sábado, 6 de maio de 2017

[BOM DIA MUSICAL] - Conselho, com Almir Guineto

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Do Morro do Salgueiro. De Família de Sambistas. Fundador do Grupo Fundo de Quintal, participou também do Grupo Os Originais do Samba. Entre suas principais composições estão Caxambu, Jibóia, Lama nas Ruas, Mel na Boca, Coisinha do Pai [que foi Bom Dia Musical na voz de Beth Carvalho, no dia do falecimento dele] e Conselho, que é o Tema do Bom Dia Musical deste sábado (06/05), em Homenagem Póstuma a Almir Guineto, falecido na véspera (sexta-feira. 05/05), aos 70 anos.

Para escutar a Música, copie e cole o link https://www.youtube.com/watch?v=f-0w7slK_Gs

Tem que lutar, não se abater

Deixe de lado esse baixo astral,
Erga a cabeça enfrente o mal,
Que agindo assim será vital
Para o seu coração.
É que em cada experiência
Se aprende uma lição.
Eu já sofri por amar assim,
Me dediquei, mas foi tudo em vão.

Pra que se lamentar
Se em sua vida pode encontrar
Quem te ame com toda força e ardor?
Assim sucumbirá a dor (tem que lutar).

Tem que lutar, não se abater
E só se entregar a quem te merecer.
Não estou dando nem vendendo,
Como o ditado diz.
O meu conselho é pra te ver feliz.


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

sexta-feira, 5 de maio de 2017

[HANDEBOL] - Adalberto Valle/AM e Zezão/AM são as Campeãs da Taça Laércio Miranda

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Anderson Silva/Sejel

Manaus/AM - As equipes do Adalberto Valle/AM e Zezão Handebol Clube/AM foram as grandes Campeãs da Taça Laércio Miranda de Handebol, após vencerem o Rio Negro/AM por 33-30, no Feminino, e Adalberto Valle por 31-30, no Masculino, respectivamente. As decisões aconteceram na noite desta quinta-feira (04/05) com um show de qualidade técnica no Ginásio Renné Monteiro, localizado na Constantino Nery. Realizado pela Liga de Handebol do Amazonas (Liham), o evento contou com o apoio do Governo do Amazonas, por intermédio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Com um público de aproximadamente mil pessoas, as partidas ganharam tom de euforia e foram decididas nos segundos finais. Na primeira disputa, o Galo da Praça da Saudade chegou a ficar à frente do placar nos 10 minutos iniciais, mas a garra das meninas do Adalberto Valle/AM provocou um embate acirrado. O time do Centro da Cidade acabou saindo vitorioso na etapa inicial pelo placar de 16-12.

Na volta para o segundo tempo, o Adalberto Valle/AM inverteu o jogo e passou à frente do placar. A marcação forte em cima da ponta rio-negrina e contra-ataque pelo lado direito fez o time da Escola da Zona Centro-Sul abrir seis gols de vantagem: 26-20. O Rio Negro/AM chegou a diminuir a vantagem, mas não teve sucesso na virada e o Adalberto Valle/AM conquistou o Bicampeonato ao vencer por 33-30.

“Temos que ter um pouquinho mais de paciência. No final do primeiro tempo tivemos quatro bolas e não soubemos administrar isso. Precisamos jogar mais, trabalhar mais a bola e não queimar tanto arremesso à toa. Apesar disso, gostamos de ver o público que compareceu e as meninas deram um show. Parabéns ao nosso Handebol que está evoluindo e trazendo mais público”, considerou o técnico do Rio Negro/AM, Jefferson Oliveira.

Destaque da partida e eleita a melhor jogadora, a ponta do Adalberto Valle/AM, Miriam Santos, fez questão de enaltecer a conquista da equipe. “Eu me preocupo muito em ganhar o jogo, essas coisas (melhor jogadora) para mim é consequência, quero só jogar o meu Handebol e mais nada. Foi um jogo bonito não teve nenhuma parte desleal e sabíamos que seria um jogo bem disputado, por sinal são as duas melhores equipes do Estado. Quem errou menos venceu, não tiro o mérito nenhum do Rio Negro/AM e a gente saiu campeão graças a Deus”, frisou a artilheira da competição com 42 gols.

Uma final nervosa, como não poderia deixar de ser: assim foi a partida entre o invicto Zezão Handebol Clube/AM e Adalberto Valle/AM, no Masculino, decidido nos últimos dez segundos. O início estudado entre as equipes acabou deixando o Zezão/AM em vantagem no final da primeira etapa. O placar de 15-7 não aparentava tranquilidade com a enorme pressão do Adalberto Valle/AM, que no segundo tempo foi para o tudo ou nada e chegou a empatar em 23-23.

A pressão seguiu até os minutos finais. Com gols lá e cá, o Adalberto Valle/AM surpreendeu no contra-ataque e empatou em 30-30. Faltando 10 segundos para o fim do jogo e consequentemente a prorrogação, o camisa 17 Carlosmar Filho partiu em velocidade e conseguiu balançar a rede adversária dando o título para o time da Zona Leste: 31-30.

“É a nossa primeira conquista com o time adulto depois de 20 anos. Foi um jogo que aparentemente estava sob controle, mas no final complicou. Mas graças a Deus, conseguimos vencer nos últimos quatro segundos. Agora vamos treinar, corrigir nossos erros e esperar o início do Estadual”, afirmou o técnico do Zezão/AM, João Granjeiro.

Para o presidente da Liga de Handebol do Amazonas (Liham), Auricélio Andrade, o êxito da competição acompanhado do crescimento do público mostra que o esporte está evoluindo e dando resultados. “Foi uma competição com total êxito. Durante todo o campeonato a torcida nos prestigiou e veio em peso na final. Foram quase mil pessoas no Renné Monteiro. O Handebol é emoção e vai crescer em todo o Amazonas. Queremos fomentar o esporte com outras atividades e fazer com que a nossa modalidade cada vez mais seja vista”, destacou o presidente, que lançou o edital de convocação para as equipes que vão participar do Campeonato Amazonense de Handebol. “O edital foi lançado e agora vamos só esperar que as equipes se inscrevam para definir quando a competição terá início”, frisou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO 2017] - Iranduba/AM vence Vitória/PE, de virada e fora de casa

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Edmar Melo/ALLSPORTS

Manaus/AM - Com uma campanha irrepreensível no Grupo A1 do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o Iranduba/AM venceu fora de casa e de virada por 3-2, o Vitória/PE, em partida realizada no Estádio Ewerson Simões Batista, em Chã Grande/PE, na tarde desta quarta-feira (03/05). O resultado recolocou o Iranduba/AM na liderança do Grupo A1, com 27 pontos.

Com 9 vitória e uma única derrota, o Iranduba/AM tem 90% de aproveitamento, lidera seu grupo, está antecipadamente classificado para a Segunda Fase, tem o segundo melhor ataque da competição com 26 gols marcados (o melhor ataque é do Rio Preto/SP, com 27 gols), a segunda melhor defesa, com apenas 7 gols sofridos (atrás apenas do Corinthians/SP, que sofreu somente 4 gols) e a terceira artilheira da competição, Glaucia, com 6 gols marcados (Soledad, do Santos/SP tem 11 gols marcados e Darlene, do Rio Preto/SP, tem 8 gols).

Na próxima quinta-feira (11/05) o Iranduba/AM volta a campo, em Eldorado do Sul/RS, no Estádio Hélio Dourado, para enfrentar o Grêmio/RS, sétimo colocado com apenas 4 pontos. No Jogo de Ida, em Manaus/AM, as amazonenses venceram por 4-0. Pela décima segunda rodada, no dia 17 de maio, na Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM, o adversário será o Audax/SP, atual Campeão da Copa do Brasil de Futebol Feminino, goleado no Jogo de Ida por 6-2. Depois, São Francisco/BA, fora de casa, dia 24 de maio, e a despedida da Primeira Fase, na Arena Vivaldo Lima, dia 31 de maio, contra o Kindermann/SC.

VITÓRIA DE VIRADA
Para se garantir matematicamente na Segunda Fase, o Iranduba/AM não teve vida fácil. O lanterna do Grupo, Vitória/PE, abriu 2-0, gols de Thamirys aos 21 e Geovana logo no minuto seguinte, ainda no primeiro tempo, mesmo com o Iranduba/AM melhor em campo, criando e desperdiçando chances sucessivamente. Bastou nove minutos, porém, para que o Hulk da Amazônia voltasse a mostrar sua força. Drielly diminuiu, aos 31 minutos, marcando seu segundo gol na competição. O empate veio ainda na etapa inicial, com Glaucia, artilheira do time com 6 gols. A virada e a classificação demorou um pouco, mas aconteceu aos 34 minutos do segundo tempo, através de Mari, que acabara de entrar no lugar de Letícia.

Ficha Técnica:
Vitória/PE 2-3 Iranduba/AM
Quarta-feira, 3 de maio de 2017, às 14 horas (de Manaus/AM)
Estádio Ewerson Simões Barbosa, em Chã Grande/PE
Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino
Décima Rodada da Primeira Fase - Grupo A1
Árbitra: Deborah Cecília C. Correia (Fifa/PE)
Assistente 1: Raquel Ferreira Barbosa/AL
Assistente 2: Charles Rosas Pires/PE
4º Árbitro: José Washignton da Silva/PE
Assessor: Ubirajara Ferraz Jota/PE
Cartões amarelos: Paloma 17 minutos do primeiro tempo. Driely 24, Geovana 27 e Jú 30 minutos do segundo tempo.
Gols: Thamirys 21, Geovana 22, Driely 31 e Glaucia 36 minutos do primeiro tempo. Mari 34 minutos do segundo tempo.
Vitória/PE: Thalya; Nilda, Bruna, Roberta e Jú (Andressa 37/2º); Godói, Rafaela, Bruna Caroline (Rainy 16/2º) e Geovana; Thamirys (Syrlaine 31/2º) e Paloma. Treinador: Diego Barbosa.
Suplentes: Ana, Gabi, Jó, Andressa, Paulista, Syrlaine, Rainy, Jaci, Victória e Dani.
Iranduba/AM: Rubi; Monalisa, Bruna, Victória e Letícia (Mari 34/2°); Driely (Cris 25/2º), Djeni, Mayara e Kamilla; Dany Helena (Mica 22/2º) e Glaucia. Treinador: Sérgio Duarte.
Suplentes: Kemelli, Sinara, Thais Regina, Cris, Laura, Mica, Mari e Banora.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Fast Clube/AM vence, Felipe marca e homenageia amigo Charles

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto gentilmente cedida por
Gabriel Mansur/GloboEsporte.com

Manaus/AM - Já rebaixado, o São Raimundo/AM entrou em campo sem perspectiva no Jogo Principal da rodada dupla da noite desta terça-feira (02/05), na Arena Vivaldo Lima, completando, também a décima segunda rodada da Primeira Fase do Campeonato Amazonense 2017. E, pela segunda vez em 12 jogos, o São Raimundo/AM esteve à frente no marcador. Aos 42 minutos do primeiro tempo, Felipe invadiu a área pela direita e foi derrubado por Thiago Félix, que levou cartão amarelo. Na cobrança do zagueiro Gustavo, no canto esquerdo, Maik Douglas foi para o outro lado e nem saiu na foto.

Para o segundo tempo, o Fast Clube/AM voltou com duas alterações, saindo o zagueiro Romário e o lateral-esquerdo Thiago Félix e entrando, respectivamente, os atacantes Alex Maxsuel e Cassiano. O empate surgiu logo aos seis minutos, após cobrança de falta na área pelo lado esquerdo, falha coletiva de marcação da zaga colinense, com Werley, livre, aproveitando, de cabeça. Dez minutos depois, Cassiano entrou na área pela direita, fintou Ádson que chegava de carrinho e acabou tocando com a mão na bola. Na cobrança, Felipe bateu rasteiro no canto esquerdo, deslocando Darlan para o direito. Na comemoração, Felipe homenageou o grande amigo Charles, ainda hospitalizado após o incidente no jogo contra o Nacional/AM (foto gentilmente cedida pelo Jornalista Gabriel Mansur, do GloboEsporte.com).

O atacante, que entrou no jogo aos 11 minutos do segundo tempo, ainda deu a assistência para o terceiro gol do Fast Clube/AM, cruzando da direita para Léo Guerreiro marcar, de cabeça, em outra moleza na marcação defensiva, aos 27 minutos. Cinco minutos depois, Dudu entrou na área e sofreu pênalti, cobrado por Gilmar, no canto direito, mais uma vez com o goleiro para um lado e a bola para o outro. Apesar das tentativas do empate, o São Raimundo/AM amargou mais uma derrota, a 11ª em 12 jogos.

O Fast Clube/AM voltou a vencer, depois de três empates e uma derrota nos últimos quatro jogos. Curiosamente a última vitória havia sido sobre o próprio São Raimundo/AM, por 3-0, em jogo adiado da quarta rodada e disputado no dia 11 de abril, no Estádio Ismael Benigno, a Colina. A vitória reconduziu o time ao G-4, fechando a décima segunda rodada na terceira posição, com 19 pontos, e um jogo ainda a cumprir, contra o Nacional/AM.

Ficha Técnica:
Fast Clube/AM 3-2 São Raimundo/AM
Terça-feira, 2 de maio de 2017, às 21 horas (de Manaus/AM)
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima Segunda Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Reginaldo Vasconcelos Noronha/AM
Assistente 1: Noélia Chaves da Paixão/AM
Assistente 2: Odeilson Pereira Monteiro/AM
4º Árbitro: Elenildo Batista Rodrigues Júnior/AM
Delegado: Labíbio André de Lima/AM
Renda: R$ 1.760,00
Público pagante: 155 (235 presentes)
Cartões amarelos: Hélton 19, Romário 26 e Thiago Félix 42 minutos do primeiro tempo. Ádson 5, Júlio César 16, Gustavo 36 e Roberto Dinamite 38 minutos do segundo tempo.
Gols: Gustavo (pênalti) 44 minutos do primeiro tempo. Werley 6, Felipe (pênalti) 16, Léo Guerreiro 27 e Gilmar (pênalti) 32 minutos do segundo tempo.
Fast Clube/AM: Maik Douglas; Emerson Tavares (Felipe 11/2º), Romário (Alex Maxsuel, no intervalo), Thiago Brandão e Thiago Félix (Cassiano, no intervalo); Cléber, Roberto Dinamite, Werley e Railson; Robinho e Léo Guerreiro. Treinador: João Carlos Cavalo.
Suplentes: Guanair Júnior, Nêgo, Guigui, André Luiz, Velho, Renê, Rafael, Willian Saró, Cassiano, Felipe e Alex Maxsuel.
São Raimundo/AM: Darlan; Dudu, Róbson, Gustavo e Ádson (Elivélton 18/2º); Ronilson, Hélton (Élson Bala 27/2º), Júlio César e Raphael Dorgan (Gilmar 24/1º); Marquinho e Felipe. Treinador: Delmo.
Suplentes: Julião, Greg, Niedson, Kleber, Elivélton, Gilmar, William e Élson Bala.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Coisinha do Pai, com Beth Carvalho

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Dudu Contreras/Site da Beth Carvalho
http://bethcarvalho.com

Manaus/AM - Carioca, Mangueirense, Cantora e Compositora, Elizabeth Santos Leal de Carvalho completa nesta sexta-feira (05/05), 71 anos de Vida. Sua Mãe, que tocava piano clássico, a presenteou com um violão e estava nascendo, ali, o futuro de Beth Carvalho, grande expoente do Samba Brasileiro. Seu pai, advogado, também deu contribuição para aflorar o talento da filha, levando-a com regularidade a ensaios de Escolas de Samba, no Rio de Janeiro/RJ e rodas de samba em tradicionais bairros cariocas. Do Pai, que teve os direitos políticos cassados em 1964, herdou também a formação política de esquerda.

Seu primeiro trabalho, um CD Simples, foi em 1965, com a Música Por Quem Morreu de Amor, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli. Participou ativamente dos Festivais de Músicas dos Anos 60 e em 1968, no Festival Internacional da Cancão (FIC), conquistou o 3º lugar com Andança, de Edmundo Souto, Paulinho Tapajós e Danilo Caymmi, ficando conhecida em todo o país, aos 21 anos de idade. A partir daí emplacou sucesso atrás de sucesso, como 1.800 Colinas, Saco de Feijão, Olho por Olho, Coisinha do Pai, Firme e Forte, Vou Festejar, dentre tantos.

Generosa, ajudou a revelar diversos nomes no meio musical, principalmente sambistas e pagodeiros, ganhando por isso o carinhoso apelido de Madrinha do Samba. O Bom Dia Musical desta sexta-feira (05/05), em Homenagem a Beth Carvalho, apresenta Coisinha do Pai, escolhida por um motivo bem singular: Em 1997, Coisinha do Pai foi tocada no Espaço Sideral, quando a engenheira brasileira da Nasa Jacqueline Lyra, programou a Música para despertar o robô Sojourner, em Marte (confira essa notícia em http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe120702.htm).

Para escutar a Música, copie e cole o link https://www.letras.mus.br/beth-carvalho/145125

Umh...Coisinha do Pai...eh!

O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
A Coisinha Tão Bonitinha Do Pai

Voce Vale Ouro todo O Meu Tesouro
Tao Formosa Da Cabeça Aos Pés
Vou Lhe Amando Lhe Adorando
Digo Mais Uma Vez
Agradeço A Deus Por Que Lhe Fez

O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
A Coisinha Tão Bonitinha Do Pai

Charmosa é Tão Dengosa
Que Só Me Deixa Prosa
Tesouro é Que Vale Ouro
Agradeço A Deus Por Que Lhe Fez

O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
O Coisinha Tão Bonitinha Do Pai
A Coisinha Tão Bonitinha Do Pai


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

quinta-feira, 4 de maio de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Holanda/AM e Manaus FC/AM empatam sem gol

Teófilo Benarrós de Mesquita
Manaus/AM - Em ascensão no Campeonato Amazonense 2017 e com possibilidades de classificação para a Fase Semifinal, Holanda/AM e Manaus FC/AM abriram a rodada dupla da noite desta terça-feira (02/05), na Arena Vivaldo Lima, alimentando o sonho da vaga. O Manaus FC/AM podia, inclusive, terminar a décima segunda rodada na liderança da competição. O jogo foi equilibrado e cheio de oportunidades, inclusive com pênalti desperdiçado, mas não saiu do zero a zero.

O pênalti ocorreu aos 26 minutos do primeiro tempo, quando Netinho entrou na área e, ao driblar Edirley, o volante acabou tocando com a mão na bola. O próprio Netinho cobrou, por cima do gol de Douglas. Com o empate, o Manaus FC/AM entrou no G-4 e o Holanda/AM, embora ainda permaneça com chances de classificação, voltou à zona do rebaixamento.

Ficha Técnica:
Holanda/AM 0-0 Manaus FC/AM
Terça-feira, 2 de maio de 2017, às 19 horas (de Manaus/AM)
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima Segunda Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Luizinho de Souza Lima/AM
Assistente 1: Jeová Rodrigues dos Santos/AM
Assistente 2: Edenilson Pereira Monteiro/AM
4º Árbitro: Edmundo Tibúrcio Ferreira Araújo/AM
Renda: R$ 1.760,00
Público pagante: 155 (235 presentes)
Cartões amarelos: Chicão 18, Uílton 21 e Edirlei 26 minutos do primeiro tempo. Átila 15, Paulo Rossíneo 18, Clayton He Man 28 e Juninho 37 minutos do segundo tempo.
Holanda/AM: Douglas; Jussan (João Lucas 35/2º), Chicão, Uílton e Alberto; Edirlei, Paulo Rossíneo, Max Willian (Rafael Oliveira, no intervalo) e Kelve; Marinho (Ioran 47/2º) e Romário. Treinador: Sidnei Bento.
Suplentes: Neto, Rondinelli, Rafael Oliveira, João Lucas, Ioran e Pedrinho.
Manaus FC/AM: Jonathan; Átila, Deurick, Clayton He Man e Negueba; Juninho, Amaralzinho (Hamilton, no intervalo) e Thiago Amazonense; Netinho (Neto 23/2º), Binho (Matheus 17/2º) e Wanderley. Treinador: Aderbal Lana.
Suplentes: Bruno Saul, Élton, Gabriel, Matheus Iton, Túlio, Igor, Matheus, Lucas Santos, Thiaguinho, Hamilton, Neto e Adrianinho.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Como Uma Onda, com Lulu Santos

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Site da Gravadora Warner Music
http://www.warnermusic.com.br

Manaus/AM - Luis Maurício Pragana dos Santos começou cedo a carreira artística, aos 12 anos. Filho de Pai militar, tornou-se hippie e saiu de casa. Mas a veia musical não foi esquecida e antes de estourar nacionalmente, e em carreira solo, em 1982, com o LP Tempos Modernos, integrou algumas bandas de grupos - a primeira, a Cave Man, inspirada nos Beatles; depois o Veludo Elétrico e, aos 20 anos, a Vímana, com Ritchie e Lobão. Em 1985 estava entre as atrações nacionais da primeira edição do Rock in Rio.

O Bom Dia Musical desta quinta-feira (04/05) é em Homenagem a Lulu Santos, que está completando 64 anos de Vida. E a Música escolhida, entre tantas boas opções, foi Como Uma Onda, do LP O Ritmo do Momento, de 1983. Para escutar a Música, copie e cole o link https://www.youtube.com/watch?v=_jHj4KTSdYo

Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará

A vida vem em ondas
Como um mar
Num indo e vindo infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente
Viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo
No mundo

Não adianta fugir
Nem mentir
Pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar

Nada do que foi será
De novo do jeito
Que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará

A vida vem em ondas
Como um mar
Num indo e vindo infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente
Viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo
No mundo
Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita


quarta-feira, 3 de maio de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Princesa do Solimões/AM vence Rio Negro/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Dois times sem vencer, já há algum tempo. Os anfitriões do Princesa do Solimões/AM vinha de uma derrota e três empates nos últimos quatro jogos e, curiosamente, a última vitória havia sido contra o próprio adversário, no dia 11 de abril, em jogo adiado da quarta rodada. O Rio Negro/AM, por sua vez, acumulava um empate e duas derrotas nos últimos três jogos, sendo a última vitória em 18 de abril, frente ao rebaixado São Raimundo/AM. No final da partida, vitória do Princesa do Solimões/AM por 3-0, construída no segundo tempo e a partir da entrada de Marinélson no lugar de Weverton, no intervalo.

Precisando mais uma vez improvisar na zaga, Alberone usou de novo o volante Júnior Baé. E, logo aos 21 minutos, ficou sem Éric, que retornava ao time. Gelvane, sacado para o uso de Leozinho como um falso lateral-esquerdo, precisou vir para o jogo. Mas o primeiro tempo terminou no zero a zero mesmo.

Tudo mudou com a entrada de Marinélson, no intervalo. Logo aos 7 minutos Branco abriu o marcador, marcando finalmente seu primeiro gol no Campeonato Amazonense. No Rio Negro/AM, Alemão sacou Rodrigo Ítalo e colocou Caio em campo, aos 11 minutos. Nove minutos depois, Caio levou cartão amarelo. E, aos 26 minutos, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Ficou mais fácil então para os donos da casa e Marinélson iniciou boa jogada pela direita, aos 32 minutos, cruzando para a área. A bola passou por dois jogadores e voltou, cruzada, para Marinélson, que ampliou para 2-0. Quatro minutos depois a vitória foi sacramentada, em outra jogada de Marinélson pela direita. Michell furou na cara do gol, mas Randerson não perdoou, definindo o placar em Manacapuru/AM.

Com a derrota, o Rio Negro/AM completou quatro jogos sem vencer e estacionou 18 pontos, sofrendo a ameaça de ser ultrapassado, com os jogos da noite, por Manaus FC/AM (que enfrentará o Holanda/AM) e Fast Clube/AM (que terá o lanterna São Raimundo/AM como adversário na rodada dupla da Arena Vivaldo Lima). O Princesa do Solimões/AM subiu para a vice-liderança, com 20 pontos, perdendo nos critérios de desempate para o Nacional/AM.

Ficha Técnica:
Princesa do Solimões/AM 3-0 Rio Negro/AM
Terça-feira, 2 de maio de 2017, às 16 horas (de Manacapuru/AM)
Estádio Gilberto Mestrinho, em Manacapuru/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima Segunda Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Freddy Rafael Lopez Fernandez/AM
Assistente 1: Uesclei Regison Pereira dos Santos/AM
Assistente 2: Elivane Trindade da Costa/AM
4º Árbitro: Weden Cardoso Gomes/AM
Renda: R$ 1.790,00
Público pagante: 177 (217 presentes)
Cartões amarelos: Paulinho 30 e Gelvane 39 minutos do primeiro tempo. Rafael Vitor 8, Getúlio 12, Caio 20, Leandro 22 e Leonardo 37 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Caio, pelo segundo cartão amarelo, aos 26 minutos do segundo tempo.
Gols: Branco 7, Marinélson 32 e Randerson 36 minutos do segundo tempo.
Princesa do Solimões/AM: Raiscifran; Getúlio, Éric (Gelvane 21/1º), Júnior Baé e Leozinho; Rafael Borges, Alessandro Toró, Michell e Wânder; Branco (Randerson 20/2º) e Weverton (Marinélson, no intervalo). Treinador: Alberone Souza.
Suplentes: Octávio Victor, Clemilton, Gelvane, Araújo, Randerson, Marinélson e Robenilson Imperador.
Rio Negro/AM: Pablo; Wágner Diniz, Dedimar, Rafael Vitor e Charles; Leandro, Rafael Paulista (Arthur 31/2º), Paulinho (Thiago Verçosa 2/2º), Delcinei e Rodrigo Ítalo (Caio 11/2º); Leonardo. Treinador: Alemão.
Suplentes: Pedro Vinícius, Marcelo, Brendo, Caio, Thiago Verçosa, Patrick, Paulo Ferreira, Elkson e Arthur.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Penarol/AM vence Nacional/AM e mantém chances de classificação para Semifinal

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Juka Balla/Site Oficial do Penarol/AM
http://www.penarol.com.br

Manaus/AM - Debaixo de muita chuva, Penarol/AM - Nacional/AM abriram a décima segunda da Primeira Fase do Campeonato Amazonense 2017. Após um primeiro tempo equilibrado e empate em 0-0, os gols surgiram no segundo tempo. Aos 10 minutos, depois de boa jogada de Rodrigo Marajó pela esquerda, se livrando de dois marcadores, o atacante cruzou para Edicleber pegar de primeira, de voleio, cruzado, abrindo o marcador com um golaço, com a bola morrendo no canto esquerdo de Marcelo Valverde (foto da postagem). Aos 26 minutos, uma pintura, um golaço. A zaga do Nacional/AM afastou a bola da área, no chutão, Kitó dominou no meio de campo, olhou o posicionamento do goleiro adversário e mandou um balaço, um pombo sem asas, com a bola explodindo no travessão, pelo lado superior esquerdo, e morrendo no fundo das redes. O Nacional/AM diminuiu aos 31 minutos, em cruzamento da direita que Jefferson Siqueira aproveitou.

A vitória do Penarol/AM levou o clube itacoatiarense a 16 pontos, fora da zona do rebaixamento, mas ainda na dependência do resultado de Holanda/AM - Manaus FC/AM para confirmar essa condição. E mesmo com a ameaça, luta, também, por uma das quatro vagas para a Fase Semifinal. Mesmo derrotado, o Nacional/AM permaneceu na liderança, com 20 pontos, em razão da vitória do Princesa do Solimões/AM sobre o Rio Negro/AM, em Manacapuru/AM.

A nota lamentável da partida em Itacoatiara/AM foi o registro em súmula, feito pelo árbitro Antonio Carlos Pequeno Frutuoso, de racismo contra o jogador Jefferson Telles, por um torcedor não identificado. "Aos 43 minutos da segunda etapa, o jogador número 15, Jefferson Telles Moraes, da equipe do Nacional/AM, se aproximou de mim para dizer (que) um torcedor do Penarol/AM, equipe mandante, havia hostilizado com atos de racismo, usando as seguintes palavras: "seu macaco, preto filha da puta". Após o término da partida, o policiamento foi até a arquibancada e não identificou o torcedor que fizera as ofensas".

Ficha Técnica:
Penarol/AM 2-1 Nacional/AM
Terça-feira, 2 de maio de 2017, às 16 horas (de Itacoatiara/AM)
Estádio Floro de Mendança, em Itacoatiara/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima Segunda Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Assistente 1: Alexsandro Lira de Alexandre/AM
Assistente 2: Jander Rodrigues Lopes/AM
4º Árbitro: João Batista Cunha de Brito/AM
Delegado: Lázaro D'Ângelo Pinheiro/AM
Renda: R$ 1.600,00
Público pagante: 160 (200 presentes)
Cartões amarelos: Samir 14 minutos do primeiro tempo. Edicleber 13, Iuri 16, Thiago Bastos 18, Ronni 29, Diego Soares 46 e Paulo Wanzeler 47 minutos do segundo tempo.
Gols: Edicleber 10, Kitó 26 e Jefferson Siqueira 31 minutos do segundo tempo.
Penarol/AM: Paulo Wanzeler; Kitó (Ronny 29/2º), Carlinhos Rocha, Samir e Rafael Vieira; Marlon, Clóves, Cleiton e Edicleber; Rodrigo Marajó e Roger (Ronni 38/1º). Treinador: Rui Aparício.
Suplentes: Paulo Roberto, Dé, Ronny, Júnior, Gigue, Gereco, Jorginho, Willian e Ronni.
Nacional/AM: Marcelo Valverde; Peter (Jefferson Telles 39/2º), Victor, Jefferson Siqueira e Diego Soares; Thiago Bastos, Iuri, Charles (Vágner 8/2º) e Paulo Roberto; Jefferson Araújo e Hudson (Alex Júnior 22/2º). Treinador: Arthur Bernardes.
Suplentes: Alexandre Aziz, Vágner, Mael, Jefferson Telles, Alan Bahia, Carlos Daniel, Jackie Chan e Alex Júnior.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[LUTA OLÍMPICA] - Cinco amazonenses compõem a Seleção Brasileira no Pan-Americano Sênior

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - A Luta Olímpica do Amazonas segue, mais uma vez, escrevendo um capítulo inédito em sua história. Isso porque, o Estado emplaca pela primeira vez cinco atletas no Pan-Americano Sênior, que acontece de 5 a 7 de maio, em Lauro de Freitas/BA. Pela disputa, estarão os melhores atletas das Américas e, entre eles, os amazonenses Matheus Frota, David Moreira, Andria Pimentel, Brenda Ariane, Keneddy Pedrosa, além dos técnicos Waldeci Silva e Dagoberto Arbolaez. A delegação embarca para a disputa nesta quinta-feira (04/05), com apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O Pan-Americano Sênior é a primeira competição de grande porte do Ciclo Olímpico Tóquio-2020 e também o primeiro desafio internacional para os lutadores nacionais do ano. A disputa já conta 150 lutadores e 23 países confirmados, entre eles Estados Unidos, Cuba e Canadá, potências da modalidade no planeta. Fazendo parte da Seleção Brasileira Principal, a equipe da terrinha baré faz parte do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) e vem treinando quase quatro meses para a competição. O passaporte para o evento ocorreu em março deste ano, quando os cinco atletas medalharam pelo Campeonato Brasileiro.

“Tenho muita confiança nesta categoria e no peso que irei enfrentar, que é de 61 quilos, pois me sinto bastante a vontade. Sei que tem atletas fortes de outros países, mas sempre coloco na minha cabeça que eles não são melhores que a gente. Não tenho religião definida, mas faço minha oração antes de competir, acredito em Deus, e entro para me tornar um vencedor. A responsabilidade de representar o País é grande e não quero decepcionar”, disse David Washigton, 19 anos, que ainda tem o auxílio do Jiu-Jítsu para um melhor desempenho. O atleta é faixa roxa na Arte Suave.

Matheus Frota, de 21 anos, vai disputar a categoria 74 quilos. Segundo ele, o treinamento com atletas de fora, como os venezuelanos que fizeram intercâmbio em Manaus/AM, contribuíram para seu aperfeiçoamento. Além do mais, os 1,82 metros de altura do jovem é outro ponto que favorece o atleta. De acordo com o lutador, que entrou para a modalidade aos 15 anos, sempre aos cuidados do Mestre Waldeci, seu porte ajuda na hora de encarar os adversários com estatura menor.

“Essa vai ser a minha estreia no Pan pela Sênior e estou muito empolgado. Para essa competição, o intercâmbio com os venezuelanos, que ficaram no início do ano treinando aqui no CTARA, foi essencial. Consegui absolver muita coisa, trocar experiência, afinar a técnica e creio que estou preparado. Os meus adversários são duros, principalmente os Estados Unidos, mas vou fazer de tudo para ter um bom resultado”, disse Matheus.

Representando a classe Feminina, Andria Pimentel, 20 anos, também está confiante quantos os resultados pelos 60 quilos. Ano passado, a atleta participou do Pan, só que na categoria Júnior. A evolução para a Sênior traz perspectiva à lutadora, que desde 2009 pratica a modalidade. Ela iniciou num projeto social da academia Top Life, com o professor Helton Henrique, e em 2013 passou a treinar na Vila Olímpica, com Waldeci Silva.

“Eu não consegui medalhar no Pan que disputei no ano passado, que foi pela Júnior. Porém, este ano, eu senti uma diferença muita grande ao passar para a Sênior. É uma categoria diferente, muita mais profissional, que requer bastante atenção e me identifiquei com tudo isso. Não será minha estreia na categoria, porque já lutei um campeonato na França por ela, e sinto que estou preparada tanto fisicamente, quanto psicologicamente. Estou indo para arrastar o melhor resultado, independente de quem eu tiver que enfrentar”, destacou.

A equipe brasileira é formada por 24 competidores distribuídos nos três estilos da modalidade: Greco-Romano, Wrestling Feminino e Estilo Livre. Para o técnico e presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva (Falle), Waldeci Silva, a expectativa é dar o pontapé para as conquistas internacionais, mirando também as Olimpíadas.

“Para nossa Federação foi um feito inédito, pois é a primeira vez que vamos colocar cinco atletas na Seleção Brasileira por essa categoria e isso mostra que estamos no caminho certo, trabalhando com seriedade e daqui para frente estamos almejando muito mais resultados internacionais para o Brasil. Quero agradecer o Governo do Amazonas pelo apoio e tenho certeza que vamos elevar o nome do nosso Estado lá. Tudo isso que a gente está vivendo, desde receber atletas de outros países na Vila, até treinamentos fora, e competições de porte grande, são o caminho para a gente almejar vaga nas Olimpíadas, pois o ciclo já começou”, disse.

OS ATLETAS DA SELEÇÃO BRASILEIRA

Estilo Greco-Romano
Calebe Correa até 59 quilos
Joilson Júnior até 66 quilos
Kennedy Pedrosa até 71 quilos
Ãngelo Moreira até 75 quilos
André Pinto até 80 quilos
Ronisson Brandão até 85 quilos
Davi Albino até 98 quilos
Antônio Henriques dos Santos até 130 quilos

Estilo Livre
Wellington Silva até 57 quilos
David Washington até 61 quilos
Filipe Esteves até 65 quilos
Lincoln Messias até 70 quilos
Matheus Frota até 74 quilos
Pedro Rocha até 86 quilos
Felipe Oliveira até 97 quilos
Jhonatan Lopes até 125 quilos

Wrestling Feminino
Caroline Soares até 48 quilos
Giullia Penalber até 53 quilos
Mayara Graciano até 55 quilos
Brenda Ariane até 58 quilos
Andria Pimentel até 60 quilos
Lais Nunes até 63 quilos
Dailane Reis até 69 quilos
Aline Silva até 75 quilos

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 2 de maio de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Clássico Pai&Filho é adiado após jogador sofrer convulsão em campo

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - O clássico entre Nacional/AM e Fast Clube/AM, programado para acontecer neste sábado (29/04), abrindo a décima primeira rodada da Primeira Fase do Campeonato Amazonense, foi suspenso e adiado para data a ser definida pela Federação Amazonense de Futebol (FAF). Com apenas dois minutos e trinta e dois segundos de jogo, conforme relatório do árbitro Odson Santos da Silva, após a cobrança de um lateral no campo ofensivo do Fast Clube/AM, na disputa área entre o zagueiro Victor e o atacante Charles, o jogador fastiano caiu e imediatamente apresentou quadro de convulsão, que evoluiu para uma parada cardirespiratória.

Diante da gravidade do ocorrido, os jogadores foram tomados por um desespero, que atingiu as arquibancadas. Charles teve pronto atendimento, tanto do Médico fastiano, Dr. Moacir Encarnação Neto, como do Médico do Nacional/AM, Dr. Francisco Geraldo Melo de Oliveira, o que foi fundamental para que a gravidade não aumentasse. De ambulância, Charles foi conduzido para o SPA do Alvorada, de onde foi transferido para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio Machado.

Ficha Técnica:
Fast Clube/AM - Nacional/AM
Sábado, 29 de abril de 2017, às 15 horas (de Manaus/AM)
Arena Vivaldo Lima, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima primeira Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Odson Santos da Silva/AM
Assistente 1: Marleudo Nunes de Lima/AM
Assistente 2: Francisco Souza da Silva Filho/AM
4º Árbitro: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso/AM
Fast Clube/AM: Maik Douglas; Emerson Tavares, Romário, Thiago Brandão e Thiago Félix; Cléber, Roberto Dinamite, Werley e Railson; Robinho e Charles. Treinador: João Carlos Cavalo.
Suplentes: Guanair Júnior, Nêgo, Guigui, André Luiz, Velho, Renê, Rafael, Willian Saró, Cassiano, Felipe e Alex Maxsuel.
Nacional/AM: Marcelo Valverde; Peter, Victor, Jefferson Siqueira e Diego Soares; Thiago Bastos, Iuri, Charles e Paulo Roberto; Jefferon Araújo e Hudson. Treinador: Arthur Bernardes.
Suplentes: Alexandre Aziz, Vágner, Jefferson Telles, Alan Bahia, Mael, Alison, Carlos Daniel, Jackie Chan e Alex Júnior.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[FUTEBOL DE MESA] - Pernambuco e Ceará conquistam a Copa Norte/Nordeste

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - Após dois dias de competições e mais de 20 horas de disputas, a 2ª Edição da Copa Norte/Nordeste de Futebol de Mesa, realizada em Manaus/AM, conheceu seus vencedores na noite deste domingo (30/04). Os botonistas de Pernambuco e Ceará foram os grandes Campeões do evento que ocorreu pela primeira vez num Estádio construído para a Copa do Mundo 2014, a Arena Vivaldo Lima. Os atletas, agora, se juntam ao seleto grupo de capitães que conseguiram erguer uma Taça dentro de um dos Estádios mais bonitos do País. A competição contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Com 60 jogadores dos Estados de Alagoas, Piauí, Pernambuco, Roraima, Ceará e do Amazonas, os Botonistas Manoel Moura, 57 anos, e Adones Castro, 31 anos, faturaram a primeira posição nas categorias Máster e Adulto da Primeira Divisão, respectivamente. Eles passaram pela classificatória no sábado (29/04), que durou de 8 até 16 horas, e no domingo (30/04) foram para as cabeças, passando por nomes já consagrados no esporte.
“Foi uma competição muito boa, em um local super favorável para praticar o Futebol de Mesa. Fiz 20 jogos e ganhei 17. Perdi duas e empatei uma. Foi uma campanha muito boa. No sábado (29/04), sai com 100% de aproveitamento e domingo (30/04) continuei e cheguei ao título”, contou o agora Bicampeão Máster, Manoel Moura, 57 nos, jogador do Quixadá/CE.

O caminho semelhante teve que ser percorrido pelo pernambucano Adones Castro, 31 anos. O Botonista do Clube Recife Arena/PE venceu a competição na categoria Adulto da Primeira Divisão. Emocionado, ele ainda elogiou os adversários. “Foi bem difícil e venci por um ponto de diferença. O nível está muito alto e o pessoal do Amazonas que está começando agora está de parabéns. Espero que possamos voltar mais vezes”, comemorou o atleta, feliz por conquistar o troféu na Arena Vivaldo Lima.

“Conquistar esse título na Arena é muito importante. Aqui é um lugar místico, foi palco de grandes jogos da Copa do Mundo e deu para levar o Futebol de Mesa para o topo. Estou bem feliz e tenho certeza que minha Família e amigos ficarão orgulhosos de mim”, comentou o jogador.

O Clássico de Rivalidade do futebol nordestino também veio parar na Arena Vivaldo Lima. Clubes como Sport Recife/PE e Fortaleza/CE foram representados pelos Botonistas Alexandre Raposo, 50 anos, e Rafael Moreira, 34 anos.

Pelo lado Rubro-Negro, um pente de cabelo deu lugar a palheta. É assim que o Alexandre, conhecido como Pentinho, tem ganhado títulos e reconhecimento. O costume inusitado foi herdado do pai que trocou a palheta por um simples pente de cabelo. “Jogo desde pequeno com o pente. Aprendi com o meu pai, Marcílio, essa prática. Hoje ele está com 77 anos e não aguenta mais ficar horas em pé. Eu acho melhor jogar com o pente do que com a palheta, consigo fazer jogadas que com a palheta não consigo fazer. Às vezes um corte que a palheta dá um pente faz bem melhor. É por isso que jogo com o pente e vou continuar jogando”, contou o Campeão da categoria Máster Segunda Divisão.
Terceiro lugar no Adulto, o atleta do Fortaleza/CE, Rafael Moreira, saiu da Arena Vivaldo Lima satisfeito. “Foram jogos muito bons, mas hoje sai com a terceira colocação. É muito bom termos jogos em das Arenas mais bonitas. Está de parabéns todos que realizaram a competição”, contou.

Para o Diretor de Comunicação da AMFM, Winnetou Almeida, o evento não poderia ter sido melhor e serviu como cartão postal para muitos Botonistas. Além disso, ele afirmou que após a repercussão da competição na terrinha baré, muito provavelmente a Capital estará habilitada para ser sede do Brasileiro.

“Foi uma festa receber 60 jogadores aqui no Amazonas. Isso é um sonho realizado. Pela primeira vez, em nível nacional, uma Arena da Copa do Mundo está sendo palco de jogos do Futebol de Mesa. Isso é um legado que não tem tamanho. Todos os atletas do Brasil estão comentando, elogiando, e o Futebol de Mesa do Amazonas está dando um grande passo. Agradeço a todos que acreditam na AMFM (Associação Manauara de Futebol de Mesa) e a Sejel que permitiu que esse sonho pudesse ser realizado”, afirmou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 1 de maio de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Manaus FC/AM vence, entra no G-4 e rebaixa o São Raimundo/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita

Manaus/AM - Que era bem difícil, quase impossível, todos já sabiam. Mas o São Raimundo/AM já entrou em campo, para o jogo de fundo da jornada dupla que fechou a décima primeira rodada da Primeira Fase do Campeonato Amazonense rebaixado, em razão da vitória do Holanda/AM sobre o Rio Negro/AM, no jogo Preliminar. A tragédia anunciada já estava concretizada: com um ponto conquistado apenas, o Tufão da Colina vai amargar a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Amazonense em 2018, ano em que comemora Cem Anos de fundação.

O São Raimundo/AM desceu os vestiários para o intervalo perdendo por 0-3. O placar foi aberto por Wanderley, de cabeça, aos 32 minutos, escorando cruzamento da direita de Juninho. Nem bem assimilou o golpe, e o São Raimundo/AM sofreu o segundo gol, aos 38 minutos, quando Binho recebeu na frente e cara a cara contra Julião, bateu para o fundo das redes, na saída do goleiro. Wanderley marcou o terceiro gol nos acréscimos, aos 46 minutos, de novo de cabeça, de novo após cruzamento da direita, agora efetuado por Deurick. O Manaus FC/AM não forçou tanto no segundo tempo.

Ficha Técnica:
Manaus FC 3-0 São Raimundo
Sábado, 29 de abril de 2017, às 20 horas (de Manaus/AM)
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima primeira Rodada da Primeira Fase
Partida Principal de Holanda/AM 3-1 Rio Negro/AM
Árbitro: Luizinho de Souza Lima/AM
Assistente 1: Abson Pantoja de Barros/AM
Assistente 2: Uesclei Regison Pereira dos Santos/AM
4º Árbitro: Halbert Luis Moraes Bahia/AM
Renda: R$ 2.960,00
Público pagante: 256 (346 presentes)
Cartões amarelos: Greg 14, Negueba 21 e Amaralzinho 21 minutos do primeiro tempo. Felipe 14, Hélton 22, Jonhatan 30 e Renan 40 minutos do segundo tempo.
Gols: Wanderley 32, Binho 38 e Wanderley 46 minutos do primeiro tempo.
Manaus FC/AM: Jonathan; Deurick (Neto 31/2º), Clayton He Man, Élton e Negueba; Juninho, Amaralzinho e Thiago Amazonense; Wanderley, Binho (Wesley Napão 42/2º) e Netinho (Adrianinho 37/2º). Treinador: Aderebal Lana.
Suplentes: Bruno Saul, Gabriel, Matheus Iton, Matheus, Lucas Santos, Adrianinho, Thiaguinho, Neto, Jonas e Wesley Napão.
São Raimundo/AM: Julião; Dudu, Greg (Elivélton 10/2º), Gustavo e Niedson (Felipe, no intervalo); Róbson, Renan, Marquinho, Hélton e Raphael Dorgan; Élson Bala (Kleber 20/2º). Treinador: Delmo.
Suplentes: Darlan, Ádson, Felipe, Elivélton, Kleber, Gilmar e William.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[HANDEBOL] - Adalberto Valle nas Finais Masculina e Feminina da Taça Laércio Miranda

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Anderson Silva/Sejel

Manaus/AM - A Taça Laércio Miranda de Handebol conheceu os dois últimos finalistas, na Quadra de Esportes Vila Olímpica de Manaus/AM. As equipes Feminina e Masculina do Adalberto Valle/AM venceram na Semifinal, a Liga de Santa Etelvina/AM e o Rio Negro/AM, respectivamente, e avançaram para a mais esperada Decisão. A competição recebe apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A rodada dupla realizada na noite da última sexta-feira (28/04) que definiu os finalistas iniciou com a equipes Femininas em Quadra. Favorito para chegar à Final e enfrentar o Rio Negro/AM, o Adalberto Valle/AM não teve dificuldades em vencer as meninas da Liga de Santa Etelvina/AM. A frente do placar do início ao fim do jogo, o time da escola da Zona Centro-Sul venceu por 41-21. “Resultado bom e estamos com o nosso time em evolução. Durante a competição nosso time evoluiu, tivemos poucos erros e agora para essa Final não tem favoritismo. São duas boas e que estão bem treinadas, e Final não tem favoritismo. É competência e oportunidade. Vai ganhar o público que for assistir”, comentou o técnico do Adalberto Valle/AM, Erinaldo Correia.

Na partida Masculina, o tradicional time do Rio Negro/AM não repetiu o mesmo feito da equipe Feminina e saiu de Quadra sem classificação para a Finalíssima. O placar apertado de 32-30 garantiu o Adalberto Valle/AM na Final contra o Zezão Handebol Clube/AM.

A Final da competição está marcada para a próxima quinta-feira (04/05), no Ginásio Renné Monteiro, na Avenida Constantino Nery. Nos dois jogos que prometem ser empolgantes, Rio Negro/AM - Adalberto Valle/AM se enfrentam no Feminino, às 19 horas. No Masculino será a vez do Zezão Handebol Clube/AM tentar quebrar o favoritismo do Adalberto Valle/AM, às 20h30min.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Holanda/AM vence Rio Negro/AM de virada e entra na briga pela classificação

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Antonio Assis/Site da FAF
fafamazonas.com.br

Manaus/AM - A exemplo do jogo anterior, contra o Fast Clube/AM, mais uma vez o Rio Negro/AM ocupou a liderança provisória da competição, no decorrer da décima primeira rodada da Primeira Fase. Mas, a exemplo do jogo anterior, ao final da partida (e da rodada), a posição de líder continuou com o Nacional/AM, mesmo com o adiamento de sua partida contra o Tricolor de Aço. A liderança provisório durante o tempo da primeira etapa, quando o Galo da Praça da Saudade teve a vitória parcial sobre o Holanda/AM, na abertura da rodada dupla disputada no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM. Porém, a Laranja reagiu no segundo tempo, comandada por Romário, virou o placar para 3-1, chegou a 14 pontos, saiu da zona de rebaixamento e aumentou consideravelmente suas chances de classificação para a Fase Semifinal.

Mas o Rio Negro/AM saiu na frente, aos 7 minutos, quando Delcinei cobrou falta na área, pelo lado direito ofensivo, e Leonardo surgiu livre para tocar para as redes cruzado, de perna direita, no contra-pé de Douglas, abrindo o placar e marcando seu sétimo gol na competição. O Holanda/AM não se abateu e equilibrou a partida, criando chances reais de empatar. Com algumas alterações em sua formação, o Rio Negro/AM ainda perdeu Léo Olinda aos 32 minutos, substituído por Paulinho, retornando após contusão.

Para o segundo tempo, o Holanda/AM voltou mais perigoso, porém seus atacantes pareciam afoitos, ficando impedidos com frequência. O empate surgiu aos 12 minutos com Romário, que recebeu pela esquerda, limpou seu marcador e acertou um balaço, de fora da área, no ângulo superior esquerdo de Pablo, que só assistiu o tiro indefensável. Sete minutos depois veio a virada, com Alcino, mais uma vez pela esquerda, batendo rasteiro e cruzado, no canto esquerdo de Pablo.

A expulsão de Sérgio Duarte Júnior, 11 minutos depois de ter entrado em campo fez o Holanda/AM recuar, para tentar segurar a vitória. Em contra-ataque, aos 40 minutos Alcino arriscou e acertou a trave de Pablo, com a zaga rionegrina aliviando o perigo antes que Romário pudesse aproveitar o rebote. A vitória foi sacramentada nos descontos, aos 48 minutos, coroando a grande atuação de Romário, que recebeu pela esquerda, cortou o adversário para dentro e bateu cruzado, com estilo e categoria, com a bola ganhando o canto esquerdo de Pablo.

Ficha Técnica:
Holanda/AM 3-1 Rio Negro/AM
Sábado, 29 de abril de 2017, às 18 horas (de Manaus/AM)
Estádio Ismael Benigno, a Colina, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima primeira Rodada da Primeira Fase
Partida Preliminar de Manaus FC/AM 3-0 São Raimundo/AM
Árbitro: Weden Cardoso Gomes/AM
Assistente 1: Luis Cláudio Rodrigues dos Santos/AM
Assistente 2: Hugo Agostinho Chaves da Paixão/AM
4º Árbitro: Carlos Augusto Santos de Souza/AM
Renda: R$ 2.960,00
Público pagante: 256 (346 presentes)
Cartões amarelos: Brendo 18 e Paulinho 40 minutos do primeiro tempo. Antony 21, Charles 21, Thiaguinho 27, Sidney 30, Caio 34, Marcelo 38 e Alcino 40 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Sérgio Duarte Júnior 29 minutos do segundo tempo, com cartão vermelho direto.
Gols: Leonardo 7 minutos do primeiro tempo. Romário 12, Alcino 19 e Romário 48 minutos do segundo tempo.
Holanda/AM: Douglas; Antony, Chicão, Sidney e Alberto; Edirley (Sérgio Duarte Júnior 18/2º), Paulo Rossíneo, Alcino (Max Willian 30/2º) e Thiaguinho; Marinho (Jussan 30/2º) e Romário. Treinador: Sidney Bento.
Suplentes: Neto, Jussan, Rondinelli, Sérgio Duarte Júnior, Kelve, Ioran, Pedrinho e Max Willian.
Rio Negro/AM: Pablo; Delcinei, Dedimar, Rafael Vitor e Charles; Brendo (Marcelo 18/2º), Rafael Paulista, Léo Olinda (Paulinho 32/1º) e Rodrigo Ítalo; Leonardo e Thiago Verçosa (Caio 18/2º). Treinador: Ronielle Farias Gomes (interino).
Suplentes: Pedro Vinícius, Caio, Marcelo, Paulinho, Paulo Ferreira, Élkson, Patrick e Arthur.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - A Palo Seco, com Belchior

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Daniel Ronan/Diário do Nordeste

Manaus/AM - Em meados dos Anos 80 eu curtia apenas um tipo de Música: o Rock Nacional, que vivia seu momento mais agudo, num Movimento Cultural que ficou conhecido como New Wave.

Já havia experimentado anteriormente, em pequenas dosagens, a riqueza de nossos talentos da MPB (Música Popular Brasileira). Minha Mãe me apresentou à Chico Buarque, Caetano Veloso, Elis Regina... Os irmãos dela me trouxeram o conhecimento de Simone, Gal Costa, Maria Bethânia, Paulinho da Viola, Wando, o Sambista (o estupendo LP Glória a Deus no Céu e Samba na Terra). De meu Pai, herdei o gosto pelo Samba de Breque (Faustina, Acertei na Milhar...), os instrumentais (Ray Conniff, Paul Mauriat...), Trilhas Sonoras de Faroeste (Bang-Bang) e Hinos de Clubes.

Mas foi por intermédio de um irmão de meu Pai, meu falecido Tio Afrânio Bezerra de Menezes, que escutei pela primeira vez (de verdade), Belchior. Só quem conheceu o Tio Afrânio sabia de que ele tinha uma característica especialíssima de nos apresentar seus diversos artistas favoritas. Comigo era assim: "Broca, vou te mostrar uma Música que tu nunca escutou na vida. Presta atenção para sentires como a Música é linda!!!". Foi assim, por exemplo, com Raimundo Fágner. Invés das tocadíssima Canteiros, Mucuripe, Revelação ou Noturno ele me presentou com Ave Coração, e foi Amor à Primeira Vista.

Voltando a Belchior, nas rádios já tocava Eu Sou Apenas Um Rapaz Latino Americano..., mas para me conquistar pelo coração, mais uma vez o Tio Afrânio acertou em cheio, selecionando com cuidado a agulha do Toca Disco na faixa A Palo Seco. Os primeiros versos, já me encantaram, fazendo que eu viajasse no tempo. E, para fechar a composição, nada como a força dos versos e eu quero é que esse canto torto, feito faca, corte a carne de vocês!!!

O Bom Dia Musical desta segunda-feira (01/05) homenageia o cearense Belchior, falecido neste domingo (30/04), aos 70 anos. Para escutar A Palo Seco, copie e cole o link http://www.kboing.com.br/belchior/1-1007609/

Se você vier me perguntar por onde andei
No tempo em que você sonhava.
De olhos abertos, lhe direi:
- Amigo, eu me desesperava.
Sei que, assim falando, pensas
Que esse desespero é moda em 73.
Mas ando mesmo descontente.
Desesperadamente eu grito em português:

- Tenho vinte e cinco anos de sonho e
De sangue e de América do Sul.
Por força deste destino,
Um tango argentino
Me vai bem melhor que um blues.

Sei, que assim falando, pensas
Que esse desespero é moda em 73.

E eu quero é que esse canto torto,
Feito faca, corte a carne de vocês.


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita


domingo, 30 de abril de 2017

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2017] - Penarol/AM perde pênalti e só empata com Princesa do Solimões/AM

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Juka Balla/Site Oficial do Penarol/AM
http://www.penarol.com.br

Manaus/AM - No Clássico do Interior, Penarol/AM e Princesa do Solimões/AM empataram em 0-0 na tarde deste sábado (29/04), no Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara/AM, pela décima primeira rodada da Primeira Fase do Campeonato Amazonense 2017. A partida foi cercada de fatos inusitados, para os dois times. O anfitrião, Penarol/AM, perdeu um pênalti, o terceiro consecutivo no espaço de 11 dias. Contra o Fast Clube/AM, no último dia 18 de abril, Maik Douglas defendeu a cobrança de Clayton. Oito dias depois, contra o Manaus FC/AM, Jonhatan defendeu a cobrança de Léo Silva. E neste sábado, Raiscifran defendeu o tiro de Jamesson.

No quinto jogo como mandante, foi o segundo empate do Leão da Velha Serpa. O Floro de Mendonça já não é mais o Caldeirão de anos atrás. Em 2017 são duas vitórias (2-0 São Raimundo/AM em 21 de março e 5-1 Holanda/AM em 8 de abril), dois empates (1-1 Fast Clube/AM em 18 de abril e 0-0 Princesa do Solimões/AM em 29 de abril) e uma derrota (0-2 Manaus FC/AM, em 1 de abril). De quinze pontos possíveis, oito pontos conquistados e sete pontos perdidos - pouco mais de 50% de aproveitamento.

Pelo lado do Princesa do Solimões/AM, duas contusões que forçaram alterações ainda no primeiro tempo. Aos 16 minutos, o lateral-esquerdo Gelvane, após sofrer baque que causou sangramento no rosto, foi substituído por Randerson. Detalhe que o time já entrou em campo com dois volantes improvisados na zaga - Júnior Baé e Cristiano Natal. Para piorar a situação, aos 34 minutos, ainda no primeiro tempo, Luis Paulo rasgou a mão numa defesa de um chute de Rodrigo Marajó e precisou ser substituído, aos 36 minutos, por Raiscifran.

O empate foi ruim para os dois time, num Campeonato extremamente equilibrado, com sete time lutando por quatro vagas para as Semifinais (o oitavo colocado já está, inclusive, rebaixado). O Princesa do Solimões/AM caiu para a quarta posição, 17 pontos e saldo zero. O Penarol/AM voltou à Zona do Rebaixamento, na sétima posição, com 13 pontos e saldo de quatro gols positivo. É a segunda vez que o Penarol/AM figura no Z-2, a primeira foi ao final da quinta rodada, quando perdeu em casa para o Manaus FC/AM.

Ficha Técnica:
Penarol/AM 0-0 Princesa do Solimões/AM.
Sábado, 29 de abril de 2017, às 16 horas (de Itacoatiara/AM)
Estádio Floro de Mendança, em Itacoatiara/AM
Campeonato Amazonense 2017
Décima primeira Rodada da Primeira Fase
Árbitro: Edmar Campos da Encarnação/AM
Assistente 1: Ivo Fernando da Costa de Souza/AM
Assistente 2: Anne Kesy Gomes de Sá/AM
4º Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior/AM
Renda: R$ 4.830,00
Público pagante: 483 (523 presentes)
Cartões amarelos: Wânder 5 e Léo Silva 26 minutos do primeiro tempo. Júnior Baé 16, Marlon 20, Dé 23 e Cristiano Natal 43 minutos do segundo tempo.
Penarol/AM: Paulo Wanzeler; Dé (Gigue 37/2º), Carlinhos Rocha, Samir e Rafael Vieira; Marlon, Jamesson (Ronny 24/2º), Clóves, Léo Silva (Willian 28/2º) e Edicleber; Rodrigo Marajó. Treinador: Rui Aparício.
Suplentes: Paulo Roberto, Ronny, Júnior, Gigue, Gereco, Jorginho, Willian, Ronni e Roger.
Princesa do Solimões/AM: Luis Paulo (Raiscifran 36/1º); Getúlio, Júnior Baé, Cristiano Natal e Gelvane (Randerson 16/1º); Rafael Borges, Wânder, Michell e Leozinho; Branco e Weverton (Marinélson 34/2º). Treinador: Alberone Souza.
Suplentes: Raiscifran, Clemilton, Éric, Araújo, Randerson, Marinélson e Robenilson Imperador.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita