quarta-feira, 2 de agosto de 2017

[FUTEBOL MÁSTER] - Veteranos de Nacional/AM e Remo/PA vão reviver rivalidade

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - O encontro de uma das maiores rivalidades do futebol do Norte, entre Amazonas e Pará, vai tomar contar do Estádio Ismael Benigno, a Colina, localizado no São Raimundo, com o amistoso Máster entre Nacional/AM e Clube do Remo/PA. O evento acontece dia 19 de agosto, às 17 horas, quando os apaixonados pelas quatro linhas vão poder ver de perto as feras do passado esbanjando categoria. A entrada será um quilo de alimento não perecível e a ação conta com o apoio do Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

“Nosso grupo do Máster é muito unido e formado por ex-jogadores dos anos 80, como Marinho Macapá, Armando Falcão do Norte, o Sérgio Duarte, o Murica, e outras feras. Como joguei no Remo/PA, sempre fico em contato com os amigos que jogaram comigo e um empresário de Belém/PA vai patrocinar o evento e, com outros apoiadores, vamos fazer essa confraternização”, contou o organizador, bem como Campeão Amazonense e Paraense com Nacional/AM e Remo/PA, o ex-meia Fernandinho.

O organizador ainda fez questão de frisar alguns nomes que estarão na partida. “Vamos ter jogadores do Remo/PA, com renome nacional, como o Dadinho, o Mesquita, o Patrulheiro que jogou aqui no Rio Negro/AM e no Nacional/AM, o Nildo, que é Campeão da Libertadores pelo Grêmio/RS em 1995, além de outros. Vai ser uma grande festa e espero que a torcida compareça”, disse.

Figura inesquecível do passado e presente no futebol local, o ex-volante do Nacional/AM, Marinho Macapá, 62 anos, não vai ficar de fora do reencontro. E claro, sempre com a sede da rivalidade em busca da vitória sobre o Leão Paraense. “Vamos entrar para vencer. É uma rivalidade sadia entre as equipes. Lembro que íamos lá em Belém/PA e vencíamos. Jogávamos no Baenão (Estádio do Remo/PA), Mangueirão e até mesmo com o Paysandu/PA, na Curuzu, e vencíamos. Depois eles vinham aqui e davam o troco. Era uma festa”, lembrou Marinho, que chegou ao Nacional/AM na década de 80 vindo do Guarani/AP.

Há 42 anos, Armando Belém, nascido em Parintins/AM, passou a ser conhecido como Falcão do Norte. O apelido dado por um radialista amazonense foi adotado pelo jogador, que assemelhava-se ao estilo de jogo do craque do Internacional/RS, Roma/ITÁLIA e São Paulo/SP, o ex-volante Paulo Roberto Falcão. Atualmente, o ex-jogador é gestor público.

“Um radialista colocou esse apelido em mim e na época não tinha visto o Falcão jogar. Só vim jogar contra ele em 1981, quando atuei pela Chapecoense/SC em um amistoso, onde fiz gol. Acho que o radialista que colocou comparou com a semelhança de jogo. Eu era um segundo volante e tinha mais liberdade, assim como o Falcão. Fico feliz pela comparação, o Falcão foi um grande jogador, mas acho que fico bem abaixo. A comparação é válida”, sorri Armando, orgulhoso em ter conquistado seis títulos seguidos com o Nacional/AM.

Quanto ao jogo, as lembranças dos embates contra o rival paraense ainda estão bem vivas na mente do ex-futebolista. “Contra o Remo/PA devo ter jogador de 20 a 25 vezes. Naquela época, era um rivalidade muito grande, até mais que agora. Ganhávamos lá, perdíamos aqui, ganhávamos aqui, empatávamos. Esse jogo vai ser uma festa e queremos contar com o nosso torcedor. Quando o juiz apitar, ninguém vai querer perder”, finalizou Armando.

O pedido unânime dos jogadores nacionalinos para o jogo contra o Remo/PA é único: sentir o carinho do torcedor que na década de 1980 lotava a arquibancada do antigo Estádio Vivaldo Lima, atual Arena Vivaldo Lima. E antes mesmo do pedido ser anunciado pelos ex-jogadores, os apaixonados pelo Nacional/AM, como o fanático e líder da torcida Apaixonaça, Natan Castro, 48 anos, promete arrastar muita gente para o Estádio.

“É um honra ter o maior clássico da Amazônia. Em proporção de torcida, o Remo/PA tem mais torcida em Belém/PA e o Nacional/AM tem a maior torcida do Amazonas. Nada mais justo que valorizar esse clássico de ídolos que no passado deram muita alegria para nós torcedores. Vamos trabalhar bastante para termos ao menos uns três mil torcedores do Nacional/AM aqui no estádio”, revelou Natan, contando os dias para reviver o tão famoso embate.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[FUTSAL] - Tuna Luso/AM e Recanto da Criança/AM fazem quarta Final seguida

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Fotos: Mauro Neto/Sejel e Antonio Lima/Sejel

Manaus/AM - As duas maiores potências do Futsal Sub-20 do Estado vão entrar em Quadra para a grande Final do Campeonato Amazonense Sub-20. Tuna Luso/AM e Recanto da Criança/AM vão reeditar pela quarta vez seguida o último jogo da competição que vale o tão cobiçado troféu e uma vaga na Taça Brasil 2018 – Divisão Especial. A partida desta quarta-feira (02/08) tem início às 20 horas, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (antigo Amadeu Teixeira, Loris Cordovil) e recebe apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Falando em clássico, o resultado será de incertezas. Ainda mais quando os dois times sempre chegam juntos na competição. Se de um lado o Recanto da Criança/AM é Bicampeão e a Tuna Luso/AM defende o Campeonato da temporada passada, o treinador da equipe verde e grená, Marcelo Galvão, não espera um jogo fácil, mesmo com o adversário repleto de desfalques.

“Sabemos que é um adversário difícil, é um clássico, mesmo que eles venham com um time todo modificado. Pelo quarto ano seguido fazemos a Final do Sub-20 e sabemos que teremos uma grande partida pela frente. Vai ser um grande jogo, uma grande decisão e quem for ao Ginásio não vai se arrepender. Esperamos jogar bem fazer os gols e conquistar o Bicampeonato”, disse Galvão, sem poder contar com o ala Rhenzo, que está em São Paulo/SP fazendo testes nos clubes paulistas.

Principal favorito à conquista da competição, o Recanto da Criança/AM agora precisa fazer inúmeras estratégias para derrubar o rival. Até então único invicto, o Tricolor da Cidade Nova viu o sonho de levantar a Taça ficar mais distante após a partida da Semifinal com o Dom Bosco/AM. Na oportunidade, foi registrado caso disciplinar e a maior parte dos jogadores da equipe recebeu punição e por conta de Ato Administrativo da Federação Amazonense de Futsal (FAFs) a Final vai ser realizada.

“Vamos colocar jogadores do Sub-17 com os do Sub-20. Foi uma situação chata que ocorreu e só lamentamos por isso. A Federação não tem uma Comissão de Julgamento, foi feito um Ato Administrativo e vamos fazer cumprir. O Recanto não corre do fogo não. Vamos entrar com raça, para ganhar”, explicou o treinador, Ivanildo Alves, o Careca, que assim como os atletas foi punido e não vai ficar à beira da quadra. “O time vai ser comandado pelo Jailton (Oliveira, Coordenador de Esportes) e pelo treinador Thompson. Mas vou ficar de fora observando e torcendo”, finalizou.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

terça-feira, 1 de agosto de 2017

[BOM DIA MUSICAL] - Promessas Demais, com Ney Matogrosso

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Juliana Torres

Manaus/AM - Vanguardista, Ney de Souza Pereira venceu pelo talento, indubitavelmente. Ousado, foi o integrante do quarteto Secos&Molhados que mais se destacou mantendo, por 45 anos, uma carreira linear e brilhante. Filho de Militar, serviu na Aeronáutica, mas sem nunca deixar apagar seu enorme talento artístico. Gradativamente foi evoluindo e, além de Cantor, também é Ator, Diretor, Escritor, Coreógrafo, Iluminador e Dançarino.

Completou, nesta terça-feira (01/08), 76 anos de Vida, motivo pelo qual o Bom Dia Musical lhe rende Homenagem, com a composição Promessas Demais tema de abertura da novela Paraíso, de 1982, na Rede Globo.

Precisava não acenar, precisava não promessas demais... Precisava não acenar. Tanta felicidade, é um rio que vai... O rio que vai, o rio que vai me levar não passa na sua cidade.

Copie esse link para assistir e escutar o Clipe Promessas Demais - https://www.youtube.com/watch?v=yQLSAMSzcxA

Quem sabe um coração me dirá:
Dirá se cabe ou não no mesmo lugar?
Quem sabe um coração me dirá:
Dirá se cabe ou não no mesmo lugar?
Quem sabe um coração

Precisava não acenar
Precisava não promessas demais
Precisava não acenar
Tanta felicidade é um rio que vai
O rio que vai, o rio que vai me levar
Não passa na sua cidade
O paraíso, o paraíso começa
É só começar um sorriso

Quem sabe um coração me dirá:
Dirá se cabe ou não no mesmo lugar?
Quem sabe um coração me dirá:
Dirá se cabe ou não no mesmo lugar?

Num lugar comum
Onde nós dois somos um
Um que não tenha amizade
Para nenhum, para nenhum não tem jeito
Algum que não bata no peito


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[COPA LEÃO BRAÚNA] - Cepe/AM, Grêmio Iranduba/AM e Sul América/AM saem na frente

Da Assessoria de Comunicação da Sejel
Foto: Mauro Neto/Sejel

Manaus/AM - A primeira rodada da Copa Leão Braúna de Futebol não deixou a rede parada. Nos seis jogos realizados neste final de semana (29-30/07), a bola entrou 11 vezes e as equipes do Cepe/AM, Grêmio Iranduba/AM e Sul América/AM foram as únicas a conquistar a vitória. A competição recebe apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Os ex-craques da base e os que tiveram a oportunidade de jogar a categoria profissional iniciaram no sábado as partidas no CT do Nacional e no estádio Álvaro Maranhão, em Iranduba/AM. No primeiro jogo, o Cepe/AM enfrentou o Libermorro/AM e saiu de campo com os três pontos, após o gol marcado por Diego Oliveira. O tento entrou para a história da competição como o primeiro gol da Copa.

“É uma honra marcar o primeiro gol da competição. Estamos vivendo uma confraternização, o Leão foi meu treinador na base do Nacional/AM e ele sempre será importante e lembrado pelo nosso futebol. Essa Copa é muito importante, tem uma organização maravilhosa e a gente acaba encontrando os amigos do passado que há anos não víamos. É muito bom”, comentou o atacante.

Estreando dentro do Estádio Álvaro Maranhão, na cidade de Iranduba/AM, o Grêmio Iranduba/AM soube aproveitar o fator casa para vencer o Tarumã/AM. Peterson e Ederson foram os responsáveis por balançar, no segundo tempo, a rede do Lobo do Norte e garantir a vitória para o time do interior por 2-0.

Ainda no sábado (29/07), três jogos não saíram do 1-1. Embora tenham marcado, os ex-jogadores mostraram que ainda precisam recuperar a velha forma, ao menos quando o assunto é finalização. No CT Barbosa Filho, Rio Negro/AM e Cliper/AM e depois Nacional/AM e Fast Clube/AM (foto da postagem) até tentaram alegrar ainda mais os torcedores, que vão ter que esperar a segunda rodada para sentir o gostinho da vitória. No segundo jogo, na cidade de Iranduba/AM, Comercial/AM e América/AM ficaram no mesmo placar.

No eterno Clássico Galo Preto, os dois maiores times da Zona Oeste se encontraram pela Copa. São Raimundo/AM e Sul América/AM se enfrentaram em clima de descontração e festa. Mas a eterna rivalidade - sadia - terminou não muito bem para o Tufão da Colina, que viu o rival vencer em casa por 2-0 e fazer festa dentro do Estádio da Colina.

“Essa primeira rodada mostrou um nível técnico excelente e um engajamento disciplinar proposto por todas as equipes. O resultado final, muita das vezes, não é o mais importante. Bom é ver o espírito de união e alegria dos atletas do passado, em poder rever os velhos gramados com os antigos companheiros de tantas disputas. Essa primeira rodada deixou a marca da felicidade estampada no rosto desses ex-atletas de Base e já temos boas expectativas para as demais rodadas”, afirmou o presidente da Liga Regional da Amazônia (Lirdam), Junior Mendes.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

segunda-feira, 31 de julho de 2017

[KART] - Cícero Barbosa vai representar o Amazonas no GP Brasil Indoor

Do Site K1News
http://k1news.com.br
Fotos: Divulgação

Manaus/AM - O piloto Cícero Barbosa fará sua estreia no GP Brasil de Kart Indoor e representará o Amazonas nesse torneio onde 72 pilotos de 6 Estados se inscreveram apenas na primeira semana. O campeonato acontecerá no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano/MG e será divido em 4 categorias classificatórias, 3 categorias de peso, 1 Final por categoria e então uma Super Final que classificará nos karts 13HP e Finais nos karts de 18HP.

Cícero revelou que está se sentindo com friozinho na barriga e anda muito ansioso para a competição. O piloto que já competiu em outros Estados, afirmou está focado nos resultados positivos para Minas Gerais, sempre com muita humildade e pés no chão. Para Cícero, a experiência de correr fora de Manaus/AM é muito importante, pois esse intercâmbio ajuda a fortalecer o Kart no Amazonas, que segundo o piloto, está em evolução e futuramente poderá agregar maior valor ao automobilismo amazonense.

O estreante no GP Brasil conta com o apoio da Speed Kart Indoor, Serralheria Romão, Armarinho Berenice e Torcida Apaixonada. Porém o piloto segue em busca de patrocínio para que possa representar o Estado no campeonato que acontecerá nos dias 25 e 26 de novembro. “Não posso desperdiçar essa oportunidade”, disse o atleta referindo-se ao torneio em Minas Gerais e ainda brincou “eu vou nem que seja a pé”.
Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

[BOM DIA MUSICAL] - Brincar de Viver, com Guilherme Arantes

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Acervo Pessoal de Lenise Mesquita

Manaus/AM - Na última sexta-feira (28/07), Guilherme Arantes, um dos mais ecléticos artistas brasileiro, completou 64 anos de Vida. Com 44 anos de carreira profissional, emplacou centenas de sucessos, a grande maioria em Trilhas Sonoras de Novelas. Foi assim no seu aparecimento para todo o Brasil, em 1975, com Meu Mundo e Nada Mais, em Anjo Mau, da TV Globo.

Em 1981 protagonizou uma das mais emblemáticas cenas da Música Brasileira, ao conquistar o segundo lugar no Festival de Música MPB Shell, com a fantástica composição Planeta Água, cantada por todos os presentes no lotado Ginásio do Maracanãzinho, numa interpretação emocionante da platéia. Minutos depois, Lucinha Lins foi anunciada como vencedora do Festival, com Purpurina, levando uma sonora vaia, não conseguindo, sequer, defender a Música Campeã.

Dentre tantos Sucessos, um dos mais cantados é Fã Número Um, de 1985. E, a vida imitando a arte, existe essa Fã Número Um. E mora em Manaus/AM. Trata-se de Lenise Benarrós de Mesquita (minha Irmã). A química entre Lenise e Guilherme e tamanha que, vejam só, os dois fazem aniversário no mesmo dia. Enquanto Guilherme Arante completou 64 anos de Vida, minha Irmã alcança a orgulhosa marca de 50 anos, meio século de vida.

O Bom Dia Musical desta segunda-feira (31/07), ainda que atrasado, tanto na data como no horário, é uma dupla Homenagem: parabéns, Guilherme Arantes, pelos 64 anos. E Parabéns, minha Irmã Querida, pelos 50 anos. A aniversariante que escolheu a música da Homenagem, ainda que sob protestos "só uma? Que missão difícil!". Brincar de Viver, foi a Eleita.

E eu desejo amar a todos que eu cruzar pelo meu caminho. Como eu sou feliz, quero ver feliz, quem andar comigo

Copie esse link para assistir e escutar o Clipe de Lançamento de Brincar de Viver - https://www.youtube.com/watch?v=DAFkGhwaALE

Quem me chamou?
Quem vai querer
Voltar pro ninho?
Redescobrir seu lugar...

Prá retornar
E enfrentar o dia-a-dia
Reaprender a sonhar...

Você verá que é mesmo assim
Que a história não tem fim
Continua sempre que você
Responde "sim"
À sua imaginação
A arte de sorrir
Cada vez que o mundo
Diz "não"...

Você verá
Que a emoção começa agora
Agora é brincar de viver...

Não esquecer
Ninguém é o centro do universo
Assim é maior o prazer..

Você verá que é mesmo assim
Que a história não tem fim
Continua sempre que você
Responde "sim"
À sua imaginação
A arte de sorrir
Cada vez que o mundo
Diz "não"...

E eu desejo amar
A todos que eu cruzar
Pelo meu caminho
Como eu sou feliz
Eu quero ver feliz
Quem andar comigo...

Vem!
Agora é brincar de viver!
Agora é brincar de viver!...

Ah Ah Ah! Oh Oh Oh!
Uh Uh! Uh Uh!...


Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita