segunda-feira, 10 de julho de 2017

[CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO 2017] - Santos/SP vence de novo e vai à Decisão

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Leandro Martins/ALLSPORTS

Manaus/AM - Não deu... Foi vibrante. Foi heróico. Foi lindo. Mas não deu.

Por causa do Iranduba/AM, Manaus/AM e o Amazonas e cantado e decantado hoje, em todo o Brasil, como a terra do Futebol Feminino.

Por causa do Iranduba/AM, o Santos/SP teve seu melhor público no Estádio Urbano Caldeira, a lendária e legendária Vila Belmiro: quase 7.500 pessoas, que tiveram acesso GRATUITO para assistir, na noite de sábado (08/07) a partida de Volta da Fase Semifinal do Campeonato Brasileiro Feminino de 2017. Durante toda a semana, Diretoria do Santos/SP e Imprensa Esportiva da cidade massificaram o convite para comparecimento da torcida. Ao final do jogo, Santos/SP se encheu de orgulho, pela inédita classificação para a Decisão, e pelo maravilhoso público.

E o Iranduba/AM, entre choro sentido e soluço, deve se orgulhar do legado que está a construir para o engrandecimento do Futebol Feminino. Nos dois últimos jogos, 40.478 PAGANTES, nos jogos da Arena Vivaldo Lima - 15.107 contra o Flamengo/RJ e 25.371 contra o Santos/SP. O grande público na Vila Belmiro, aliás, teve forte influência desse fenômeno chamado Iranduba/AM. A grande diferença foi que, enquanto em Manaus/AM os ingressos custaram R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia entrada, em Santos/SP a entrada foi gratuita.

O jogo que custou a desclassificação do Iranduba/AM foi emocionante, do início ao fim. O Hulk da Amazônia, precisando vencer para ir à Decisão, começou melhor, criando chances reais de gol. Mas, num descuido, em contra-ataque rápido, o Santos abriu o placar, logo aos 4 minutos de jogo, com Sole James. O Iranduba/AM quase empatou, aos 23 minutos, em cobrança de falta de Djeni que Dani tirou com a ponta dos dedos para escanteio. Três minutos depois a zagueira Brena tocou com a mão na bola dentro da área, em pênalti para o Iranduba/AM que Djeni converteu, empatando, já aos 28 minutos (foto da postagem).

A exemplo do primeiro tempo, o Santos/SP marcou um gol logo nos primeiro minutos, novamente com Sole James, agora aos 7 minutos. O Santos/SP teve boas chances de ampliar o placar, mas desperdiçou todas. O empate em 2-2, através de Mari, aos 34 minutos do segundo tempo, colocou fogo na partida. O Iranduba/AM tentava o gol da classificação mas acabou sofrendo o golpe fatal, em contra-ataque, aos 47 minutos, Brena bateu da intermediária e marcou um golaço, sacramentando a vitória a e classificação do Santos/SP para a Decisão.

Ficha Técnica:
Santos/SP 3-2 Iranduba/AM
Sábado, 8 de julho de 2017, às 20 horas (de Manaus/AM)
Estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos/SP
Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Semifinal - Jogo de Volta
Árbitro: Salim Fende Chavez/SP
Assistente 1: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo/SP
Assistente 2: Renata Ruel Xavier de Brito/SP
4º Árbitro: Adeli Mara Monteiro/SP
Cartões amarelos: Carol Arruda 39 minutos do primeiro tempo. Monalisa 36 minutos do segundo tempo.
Gols: Sole James 4 e Djeni (pênalti) 28 minutos do primeiro tempo. Sole James 7, Mari 34 e Brena 47 minutos do segundo tempo.
Santos/SP: Dani; Katiuscia, Carol Arruda, Camila e Dani Silva; Maria, Brena, Maurine (Cida 28/2º) e Patrícia Sochor; Ketlen (Juliette 33/2º) e Sole James. Treinador: Caio Couto.
Iranduba/AM: Rubi; Monalisa, Karen, Sorriso e Letícia (Elisa 44/2º); Driely (Mica 29/2º), Djeni, Mayara (Thais 20/2º) e Mari; Dany Helena e Kamilla. Treinador: Sérgio Duarte.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

Nenhum comentário:

Postar um comentário