domingo, 18 de fevereiro de 2018

[CAMPEONATO AMAZONENSE 2018] - Poupando titulares, Manaus FC/AM perde invencibilidade

Teófilo Benarrós de Mesquita
Foto: Lisandro Windson/FAF


Manaus/AM - Depois da histórica classificação para a Segunda Fase da Copa Verde, o Manaus FC/AM voltou a campo neste sábado (17/02), agora pelo Campeonato Amazonense, poupando alguns titulares. Do time considerado principal, apenas Juninho, Hamilton e Rossini, além dos recem efetivados Milton (pelo contusão de Jonathan) e Negueba. Alheio à tal situação, o Princesa do Solimões/AM se aproveitou bem da opção adversário e venceu por 2-1, de virada, pondo fim a uma série de 17 jogos sem perder do atual Campeão Amazonense.

Mesmo com um time alternativo, o Manaus FC/AM começou buscando o ataque. Logo no primeiro minuto, Wander bateu cruzado, da direita, com a bola passando por toda a extensão da área sem que ninguém aparecesse. Dois minutos depois Wander estava na esquerda, cruzando na área, com a zaga adversária aliviando o perigo. Aos seis minutos o Manaus FC/AM trabalhou boa jogada pela esquerda e Hamilton, na área, escorou de cabeça para a chegada de Juninho, frontal, com o volante sofrendo falta antes do arremate. Na cobrança de Negueba, no ângulo superior esquerdo de Darlan, o Manaus FC/AM saiu na frente, ainda aos 7 minutos de jogo.

A primeira chegada perigosa do Princesa do Solimões/AM só aconteceu aos 10 minutos de jogo, quando Robenilson Imperador concluiu para defesa de Milton. Cinco minutos depois Kelve fez boa jogada pela esquerda e cruzou, mas a zaga do Gavião do Norte tirou. Dois minutos depois Hamilton bateu para defesa de Darlan, mas sofreu falta na jogada, com Élton sendo punido com cartão amarelo.

O empate do Princesa do Solimões/AM surgiu de forma meio despretensiosa. Cléber cobrou falta e o goleiro Milton, herói da classificação no Mangueirão pela Copa Verde, falhou, espalmando para dentro do seu próprio gol, aos 21 minutos. Logo depois do gol, a equipe de arbitragem concedeu o tempo técnico, dos 25 aos 28 minutos.

Aos 31 minutos, Robenilson Imperador testou de longe, de novo, agora por cima do gol. A resposta do Manaus FC/AM veio quatro minutos depois, com Marcus Vinícius, também por cima. Negueba cobrou escanteio pela esquerda, aos 37 minutos, e Hamilton cabeceou com perigo, mas para fora. O caminho do Manaus FC/AM era pela esquerda, mesmo. Três minutos depois Negueba foi lançado em velocidade e Darlan saiu providencialmente do gol, chegando antes do lateral.

Alessandro Toró bateu cruzado, da direita, aos 44 minutos, com Thiago Amazonense tirando de carrinho. Darlan fez outra saída do gol na hora certa, aos 47 minutos, quando Rossini deixou Wander na cara do gol, embora o goleiro tenha chegado antes para cortar o ataque promissor. Final do primeiro tempo, empate em 1-1 no Estádio Carlos Zamith.

O segundo tempo começou também com o Manaus FC/AM mais perigoso. A um minuto, Hamilton escorou de cabeça na área e Wander tentou de voleio, mas por cima. Depois de um bom tempo sem jogadas contundentes, aos 10 minutos Negueba cruzou da esquerda, com a bola passando por todos. Provando que queria mesmo a vitória, Wladimir Araújo fez duas substituições aos 12 minutos, tirando o lateral-direito Átila e colocando o atacante Romarinho e trocando o atacante Marcus Vinícius por Wesley Napão.

Cléber desceu pela esquerda e cruzou buscando Robenilson Imperador, aos 14 minutos, com Milton saindo e defendendo. Alessandro Toró levou cartão amarelo, na jogada seguinte, aos 16 minutos. Um minuto depois Negueba chegou de novo com facilidade à linha de fundo, cruzando para Hamilton que desta vez mudou de estratégia e, ao invés de ajeitar de cabeça para algum companheiro, testou direto e com perigo, mas para fora. A jogada se repetiu aos 20 minutos, mas agora em cruzamento de Rossini, com a cabeçada de Hamilton saindo sem força e sem perigo.

O árbitro Weden Cardoso Gomes deixou barato, aos 22 minutos, quando Alessandro Toró, que já tinha cartão amarelo, fez falta forte em Hamilton e ficou apenas na advertência. Pior, deu o cartão amarelo para Hamilton, por reclamação pela falta de punição ao infrator. Rossini perdeu boa chance aos 23 minutos, quando ajeitou no peito um rebote da zaga manacapuruense e bateu, porém fraco, descalibrado.

Randerson esticou para Cléber, aos 31 minutos, com Milton saindo firme do gol e evitando o avanço do atacante adversário. Robenilson Imperador deu lugar a Negrette, aos 34 minutos. Aos 35 minutos, Alessandro Toró, por reclamação insistente e contundente, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O treinador Alberone Souza, inconformado, invadiu o campo e, ao ser excluído, disse que não sairia do campo, sendo necessária a intervenção da Polícia Militar.

Thiaguinho no lugar de Thiago Amazonense, aos 40 minutos, foi a última mudança no Manaus FC/AM. Miliano na vaga de Kelve foi a segunda e última alteração no Princesa do Solimões/AM, dois minutos depois. e, quando tudo parecia se encaminhar para o empate, Clayton He Man vacilou e foi desarmado por Randerson, que avançou e serviu a Cléber, matador implacável, que marcou o segundo gol, decretou a terceira vitória do Princesa do Solimões/AM no Barezão 2018, pondo fim a uma invencibilidade de 17 jogos do Manaus FC/AM.

Com o resultado, o time da Manacapuru/AM tomou, ainda que provisoriamente, a liderança do Grupo A, passando a 9 pontos, contra 7 do Penarol/AM, que enfrenta o São Raimundo/AM neste domingo (18/02), em Manaus/AM. Mesmo derrotado, o Manaus FC/AM manteve a vice-liderança do Grupo B, com cinco pontos.

Ficha Técnica:
Manaus FC/AM 1-2 Princesa do Solimões/AM
Sábado, 17 de fevereiro de 2018, às 15 horas (de Manaus/AM)
Estádio Municipal Jornalista Carlos Zamith, em Manaus/AM
Campeonato Amazonense 2018
4ª Rodada da Fase Classificatória do Primeiro Turno
Árbitro: Weden Cardoso Gomes/AM
Assistente 1: Alexsandro Lira de Alexandre/AM
Assistente 2: Ivo Fernando da Costa de Souza/AM
4º Árbitro: Halbert Luis Moraes Baia/AM
Estagiário: Rafael Ramos Tourinho/AM
Renda: R$ 850,00
Público pagante: 67
Cartões amarelos: Élton 18 e Cristiano Natal 46 minutos do primeiro tempo. Alessandro Toró 16, Hamilton 21, Cléber 22 e Randerson 35 minutos do segundo tempo.
Expulsão: Alessandro Toró aos 35 minutos do segundo tempo.
Exclusão: Alberone Souza aos 35 minutos do segundo tempo.
Gols: Negueba 7 e Cléber 21 minutos do primeiro tempo. Cléber 48 minutos do segundo tempo.

Manaus FC/AM: Milton; Átila (Romarinho 13/2º), Willian Thuran, Clayton He Man e Negueba; Juninho, Thiago Amazonense (Thiaguinho 40/2º), Wander e Hamilton; Rossini e Marcus Vinícius. Treinador: Wladimir Araújo.
Suplentes: Jonathan, Paulão, Amaralzinho, João Lucas, Vitinho, Romarinho, Cabañas, Rivelino, Zada, Thiaguinho e Wesley Napão.
Princesa do Solimões/AM: Darlan; Judá, Élton, Eric e Alberto; Cristiano Natal, Alessandro Toró, Kelve e Randerson; Robenilson Imperador (Negrette 34/2º) e Cléber. Treinador: Alberone Souza.
Suplentes: Octávio Victor, Negrette, Dudu, Miliano, Matenay e Dhones Caveirinha.

Com cordiais
Saudações Fastianas!
Teófilo Benarrós de Mesquita

Nenhum comentário:

Postar um comentário