quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

[COTIDIANO] - As voltas que o mundo dá; os livros que estou lendo...

Teófilo Benarrós de Mesquita
Fotos: Divulgação


Manaus/AM - Algum tempo atrás, se não estou enganado ainda na época do Orkut, numa conversa literária com uma amiga Jornalista, Izabel Santos, então Assessora na Câmara Municipal de Manaus, eu disse que NUNCA leria o livro biográfico do Casagrande, por um único motivo: A CAPA.

Convergimos que quase sempre, nossas escolhas de livros tinha influência da capa e da orelha, aquela apresentação de uma coluna na dobradura da capa. E que a capa, sim, também, pesava na escolha. Dentre tantos critérios de escolha.

Mas, o livro do Casagrande, de fi ni ti va men te, não estava nas minhas opções de leitura. Repito: pela capa. "É assustadora. O cara já é feio prá .... e ainda faz essa pose, nada fotogênica", brinquei à época.

Tempos depois, pelo menos três anos, pois foi o tempo de extinção do Orkut, ganho de presente, do amigo não cibernético Dr. Ivan Correia, o dito livro. Demorei para começar a lê-lo. Quando comecei, não consegui mais parar.

A autoria dupla, Casagrande e Gilvan Ribeiro, mistura estilos: o primeiro, usa de uma narrativa confessional; o segundo, com mais aspectos contextualizados. As duas envolventes. Quanto mais se lê, mais aguçada fica a curiosidade pelas próximas linhas.

O sentimento de amor que ele nutria por Sócrates é algo transcendental. Destaquei, em meio as 242 páginas bem escritas, o texto abaixo, que identifica não só essa grande admiração, mas também revela como eles eram e pensavam diferente da maioria dos boleiros de todos os tempos.

Porém, o que particularmente despertava sua admiração era a firmeza do jogador em concluir a faculdade de Medicina. Como principal revelação do interior, ela já havia recebido diversas propostas de clubes grandes - do São Paulo/SP, inclusive - mas se recusava a deixar Ribeirão Preto/SP antes de pegar o Diploma. "Isso foi do caralho! Qual jogador recusaria uma oportunidade dessas com o propósito de terminar os estudos? Hoje, por qualquer euro, o cara larga tudo e vai jogar na Ucrânia..."
(Para os que não sabem, Ribeirão Preto/SP era no final dos anos 70 [e ainda é], quando Sócrates jogava no Botafogo/SP, referência acadêmica em Medicina).

Obrigado, Ivan. Infelizmente, não consegui mais contato com a Izabel Santos, apesar de escutá-la, vez ou outra, de manhã, na CBN Amazônia, dividindo a bancada jornalística com o Cristóvão Nonato.

Quando comecei a ler Casagrande, engatei outra conversa literária, agora pelo WhatsApp, com minha jovem vizinha Aline Oliveira. Descobrimos uma paixão em comum: ler!!! Combinamos trocar livros e, para minha surpresa, ela me emprestou Como Eu Era Antes de Você.
Não demonstrei, mas torci o nariz. Andava com o livro para cima e para baixo, sem coragem de começar a leitura. Puro preconceito machista, reconheço... Pré-conceituei o livro como romance de pré-adolescente.

Porém, a leitura é igualmente hipnotizante, envolvente. Dessa vez não estou com tanto tempo como queria para devorar a obra. Mas, qualquer folguinha, pego o livro e daí fica difícil largá-lo.

Estou um pouco além da metade do livro e quero terminá-lo ainda em 2017, imaginando dois ou três desfechos para o enredo.

Obrigado, Aline.

P.S.: E aí, comprariam o livro do Casagrande pela capa? Mas digam, de verdade, não é uma figura assustadora?

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita


[FUTSAL] - Abílio Nery/AM e Tuna Luso/AM decidem Série Ouro na Arena Amadeu Teixeira

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Tácio Melo/Sejel

Manaus/AM - Equipes tradicionais do Amazonas, Abílio Nery/AM e Tuna Luso/AM disputam nesta quinta-feira (28/12), a partir das 20 horas, a final da Série Ouro do Campeonato Amazonense de Futsal Masculino Adulto. A partida, que conta com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), será no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (Amadeu Teixeira), com entrada gratuita. O Campeão representará o Amazonas na Taça Brasil de Futsal, que deve começar no primeiro semestre de 2018.

Considerado um dos grandes favoritos, o Abílio Nery/AM, atual Tricampeão amazonense, não encontrou dificuldades para chegar à Final. O time venceu o AFC Amazonas/AM por 4-1, na Semifinal do torneio realizada na última terça-feira (26/12). Já o Tuna Luso/AM é a surpresa dessa Decisão: nas Quartas e na Semifinal, a equipe superou dois bons times, o Estrela do Norte/AM e o Unidos do Alvorada/AM, respectivamente.

A disputa contra a equipe do Alvorada, pela Semifinal, foi acirrada do início ao fim. No tempo normal, os times empataram em 2-2, e na prorrogação, a Tuna Luso/AM saiu na frente, marcou duas vezes, garantiu a vitória e uma vaga na grande Decisão do Campeonato.

Segundo o técnico do Tuna, Gille Freitas, o segredo para vencer o Abílio Nery/AM será a união e a experiência do grupo. “Nosso elenco é muito bom e a nossa Comissão Técnica é bastante experiente. Temos uma base forte, fomos campeões da Taça Brasil Sub-20 e também da Copa TV Amazonas, o grupo é dedicado e está bem preparado para essa Final”, comentou o treinador.

As equipes se enfrentaram na Fase Classificatória da competição e a Tuna Luso/AM venceu por 8-6, mas para o técnico do Abílio, Joctã Gonçalves, agora é outro momento. “Particularmente, não levo como uma revanche, acho que será uma grande partida de duas equipes tradicionalíssimas do Futsal amazonense, com todos os ingredientes de uma Final. Acho que numa Final há vários fatores que são preponderantes como o psicológico, mas acredito que será um jogo bem equilibrado”, pontuou.

O Campeonato Amazonense de Futsal começou no dia 11 de setembro e reuniu 12 equipes. Os times Corinthians/AM e Cirmman/AM ficaram nas últimas colocações e foram rebaixados, no próximo ano disputarão a Série Prata.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

[LAZER E DIVERSÃO] - Oitocentas vagas para Colônia de Férias da Sejel

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel e Tácio Melo/Sejel

Manaus/AM - Começaram nesta terça-feira (26/12) as inscrições para a 1ª Colônia de Férias Sejel, que será realizada de 8 a 20 de janeiro, na Vila Olímpica de Manaus/AM. Realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura (Sec) e com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), as atividades serão para crianças a partir de 7 anos até adolescentes de 17 anos.

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 6 de janeiro ou até as 800 vagas serem totalmente preenchidas. As turmas serão divididas por idade (7 a 9 anos, 10 a 12 anos, 13 a 15 anos e 16 a 17 anos) e os pais ou responsáveis poderão escolher entre o horário matutino e o vespertino. Pela manhã, as atividades serão realizadas das 7h30min às 11h30min. No horário da tarde, serão realizadas das 13h30min às 17h30min.

A 1ª Colônia de Férias Sejel terá uma programação especial com atividades esportivas, recreativas e culturais. Tudo será comandado pelos professores, estagiários e voluntários de Educação Física que atuam na Vila Olímpica de Manaus/AM.

“As crianças e os adolescentes inscritos terão aulas de Voleibol, Handebol, Futsal, Basquete, Atletismo, Badminton, Tênis de Mesa, Dama, Aulas de Ritmo e muito mais. Nossa intenção é oferecer uma programação diversificada. Será uma grande Gincana, haverá provas todos dias e no dia 20 vamos premiar os melhores de cada modalidade”, comentou Taner Teixeira, responsável pelo setor de eventos da Sejel e coordenador da Colônia de Férias.

Além de esporte, os participantes terão ainda aulas de Leitura, Pintura de Rosto e Oficinas de Tecnologia. “Queremos trazer de volta as brincadeiras e atividades esportivas que eram características das férias escolares, além de promover a integração social das crianças e dos jovens por meio de atividades físicas, culturais e tecnológicas. Além disso, a Colônia Sejel é uma ótima oportunidade de diversão nas férias”, afirmou Janaina Chagas.

As inscrições podem ser realizadas das 8 horas às 12 horas e das 13 horas às 17 horas, no segundo bloco da Sejel, na Vila Olímpica. É preciso informar o nome dos pais ou responsáveis, data de nascimento, escola e série.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

[FUTEBOL AMERICANO] - North Lions/AM conquista Bicampeonato, quebrando invencibilidade do Tarumã Broncos/AM

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O North Lions/AM quebrou a invencibilidade do Tarumã Broncos/AM, venceu por 9-0 e conquistou o Bicampeonato do Amazonense de Futebol Americano. Pelo segundo ano, a Decisão foi realizada na Arena Vivaldo Lima, na noite desta terça-feira (19/12). O evento foi organizado pela Federação de Futebol Americano do Amazonas (FEFAAM) e contou com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Considerado um clássico do Futebol Americano do Amazonas, o confronto entre Broncos e Lions teve um primeiro quarto muito pegado. O Lions, dono da melhor defesa do campeonato, mostrou que o ataque também é eficiente. Em uma das últimas campanhas do time, Cadu, camisa 32, avançou pela lateral direita e completou o touchdown, abrindo o placar do jogo em 6 a 0.

No segundo quarto, o jogo ficou morno, ambos os times alcançaram poucas jardas e tiveram mínimas chances do touchdown. Na terceira etapa as equipes foram para o tudo ou nada. As coisas esquentaram e o melhor ataque da competição (Broncos) começou a trabalhar, mas esbarrou na melhor defesa (Lions), que aproveitou um contra-ataque, alcançou muitas jardas e começou a tentar o touchdown, o que lhe deu direito a um field goal.

A responsabilidade de bater o field goal ficou por conta de Alex Dias, camisa 30, que chutou consciente, somou mais três pontos e sacramentou o Bicampeonato para North Lions/AM por 9-0.

No Futebol Americano há um ditado, segundo o presidente do Lions, Lucas Alencar que diz: ataque ganha jogo, defesa ganha Campeonato. E foi o que aconteceu neste Amazonas Bowl. “A nossa defesa hoje veio para campo numa disciplina tão grande que eu não sei explicar. Nós não cometemos falta, não erramos. Estávamos focados no jogo e deu certo, e a melhor defesa conquistou o Campeonato pelo segundo ano consecutivo”, disse Lucas.

Pela invencibilidade, pela conquista do Campeonato Regional e até por ter vencido o Lions duas vezes esse ano, o Broncos chegou a partida com um certo favoritismo entre os torcedores, mas isso não durou muito. Para alguns torcedores nem parecia o invencível Tarumã Broncos/AM que estava no campo, pois nada estava dando certo.

O técnico da equipe, Paulo Barcelos, afirmou que os erros foram muitos e que o North aproveitou angariando merecidamente o título. “Neste jogo, de extrema importância, não podíamos pensar em errar, porém, erramos muito. Eles aproveitaram, jogaram muito bem, o mérito da vitória é totalmente deles”, declarou.

Antes da final começar, a secretária da Sejel, Janaina Chagas, a convite da Federação de Futebol Americano do Amazonas, deu o chute inicial do jogo. “Foi uma honra dar o chute inicial dessa grande final entre North Lions/AM e Tarumã Broncos/AM, que conta com jogadores de alto nível e que mostram o potencial do Futebol Americano no nosso Estado. Fiquei muito feliz de participar dessa festa, o Futebol Americano cresceu muito nos últimos anos e para o Governo do Amazonas é sempre um prazer enorme apoiar e incentivar o esporte”, comentou a secretária.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 2017] - Empate sem gols garante título ao São Raimundo/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Site da Federação Amazonense de Futebol
fafamazonas.com.br

Manaus/AM - O empate em 0-0, na noite do último sábado (16/12), na Arena Vivaldo Lima, garantiu ao São Raimundo/AM o título de Campeão Amazonense da Segunda Divisão 2017. Vice Campeão, o CDC Manicoré/AM terminou a competição de forma invicta, sem perder. Em 7 jogos, foram 4 vitórias e 3 empates, com 10 gols marcados e 2 sofridos. Não é novidade. Já aconteceu antes, com Nacional/AM em 1994 e o Princesa do Solimões/AM no ano seguinte, 1995, época em que só havia uma Divisão em disputa no Futebol Amazonense. Alheio à esse detalhe, o São Raimundo/AM, Tricampeão da Copa Norte (1999/2000/2001) festejou mais uma conquista, considerado o título da redenção, após o vexatório rebaixamento para a Segundinha Baré.

Mesmo com a vantagem do empate, por ter melhor campanha geral na competição, foi o São Raimundo/AM quem criou a primeira chance de gol na partida, aos 20 minutos, depois que Alessandro Toró cruzou da esquerda, Branco dominou e rolou para Charles finalizar, com o volante Renê salvando a meta manicoreense. Cinco minutos depois, o CDC Manicoré/AM respondeu com perigo, também. Gelvane foi lançado pela esquerda e serviu a Henrique Balotely, que chutou para grande defesa de Jonathan, de mão trocada. Aos 28 minutos, os jogadores do CDC Manicoré/AM reclamaram de suposto pênalti, em toque de mão do zagueiro Pastor.

Para o segundo tempo, o CDC Manicoré/AM voltou com Paulo Sérgio no lugar de Uilian. Aos 14 minutos do segundo tempo, saiu Henrique Balotely e entrou Joiner Júnior. A primeira alteração no São Raimundo/AM ocorreu aos 22 minutos, com a entrada de Neto no lugar de Charles. A última cartada de João Carlos Cavalo foi a mudança de Victinho por Nilson, aos 26 minutos. Cassiano, um dos vice-artilheiros da competição, no lugar de Branco, o artilheiro da Segundinha Baré, foi a última modificação, aos 32 minutos.

Apesar dos cinco minutos de acréscimos e da pressão (desorganizada) do CDC Manicoré/AM, a grande decisão terminou com o placar em branco e o título do São Raimundo/AM, que voltará à Elite do Futebol Amazonense no ano de seu Centenário.

Ficha Técnica:
São Raimundo/AM 0-0 CDC Manicoré/AM
Sábado, 16 de dezembro de 2017, às 18 horas
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense da Segunda Divisão 2017
Decisão - Jogo Único
Árbitro: Freddy Rafael Lopez Fernandez/AM
Assistente 1: Anne Kesy Goms de Sá Guimarães/AM
Assistente 2: Uesclei Regison Pereira dos Santos/AM
4º Árbitro: Carlos Augusto Silva de Souza/AM
Estagiário: Liviane Magalhães Braga/AM
Cartões amarelos: Emerson Tavares 15, Thiago Brandão 18, Branco 22, Fábio Gomes 38, Gelvane 42, Sassá 44 e Pastor 45 minutos do primeiro tempo. Charles 22, Alessandro Toró 40 e Werley 47 minutos do segundo tempo.
São Raimundo/AM: Jonathan; Amaralzinho, Pastor, Fábio Gomes e Leozinho; Thiago Amazonense, Alessandro Toró e Raílson; Romarinho, Branco (Cassiano 32/2º)e Charles (Neto 22/2º). Treinador: Sidnei Bento.
Suplentes: Darlan, Neto, Thiaguinho, Thiago Tavares, Paulo Sérgio e Cassiano.
CDC Manicoré/AM: Douglas; Uilian (Paulo Sérgio, no intervalo), Preto, Thiago Brandão e Gelvane; Renê, Emerson Tavares, Werley e Sassá; Henrique Balotely (Joiner Júnior 14/2º) e Victinho. Treinador: João Carlos Cavalo.
Suplentes: Alex Guerra, Thiago Felipe, Robinho, Fernando, Joiner, Paulo Sérgio, Nilson e Joiner Júnior.

Artilheiros (40 gols marcados em 15 jogos):
Com 5 gols - Branco (São Raimundo/AM)
Com 3 gols - Cassiano e Charles (São Raimundo/AM) e Derick (Holanda/AM)
Com 2 gols - Joiner, Werley e Ronan (CDC Manicoré/AM), Neto (São Raimundo/AM), Max (Holanda/AM) e Geraldo (Cliper/AM)
Com 1 gol - Paulinho, Alex Coelho e Mauriney (Cliper/AM), Fábio Gomes, Railson e Thiaguinho (São Raimundo/AM), Gelvane, Henrique Balotely, Thiago Brandão e Robinho (CDC Manicoré/AM), Marinho, João Lucas e Paulo Rossínio (Holanda/AM) e Christian (Tarumã/AM).

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO 2017] - São Raimundo/AM e CDC Manicoré/AM decidem a competição

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Fabrício Carvalho/São Raimundo E. C./AM

Manaus/AM - Garantidos na Elite do Futebol Amazonense em 2018, CDC Manicoré/AM e São Raimundo/AM decidem, neste sábado (16/12), em jogo único, o Campeonato Amazonense da Segunda Divisão 2017, a partir das 18 horas, na Arena Vivaldo Lima. Os ingressos custam 10 reais, preço único.

Será a chance da revanche para o Tufão da Colina, derrotado exatamente pelo adversário da Decisão, na rodada de abertura da competição. Em seis jogos, o São Raimundo/AM venceu cinco e perdeu um, logo na estreia, frente ao CDC Manicoré/AM. Marcou 16 gols (14 nos três últimos confrontos, todos contra o Cliper/AM) e sofreu 2. O representante de Manicoré/AM está invicto na competição, com quatro vitórias e dois empates; 10 gols marcados e 2 sofridos.

Branco, do São Raimundo/AM, é o artilheiro da competição, com 5 gols marcados.

Confira abaixo um raio x da Segunda Divisão 2018 do Campeonato Amazonense:

Primeira Rodada da Fase Classificatória - Domingo, 5 de novembro de 2017
Holanda/AM 0-1 Cliper/AM
Gol: Paulinho aos 15 minutos do primeiro tempo
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
CDC Manicoré/AM 1-0 São Raimundo/AM
Gol: Joiner aos 12 minutos do primeiro tempo
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Segunda Rodada da Fase Classificatória - Domingo, 12 de novembro de 2017
Cliper/AM 0-1 CDC Manicoré/AM
Gol: Joiner aos 10 minutos do primeiro tempo
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
São Raimundo/AM 1-0 Tarumã/AM
Gol: Branco 9 minutos do primeiro tempo
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Quarta Rodada da Fase Classificatória - Domingo, 19 de novembro de 2017
CDC Manicoré/AM 4-0 Tarumã/AM
Gols: Gelvane 37 minutos do primeiro tempo. Werley 3, Ronan 16 e Henrique Balotely 44 minutos do segundo tempo
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
São Raimundo/AM 1-0 Holanda/AM
Gol: Charles 41 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Terceira Rodada da Fase Classificatória - Quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Holanda/AM 0-0 CDC Manicoré/AM
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas
Cliper/AM 3-0 Tarumã/AM
Gols: Geraldo 13 e Geraldo 16 minutos do primeiro tempo. Alex Coelho 37 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 20 horas

Quinta Rodada da Fase Classificatória - Domingo, 26 de novembro de 2017
Tarumã/AM 1-6 Holanda/AM
Gols: Derick 1, Marinho 4 e Derick 35 minutos do primeiro tempo. João Lucas 5, Derick 13, Paulo Rossínio 16 e Christian (pênalti) 49 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
Cliper/AM 0-5 São Raimundo/AM
Gols: Branco 9 e Fábio Gomes 16 minutos do primeiro tempo. Neto 22, Cassiano 45 e Cassiano 48 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Semifinais - Jogos de Ida - Domingo, 3 de dezembro de 2017
Holanda/AM 1-1 CDC Manicoré/AM
Gols: Thiago Brandão 12 e Max 38 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
Cliper/AM 1-4 São Raimundo/AM
Gols: Cassiano 2 e Branco 48 minutos do primeiro tempo. Branco 7, Neto 45 e Mauriney 47 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Semifinais - Jogos de Volta - Domingo, 10 de dezembro de 2017
CDC Manicoré/AM 3-1 Holanda/AM
Gols: Werley 4, Ronan 6, Robinho 10 e Max 40 minutos do primeiro tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 16 horas
São Raimundo/AM 5-0 Cliper/AM
Gols: Branco 5 minutos do primeiro tempo. Railson 13, Charles 22, Thiaguinho 33 e Charles 35 minutos do segundo tempo.
Estádio Ismael Benigno, às 18 horas

Artilheiros (40 gols marcados em 14 jogos):
Com 5 gols - Branco (São Raimundo/AM)
Com 3 gols - Cassiano e Charles (São Raimundo/AM) e Derick (Holanda/AM)
Com 2 gols - Joiner, Werley e Ronan (CDC Manicoré/AM), Neto (São Raimundo/AM), Max (Holanda/AM) e Geraldo (Cliper/AM)
Com 1 gol - Paulinho, Alex Coelho e Mauriney (Cliper/AM), Fábio Gomes, Railson e Thiaguinho (São Raimundo/AM), Gelvane, Henrique Balotely, Thiago Brandão e Robinho (CDC Manicoré/AM), Marinho, João Lucas e Paulo Rossínio (Holanda/AM) e Christian (Tarumã/AM).

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[COPA DO BRASIL 2018] - CSA/AL e Ponte Preta/SP são os adversários dos clubes amazonenses

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Manaus/AM - Sorteio realizado no início da tarde desta sexta-feira (15/12) definiu, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro/RJ, os confrontos da Primeira Fase da Copa do Brasil 2018. O Manaus FC/AM, Campeão Amazonense, terá pela frente o CSA/AL, enquanto o Nacional/AM enfrentará a Ponte Preta/SP. Os adversários dos clubes amazonenses fecharam a temporada 2017 em situações distintas: o time alagoano conquistou a Série C (Terceira Divisão) no último dia 21 de outubro e a Ponte Preta/SP foi uma das quatro rebaixadas da Primeira para a Segunda Divisão.

Inicialmente, 80 clubes farão 40 duelos eliminatórios, na 30ª Edição da Copa do Brasil. Manaus FC/AM - CSA/AL são integrantes da Chave 6 e protagonizam o confronto número 22. Quem se classificar enfrenta o vencedor de Maudureira/RJ - São Paulo/SP. Pela Chave 5, confronto 22, Nacional/AM e Ponte Preta/SP disputam a vaga e, quem passar, cruzará com o vencedor de Internacional de Limeira/SP - Rio Branco/AC. Os confrontos serão em jogo único avançando de Fase quem vencer. Em caso de empate, se classifica o time visitante.

Onze clubes entram na competição diretamente na Fase Oitavas de Final. São eles: Cruzeiro/MG, Palmeiras/SP, Grêmio/RS, Santos/SP, Corinthians/SP, Flamengo/RJ, Vasco da Gama/RJ e Chapecoense/SC (classificados para a Libertadores); Bahia/BA (Campeão da Copa do Nordeste 2017); Luverdense/MT (Campeão da Copa Verde 2017); e América/MG (Campeão da Série B).

O Regulamento de 2018 tem duas novidades em relação ao de 2017. A competição não contará com o gol qualificado em nenhuma das Fases. Ou seja, os gols marcados na casa do adversário não valem mais como critério de desempate. A outra mudança estende o prazo para inscrição de jogadores, que agora vai até antes da Fase Quartas de Final.

O confronto Nacional/AM - Ponte Preta/SP trás excelentes recordações aos torcedores nacionalinos. Em 2013, o Mais Querido alcançou a melhor campanha de um clube amazonense na Copa do Brasil, caindo na 4ª Fase, diante do Vasco da Gama/RJ, depois de deixar para trás Águia/PA, Coritiba/PR e Ponte Preta/SP. Contra o time campineiro, pela 3ª Fase, foram duas vitórias. No Estádio Moisés Lucarelli, no dia 10 de julho de 2013, 1-0, gol de Danilo Rios aos 30 minutos do segundo tempo. No jogo de volta, no Estádio do Sesi, em Manaus/AM, novamente 1-0, gol de Leonardo, aos 18 minutos do primeiro tempo. O Manaus FC/AM é estreante na competição.

O chaveamento dos representantes amazonenses é o seguinte:
CHAVE 5
17 - Nacional/AM - Ponte Preta/SP
18 - Internacional de Limeira/SP - Rio Branco/AC
19 - URT/MG - Paraná/PR
20 - Independente/PA - Sampaio Corrêa/MA

CHAVE 6
21 - Madureira/RJ - São Paulo/SP
22 - Manaus FC/AM - CSA/AL
23 - Novo Hamburgo/RS x Paysandu/PA
24 - Dom Bosco/MT x CRB/AL

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[ULTRAMARATONA] - Desafio 90k vai aliar esporte e solidariedade

Da Agência ProMover Assessoria de Comunicação
Fotos: Divulgação

Manaus/AM - Fazer o bem através do esporte. Esse é o principal objetivo do Desafio 90k Solidário, que acontece neste domingo (17/12) quando os Ultramaratonistas Vitor Gadelha e André Costa percorrerão o trajeto do Açutuba, em Iranduba/AM, em direção a Ponta Negra, em Manaus/AM, com largada às 6 horas. O percurso possui 90 quilômetros, sendo 60 quilômetros de Corrida e 30 quilômetros de Natação. O projeto já arrecadou mais de 1 tonelada de alimento, até o momento, e a expectativa é que este número aumente.

“Este é um evento totalmente solidário, pensando em contribuir com aqueles que necessitavam através de uma inciativa esportiva. Um desafio importante para a carreira desses dois Ultramaratonistas, mas que também proporciona a interação entre outros atletas, pois muitos fizeram a doação de alimentos, contribuindo para o principal foco do evento. Em contrapartida, o André Costa vai correr 60 quilômetros, ao mesmo tempo em que o Vítor vai nadar 30 quilômetros, ambos saindo da Praia do Açutuba e chegando na Ponta Negra”, explicou o responsável pelo evento, Pierre Gadelha, proprietário da Aquática Amazonas.

A previsão é que a prova finalize por volta do meio-dia e apesar da experiência em provas de longas distâncias, Vitor afirma que o evento não deixa de causar grande expectativa, ainda mais por ser no quintal de casa. Nesta sexta-feira (15/12), o amazonense faz o último treino do ano na Aquática Amazonas de 1.500 metros e no sábado (16/12) um trabalho de fisioterapia com o profissional Francisco Coelho.

“Essa é uma prova muito especial para mim e o André, esperamos que ela se torne tradicional, e por ser a primeira vez a acontecer, isso nos deixa com uma expectativa enorme em querer fazer. Este ano tive vários desafios, inclusive internacionais como o Capri-Napoli, no meu caso, e o André fez a Comrades Race, então acredito que estamos bem preparados. Fiz alguns treinos aqui no Rio Negro de 20 quilômetros, nadei a Maratona Aquática tem duas semanas, então estou bem feliz e confiante. Essa vai ser minha última prova do ano e fecharei com chave de ouro, depois férias”, disse.

Para André, aliar o amor ao esporte e ao próximo é a união perfeita para o corpo e a mente. “Esse projeto quer disseminar o bem e espero que ele seja apenas o primeiro de muitos outros que possam surgir. Digamos que essa é uma pequena retribuição daquilo que recebemos o ano todo, como carinho, torcida, apoio, alegrias, conquistas. Tudo aquilo que veio de bom, queremos multiplicar. E cada passo, cada braçada, terá um sentido único”, vibrou.

Aqueles que desejarem contribuir com a iniciativa, ainda dá tempo. As doações estão sendo feitas na Aquática Amazonas, localizada na avenida Ephigênio Salles, s/n, em horário comercial, e quem doar acima de 30 quilos poderá participar da corrida, ao lado de André, optando por cinco tipos de provas, a partir de 11 quilômetros.

A entrega dos alimentos será feita a partir da próxima semana, nos seguintes locais: Casa de Sarah, em Iranduba/AM; Lar da Dona Val, Lar de Sheilla e Abrigo Nasser.

OS ULTRAMARATONISTAS
André Costa é atleta amador desde 2009. Apaixonado por esportes, principalmente pelo individual, como Corrida e Triathlon, participou de provas de curta e longa distâncias, como São Silvestre, Meia Maratona do Rio/RJ, Triathlon em Pirassununga/SP, Tristar Rio de Janeiro/RJ, Ironman Brasil em Florianópolis/SC, Ultramaratonas de 4 horas e de 50 quilômetros offroad em Manaus/AM e a Maior Ultramaratona do Mundo, a Comrades Marathon 2017.

Vitor Gadelha começou a nadar com apenas 9 anos. Após alguns anos, decidiu participar de uma nova modalidade: águas abertas. Atualmente se dedica a Ultramaratonas Aquáticas – provas com distância acima de 15 quilômetros. Além de ser o primeiro atleta do Norte/Nordeste e o mais novo completar a Travessia Leme ao Pontal, conquistou o 1º Lugar da Maratona del Golfo Capri Napoli, na Itália.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

[HANDEBOL] - Rio Negro/AM e Nassau/AM decidem Feminino Juvenil

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Rio Negro/AM e Nassau/AM disputam nesta quinta-feira (14/12) o título do Campeonato Amazonense de Handebol Feminino Juvenil. A decisão será às 17h30min, no Ginásio René Monteiro, zona centro-sul de Manaus/AM. A entrada é gratuita. A competição é realizada pela Liga de Handebol do Amazonas (LIHAM), com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de juventude, Esporte e Lazer (Sejel). Antes da grande Final, A.E. Manacapuru/AM e Ceti João Braga/AM se enfrentam pelo terceiro lugar, a partir das 16 horas.

As Semifinais foram realizadas na noite desta terça-feira (12/12), onde as meninas do Nassau/AM venceram a equipe do Ceti João Braga/AM por 53-29. O Rio Negro/AM bateu o A.E. Manacapuru por 37-24 e garantiu uma vaga na Final.

Apesar de ser uma equipe nova, formada recentemente, o Rio Negro/AM fez uma boa partida, mas segundo a assistente-técnica Jéssica Alves, o time ainda precisa acertar alguns detalhes. “Para o jogo da Final vamos treinar um pouco mais e tentar acertar no que erramos hoje (terça-feira). É perceptível um déficit de entrosamento entre parte da equipe, mas vamos fazer o melhor para alcançar o título”, comentou.

Primeira a garantir uma vaga na Final, a Nassau/AM, aposta no espírito de equipe para alcançar a vitória, segundo o técnico Sidney Ferreira. “Nossa estratégia é o espírito de equipe, pois sempre buscamos desenvolver o trabalho conjunto, com a velocidade, resistência e companheirismo. E assim chegaremos ao título”, afirmou.

Segundo o presidente da LIHAM , Auricélio Andrade, a final do Handebol Feminino Juvenil encerra as atividades da modalidade no Amazonas. “Essa final é a última do ano e tenho certeza que Rio Negro/AM e Nassau/AM farão uma ótima partida. Pela campanha, são as duas melhores equipes tecnicamente e contam com atletas experientes”, pontuou o dirigente, que também ressaltou o trabalho realizado com o Handebol Feminino amazonense. “Nos últimos dois anos, fizemos um resgate do naipe feminino no Amazonas e em 2017 alcançamos ótimos resultados, o nível das disputas femininas melhorou bastante. Tivemos uma evolução muito boa”, finalizou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[TÊNIS DE MESA] - Amazonenses da Seleção Brasileira conquistam Bronze no Sul Americano

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Divulgação

Manaus/AM - A Seleção Brasileira de Tênis de Mesa, composta pelos amazonenses Israel Barreto e Mario Costa, da Federação de Tênis de Mesa do Amazonas (FTMA) - conquistou o Bronze por equipe no Campeonato Sul-Americano de Tênis de Mesa, em Buenos Aires, na Argentina. A FTMA tem o apoio do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Com a Seleção Brasileira principal cumprindo agenda na Europa, os melhores atletas do Ranking Nacional foram convocados para esta competição, que teve início no último domingo (10/12). Nesta segunda-feira (11/12), segundo dia de disputas, os brasileiros já chegaram ao Pódio. Além dos amazonenses, a Seleção Brasileira na competição é composta pelo paulista Emerson Maeda.

A equipe teve uma segunda-feira intensa na competição. Para alcançar o Bronze no sistema Davis (jogos individuais), os brasileiros bateram o Paraguai por 3-1, o Uruguai por 3-0 e o Chile por 3-2, mas foram vencidos pelo time da casa. Os argentinos venceram os brasileiros por 3-0.

Os amazonenses estavam treinando intensamente para esta competição, de três a quatro horas por dia, não só a parte de mesa, mas também a parte física, de suma importância no esporte. Eles conquistaram o Bronze por equipe, mas ainda vão disputar nas categorias Individuais e de Duplas (formada por Israel e Mário), onde há a possibilidades do Ouro. O Campeonato segue até quinta-feira (14/12).

Segundo Mário Costa, a competição está difícil. “Na segunda-feira nós tivemos um dia bem intenso. Temos uma grande possibilidade de medalhar em dupla. Estamos confiantes nisso”, disse Mário.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

[HANDEBOL] - Português/PE conquista o Octacampeonato Brasileiro Feminino Adulto

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Tácio Melo/Sejel

Manaus/AM - Em decisão entre dois times do estado de Pernambuco, o Português/PE venceu o Santa Cruz/PE por 25-21 e conquistou o Octacampeonato Brasileiro de Handebol Feminino Adulto. A Final aconteceu na noite deste sábado (09/12), no Ginásio Renné Monteiro, zona centro-sul de Manaus/AM. O torneio, realizado pela Confederação Brasileira de Handebol, contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O campeonato reuniu sete equipes, de quatro Estados do Brasil. Três times do Amazonas participaram da disputa: Handebol Clube de Manaus/AM, Rio Negro/AM e Adalberto Valle/AM – as equipes ficaram em quarto, quinto e sétimo lugar, respectivamente. O Montes Claros/MG garantiu a terceira colocação e o Paysandu/PA, a sexta. As três melhores equipes ganharam Medalhas e Troféus.

Favorito ao título, o Português/PE mostrou toda a sua superioridade ao abrir oito pontos de vantagem no início do primeiro tempo. Sem perder tempo e com grandes jogadas, o time encerrou a etapa inicial vencendo pelo placar de 15-8. Mas, no segundo tempo, as meninas do Português/PE viram a vantagem diminuir. O Santa Cruz/PE voltou melhor e encostou no placar, fazendo a diferença cair para quatro pontos. Aos dez minutos, a treinadora do Português/PE, Monique Costa, pediu tempo e cobrou mais atenção e garra das atletas em Quadra.

Mas a chamada fez efeito contrário. Para o desespero da treinadora, o Santa Cruz/PE continuou encostando e a diferença caiu para dois pontos. Com o placar de 20-18, faltando apenas dez minutos para o final da segunda etapa, o Português/PE errava mais, enquanto o Santa Cruz/PE aproveitava para fazer gols. Foi assim que, faltando sete minutos para o final, a diferença do placar caiu para um ponto.

Com 21-20, a partida ficou acirrada e emocionante. No banco do Português/PE, sob o comando da treinadora, as reservas incentivavam as titulares com muitos gritos. O incentivo ajudou e, aos 27 minutos do segundo tempo, o Português/PE voltou a abrir três pontos de vantagem.

No último minuto, o time Português/PE marcou mais dois pontos e sacramentou a vitória pelo placar de 25-21. No final, a festa foi mesmo pernambucana, com dois times de Recife/PE no pódio.

Antes de subir ao pódio, Monique Costa falou sobre o jogo e também sobre o oitavo título, que dessa vez foi conquistado na capital amazonense. “Manaus/AM nos dá muita sorte, toda vez que jogamos aqui levamos uma Medalha para casa. Nós sempre dizemos que não tem muito segredo, é muito trabalho, muito treino. Essas meninas são muito guerreiras, a gente treina de segunda a sexta-feira arduamente, não tem feriado, não tem folga, só trabalho e dedicação”, comentou a treinadora, que também falou sobre a queda de ritmo das atletas no segundo tempo da partida.

“O primeiro tempo a gente conseguiu manter uma intensidade bem grande no jogo, e no segundo tempo o ritmo caiu, mérito também da equipe do Santa Cruz/PE, que no intervalo conseguiu se reestruturar, se reorganizar. Mas ainda bem que nós conseguimos administrar a diferença e mesmo elas baixando os pontos não conseguiram ultrapassar a gente”, completou Monique.

O treinador da equipe Vice-Campeã do torneio, Clebson Oliveira ficou bem feliz com o resultado da partida e também com a entrega das atletas em Quadra. “A equipe toda está de parabéns, a gente conseguiu fazer uma campanha belíssima, chegamos até a Final sem nenhuma derrota, perdemos apenas a Decisão, fazendo um belo jogo e estamos levando para Pernambuco duas Medalhas, uma de Ouro e outra de Prata”, disse o técnico, que também elogiou o nível técnico do Campeonato.

“As equipes estavam muito equilibradas, todos os jogos foram bem duros, o nível foi muito forte, muito bom. Manaus/AM está de parabéns por mais uma vez sediar um Campeonato Nacional com qualidade e dando todo apoio a todos nós”, finalizou o treinador do Santa Cruz/PE.

Essa foi a segunda vez que o Amazonas foi sede do Brasileiro Feminino. A primeira foi em 2015, quando o Português/PE também garantiu o primeiro lugar. E apesar de não ter nenhuma equipe local no Pódio, o presidente da Liga de Handebol do Amazonas (Liham), Auricélio Andrade, destacou a evolução dos times amazonenses na competição nacional.

“Esses resultados (4º, 5º e 7º lugares) mostram a evolução das equipes femininas, reflexo do trabalho de resgate do Handebol Feminino, que vem sendo realizado há três anos. Nesse Brasileiro as equipes amazonenses mostraram uma melhora técnica e fizeram partidas no mesmo nível das equipes que estão no primeiro escalão do cenário do Handebol nacional. Esse intercâmbio foi muito importante”, disse o presidente.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE DA SEGUNDA DIVISÃO] - São Raimundo/AM volta à Elite, no ano do Centenário

Texto: Assessoria de Comunicação do São Raimundo/AM
Foto: Fabrício Carvalho/São Raimundo E. C./AM
Ficha Técnica: Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - O São Raimundo/AM está de volta à Serie A do Campeonato Amazonense. Neste domingo (10/12), o Tufão da Colina bateu o Cliper/AM por 5-0, no Estádio Ismael Benigno, a Colina/AM, em Manaus/AM, pelas Semifinais do Campeonato Amazonense da Segunda Divisão 2017. Além do acesso, o São Raimundo/AM também está na final da Série B. A Decisão,no próximo final de semana, é contra o CDC Manicoré/AM, que também subiu à Elite do Estadual depois de eliminar o Holanda/AM.

Os cinco gols da vitória que devolveram o Tricampeão do Norte à Primeira Divisão foram marcados por Railson, Thiaguinho, Branco e Charles (duas vezes). No placar agregado dos jogos de Ida e Volta das Semifinais, o São Raimundo/AM venceu por 9-1, com 14 gols marcados nos últimos três jogos, todos diante do Cliper/AM, além de apenas um gol sofrido.

União e comprometimento. Para o comandante do Tufão na campanha do Acesso, treinador Sidney Bento, foram esses os fatores que devolveram o São Raimundo/AM à elite do futebol amazonense. “O começo foi difícil, o time demorou para engrenar, mas crescemos no momento certo. Diretoria, equipe e torcida estão todos de parabéns. Remamos todos para o mesmo lado e conquistamos o primeiro objetivo que é o Acesso. Agora é ir com tudo pra Final e trazer o Título pra essa torcida maravilhosa. É um momento de muita emoção”, disse o treinador.

O ataque do Tufão está voando, mas é no goleiro que a torcida depositou a alcunha de ídolo. Jonathan, mais uma vez, brilhou embaixo das traves. Além de grandes defesas, o goleiro pegou mais um pênalti, o segundo na competição. “Essa vitória foi gratificante. Fico feliz pela atuação, mas o importante mesmo é o Acesso. Sobre o carinho da torcida, não tenho palavras para descrever. Só tenho a agradecer e espero que possamos conquistar o Título semana que vem”, disse Jonathan, já pensando na Série A de 2018.

A Decisão da Série B do Campeonato Amazonense, entre São Raimundo/AM e CDC Manicoré/AM, ocorre no próximo final de semana.

Ficha Técnica:
São Raimundo/AM 5-0 Cliper/AM
Domingo, 10 de dezembro de 2017, às 18 horas
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/Am
Campeonato Amazonense da Segunda Divisão 2017
Semifinal - Jogo de Volta
Árbitro: Weden Cardoso Gomes/AM
Assistente 1: Marleudo Nunes de Lima/AM
Assistente 2: Ivo Fernando da Costa de Souza/AM
4º Árbitro: Edmundo Tibúrcio Araújo/AM
Estagiário: Márcio da Silva Contreira/AM
Cartões amarelos: Róbson 4, Matheus Iton 16, Greg 23 e Getúlio 34 minutos do primeiro tempo. Allan 14, Amaralzinho 22 e Cassiano 29 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Greg 23 minutos do primeiro tempo (pelo segundo cartão amarelo).
Gols: Branco 5 minutos do primeiro tempo. Raílson 13, Charles 22, Thiaguinho 33 e Charles 35 minutos do segundo tempo.
São Raimundo/AM: Jonathan; Getúlio, Pastor (Thiaguinho 25/2º), Fábio Gomes e Leozinho; Amaralzinho, Thiago Amazonense, Alessandro Toró e Raílson; Branco (Charles 18/2º) e Romarinho (Cassiano 14/2º). Treinador: Sidnei Bento.
Suplentes: Darlan, Kennedy, Thiaguinho, Thiago Tavares, Éric Souza, Paulo Sérgio, Neto, Cassiano e Charles.
Cliper/AM: Lucas Santos; Alan, Mauriney, Greg e Matheus Iton (Etevaldo 18/2º); Paulista, Gabriel Viana, Róbson (Herbert, no intervalo) e Kelve; Geraldo (Alex Souza, no intervalo) e Paulo Assis. Treinador: Neneca.
Suplentes: Aranha, Romário, Luis Gustavo, Leandro Leite, Etevaldo, Herbert, Lucas Furtado, Tauan e Alex Souza.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

[HANDEBOL] - Rio Negro/AM vence Paysandu/PA pelo Campeonato Brasileiro Adulto Feminino

Texto e Foto:
Site da Confederação Brasileira de Handebol -CBHb
http://www.brasilhandebol.com.br

Manaus/AM - A Fase Final do Campeonato Brasileiro Adulto Feminino de Handebol teve sequência nessa quarta-feira (06/12) com as partidas da segunda rodada. A competição é realizada no Ginásio Renné Monteiro, em Manaus/AM, e conta com sete equipes, que estão divididas em duas Chaves.

A Chave A tem Português/PE, Paysandu/PA, Santa Cruz/PE e Rio Negro/AM Já a Chave B conta com Montes Claros/MG, Handebol Clube de Manaus/AM e Adalberto Vale/AM

Na rodada dessa quarta-feira (06/12), Português/PE e Santa Cruz/PE (foto acima) empataram por 24-24 (12-12 no primeiro tempo), enquanto o Handebol Clube de Manaus/AM venceu o Adalberto Valle/AM por 38-28 (17-12 no primeiro tempo). Já o Rio Negro/AM fez 29-26 (15-10 no primeiro tempo) no Paysandu/PA.

Nesta quinta-feira (07/12), Português/PE e Payandu/PA se enfrentam às 17h30min (horário de Manaus/AM, seguido de Montes Claros/MG - Handebol Clube de Manaus/AM, às 19 horas e Rio Negro/AM - Santa Cruz/PE, às 20h30min.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

[BOM DIA MUSICAL] - Elis, Elis, com Emílio Santiago

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Arquivo Pessoal do Teófilo

Manaus/AM - Tomei conhecimento de que existia um artista chamado Emílio Santiago no Festival MPB Shell, de 1982, promovido e transmitido pela Rede Globo que foi, na minha opinião, o melhor, pós-Anos 60.

Vivíamos, timidamente, novos ares, de redemocratização, que culminou com o Movimento Diretas Já!, em 1985, mesmo que a Eleição Presidencial deste ano tenha sido Indireta, pelo Congresso Nacional, numa disputa que envolveu Tancredo Neves e Paulo Maluf, ainda sob o signo do Bipartidarismo, PDS (antiga Arena, governista) e PMDB (antigo MDB, da resistência).

Aquele vozeirão cantando e ganhando o Festival com o Samba Pelo Amor de Deus me encantou, a ponto de eu ter juntado minhas parcas economias, oriundas do dinheiro da merenda diária, para comprar o CD (Compatc Disc) do Emílio Santiago (tenho até hoje, foto da postagem).

Três anos depois (1985) foi escolhido o Melhor Intérprete do Festival dos Festivais, também da Rede Globo, com a canção Elis Elis, a escolhida do Blog do Teófilo para homenagear Emílio Santiago, falecido em 20 de março de 2013 mas que, se Vivo fosse, completaria nesta quarta-feira (06/12), 71 Anos.

Copie esse link para escutar Elis, Elis - https://www.youtube.com/watch?v=FjeZR4X_3Dc

Quem diz, quem diz, quem diz... Que você partiu, não sabe, não sabe... Que o show de todo artista tem que continuar

O sol se escondeu mais cedo
E o medo tomou conta do poeta
Feriu o bandido, calou o profeta
A cortina do palco não se abriu
Mas a platéia inteira cantou
a mais triste cantiga de amor

Quem diz, quem diz, quem diz...
Que você partiu
Mente, mente, só mente
Não sabe de você aqui tão presente

Não viu, não viu...
O bêbado dobrando a esquina
Não ouviu a doce voz da menina
Não andou no arame de uma corda bamba
Não cantou o mais bonito dos sambas
Não fugiu, não fugiu num rabo de foguete

Quem diz, quem diz, quem diz...
Que você partiu
Não sabe, não sabe...

Que o show de todo artista tem que continuar


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

[HANDEBOL] - Manaus/AM sedia Campeonato Brasileiro Adulto Feminino

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - Começa nesta terça-feira (05/12), o Campeonato Brasileiro Adulto de Handebol Feminino, a partir das 17h30min, no Ginásio Poliesportivo Renné Monteiro, localizado na avenida Constantino Nery, zona Centro-Sul de Manaus/AM. A competição é uma realização da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) e da Liga de Handebol do Amazonas (Liham), e conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Ao todo, sete equipes participarão da competição. O Handebol Montes Claros/MG, que é o atual Campeão Brasileiro, as equipes Português/PE e Santa Cruz/PE e Paysandu/PA. Os times do Amazonas são Handebol Clube de Manaus/AM, Adalberto Vale/AM e Rio Negro/AM.

O torneio será dividido em duas Chaves, cujas equipes que conseguirem alcançar o primeiro e segundo lugares irão disputar a Semifinal, na sexta-feira (08/12). O Campeão será conhecido no sábado (09/12), na grande Final da competição.

Para as pessoas que gostam da modalidade de Handebol, haverá três jogos por dia, com início às 17h30min e a entrada é gratuita.

Os dois últimos Campeões regionais, o Adalberto Vale/AM, em 2016, e o Rio Negro/AM, que é o campeão deste ano estarão presentes na competição, juntamente com o Handebol Clube de Manaus/AM.

Segundo o presidente da Liham, Auricélio Pessoa, a competição não será fácil. “A gente vem fazendo um resgate do Handebol Feminino, que estava um tanto parado. Então, a gente conseguiu motivar as equipes do naipe Feminino. Temos uma certa pedreira com a equipe do Portuguesa/PE, mas as meninas vão tentar essa classificação. O título é difícil, mas não é impossível. As atletas amazonenses vão fazer um bom papel”, comentou Auricélio.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

[NATAÇÃO] - Catarina Ganzeli e Allan do Carmos vencem Travessia Almirante Tamandaré

Da Agência ProMover Assessoria de Comunicação
Fotos: Nathalia Silveira/ProMover

Manaus/AM - A Ponta Negra recebeu neste domingo (03/12), o Rio Negro Challenge, maior evento de águas abertas da região Norte. A competição, que reuniu 322 atletas de 18 Estados diferentes, consagrou Catarina Ganzeli e Allan do Carmo como os grandes Campeões da principal prova – a Travessia Almirante Tamandaré. Para conquistar o topo do pódio, os atletas tiveram que enfrentar 8,5 quilômetros no mais extenso rio de água negra do mundo. A ação foi realizada pela Aquática Amazônica, clube que completou cinco anos neste dia.

Essa não foi a primeira vez que o atleta olímpico Allan do Carmo deu braçadas no Rio Negro. Em 2006, o nadador disputou também a Travessia, porém não venceu, e no início desse ano encarou a Maratona Aquática, prova do Rio Negro Challenge, faturando Ouro pelos 3 quilômetros. Dessa vez, o baiano finalizou o desafio em 01h40min42seg. Marcos Fraccaro e Alan Barbosa ficaram em segundo e terceiro lugar respectivamente, com os tempos de 01h55min49seg e 01h56min00.

"Essa é a segunda vez que faço a Travessia, mas é a primeira vez que venci e fico muito feliz com esse resultado. Venci com um tempo muito bom, estava com medo de estar muito calor e sol forte, mas o clima ajudou e, com isso, a temperatura da água não estava tão quente quanto esperada. Meu guia também me ajudou muito, incentivando o tempo todo", disse Allan, que no próximo final de semana disputa o Rei e Rainha do Mar e encerra suas atividades de 2017, retornando às missões dia 03 de janeiro.

Catarina Ganzelli, que este ano integrou a Seleção Brasileira por duas vezes, também terá boas recordações da capital amazonense. Isso porque, em abril deste ano, a nadadora também conquistou o primeiro lugar pela Maratona Aquática de 3 quilômetros. Ao encarar mais uma vez o Rio Negro, só que desta vez um percurso muito maior, a atleta da Unisanta/SP praticamente não teve dificuldades. A campineira chegou com vantagem e cravou 01h55min54seg, bem à frente da segunda colocada Patricia Farias, que finalizou em 02h09min57seg. Logo atrás, representando o Amazonas, ficou Ylse Sasai, que chegou em 02h15min42s de prova.

"Nadar no rio sempre é muito diferente do mar, aqui precisei me hidratar mais, equilibrar mais o corpo, pois a água é mais pesada, e essas estratégias me ajudaram muito a conquistar a prova. Eu sabia que poderia sofrer nesta competição mais que o habitual, mas é sempre especial participar de competições aqui em Manaus/AM e quero sempre poder voltar. Meu ano foi bastante especial, está quase acabando, e essa cidade faz parte desse histórico de 2017", disse Ganzelli, que disputa o Rei e Rainha do Mar e a Fuga das Ilhas (SP), no sábado e domingo próximos.
A Maratona Aquática encantou o público de mais de 500 pessoas presentes no Rio Negro Challenge e teve amazonenses na ponta do pódio. No masculino, pela prova de 1,5 quilômetros vencedor foi Vitor Gadelha (foto acima), que completou o percurso em 21min50seg. "O rio estava bem agitado lá no meio, isso dificultou a virada, mas consegui fazer uma boa prova e estou feliz", comentou o atleta da Aquática Amazonas, que foi o único brasileiro a disputar a importante Maratona Del Golfo Capri-Napoli (36 quilômetros), na Itália, em junho deste ano, levando o primeiro lugar Individual e terceiro Geral.

Pela Feminina, dos 1,5 quilômetros, Isabelle Farias (foto abaixo) subiu ao lugar mais alto do pódio. A atleta do Cirmman/AM (Círculo Militar de Manaus/AM) encontrou dificuldades no percurso, mas mesmo assim conseguiu bom resultado, terminando o trajeto em 24min35seg. “Fiz essa mesma prova no início do ano e agora sou Bicampeã. Apesar da experiência, hoje foi muito difícil pra mim, pois me perdi no trajeto, isso me atrapalhou, mas consegui dar a volta e ganhei graças a Deus. Queria muito essa vitória", disse, emocionada, a jovem de 14 anos.
Pelos 3 quiilômetros da Maratona, quem se deu bem foi Edmir Jason Nunes e Priscila Magalhães (foto abaixo), com os tempos de 52min49seg e 52min28seg respectivamente. A nadadora de 35 anos veio especialmente do Rio de Janeiro/RJ para testar suas habilidades nas águas escuras do Amazonas e teve a grata surpresa de superar as dificuldades. A atleta vai voltar para a Cidade Maravilhosa com uma Dourada na bagagem. "Treino sempre em piscina, só faço competições de águas abertas, mas nunca tinha competido no rio. Foi emocionante, inesquecível e usei a estratégia de me manter tranquila para encarar este desafio bem diferente em relação a água, densidade, cor, tudo. Conheci a competição através do organizador Pierre Gadelha e me despeço daqui, já querendo voltar", disse ela, que nada há 20 anos e é médica.
Para o organizador Pierre Gadelha, o evento surpreendeu e as próximas edições prometem novidades aos participantes. "Este evento está consolidado e hoje a gente pode testemunhar isso com tantos atletas de fora, que fomentam o turismo esportivo, e nos proporcionam a oportunidade de mostrar que aqui temos bons eventos e competitivos. Agradeço todos aqueles que confiaram na competição, aos amazonenses que abraçam as águas abertas, e para o ano que vem já pensamos em novidades que vão agradar aqueles que gostam de ser desafiados, novos percursos, novas provas, podem começar a se preparar", comentou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

domingo, 3 de dezembro de 2017

[SUPERLIGA MASCULINA DE VÔLEI] - Sada Cruzeiro/MG vence Vôlei Renata/SP, em Manaus/AM, antes da disputa do Mundial

Da Agência ProMover Assessoria de Comunicação
Fotos: Antônio Lima/ProMover

Manaus/AM - O primeiro jogo da Superliga Masculina de Vôlei em Manaus/AM foi pura emoção na noite deste sábado (02/12), na Arena Amadeu Teixeira, com a partida entre Vôlei Renata/SP - Sada Cruzeiro/MG. Em Quadra, quem levou a melhor foi o time mineiro, que segue líder da competição após vencer por 3-0 (25/20; 25/19; 29/27), em jogo válido pela nona rodada. A partida durou pouco mais de uma hora e meia e foi uma realização da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em parceria com a Federação Amazonense de Vôlei (CBV).

Para o ponteiro Filipe, o último jogo antes de seguir para o Mundial, na próxima quinta-feira (07/12), deu ainda mais gás para a equipe, que se surpreendeu com a quantidade de torcedores do Cruzeiro na partida. O ponteiro defende o Sada pela oitava temporada seguida e, ao lado de Serginho, é o atleta que veste a camisa celeste por mais tempo. “Estamos felizes com esse resultado, pois a gente tinha em mente que seria um jogo bastante disputado. A gente conseguiu fechar e dar essa alegria a esta torcida linda que veio fazer uma festa bonita. Só temos a agradecer todo o carinho recebido durante estes dias que estamos em Manaus/AM. Tudo isso deu ainda mais confiança pra gente chegar no Mundial”, comentou o capitão da equipe.

O levantador Uirarte se destacou e a Comissão Técnica do time mineiro o elegeu como melhor da partida. Após ser premiado com Troféu VivaVôlei CIMED, o jogador comentou sobre a atuação da sua equipe e sobre a presença da torcida cruzeirense na Arena. “Viemos a Manaus/AM, tão longe de Belo Horizonte/MG, e encontramos a nossa torcida. Isso é sempre muito bom para nós. Foi um bom jogo de equipe, com todos fazendo a sua parte e eu fico muito feliz por isso”, disse.

Com onze pontos na zona de classificação à próxima fase, o Vôlei Renata/SP volta às Quadras contra o Sesc Rio/RJ, na próxima quinta-feira (07/12), às 21h45min (de Brasília/DF), na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro/RJ. Para o técnico Horacio Dileo, os dois primeiros sets foram complicados para a equipe campineira, e bom desempenho do Cruzeiro/MG pressionou o elenco. “O Sada Cruzeiro/MG está de parabéns, fizeram uma partida muito boa. Sabíamos que seria um jogo muito complicado. No primeiro set não jogamos bem, erramos algumas bolas no ataque e eles estiveram no nível de sempre. No terceiro set, estávamos com a cabeça mais tranquila, pressionando o saque. Jogar no limite contra o Cruzeiro/MG é muito difícil, acho que não temos o costume de jogar todo o tempo dessa forma. Fica o aprendizado para a sequência e para quinta vamos afinar o trabalho”, comentou Dileo.

Para o presidente da FAV, Tadeu Picanço, o evento cumpriu o seu papel de descentralizar o Vôlei e trouxe a Manaus/AM a oportunidade da população assistir duas grandes equipes, e proporcionou a aproximação com ídolos, como foi o caso do Bicampeão Olímpico Mauricio, embaixador do Vôlei Renata/SP. “Com toda certeza tivemos um jogo histórico, de duas equipes que se destacam pela Superliga, que tem jogadores extremamente talentosos, e firmamos aqui uma partida inédita do evento masculino. Isso é muito importante, pois nos possibilita novas negociações, e confirma à CBV como nosso povo gosta deste esporte e faz questão de vir assistir, torcer, vibrar, receber. Nosso trabalho sempre será de oportunizar este tipo de evento e ressaltar que nosso Estado gosta e entende de vôlei”, frisou Tadeu. Ao todo, a partida reuniu 1.289 pessoas.

O primeiro tempo foi marcado pelo revezamento de pontos, começando pela marcação de 12-11 para o Sada Cruzeiro/MG. Entretanto, os mineiros aproveitaram melhor os contra-ataques. Prova disso, foi Filipe que virou e ajudou a Raposa a abrir 15-11. Minutos depois, com um ace de Leal, para o delírio da torcida, o time mineiro chegou a 21-17. Virada de bola da equipe celeste também funcionou e o Sada fechou o primeiro set marcando território com o placar de 25-20.

Na segunda etapa, a constante do placar também se estendeu até o meio do jogo. Nos primeiros minutos, Serginho passou a mão e Isac colocou no chão, 2 a 2. Com um bloqueio mais rígido, os times chegam a 11 a 11, porem com a excelente atuação do ponteiro Leal, cubano naturalizado brasileiro, a virada cai em cima do time campineiro e o Cruzeiro conquista a vantagem com 13 a 11. Logo após, Filipe vira e no contra-ataque chega aos 14 a 12. O central cubano Simon deu uma pancada no meio da quadra e marcou 16 a 13. Com um ace do mesmo central, o Cruzeiro passa para 20 a 16. O set é fechado com mais um ace: Isac saca, a bola não volta, e o time celeste fecha com sucesso em 2 a 0 por 25/19.

O terceiro set abre com uma boa jogada entre Uriarte e Simon. A combinação entre os jogadores celestes cai igual uma luva novamente e o jogo segue para 6-5. O jogo chegou a 13-19 com uma boa defesa de Uriarte, finalizada com Evandro. O vôlei Renata/SP não deixou barato, começou a reagir, e Vini entrou duas vezes, fazendo o time campineiro empatar em 13-13. Com uma bola sacada de Vissotto, do Volei Renata/SP, a equipe paulista consegue chegar aos 21-21 e, segundos depois, passa para 22-21, ficando à frente do Sada. Depois de um rali emocionante, iniciado por Vissotto, o camisa 10 celeste, Simon, faz o bloqueio sem pena e marca 22-22. Com uma pancada de Leal, o jogo segue para 24-24. O capitão do time campineiro manda uma para o Cruzeiro/MG e Isac devolve com velocidade: 25-25. Numa errada de saque de Leal, o jogo fica em 27-27. Em seguida, Vini retribuiu e errou também o saque: 27-27. Com um bloqueio de Evandro, o Cruzeiro/MG fecha a conta em Manaus/AM ao chegar em 29-27.

Para o torcedor do Cruzeiro/MG, Rodrigo Bentes, a torcida fez sua parte e o time retribuiu com uma disputa calorosa. “Somos Cruzeiro/MG e não poderíamos deixar de apoiar nosso time. Foi um jogo muito bonito, emocionante e os jogadores foram super solícitos. Tiraram foto, vibraram com a gente e para nossa torcida foi um dia inesquecível. Esperamos ter outras oportunidades de ver nosso time de coração de perto e hoje a festa é nossa”, disse o amazonense.
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

[FUTEBOL] - Manaus/AM sedia II Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia

Da Assessoria de Comunicação
Fotos: Divulgação


Manaus/AM - Cinco profissionais do Jornalismo Esportivo nacional e local estarão reunidos no dia 9 de dezembro no Salão Rio Negro, do Quality Hotel Manaus para o II Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia. O evento reunirá mais de 300 pessoas entre estudantes e profissionais.

Elis Alves, da TV A Crítica; Fabíola Andrade, Thiago Oliveira e Andre Hernan, do SporTV; e Mauro Naves da TV Globo vão falar de Esportes às vésperas da Copa do Mundo na Rússia.

Abrindo a programação, às 9 horas a Diretora da TV A Crítica, Elis Alves (foto acima) vai falar da experiência de 20 anos de televisão e comentar sobre o Craque na TV, primeiro programa esportivo apresentado e dirigido por mulheres.

Depois, ás 10h30min, Fabíola Andrade (foto abaixo) vai retratar o papel da mulher no Jornalismo Esportivo. “Vamos falar da importância da mulher nesta profissão”, disse.

À tarde, abrindo a rodada, às 14 horas o Radialista e Jornalista, Thiago Oliveira (foto abaixo) apresentador do programa esportivo Tá na Área vai falar do novo formato do Jornalismo Esportivo. “Levem o celular de vocês, vamos fazer selfies. O novo Jornalismo é feito por esse aparelho que está na palma da nossa mão”, comentou.
Fechando o evento, a partir das 15h30min, a Mesa-Redonda Os desafios de uma grande cobertura esportiva” com Andre Hernan e Mauro Naves (fotos abaixo). Juntos somam mais de 30 anos de profissão e cobrem a Seleção Brasileira.

As inscrições para o II Simpósio de Jornalismo Esportivo na Amazônia estão abertas ao valor de R$ 180,00. Os interessados podem pagar via boleto bancário ou operação bancária, depósito ou transferência, na Conta Poupança, titular Larissa Balieiro Pinheiro, Branco Bradesco, Agência 0482, Conta: 0761031–9.

Ao depositar, é preciso enviar comprovante para simposioesportivo.am@gmail.com para receber a confirmação da inscrição. Existe, também a opção de inscrição pelo link http://bit.ly/2yqH1V0 para pagamento no cartão em até duas vezes. Durante o pagamento no cartão terá um formulário para confirmar sua inscrição.

O evento vai disponibilizar Certificado de Participação aos interessados.

O credenciamento, no dia 9 de dezembro, inicia às 8 horas.

Informações adicionais, contactar a Radialista e Jornalista Larissa Balieiro, via telefone, (92) 99235-6291 ou @simposioam no Instagram e Facebook.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 28 de novembro de 2017

[BOM DIA MUSICAL] - Retalhos de Cetim, com Benito Di Paula

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Uday Velozzo é carioca de Nova Friburgo/RJ e comemora, nesta terça-feira (28/11), 76 anos de Vida. Ganhou fama como Benito Di Paula, e gravou seu primeiro LP (Long Play) em 1971, com músicas de outros artistas, principalmente - Apesar de Você/Chico Buarque, A Tonga da Mironga do Kabuletê/Vinicius & Toquinho e Azul da Cor do Mar/Tim Maia. Não fez muito sucesso. No ano seguinte, mais um LP sem muito impacto artístico.

O sucesso veio, finalmente, em 1973, com o LP Um Novo Samba quando, curiosamente, passou a adotar o visual que carrega até hoje: barba e cabelos longos, inúmeras correntes, brincos e pulseiras. O grande sucesso desse disco foi a Retalhos de Cetim, escolhida pelo Blog do Teófilo, com ajuda de fãs de Benito Di Paula, como Bom Dia Musical em sua Homenagem.

Copie esse link para escutar Retalhos de Cetim - https://www.youtube.com/watch?v=cTMvO5y9BXI

E ela jurou, desfilar prá mim. (...) Não pensei que mentia, a cabrocha que eu tanto amei

Ensaiei meu samba o ano inteiro,
Comprei surdo e tamborim
Gastei tudo em fantasia,
Era só o que eu queria
E ela jurou, desfilar prá mim

Minha escola estava tão bonita.
Era tudo o que eu queria ver,
Em retalhos de cetim
Eu dormi o ano inteiro

E ela jurou desfilar pra mim.
Mas chegou o carnaval,
E ela não desfilou,
Eu chorei na avenida, eu chorei.
Não pensei que mentia a cabrocha,que eu tanto amei


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

[HANDEBOL] - Em jogo eletrizante, Manacapuru/AM conquista Série Prata do Masculino Adulto

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Tácio Melo e Alessandra Reis/Sejel

Manaus/AM - Na prorrogação, a Associação Esportiva Manacapuru/AM venceu por 33-31 a Liga Santa Etelvina de Handebol/AM e sagrou-se a Campeã do Campeonato Amazonense de Handebol Masculino Adulto, Série Prata. A partida aconteceu neste domingo (26/11), na Arena Poliesportiva do Amazonas e contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O jogo foi acirrado do início ao fim. No segundo tempo, faltando três segundos para acabar, o Santa Etelvina/AM empatou e levou a disputa para prorrogação, mas a equipe de Manacapuru/AM levou a melhor, marcou dois gols de diferença e ficou com o Título, esperado há mais de 10 anos.

Segundo o treinador da equipe, Evandro Bastos, o time se preparou bastante e apesar das dificuldades, nunca deixou de se dedicar. "Mesmo em frente as dificuldades, me sinto com dever cumprido. A equipe se dedicou bastante. Manacapuru/AM não disputava o Amazonense há mais de 10 anos. Então, chegar aqui e ainda levar o Título para casa, é uma emoção muito grande. Agradeço aos nossos apoiadores e as pessoas que acreditaram no nosso trabalho", disse Evandro.

O presidente da Liga de Handebol do Amazonas (Liham), Auricélio Pessoa, parabenizou a equipe vencedora e falou da organização do Campeonato. "A nossa intenção é sempre fazer o esporte crescer. Organizamos a competição melhor, em duas Séries, na qual a equipe de Manacapuru/AM venceu a Prata e a parabenizo por isso. Então, com essa divisão, os jogos ficam mais nivelados, com equipes nível tático e técnico parecidos. Assim, ganha o esporte, o público e a competição", finalizou.

A competição foi prestigiada pela Secretária da Sejel, Janaina Chagas, que entregou as Medalhas e os Troféus aos Campeões. "É uma felicidade muito grande assistir um jogo de Handebol tão equilibrado. Todas as equipes que participaram estão de parabéns. O Governo do Estado está sempre pronto para ajudar e incentivar os nossos atletas", comentou Janaina Chagas.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

[COPA SÃO PAULO DE JUNIORES 2018] - Fast Clube/AM está no Grupo 23, em Osasco/SP

Teófilo Benarrós de Mesquita
Arte: Site da Federação Paulista de Futebol/FPF
http://futebolpaulista.com.br


Manaus/AM - Representante do Amazonas na Copa São Paulo de Futebol Junior, o Fast Clube/AM é integrante do Grupo 23, informação confirmada pela Federação Paulista de Futebol, organizadora da maior competição de Base do Brasil. Sediado em Osasco/SP, o grupo terá a presença, ainda, do anfitrião Audax/SP, do Atlético/MG e do Rio Branco/ES.

A Edição de 2018 terá o número recorde de participantes: 128 clubes, de todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal. São Paulo, com 55 participantes, é o Estado com maior número de clubes, sendo 32 times-sede. Do Norte do Brasil, são 9 clubes: o Capital/TO está no Grupo 6, a Desportiva/PA está no Grupo 7, Paysandu/PA no Grupo 14, São Raimundo/RR no Grupo 18, Ji-Paraná/RO no Grupo 21, Fast Clube/AM no Grupo 23, Rio Branco/AC no Grupo 25, São Paulo/AP no Grupo 31 e o Clube do Remo/PA no Grupo 32.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[TÊNIS DE MESA] - Copa Cidade de Manaus neste final de semana

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - A Federação de Tênis de Mesa do Amazonas (FTMA) realiza de sexta-feira (24/11) até domingo (26/11), na quadra da Vila Olímpica, bairro Dom Pedro, zona Centro Oeste, a 9ª Copa Cidade de Manaus/AM de Tênis de Mesa. O evento tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Qualquer atleta poderá participar da competição, sendo federado ou não. Para os não federados, as categorias de inscrição são: Iniciantes A (até 9 anos), Iniciantes B (10 a 13 anos), Iniciantes Livre (a partir de 14 anos). Aos federados, que são atletas inscritos em algum clube filiado a FTMA e com cadastro ativo para inscrição no sistema da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), poderão se inscrever nas categorias Individuais e Duplas, para as categorias: Duplas Livre, Pré-Mirim, Mirim, Infantil, Juvenil, Absoluto, Sênior e Veteranos.

A programação começa às 18 horas de sexta-feira (24/11), com a Fase Classificatória das categorias Duplas (livre), Iniciantes A, B e Livre. No sábado (25/11), das 8 horas às 12 horas, acontece a Fase Eliminatória, junto com a premiação das categorias que competiram no dia anterior. E das 13h30min às 16 horas, é a vez das Classificatórias das categorias Pré-Mirim, Mirim, Infantil, Juvenil.

A partir das 16 horas é a disputa que classifica os atletas da categoria Absoluto Masculino e Feminino, Sênior e Veteranos. No domingo (26/11), de 8 horas as 10 horas, é a Fase Eliminatória e premiação das categorias Pré-Mirim, Mirim, Infantil e Juvenil. A partir das 10 horas, Eliminatória e premiação das categorias Absoluto Masculino e Feminino, Sênior e Veteranos.

Segundo o presidente da FTMA, Israel Barreto, aproximadamente 200 atletas, entre profissionais e iniciantes, participarão da competição. “O Tênis de Mesa vem crescendo muito no Estado do Amazonas, em todas as áreas da cidade. E com o apoio da Sejel, conseguimos alcançar muitos adeptos, inclusive com este evento, a Copa Cidade de Manaus/AM, que é o maior evento da modalidade no Estado”, pontuou.

As inscrições poderão ser feitas até esta quarta-feira (21/11) pelos telefones (92) 99152-6953 (Mário) e 99215-6796 (Israel). A taxa de inscrição para as Duplas custam R$ 50,00. As individuais custam R$ 30,00 (Categoria 1) e R$ 50,00 (Categoria 2).

Os três primeiros colocados de cada categoria serão premiados. O primeiro lugar com Troféu e Medalha e o segundo e terceiro com Medalhas. No Absoluto, o primeiro colocado ganhará R$ 400,00; o 2º colocado R$ 150,00 e o 3º R$ 50,00.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Vento Ventania, com Biquini Cavadão (Bruno Gouveia)

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Formado por amigos da mesma sala de aula, o Grupo Biquini Cavadão recebeu esse nome por sugestão de Herbert Viana. No início de 1985, uma fita demo (demonstrativa) começou a tocar na épica Rádio Fluminense FM, do Rio de Janeiro/RJ, com a música Tédio caindo no gosto da Juventude carioca e depois brasileira. O suficiente para que o Grupo assinasse com a Polygram, onde gravaram o CD (Compacty Disc ou Compacto Simples [vinil]) tendo No Mndo da Lua no Lado B. O sucesso levou à gravação do LP (Long Play [vinil]), ainda em 1985, com destaque para Timidez e Inseguro de Vida.

De 1990, Vento Ventania, escolhida pelo Blog do Teófilo para o Bom Dia Musical, em comemoração ao aniversário do vocalista e líder do Grupo, Bruno Gouveia, foi considerada a Melhor Música do Ano. No último domingo (18/11), Bruno completou 51 anos de Vida.

Copie esse link para escutar Vento Ventania - https://www.youtube.com/watch?v=Pou0AwrYh2w

Quero mover as pás dos moinhos e abrandar o calor do sol. Quero emaranhar o cabelo da menina, mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, agora que estou solto na vida
Me leve pra qualquer lugar
Me leve mas não me faça voltar. (3X)


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 14 de novembro de 2017

[BOM DIA MUSICAL] - Tocando Em Frente, com Almir Sater

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Pantaneiro nato, de Campo Grande/MS, o Homenageado pelo Bom Dia Musical do Blog do Teófilo desta terça-feira (14/11) quase virou Advogado. Felizmente, largou a Faculdade e trocou as aulas de Direito pelas aulas do Tião Carreiro, um dos maiores violeiros do nosso Brasil. Sua composição mais conhecida, Tocando Em Frente, parceria com Renato Teixeira, fez parte da Trilha Sonora da Novela Pantanal, exibida na extinta TV Manchete, em 1990, quando Almir Sater fez o papel de Xeréu Trindade.

Parabéns, Almir Sater, pelos 61 anos de Vida. Parabéns pela inspiração usada em Tocando Em Frente.

Copie esse link para escutar Tocando Em Frente - https://www.youtube.com/watch?v=SWtjTkixv5M

Todo mundo ama um dia, todo mundo chora... Um dia a gente chega e no outro vai embora

Ando devagar
porque já tive pressa
E levo esse sorriso
porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte
mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
de que muito pouco sei
Ou nada sei

Conhecer as manhas
e as manhãs
O sabor das massas
e das maçãs

É preciso amor
pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida
seja simplesmente
compreender a marcha
e ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro
levando a boiada
eu vou tocando os dias
pela longa estrada, eu vou
estrada eu sou

Conhecer as manhas
e as manhãs
O sabor das massas
e das maçãs

É preciso amor
pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia
todo mundo chora
um dia a gente chega
e no outro vai embora

Cada um de nós compõe a sua história
cada ser em si
carrega o dom de ser capaz
e ser feliz

Conhecer as manhas
e as manhãs
o sabor das massas
e das maçãs

É preciso amor
pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Ando devagar
porque já tive pressa
e levo esse sorriso
porque já chorei demais

Cada um de nós compõe a sua história
cada ser em si
carrega o dom de ser capaz
e ser feliz


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE FEMININO 2017] - Iranduba/AM conquista Heptacampeonato

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/FAF

Manaus/AM - Deu Iranduba/AM. De novo! Pelo sétimo ano consecutivo. O empate em 1-1, contra o 3B Sport/AM, na tarde deste sábado (11/11), na Arena Vivaldo Lima, consagrou o time de melhor desempenho no Campeonato Amazonense Feminino 2017. Jogando com o Regulamento, que lhe garantia a vantagem de dois resultados iguais, o Iranduba/AM chegou ao incrível Heptacampeonato.

Além dessa façanha, outro aspecto positivo: está criada uma nova rivalidade no futebol local, agora entre as meninas, com o surgimento do 3B Sport/AM que, apesar do vice-campeonato, e logo em seu ano de estreia, terminou a competição sem perder, invicto. No confronto direto contra o Iranduba/AM, uma vitória (na Fase Classificatória) e dois empates (os dois jogos da Decisão). E, no início da partida, um minuto de silêncio em Homenagem ao Mito Amadeu Teixeira, o precursor do futebol feminino no Amazonas, além de fundador e eterno treinador do América/AM.

Com a bola rolando, o primeiro ataque foi do Iranduba/AM, com a goleira Vivi mandando a bola escanteio. Após a cobrança, Renata Costa é derrubada na área e o árbitro Antônio Carlos Pequeno Frutuoso assinalou o pênalti. A capitã Djeni cobrou no canto esquerdo e, com apenas dois minutos de jogo, abriu o marcador, aumentando a vantagem do Hulk da Amazônia.

Pressionado pela necessidade da vitória, o 3B Sport/AM se arrumou na partida e passou a criar jogadas de ataque, com chutes de longa distância e em lances de bola parada, principalmente, com boas intervenções da goleira Rubi. Aos 28 minutos, houve parada técnica, para hidratação das jogadoras. No retorno, aos 31 minutos, o mesmo quadro, com Rubi neutralizando as investidas ofensivas da equipe adversária.

O Iranduba/AM voltou a mostrar perigo aos 37 minutos, quando Andressinha colocou Mari na cara do gol, com Vivi fazendo grande defesa e Mari desperdiçando, mandando por cima do gol, no rebote. Após quatro minutos de acréscimos, o primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Iranduba/AM por 1-0.

A conversa no vestiário foi longa e o 3B Sport/AM demorou para retornar do intervalo e os times voltaram sem modificações em suas composições. O segundo tempo começou com equilíbrio, com as duas equipes alternando posse de bola e criação de jogadas ofensivas. Aos 13 minutos, o treinador do Iranduba/AM, Adilson Galdino, processou duas alterações na sua equipe, com Moara entrando no lugar de Mayara e Mayara Bordin substituindo Cris. Dez minutos depois, Marcello Frigério mexeu no 3B Sport/AM, tirando Duda e colocando Vitória.

Logo em seguida o Iranduba/AM quase ampliou, em lance que Kamilla recebeu livre dentro da pequena área mas bateu para fora. A exemplo do primeiro tempo, a equipe de arbitragem concedeu tempo técnico, dos 25 aos 27 minutos. Na volta, Karol Dias entrou no lugar de Brenda, no 3B Sport/AM, aos 29 minutos. Dois minutos depois, Kamilla foi expulsa com cartão vermelho direto. Em seguida, Thaís levou o segundo cartão amarelo e também foi excluída da partida. Mayara Bordin também recebeu cartão vermelho direto.

Para aumentar as emoções, outro pênalti na partida, agora a favor do 3B Sport/AM. Carla Nunes cobra, no canto direito, e vence a goleira Rubi, empatando a partida e marcando seu 12º gol na competição, alcançando a artilharia isolada, superando sua companheira Brenda em um gol. Os seis minutos de acréscimos foram recheados de adrenalina. A goleira Vivi, do 3B Sport/AM, tentou jogar os minutos finais adiantada, na linha, mas foi impedida pelo treinador Marcello Frigério. Final de partida, mais um empate e a comemoração pelo Heptacampeonato pelo Iranduba/AM, que ainda teve a jogadora Monalisa expulsa.

Ficha Técnica:
Iranduba/AM 1-1 3B Sport/AM
Sábado, 11 de novembro de 2017, às 17h30min (de Manaus/AM)
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense de Futebol Feminino
Decisão - Segundo Jogo
Árbitro: Antônio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Anne Kesy Gomes de Sá Guimarães/AM
Assistente 2: Eliane Nogueira dos Santos/AM
4º Árbitro: Freddy Rafael Lopez Fernandez/AM
Estagiária: Liviane Magalhães Braga/AM
Público presente: 3.919
Gols: Djeni (pênalti) 2 minutos do primeiro tempo. Carla Nunes (pênalti) 39 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Djeni 41, Andressinha 41 e Renata 48 minutos do primeiro tempo. Brenda 25, Marcello Frigério 28 e Thaís 35 minutos do segundo tempo.
Expulsões: Kamilla 31, Thaís 35 e Mayara Bordin 35 minutos do segundo tempo. Monalisa, após o apito final.
Iranduba/AM: Rubi; Monalisa, Bruna, Renata e Gisele; Andressinha, Mari (Laura 34/2º), Djeni e Mayara (Moara 13/2º); Kamilla e Cris (Mayara Bordin 13/2º). Treinador: Adilson Galdino.
Suplentes: Sol, Laura, Karen, Letícia, Elisa Lopes, Mayara Bordin, Thaizinha, Renatinha, Sinara, Elenize e Moara.
3B/AM: Vivi; Victória, Ingryd, Sorriso e Thaís; Brenda (Karol Dias 29/2º), Gabi, Scarlett e Bianca; Duda (Vitória 23/2º) e Carla Nunes. Treinador: Marcello Frigério.
Suplentes: Kemelli, Natália, Karol Dias, Vitória e Giovanna.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita