazonenses na Seleção Brasileira.

“Agradeço primeiramente a Deus por mais uma conquista importante. Este ano foi abençoado, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas para chegar aonde cheguei, mas também foi um ano de muito aprendizado e 2017 será melhor ainda, pois já estou me preparando bastante para as seletivas e competições nacionais que vem pela frente”, disse Cristine.

Atleta do Instituto Bushidô, Anna Julia Ximenes conquistou a primeira colocação da categoria Junior. Para obter a melhor colocação do Pódio, a jovem de 16 anos afirmou que treinou intensivamente durante os últimos quatros meses. “Antes de começar o Amazonense eu estava muito nervosa e muito ansiosa, mas depois que fiz minha primeira luta consegui me sentir mais confiante, pois coloquei em prática muitas coisas que treinei. Assim, conquistei o primeiro lugar e estou muito feliz em terminar o ano bem”, comentou a atleta, que também faturou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro, em outubro, na cidade de São Paulo/SP.

O faixa Marrom Carlos Eduardo Almeida, de 13 anos, veio diretamente do município de Borba/AM (215 km da Capital) para disputar o Amazonense. A viagem de dezoito horas de barco valeu a pena, pois o atleta conquistou o lugar mais alto do Pódio pela Categoria Sub-14 e cumpriu com êxito a previsão do presidente da FAK, Washigton Melo, que apostava no garoto para a conquista da primeira colocação. Este ano, o jovem já havia surpreendido, quando foi Bronze pelo Brasileiro. “Não foi nada fácil chegar aqui, mas creio que tudo que colocamos esforço somos bem recompensados. Vou continuar treinando para as competições do ano que vem e focar nas seletivas nacionais” comentou Eduardo.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

[COTIDIANO] - Café Familiar Regional, "Causos", Prosas e Despedidas

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Fazia tempo eu queria visitar meu Amado tio Isaac Benarrós, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus/AM. Acontece que toda vez que vou na minha Mãe, acabo esticando bastante o tempo e depois fico com peso na consciência: "se eu for no Tio Isaac vai ser rapidinho, igual visita de médico. Aí não vale. E se eu demorar vou me enrolar...". Então, veio o Feriado e o Ponto Facultativo e deu para cumprir as duas agendas, sem atropelo. O Dia de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira do Amazonas, foi de visitar Mamãe Ledice, os manos Tales e Tércio e os sobrinhos Thiago, Luis Filipe e Luis Henrique (nunca lembro se o Luis dos gêmeos é com "s" ou com "z", rs).

Eu e Raul Carlos aproveitamos bastante o dia e, estilo mochileiros, com duas peças de roupa, pijamas e escovas de dente, dormimos na velha e aconchegante residência da Buriti, onde moramos desde 06 de junho de 1981. A chuvosa manhã de sexta-feira (09/12) foi dedicada a visitação à Praça Padre Pedro Vignólia, onde a turma boa de São Bento está a desenvolver um belíssimo trabalho de revitalização, com homenagem à nossa Querida, Amada e Inesquecível Carlinha (que vai ser tema de outra postagem, em breve). Logo após o almoço, seguimos para a Rua Puranga, para o tão esperado e meio improvisado Café Verspertino.

As reuniões familiares, especialmente as que envolvem tios, são sempre muito deliciosas. Causos que já foram contados 12.593 vezes arrancam sempre novas e espontâneas risadas, parecendo aos nossos ouvidos. A Scarlett Syssi, quando era pequena, se divertia escutando os relatos. Atualmente, o Raul Carlos se esbalda de rir das leseiras familiares, principalmente da intitulada Picolé de Besteira.

E por falar em Picolé de Besteira, esse deve ser o nome de um Livro que meu tio Isaac Benarrós está preparando. Dentre tantos assuntos tratados e paralelos, a Literatura foi uma constante. Tem também a expectativa de alguém organizar uma Obra com todos os Causos da Família, que já montam quatro gerações. É provável que nem caiba tudo num volume.

A mesa está repleta, recheada. E o Café Vespertino foi sem pressa, sem relógio... Teve de tudo.

Café
Conversa
Causos
Risos
Leseiras
Família
Regionalidade
Pupunha (amo)
Pamonha
Café com leite
Magistral
Pé de Moleque
Pãozinho quente com manteiga
Bolo
Tucumã
Cuscuz
Mingau de Banana (Que Delícia !!!)
Bolacha Creme Craker
Preciso deixar claro que os membros de nossa Família tem muitas capacidades singulares:
(1) Apurado gosto gastronômico.
(2) Apetites (quase todos) de Tiranossauros Rexs.
(3) Boa Memória.
(4) Excelente narrativa para contar os Causos, que nunca são relatados da mesma forma, apesar de contados sempre com as mesmas palavras, vírgulas e entonações e todos já conhecerem a Estória de cor e salteado.
(4) Todos tagarelas. Todos falam pelos cotovelos.
(5) Acuada percepção para entender as conversas paralelas.
(6) Inacreditável capacidade de manter as conversas paralelas, participando de quase todas, simultaneamente.
(7) Uma forma de despedida que nunca existe, existiu ou existirá em qualquer outro lugar do mundo.

Lembram da primeira aspas do texto ["se eu for no Tio Isaac vai ser rapidinho, igual visita de médico. Aí não vale. E se eu demorar vou me enrolar...]. Como bem comentou a prima Cinthia, na minha postagem do Facebook, na nossa Família são "45 minutos de despedidas dentro da casa, mais 45 minutos no pátio interno. Depois, 30 minutos na calçada já fora da casa e, para finalizar, despedida de 15 minutos dentro do carro com direito a troca de presentes... Família tudo de bom !!!".

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita